segunda-feira, 7 de maio de 2018

Prefeito de Aperibé é cassado pelo TRE



O prefeito de Aperibé, Flávio Diniz, foi derrotado na noite desta segunda-feira no Tribunal Regional Eleitoral, com os membros da corte confirmando a sentença da juíza Cristina Sodré Chaves, da 34ª Zona Eleitoral, em processo no qual Dezoito, como o prefeito é mais conhecido, foi denunciado pelo Ministério Público pela contratação de funcionários no período eleitoral, o que é vedado pela legislação. A decisão por 7 a 0 já era esperada e poderá se repetir em outro processo – no qual ele também já foi condenado em primeira instancia –, esse por abuso de poder econômico. Nessa ação ajuizada também pelo MP, Berriel é acusado de usar recursos da Prefeitura para comprar materiais de construção e distribuir aos eleitores. O processo deverá ser julgado nos próximos dias.
O prefeito de Aperibé, no entender do Ministério Público, infringiu a lei eleitoral pelo menos três vezes. Em uma delas ele tentou dar uma de esperto sancionando um projeto de lei concedendo aumento de mais de 300% a alguns servidores. Isso aconteceu no dia 29 de dezembro de 2015, mas ele estabeleceu que os efeitos financeiros da lei só seriam iniciados em maio de 2016, com os aumentos passando a valer dentro do período vedado pela legislação.
Depois ele fez contratação temporária de pessoal através de uma cooperativa, a Cootrab, também em período vedado. Para arrematar, comprou cerca de R$ 500 mil em materiais de construção para, segundo investigação do Ministério Público, distribuir a eleitores durante a campanha.
A defesa de Dezoito ainda poderá impetrar um embargo de declaração, mas a aposta hoje é de que ele não tem chance alguma de sustentar-se no cargo, podendo ocorrer uma eleição suplementar ainda este ano.

Com E.Pires


COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe