Mostrando postagens com marcador S.O.S POLÍCIA. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador S.O.S POLÍCIA. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 17 de outubro de 2019

Mulher é morta a tiros em Itaperuna e ex-genro é detido como suspeito


Crime aconteceu na noite desta quarta-feira (16) no Morro do Castelo


Uma mulher de 47 anos foi morta com seis tiros na noite desta quarta-feira (16) no Morro do Castelo, em Itaperuna, no Noroeste Fluminense, e o ex-genro dela foi detido como suspeito.

Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu na Rua Valdir Macedo e a vítima já estava morta quando os agentes chegaram ao local.

Ainda de acordo com a PM, familiares da vítima e testemunhas contaram aos policiais que o ex-genro já tinha ameaçado a mulher.

Os policiais fizeram buscas e encontraram o suspeito, que foi detido. A PM informou que nas casas do homem e da mãe dele foram encontradas munições e carregadores.

Ainda segundo a PM, o suspeito é envolvido no tráfico de drogas local e foragido da Justiça.

De acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi instaurado na 143ª Delegacia de Polícia para apurar o caso e diligências preliminares já estão em andamento.


G1

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 14 de outubro de 2019

Motociclista morre em acidente na RJ-152, em Itaocara


Homem de 29 anos chegou a ser socorrido e encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos


Um motociclista de 29 anos morreu após a moto em que ele estava bater no canteiro de um imóvel neste domingo (13) na RJ-152, na altura de Batatal, em Itaocara, no Noroeste Fluminense.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem foi socorrido e encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O corpo foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Itaperuna e as causas do acidente são investigadas na 135ª Delegacia de Polícia de Itaocara.



G1

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sábado, 12 de outubro de 2019

Motorista morre e quatro passageiros ficam feridos em capotamento na BR-116 em Muriaé


De acordo com a PRF, o condutor de 45 anos perdeu o controle do carro de passeio, bateu em um barranco e capotou

Carro capotou na BR-116 em Muriaé — Foto: Rádio Muriaé/Gilson Junior

Um motorista morreu e quatro passageiros ficaram feridos em um capotamento na BR-116 em Muriaé, na manhã deste sábado (12).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor de 45 anos perdeu o controle da direção do carro de passeio, bateu em um barranco e capotou.

Segundo o Corpo dos Bombeiros, a corporação foi acionada. Chegando no local, alguns feridos estavam deitados no meio da pista, esperando atendimento e reclamando de dores.
Conforme os Bombeiros, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) encaminhou as vítimas para o Hospital São Paulo.



G1

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 30 de setembro de 2019

Mulher é encontrada morta dentro da geladeira no sul fluminense


Ione Angelica Maximo dos Santos, de 47 anos, estava desaparecida e os familiares dela à encontraram morta quando foram no local onde morava 




Uma mulher foi encontrada morta por familiares dentro de uma geladeira em Miguel Pereira, na região sul fluminense, no sábado (28).

Ione Angelica Maximo dos Santos, de 47 anos, estava desaparecida há alguns dias segundo a família.

De acordo com o irmão da vítima, eles desconfiaram do sumiço e ao verem uma notícia de que o companheiro dela estava morto em São Paulo, após uma troca de tiros com policiais na última quarta-feira (25), foram atrás dela em casa. 


O carro usado por ele estava com os documentos de Ione e a vítima era Juíza de paz. 


Segundo a 96ª DP (Miguel Pereira) foi aberta uma investigação para apurar as circunstâncias da morte de Ione Angelica Maximo dos Santos, de 47 anos, ocorrida em Vera Cruz, Miguel Pereira. 


Estão sendo realizadas buscas de testemunhas e imagens que possam ajudar a solucionar o caso. 

O corpo de Ione foi encaminhado para IML (Instituto Médico Legal) de Barra do Piraí e será enterrada nesta segunda-feira (30) no cemitério Jardim da Saudades, em Paciência, às 14h na capela dois. 


R7

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

terça-feira, 24 de setembro de 2019

Mourão defende atuação de policiais e coloca em xeque versão de familiares de menina morta no Rio


O presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, afirmou nesta segunda-feira que a morte da menina Ágatha Félix, de 8 anos, por um tiro no Complexo do Alemão no Rio de Janeiro, foi resultado da guerra com o narcotráfico, defendeu a atuação dos policiais no caso e ainda colocou em xeque a versão dos familiares da garota de que ela foi atingida por disparo feito pela força de segurança pública estadual.

“É aquela história. É a palavra de um contra o outro. E vocês sabem muito bem que nessas regiões aí de favela, se o cara disser que foi traficante que atirou (contra a criança), no dia seguinte, ele está morto”, disse Mourão a jornalistas.

Mourão disse que o Estado tem de fazer suas operações e procurar de todas as formas possíveis a segurança da população, apesar de o narcotráfico colocar a população na rua e atirar contra as forças de segurança.

“Então, ele (narcotráfico) coloca em risco a própria gente que habita aquela região”, disse Mourão, citando o fato de que ele já lidou como general com essa questão quando comandou operações nos complexos do Alemão e da Maré.

Mourão admitiu que a “emoção” em torno da morte de Ágatha pode prejudicar o debate sobre uma eventual aprovação de uma proposta pelo Congresso que prevê o excludente de ilicitude a policiais que estiverem em situação de confronto.

“Óbvio que dentro de um clima de emoção pode prejudicar”, disse ele, ao ressalvar que a discussão sobre este assunto está sendo tratada pelo ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Fogo em hospital particular no Rio deixa ao menos dez mortos e vários feridos




Um incêndio atingiu um hospital particular no bairro do Maracanã, na zona norte do Rio de Janeiro, matando ao menos 10 pessoas e deixando pelo menos quatro bombeiros feridos, informou o Corpo de Bombeiros nesta sexta-feira.

O combate às chamas no Hospital Badim, da Rede D`Or São Luiz, começou na noite de quinta-feira e invadiu a madrugada, de acordo com nota dos bombeiros.

Cerca de 90 pacientes que estavam na unidade no momento do início das chamas precisaram ser transferidos para outras unidades, e o transporte contou com ambulâncias de diversos hospitais, além das viaturas dos bombeiros.

O incêndio teria sido causado por um curto-circuito no prédio antigo do hospital, que passou recentemente por uma obra para reformas e expansão, de acordo com suspeita dos bombeiros. A corporação, no entanto, destacou que a apuração de causas não faz parte do escopo de atuação do Corpo de Bombeiros.

Segundo testemunhas, o fogo se alastrou rapidamente, causando pânico e correria dentro da unidade. Médicos, enfermeiros e funcionários do hospital, além de parentes dos pacientes, se mobilizaram para socorrer pessoas internadas.

As vítimas fatais teriam inalado muita fumaça e tiveram intoxicação.

No momento do incêndio, havia 103 pessoas internadas no hospital, que lamentou o ocorrido. “O Hospital Badim mais uma vez externa sua imensa tristeza diante do ocorrido”, disse o hospital em nota.

A cidade do Rio de Janeiro decretou luto devido ao incêndio.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Justiça rejeita último recurso, e Viúva da Mega-Sena é condenada definitivamente por morte do marido



A 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio rejeitou o último habeas corpus pedido pela defesa de Adriana Ferreira Almeida, a Viúva da Mega-Sena. Com essa decisão, se esgotam os recursos possíveis para ex-cabeleireira, que finalmente foi condenada definitivamente pelo assassinato do marido, o ex-lavrador e milionário René Senna, em janeiro de 2007.
"À mingua de ilegalidade ou abuso de poder contra a liberdade de locomoção da paciente, o habeas corpus desvia-se de sua finalidade e torna-se, por consequência, inadequado para o único fim de reformar a sentença condenatória do Tribunal Popular, que é o que remanesce", escreveu o desembargador Claudio Tavares de Oliveira Junior, relator do caso.
A defesa de Adriana — que foi condenada em primeira instância em dezembro de 2016 a 20 anos de prisão por ser mandante do assassinato do ex-marido — pedia, no habeas corpus, a diminuição da pena. O pedido foi negado por unanimidade.
Agora, Adriana só tem mais uma pendência com a Justiça: ela aguarda o último recurso do processo que vai definir a partilha da herança de René Senna, estimada em R$ 120 milhões. Apesar de a Justiça ter anulado o testamento que beneficiava a ex-cabeleireira, a filha do milionário recorreu da decisão. Renata Almeida Sena, de 32 anos, deseja a revalidação do testamento que beneficia a assassina de seu pai em detrimento do outro que dividia a herança entre ela e seus nove tios, irmãos do ex-lavrador.
No recurso, a defesa de Renata argumenta que Adriana não tinha intenção de matar o milionário quando o testamento foi assinado, três meses antes do crime e mais de um ano depois de Renê ganhar a bolada. O recurso deve ser julgado até o final do ano.
René Senna foi executada a tiros por dois homens contratados por Adriana, em janeiro de 2007, em Rio Bonito, na Região Metropolitana. De acordo com a sentença que condenou a cabeleireira, Adriana ordenou a morte do marido após ele ter dito que iria a excluí-la do testamento, pois havia descoberto que estava sendo traído.
Atualmente, ela cumpre a pena em um presídio do Rio. O sítio em que o casal vivia antes do crime — um dos bens mais valiosos da herança — está hoje abandonado.
Durante o julgamento em que foi condenada, Adriana disse que amava Renê e que sua vida era muito melhor quando ele estava vivo: “Eu tinha tudo”, afirmou, na ocasião. Após o crime, Adriana se casou novamente e incorporou o sobrenome do novo marido ao seu: hoje, ela assina Adriana Ferreira Almeida Nascimento.

ExtraOnline

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

terça-feira, 10 de setembro de 2019

Estado inaugura unidade do Degase em Friburgo



O Governo do Estado inaugurou, na manhã desta terça-feira (10/09), a primeira unidade de internação do Novo Degase (Departamento Geral de Ações Socioeducativas), da Região Serrana, em Nova Friburgo. A nova unidade ( Cense Dr. Antonio Elias Dorea de Araújo  Bastos) tem capacidade para abrigar 50 jovens em conflito com a lei, e vai atender a Região Serrana e toda sua abrangência. Foi assinado também, o termo de parceria que estabelece convênio com a Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), que ofertará 200 vagas de diferentes cursos para a nova unidade.

A cerimônia de inauguração contou com a presença de autoridades como o secretário estadual de Educação, Pedro Fernandes; o secretário Estadual de Cultura e Economia Criativa, Ruan Lira; o presidente da Faetec, Romulo Massacesi; o prefeito de Nova Friburgo, Renato Bravo e representantes da polícia militar, marinha e exército.

O secretário de educação do Estado, Pedro Fernandes, falou sobre a importância dos cursos profissionalizantes na ressocialização dos jovens.

- É imprescindível o menor que está cumprindo medida socioeducativa ser preparado para ingressar no mercado de trabalho para que não volte a cometer crime, e é através dos cursos profissionalizantes e da cultura que vamos tornar isso possível. Esse desafio é nosso e vamos dar todas as condições possíveis de ressocialização aos jovens do Degase para tornar isso uma realidade – disse o secretário.

 Segundo o diretor-geral do Degase, Marcio Almeida Rocha, a unidade vai atender adolescentes de municípios com baixo histórico de violência, isso evitará a coabitação com jovens oriundos de regiões mais violentas, além de possibilitar a família maior convívio com os adolescentes.

- A unidade vai possibilitar não só a melhoria no atendimento aos internos, como também, facilitará a presença dos familiares nas visitas, em reuniões com os professores da escola estadual que funcionará exclusivamente para atender os adolescentes, além de participar de encontros com as assistentes sociais de referência dos jovens. Tenho plena convicção que está unidade servirá de modelo para as demais unidades de internação do Estado – explicou Rocha.

O espaço conta com área de aproximadamente cinco mil metros quadrados e é voltado para internação, internação provisória e acautelamento exclusivo de adolescentes do sexo masculino, com idades entre 12 e 18 anos. A estrutura conta com o Colégio estadual Golfo Cândido da Silva, sala de leitura / biblioteca, cursos profissionalizantes, horticultura, aulas de jiu-jitsu, basquete, futsal e oficina de xadrez.

O Degase atende às normas do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), e os internos deverão ser separados por critérios de idade, compleição física e gravidade da infração.

Convênio com a Faetec

Foi assinado um termo de parceria entre o Degase e a Faetec que beneficia todas as unidades de internação com cursos profissionalizantes. O convênio inicia com oferta de 200 vagas para a nova unidade de Friburgo, com o objetivo de preparar os adolescentes para retornarem ao convívio com a sociedade. O intuito é dar condições para que eles conquistem uma vaga no mercado de trabalho ao saírem da instituição.

Serão ofertados cursos de auxiliar de eletricista e instalador predial de baixa tensão, empreendedorismo, pacote office, windows, redes sociais e tecnologias digitais de informação e comunicação.

Fora os cursos da Faetec, o Degase também oferecerá curso de teatro, promotor de vendas, vendedor, pintor de obra, encanador e carpinteiro. 

Além da assinatura do termo de Parceria, também será inaugurada a Sala de Leitura do CENSE de Friburgo em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa.


Ascom

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Filha encomenda morte do pai e é presa no meio do velório




Prisão ocorreu durante velório do idoso de 70 anos na frente de toda família da mulher. Polícia suspeita que ela tenha pago mais de R$ 7,5 mil 



Uma mulher de 38 anos foi presa na cidade de Uberlândia, no interior de Minas Gerais, após pagar R$ 7,5 mil pela morte do pai. A prisão ocorreu na frente de toda a família durante o velório do empresário de 70 anos. 

O idoso foi encontrado morto por um dos funcionários em um cômodo da empresa que ele comandava. O corpo estava sem roupa e com perfurações de tiros.

A polícia chegou até a mulher após duas ligações anônimas: uma delas afirmava que a filha teria encomendado o crime, outra dava o endereço exato do local onde o suspeito de ter cometido o assassinato estava. 

Todos os investigados pelo crime negaram participação, mas apontaram a mulher como responsável por encomendar a morte do pai. Uma arma e R$ 7,5 mil em dinheiro foram encontrados com os suspeitos, de 41, 34, 27 e 17 anos. Os três maiores de idade foram presos e o adolescente apreendido.





COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

Pastor Anderson sabia de plano para matá-lo


Relatório do Ministério Público revela que o marido de Flordelis havia descoberto trama orquestrada por filhos para assassiná-lo


O relatório do Mistério Público do Rio (MP-RJ) sobre o caso Flordelis, revela que Anderson do Carmo descobriu que havia um plano elaborado por filhos para matá-lo e, por isso, chegou a ameaçar grampear celulares da família. O pastor foi morto na garagem onde morava com a deputada federal Flordelis (PSD) e seus 30 filhos adotivos, na madrugada do dia 16 de junho, em Pendotiba, na Região Oceânica de Niterói. 
De acordo com o documento do MP, o marido da deputada teria descoberto que Marzy, uma das filhas adotivas do casal, teria oferecido R$ 10 mil para Lucas, também filho do casal que já está preso, por sua morte. A quantia seria furtada da mochila usada pela própria vítima, que tinha por hábito guardar dinheiro em espécie. "Declarou ainda que Flordelis teve o conhecimento da proposta feita a Lucas. Informou ainda que Anderson, ao saber de sua conversa com Lucas, disse que 'grampearia' todos os telefones da casa", revela o relatório. 
Nova contradição de Flordelis
Depoimento de uma das médicas plantonistas que prestou atendimento a Anderson no Hospital Niterói D'Or, no dia do assassinato, confirma mais uma contradição de Flordelis. Segundo ela, a viúva disse que um carro, de cor prata, estava parado na porta da sua casa. A informação vai de encontro às imagens de câmeras de segurança da rua, onde não há algum veículo com essas características, conforme conclusão do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco) do MP. 
Ainda de acordo com a fala da médica na delegacia, naquele dia, Flordelis chegou à unidade de saúde, após o Anderson já ter dado entrada na emergência. Passando mal, a parlamentar teria feito questão de contar que passou o dia em casa com o marido e os filhos, fez almoço e só saiu da residência à noite, por insistência do pastor, para comemorar o Dia dos Namorados. Contudo, o relato da viúva é diferente do depoimento dela na Divisão de Homicídios de Niterói (DHNISG). 
Mentores intelectuais
O documento faz parte da primeira fase das investigações do Ministério Público e já foi enviado ao Tribunal de Justiça. Até o momento, Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas dos Santos são os únicos indiciados por homicídio qualificado. Para o promotor Sérgio Lopes, do Gaeco, não há nenhuma dúvida de que existem autores intelectuais e outros executores por trás do assassinato de Anderson do Carmo, que foi encontrado com 30 perfurações em seu corpo.
A Divisão de Homicídios de Niterói instaurou um segundo inquérito para apurar a participação de outras pessoas na morte do líder religioso. A conclusão do promotor reafirma a declaração da delegada Bárbara Lomba, titular da especializada, de que todos que estavam na casa no momento do crime, incluindo a deputada Flordelis, podem estar envolvidos.
 
Publicidade

ODiaOnline

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

terça-feira, 20 de agosto de 2019

Sequestrador de ônibus na ponte Rio-Niterói é morto; veja o vídeo



O sequestrador de um ônibus na ponte Rio-Niterói foi morto por snipers (atiradores de elite), encerrando, assim, o drama de dezenas de passageiros que eram feitos reféns desde as 5h30 desta terça-feira (20/08/2019). 

Por volta de 9h, cerca de três horas e meia após o início da ação, o homem ainda não identificado desceu do coletivo e jogou uma mala para os negociadores. Quando ia subir a escada para retornar ao veículo, foi atingido. Segundo a polícia, o revólver do sequestrador era de brinquedo. 

Em seguida, o coletivo foi cercado e uma maca deixada ao lado do ônibus. As pessoas que estavam perto da área do ocorrido aplaudiram o modus operandi dos policiais.

O presidente Jair Bolsonaro (PSL), ao deixar o Palácio da Alvorada, defendeu a ação de snipers para acabar com o sequestro na ponte Rio-Niterói. O governador do Rio, Wilson Witzel (PSL), esteve no local depois de o sequestro chegar ao fim. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Servidor público agride paciente em posto de saúde; veja o vídeo



Um servidor público agrediu um paciente que aguardava atendimento em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Jardim do Sol, de Londrina, no norte do Paraná, na noite deste domingo (18).

Um vídeo gravado por um outro paciente que estava na unidade mostra o momento da agressão. Veja o vídeo acima.

As imagens também mostram o paciente, que estava com o braço enfaixado, sendo levado para dentro de uma das salas da UPA após a briga.

O prefeito de Londrina Marcelo Belinati (Progressistas) informou pelas redes sociais que pediu à Corregedoria-Geral do município o afastamento imediato do servidor envolvido, apuração rigorosa dos fatos e abertura de um processo administrativo.

Funcionários da UPA afirmaram que o paciente abriu portas de salas da unidade antes da agressão.

"Independentemente do que tenha ocorrido anteriormente, e que será apurado, nada justifica uso de violência", afirmou o prefeito.

A direção da UPA não informou se ele foi atendido ou encaminhado para outra unidade.

O que diz o paciente

O advogado de Leonardo Gomes da Silva, rapaz que foi agredido, disse que o cliente foi levado à UPA porque quebrou o braço após cair de uma escada. Na unidade, funcionários pediram para ele buscar alguns medicamentos.

"Como ele não sabia onde era a sala para retirar os remédios, ele foi indo de sala em sala. É falsa a acusação dos funcionários da UPA de que ele foi lá para furtar, ele estava lá para receber uma atendimento, mas foi enxotado a tapas e ponta pés", detalhou o advogado Rafael Moraes.

Leonardo fez um Boletim de Ocorrência na Polícia Civil e deve ir ao Instituto Médico-Legal (IML) fazer um exame de corpo de delito.

Boletim de Ocorrência

Depois da confusão, o técnico de enfermagem fez um boletim de ocorrência contra o paciente na Polícia Civil. Disse que também foi vítima.

O funcionário afirmou em depoimento que assumiu o plantão às 19h e o rapaz já tinha passado por atendimento na ortopedia, mas estava na unidade. O técnico de enfermagem relatou que o rapaz não quis ir embora, entrou na área interna da UPA, tentou entrar em algumas salas e ameaçou funcionários dizendo que era ladrão.

O servidor acrescentou que foi até o rapaz, pediu que ele deixasse a unidade, no entanto foi agredido com socos nas costas.

Depois de descerem ao primeiro andar, os dois entraram em luta corporal e o rapaz agredido foi contido por funcionários. Quando a Guarda Municipal chegou na unidade de pronto atendimento, o rapaz agredido fugiu.

Publicidade

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 15 de agosto de 2019

Motorista que arrastou ciclista por 3 km é condenado a 12 anos de prisão em regime fechado no RJ


Celso Brito, de 60 anos, foi atropelado em setembro de 2014. O julgamento foi realizado na tarde desta quarta-feira (14) em Cabo Frio 


Celso Brito foi arrastado do bairro Jacaré ao Parque Burle, em Cabo Frio, no RJ
 Foto: Divulgação/Policia Militar


A Justiça condenou na tarde desta quarta-feira (14) o motorista Mario Fernando Gomes Lucas, que arrastou Celso Brito, de 60 anos, por 3 km em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. A pena é de 12 anos de prisão no regime fechado, pelo crime de homicídio doloso. 

A juíza Janaína Pomposseli, da 2ª Vara Criminal de Cabo Frio, também determinou a perda da caminhonete envolvida no atropelamento, e registrou na sentença que o réu não tem antecedentes criminais e, por isso, ele [Mário] poderá recorrer da decisão em liberdade. 

O legista do Instituto Médico Legal (IML) que assinou o laudo cadavérico do ciclista e um homem que presenciou o atropelamento foram ouvidos como testemunhas. 

O júri popular foi composto por sete pessoas, sendo cinco homens e duas mulheres, que condenaram o réu pela maioria dos votos. 

O crime ocorreu em setembro de 2014, no bairro Jacaré. O ciclista foi arrastado até o bairro Parque Burle, onde homem retirou o corpo da vítima e a bicicleta da parte de baixo do carro e fugiu. 


Publicidade


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 14 de agosto de 2019

Acidente em túnel do Rio de Janeiro deixa 51 pessoas feridas

Nenhuma das vítimas corre risco de morte, segundo o Corpo de Bombeiros. Cinco carros e dois ônibus colidiram dentro do Túnel Marcello Alencar 





Um acidente envolvendo cinco carros e dois ônibus dentro do Túnel Marcello Alencar, no centro do Rio de Janeiro, deixou 51 pessoas feridas no fim da tarde desta terça-feira 13. Segundo o Corpo de Bombeiros, nenhuma delas corre risco de morte: 37 sofreram lesões leves e 14 delas tiveram ferimentos moderados. 

As vítimas, encaminhadas para hospitais municipais da região, acreditam que o grande número de feridos ocorreu pela quantidade de pessoas em pé nos ônibus. Não foram fornecidas informações oficiais sobre as circunstâncias da colisão entre os veículos. 

A via chegou a ser interditada completamente por conta do acidente, que ocorreu no sentido Avenida Brasil. A partir das 18h45, porém, o trânsito foi liberado. 


Veja

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

domingo, 11 de agosto de 2019

Homem morre e duas pessoas ficam feridas em acidente entre carro e moto na BR-040 no RJ


Colisão aconteceu na manhã deste domingo (11) no km 46 da rodovia, na altura de Petrópolis.


Um homem morreu e outras duas pessoas ficaram feridas após um acidente entre um carro e uma moto no km 46 da BR-040, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio. A colisão aconteceu por volta das 9h deste domingo (11).

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o homem era o condutor da moto. As outras duas pessoas, que estavam no carro, foram levadas para o Hospital Santa Teresa em estado grave.
Ainda não há informações sobre as identidades das vítimas.

A ocorrência foi atendida pelos bombeiros em apoio à concessionária Concer, que administra a rodovia.



Publicidade


G1

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Corpos de vítimas de queda de viaduto são retirados de ferragens



Quase 12 horas após a queda de parte da estrutura de um viaduto sobre um caminhão, no bairro de Coelho Neto, na zona norte do Rio de Janeiro, os corpos das duas vítimas foram retirados das ferragens pelos bombeiros, pouco depois das 6h30 de hoje (9). Os mortos foram identificados como Adeir dos Anjos Peixoto, de 62 anos, que dirigia o veículo, e Deivid Sangi da Costa, de 29 anos, auxiliar do motorista.

O acidente ocorreu por volta das 19h de ontem (8). De acordo com a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Habitação, o caminhão trafegava pela rua Rua Cajurana e transportava um contêiner. Ao passar por baixo do viaduto da Avenida Brasil, que está em obras para alargamento, o compartimento de carga bateu em uma viga de 55 toneladas, que caiu sobre a cabine do veículo, deixando-a totalmente esmagada.

Publicidade


A secretaria informou ainda que o caminhão que carregava contêineres tinha altura acima da permitida e que a via estava sinalizada. Populares dizem que as placas alertavam apenas sobra a realização de obras e não especificavam a limitação de altura no trecho.
O resgate dos corpos foi demorado devido à complexidade do trabalho. Primeiro, operários tiveram que cortar as estruturas de concreto e ferro para separar as partes da viga que caiu. Essa etapa durou quase até o início da manhã. Em seguida, os bombeiros iniciaram o resgaste dos corpos, que estavam presos nas ferragens.
Paralelamente, dois guindastes de grande porte içaram os pedaços da viga, que foram removidos por carretas. Durante toda a operação, o trecho da pista sentido centro da Avenida Brasil, entre Guadalupe e Coelho Neto, ficou interditado e só foi liberado após o fim dos trabalhos, por volta das 9h30 de hoje.

A.Brasil

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

terça-feira, 6 de agosto de 2019

Câmara aprova aumento de pena para traficante que atuar perto de escolas



A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (06), proposta que aumenta a pena para traficantes de drogas que atuarem perto de escolas ou tiverem crianças como alvos.

O texto foi aprovado na forma do substitutivo do deputado [[Alceu Moreira]] ao Projeto de Lei 1823/07, do Senado, e prevê o aumento de 1/3 ao dobro da pena quando o crime envolver ou visar a atingir criança ou adolescente ou, ainda, for praticado nas dependências ou imediações de estabelecimento de ensino.

Em relação ao projeto original, o substitutivo estende o mesmo aumento de pena para o caso de o agente praticar o crime prevalecendo-se de função pública ou no desempenho de missão de educação.
A legislação atual (Lei 11.343/06, que cria o Sistema Nacional de Políticas Públicas sobre Drogas) já prevê o aumento da pena de 1/6 a 2/3 para esses casos.
O projeto segue para a análise do Plenário.
 
Publicidade

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Policiais dizem que trecho da BR-101 no Rio tem recorde de roubos



A rodovia federal BR-101, no trecho entre Niterói e Manilha, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro, é recordista no número de roubos de veículos em todo o país. 

A afirmação é de representantes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Polícia Militar durante audiência pública na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) para discutir medidas para o enfrentamento da violência na região. 

O encontro foi promovido pelas comissões de Segurança Pública e de Turismo. Para tentar reduzir os roubos na região, a PRF vai aumentar o efetivo na região com a concessão de uma gratificação para os agentes rodoviários federais. 

Segundo a PM, no primeiro semestre de 2019 o batalhão da região de São Gonçalo, que compreende 80% da extensão do trecho Niterói-Manilha, registrou 12% e 20%, respectivamente, do total de roubos de veículos e de cargas no estado do Rio. O município tem menos de um policial para cada mil habitantes, índice muito inferior ao previsto pela Organização das Nações Unidas (ONU). 

Para a PRF, responsável por patrulhar a rodovia, a conta também não fecha. São apenas sete agentes para cobrir os 21 km do trecho, além da Ponte Rio-Niterói. “Temos uma demanda muito grande de trabalho e nossos recursos humanos não atendem essa necessidade”, disse o inspetor Marcelo Vinicius Pereira, chefe da Seção de Operações da PRF no Rio. 

A PRF prevê que, a partir da próxima terça-feira (6), haverá a implementação de uma gratificação para agentes em folga, semelhante ao Regime Adicional de Serviço (RAS) da Polícia Militar. De acordo com o inspetor Marcus Vinicius, a medida aumentará entre 30% e 40% o número de agentes no trecho Manilha da BR-101. “Com isso, vamos ter um policial que conhece o trecho e isso também é muito importante”, explicou. 
Redução de roubos 

Apesar da situação no trecho, a PM afirmou que houve uma diminuição de 54% no número de roubos a veículos no segundo trimestre de 2019 em comparação com o mesmo período do ano passado. 

A redução se deu, dentre outros motivos, pela integração entre as forças policiais, empresas e organizações da sociedade civil. Atualmente, a PRF conta com o auxílio do batalhão de Rondas Especiais e Controle das Multidões (Recom), da PM, que também atua em operações nas comunidades da região. 

O deputado Delegado Carlos Augusto (PSD), presidente da Comissão de Segurança da Alerj, disse que a união entre os diferentes setores é um fator essencial para tirar da estrada o status de “rodovia da morte” e “corredor polonês”. 

“Nós precisamos que essa união gere uma melhoria efetiva da segurança na região e que isso não tenha consequências para as outras localidades. Não é só tirar a bandidagem de lá”, comentou. 



A.Brasil

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sexta-feira, 26 de julho de 2019

Homens assaltam carro dos Correios e fazem motorista refém em Campos


Vítima foi deixada dentro do porta-malas na Estrada do Mergulhão, no bairro Fazendinha. Os dois suspeitos foram detidos




Dois criminosos assaltaram um carro dos Correios e fizeram o motorista refém na tarde desta quinta-feira (25) em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.

De acordo com a Polícia Militar, o motorista foi abordado enquanto fazia uma entrega no bairro Penha.

A polícia foi informada do roubo e fez buscas na região. O veículo foi encontrado na Estrada do Mergulhão, no bairro Fazendinha. A vítima foi deixada dentro do porta-malas do carro.

Publicidade

Durante a chegada da PM, dois homens retiravam o carregamento do carro, próximo a uma mata.

Um dos suspeitos foi detido no local e outro conseguiu fugir a pé com parte do material, mas também foi detido por volta das 20h. Ele foi localizado perto do Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop), no bairro Vila da Rainha, ainda segundo a PM.

A assessoria dos Correios informou que o motorista passa bem. O caso está sendo investigado e também será registrado na Polícia Federal. A nota diz ainda que por ser assunto relativo à segurança, a empresa não divulga nomes, detalhes, números ou valores.

Os dois homens foram encaminhados para a 134ª Delegacia de Polícia do Centro.



G1

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA