sexta-feira, 18 de maio de 2018

Alunos arrecadam R$ 400 para ajudar professor com salário atrasado; veja o vídeo

Alunos da cidade de Brejo Santo fizeram vaquinha para pagar salário de professor de Artes


Romper barreiras da sala de aula, muitas vezes é necessário para o bom relacionamento do aluno com o professor. E foi isso que os alunos da Escola de Ensino Profissionalizante (EEP) Balbina Viana Arrais, localizada na cidade de Brejo Santo, fizeram.
Após tomar conhecimento das dificuldades que o professor de artes, Bruno Rafael, de 28 anos, estava passando, a turma de primeiro ano de Edificações resolveu fazer uma rifa para pagar o salário, que está atrasado há mais de dois meses.
Bruno se surpreendeu com a ação e ficou bastante emocionado. “No começo eu achei que era somente uma dinâmica para pedir desculpas. Eles são a turma que eu mais dou aula, então é a turma que eu mais tenho aproximação. Quando eu vi aquilo pensei que era uma forma de pedir desculpas, porque eles dão muito trabalho”, comenta.
Bruno é professor substituto e, desde que leciona na escola, há cerca de dois meses, não recebe o salário. Ele, que é natural de Pernambuco, mas mora na cidade de Crato, estava passando por dificuldades e pensou em desistir. “Quando eu vi que não tinha caído o dinheiro, fui conversar com a escola para parar de dar aula. Eu não tinha como continuar na escola sem ter como me sustentar”. O professor comenta que contou com a ajuda da escola e do diretor.
Para reunir o dinheiro, os estudantes fizeram a rifa de uma caixa de chocolate e conseguiram arrecadar cerca de R$ 400. “É um laço que se constrói. Não é somente aquele sentimento de dar aula e ir embora, que não tem como você construir o sentimento de um laço de amizade”. Bruno achou que isso nunca fosse acontecer em sua vida e ficou emocionado na surpresa.
Tribuna do Ceará

COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe