segunda-feira, 30 de abril de 2012

Rio Rural incentiva a apicultura em Pádua

A apicultura, uma das atividades incentivadas pelo programa Rio Rural, da secretaria estadual de Agricultura, como fonte complementar de renda para agricultores familiares, está motivando produtores na microbacia Cabiúna, em Santo Antônio de Pádua, no Noroeste do estado. Seis deles, residentes na comunidade São Germano, contemplados com projetos de  kits de apicultura, fornecidos pelo programa, já estão com as colmeias formadas e aguardam o início da produção de mel no final do ano.

O litro do produto é comercializado, em média, a R$ 20 e a expectativa é que os kits produzam, no mínimo 60 litros por ano, gerando renda de R$ 1,2 mil para cada produtor.

Luis César Mendel e Júlio Câmara Olivier, que tem na pecuária de leite sua principal atividade, viram na apicultura um meio de aumentar a renda da família. “É uma atividade paralela que não atrapalha o nosso dia-a-dia, porque não toma muito tempo”, enfatiza Julio .

Integrantes do Cogem (Comitê Gestor da Microbacia), Julio e Luis são vizinhos. Além do kit apicultura, através do Rio Rural  também fizeram isolamento de área de recarga e adquiriram,  em projeto grupal com mais quatro produtores, um tanque de expansão para armazenagem de leite.

Os 300 litros do produto retirados diariamente pelo grupo são comercializados para a indústria láctea Godan. Para eles, a instalação do tanque foi essencial para dar autonomia. “Antes, usávamos o tanque da associação central, mas tínhamos que vender o leite para quem eles determinavam. Agora podemos vender para quem quisermos”, esclarece Luis César.

Perto dali, Elias Verdan e sua esposa Alzinete também aguardam a produção do kit apicultura, mas já comemoram o aumento da renda obtido com a criação de galinhas poedeiras, outra atividade incentivada pelo Rio Rural.
— Para mim o resultado tem sido excelente. Dá trabalho, exige dedicação, mas dá lucro. Conseguimos comprar um freezer juntando dinheiro obtido com a venda dos ovos — conta ele.

Produtores recebem outros instrumentos

O freezer é mais um instrumento para implementar a geração de renda na propriedade. Alzinete faz queijos e compotas de frutas, com matéria-prima do sítio. O casal vende o que produz em Santo Antônio de Pádua e em Aperibé, incluindo peixes criados em açude.

Estes projetos foram desenvolvidos na primeira etapa do Rio Rural. Segundo o técnico extensionista da Emater-Rio e executor do programa na microbacia, Shirle Marcolongo, os produtores já estão ansiosos para a implantação da segunda etapa, com recursos do Banco Mundial. Nas reuniões do Cogem, já se manifestaram sobre o que é preciso para otimizar a produção. Pretendem fazer irrigação e plantio de cana forrageira.

“A expectativa é grande, a maioria trabalha sozinho na propriedade. O pasto fica prejudicado, porque não dá tempo de irrigar toda a área. Os projetos de irrigação do Rio Rural vão contribuir muito para melhorar a qualidade de vida do produtor”, afirma Shirle.

Na microbacia Cabiúna, além dos projetos de kit apicultura, kit galinha, tanque de expansão e isolamento de área de recarga, em sua primeira etapa o Rio Rural também subsidiou projetos de pastejo rotacionado, plantio de cana forrageira e proteção de nascentes, beneficiando agricultores familiares.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Aspirina diminui chance de morte por câncer de intestino

Uma nova pesquisa divulgada esta semana reforça as evidências sobre os benefícios da aspirina no tratamento de diversas doenças. Cientistas holandeses realizaram testes com pacientes com câncer de intestino e descobriram que as pessoas que tomaram 80mg diários do medicamento - dose considerada baixa - por pelo menos nove meses eram 30% menos propensas a morrer durante um período de acompanhamento de três anos e meio.
OUTROS RESULTADOS: Uso diário de aspirina pode diminuir risco de ter câncer
O efeito se mostrou ainda mais potente para os pacientes diagnosticados com câncer de cólon, ao contrário do câncer de reto, diminuindo em 39% a chance de morte. O estudo, no qual pesquisadores holandeses avaliaram ao menos 4500 pacientes com câncer de intestino, reforça um outro trabalho britânico publicado no início deste ano que descobriu que a aspirina não apenas previne o desenvolvimento de uma série de cânceres, mas também evita que eles se espalhem para outros órgãos. O trabalho holandês foi publicado no “British Journal of Cancer“.
- Nossas descobertas podem ter implicações clínicas profundas. Neste estudo, mostramos o efeito terapêutico de uma droga amplamente disponível e barata. É possível que as pessoas mais velhas tenham outros problemas de saúde que indicam que não estão bem o suficiente para passar pela quimioterapia - comentou Gerrit-Jan Liefers, do Centro Médico da Universidade Leiden, na Holanda.

Fonte: Jornal O Globo

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Prefeitura de Italva apresenta sua nova frota com grande carreata pelas ruas da cidade

A Prefeitura de Italva promoveu na manhã de sábado, 21/04, uma grande carreata com a nova frota de veículos do municipio. Com o objetivo de prestar contas a população, a administração municipal colocou nas ruas os quase 100 veículos entre máquinas, ônibus, caminhões, utilitários, carros e motos.
A carreata saiu do pátio da prefeitura na Boa Vista, seguiu até o centro da cidade, passou pelos Bairros: Saldanha da Gama, Parque Industrial e São Caetano. Um trio elétrico conduziu o desfile, chamando a atenção do povo para conferir “onde o imposto está sendo aplicado”. O prefeito da cidade não acompanhou a carreata e somente a assistiu da calçada no centro da cidade.

Ascom-PMI

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Inaugurado Centro Comunitário no Cruzeiro do Marambaia em Natividade

Em solenidade realizada na sexta-feira, 20, o prefeito de Natividade, Marcos Antônio da Silva Toledo, o Taninho, entregou à população do Cruzeiro do Marambaia o Centro Comunitário Municipal “Pedro da Cruz”, concretizando um antigo sonho daquela comunidade.
O novo centro comunitário ocupa o prédio de uma antiga escola da localidade, que há anos estava desativado, sem qualquer utilidade e passou por ampla reforma, promovida pela Prefeitura de Natividade, através da Secretaria de Transportes e Desenvolvimento Urbano (Obras).
O Centro Comunitário “Pedro da Cruz”, no momento, conta com uma sala para reuniões da comunidade; sala para as atividades do programa Roçarte, projeto desenvolvido junto a mulheres da zona rural do Noroeste Fluminense, através do incentivo e fortalecimento do artesanato como forma de geração de emprego e renda; e um posto do Programa de Saúde da Família (PSF), com atendimento semanal do médico Marco Enrico Lemos de Oliveira.
Na cerimônia de inauguração, a primeira pessoa a fazer uso da palavra, foi Dona Nelly Barbosa Teixeira de Carvalho, coordenadora do Projeto Roçarte. Na oportunidade, ela agradeceu ao prefeito Taninho pela criação do Centro Comunitário, que dará enorme contribuição às artesãs daquela região, e pediu união de forças aos líderes comunitários do Cruzeiro do Marambaia na busca de outras melhorias para a comunidade.
A seguir, foi dada a palavra a Mauricélio, ex-presidente da Associação de Moradores do Cruzeiro do Marambaia, que, em poucas palavras, agradeceu ao prefeito Taninho pela sua seriedade em atender às reivindicações feitas por ele, em nome da população da localidade. Além do Centro Comunitário, ele citou a iluminação pública, limpeza urbana, melhoria das estradas e a estação de beneficiamento de água que em breve estará em funcionamento.
Imediatamente após, ocorreu o pronunciamento de Jaqueline, atual presidente da Associação de Moradores, que elogiou e agradeceu ao trabalho e apoio dos secretários Edie Teixeira (Obras), José Petrônio (Saúde) e Maria Cristina (Educação).
Ela confessou sua desconfiança inicial com o atual governo, confirmando que, com o passar do tempo, pôde perceber a seriedade e responsabilidade do prefeito Taninho, a quem muito agradeceu pelas melhorias feitas na comunidade.
Taninho passou às mãos dos familiares de Pedro da Cruz, que empresta seu nome ao Centro Comunitário, uma placa, registrando sua importante contribuição para com a comunidade.
Falando em nome da família, a nora de Pedro da Cruz, Irla Barcelos da Cruz, agradeceu ao prefeito Taninho e toda a sua equipe de governo pela homenagem e discorreu sobre a importância do Centro Comunitário para com a população do Cruzeiro do Marambaia.
Representando o Legislativo Municipal, o vereador Severiano Antônio Rezende, “Neném”, num pronunciamento emocionado, destacou as conquistas obtidas pela população da localidade junto ao atual governo, agradecendo ao prefeito Taninho pela maneira como ele vem atuando e valorizando, indiscriminadamente, aos membros da Câmara em suas reivindicações.
Em seu discurso, Taninho agradeceu aos seus secretários de governo, presentes no evento, pela dedicação e o empenho como que têm atuado, possibilitando grandes melhorias para a população.
Da mesma forma, o prefeito agradeceu aos vereadores pela maneira madura como atuam na defesa dos interesses do povo de Natividade, lembrando os primeiros dias de seu governo, quando a cidade sofreu uma de suas maiores catástrofes, decorrente das enchentes e fortes chuvas que castigaram o município. “Apesar de não ter maioria na Câmara, encontrei ali um grupo de pessoas sérias, comprometidas com o bem-estar da população. Conseguimos superar os momentos mais difíceis e estabelecemos um relacionamento sério, sem interferências e que vem resultando em muitos benefícios para o povo de Natividade”.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

FIRJAN promove Curso de Gestão Pública nas prefeituras do Noroeste Fluminense

Meta é capacitar 560 servidores municipais em duas áreas de atuação

O Sistema FIRJAN está realizando nos 13 municípios do Noroeste Fluminense mais Cardoso Moreira, através do IEL do Rio, o Curso de Gestão Pública, que em seu segundo ano está qualificando servidores das prefeituras, visando uma melhoria do funcionalismo público municipal. O Curso de Gestão Pública faz parte do Projeto Prefeitura Legal, que oferece cinco serviços diversificados gratuitamente às prefeituras.
Neste segundo ano de realização do Curso, estão sendo oferecidos dois módulos. Um deles é o de Excelência no atendimento ao contribuinte cidadão e o outro é Gestão Estratégica de Liderança. Cada um deles pretende atender 20 funcionários das Prefeituras, num total de 40 em cada e 560 no projeto durante este ano.
As aulas são ministradas em cada município e os alunos também recebem apostilas com o material apresentado. Até o momento, já foram atendidas as Prefeituras de Itaperuna e de Laje do Muriaé.
O Prefeitura Legal é um pacote de programas oferecidos gratuitamente pela Firjan às prefeituras. São cinco os itens integrantes do pacote: Regularização do Cauc/Siafi (regularização de contas públicas para recebimento de verbas voluntárias federais); EducaMais (cursos educativos diversos); eGov (criação e manutenção de sites das prefeituras); Cultivar (reflorestamento) e os cursos do Gestão Pública.
Segue abaixo o calendário dos próximos atendimentos:
São Jose De Ubá
14 de Maio – Atendimento
18 de Maio – Liderança
Bom Jesus Do Itabapoana
28 de Maio – Atendimento
02 de Junho – Liderança
Cardoso Moreira
11 de junho – Atendimento
15 de junho – Liderança
Italva
25 de junho – Atendimento
29 de junho – Liderança
Natividade
02 de julho – Atendimento
06 de julho – Liderança
Porciúncula
16 de julho – Atendimento
20 de julho – Liderança
Varre-Sai
30 de julho – Atendimento
03 de agosto – Liderança
Santo Antonio De Pádua
06 de agosto – Atendimento
09 de agosto – Liderança
Miracema
13 de agosto – Atendimento
17 de agosto – Liderança
Aperibé
20 de agosto – Atendimento
24 de agosto – Liderança
Itaocara
27 de agosto – Atendimento
31 de agosto – Liderança

Cambuci

03 de setembro – Atendimento
06 de setembro – Liderança

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

China constrói super-hotel de luxo 'no subsolo'

Nos arredores de Xangai (China) está sendo construído um dos hotéis mais curiosos do planeta. O InterContinental Shimao Wonderland, com estilo futurista, funcionará "no subsolo". Na verdade, ele está sendo erguido em uma pedreira abandonada.
Estima-se que os 380 quartos do super-hotel de luxo estejam disponíveis para os hóspedes a partir do primeiro semestre de 2015, de acordo com o "Business Insider". Uma das principais atrações do empreendimento será um restaurante que funcionará na parte mais profunda da pedreira, a 90 metros, e ficará totalmente sob a água.







COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

ESTADO DO RIO PODERÁ SER O PRIMEIRO A TER COMISSÃO DA VERDADE

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quarta-feira (25/04), em primeira discussão, o projeto de lei 889/11, que cria no Estado do Rio de Janeiro a Comissão da Verdade – para “acompanhar e subsidiar” a Comissão Nacional da Verdade, criada para apurar violações aos direitos humanos ocorridas no país entre 1946 e 1988. A proposta, assinada pelos deputados Gilberto Palmares (PT), Graça Matos (PMDB), Luiz Paulo (PSDB) e Paulo Ramos (PDT), dependerá de regulamentação do Poder Executivo para sair do papel, mas já define algumas características do grupo. Entre elas, seu tempo de funcionamento, de dois anos, o número de membros (sete), e seu caráter pluralista. A iniciativa é pioneira em nível estadual no País, o que, para Palmares, é mais do que justificado. “Já que o Rio tem um numero enorme de denúncias de repressão, tortura e morte durante a ditadura”, salienta o parlamentar, que diz acreditar que a recuperação deste período histórico é um ato de cidadania.
O projeto foi aprovado com a adição de cinco emendas da comissão de Defesa dos Direitos Humanos e Cidadania, defendidas por seu presidente, deputado Marcelo Freixo (PSol), como “colaborações para que a comissão tenha melhor funcionamento”. Freixo também salientou a aprovação unânime da proposta e refutou argumentos de críticos em nível nacional de que se trata de um trabalho revanchista. “Não se trata de vingança, mas da consolidação do processo democrático”, opinou. Luiz Paulo foi além. “Este é um resgate necessário para que as novas gerações, que não viveram esse período sombrio, valorizem a democracia”, apontou.
As emendas aprovadas definem que os membros da futura comissão sejam residentes no estado, garante a participação da sociedade civil e do legislativo e a realização de sabatinas para escolha dos integrantes do grupo. Também estendem a inviolabilidade das opiniões, conferida inicialmente aos membros, às testemunhas, e veda a participação de membros das Forças Armadas, Órgãos de Segurança e colaboradores do Regime Militar.
O projeto define que, encerrado o prazo de dois anos, a comissão deverá apresentar relatório com as atividades realizadas, os fatos examinados, conclusões e recomendações. Para tanto, será dado a ela o direito de ouvir testemunhos, requisitar informações, convocar, determinar a realização de perícias e diligências, promover audiências públicas e promover parcerias com órgãos e entidades públicos.

(texto de Fernanda Porto)

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Saerjinho deste ano tem provas de Química, Física e Biologia

A Secretaria de Educação realiza, nestas quarta (25/4) e quinta-feira (26/4), as primeiras provas do Sistema de Avaliação Bimestral (Saerjinho) deste ano para mais de 700 mil alunos de 1.358 escolas da rede estadual de ensino. O teste, instituído em abril do ano passado, é feito para avaliar o desempenho de escolas e alunos a cada bimestre do ano letivo.

Acostumados com as provas de Língua Portuguesa e Matemática realizadas no ano passado, a expectativa dos alunos é para saber como será este ano, com a inclusão de novas disciplinas. Amanhã, haverá prova de Ciências para quem cursa o 5º e o 9º anos do Ensino Fundamental e de Química, Física e Biologia para o Ensino Médio, Ensino Médio Integrado e Curso Normal.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sexta-feira, 20 de abril de 2012

Aprovada lei que libera devedores para vistoria

Quem tem dívida com IPVA poderá voltar a marcar a inspeção caso o governador sancione o projeto de lei. Justiça tinha barrado inspeção para os inadimplentes

Motoristas que estiverem em débito com o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) podem voltar a ter o direito de fazer a vistoria anual do veículo. Projeto de lei foi aprovado ontem em primeira instância na Assembleia Legislativa do Estado (Alerj) e passará em segunda discussão, ainda sem data definida, antes de ir à sanção do governador Sérgio Cabral.
A medida vai na contramão de decisão recente do Supremo Tribunal Federal (STF) que proibiu condutores de fazer vistoria em seu veículo se estiverem com multas atrasadas. Com o projeto aprovado na Alerj, deputados vão tentar novamente liberar o licenciamento para proprietários inadimplentes.
O autor da proposta, deputado Luiz Paulo (PSDB), alega que a exigência do pagamento viola a Constituição Federal. Para ele, o estado dispõe de outros meios para cobrar o imposto. “Ele pode incluir o débito na Dívida Ativa ou cobrá-lo através da execução fiscal”, diz. O deputado defende o direito de ampla defesa. “O Estado não pode apreender um bem pessoal sem devido processo legal. A vistoria é proteção à vida e ao meio ambiente”, defende.
O texto do projeto de lei determina também que o Detran informe a inadimplência do IPVA no Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo. “Desta forma, um futuro comprador poderá saber se o veículo tem dívidas”.
Reprovação nos postos de vistoria chegou a 40% após decisão judicial
Há 19 dias, a decisão do STJ tornou a vistoria anual do Detran mais rígida. Em alguns postos, chegou a 40% o percentual de condutores reprovados devido a multas não pagas, conforme levantamento feito pela Blitz do DIA.
O órgão derrubou liminar do Tribunal de Justiça do Rio que permitia a inspeção e emissão do CRLV a quem estivesse com multas e IPVA em atraso. Quem já estava agendado antes da decisão fez vistoria, mas só recebe documento após quitação. 

Fonte: Jornal O Dia

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Restaurantes e lanchonetes deverão informar ingredientes dos pratos

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quinta-feira (19/04), em primeira discussão, o projeto de lei 120/11, que obriga estabelecimentos que servem e entregam alimentos para pronto consumo a identificarem os ingredientes utilizados. A medida, que busca evitar reações alérgicas nos consumidores, deverá ser cumprida por todos os restaurantes, bares, lanchonetes, cantinas, bufês, confeitarias e padarias do estado. “As reações ocasionadas pela ingestão dessas substâncias são diversas, dependendo do grau da alergia. As mais comuns são: náuseas, vômitos, diversos tipos de erupções na pele, inchaço de todo o corpo ou partes, dores no corpo, problemas no aparelho respiratório e diarreias, podendo levar os alérgicos a ficarem internados ou até mesmo sofrerem reações anafiláticas que podem ser fatais”, cita o autor do projeto, deputado Chiquinho da Mangueira (PMDB).

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Aprovada hora extra remunerada para policiais, bombeiros e inspetores


A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta terça-feira (17/04), em segunda discussão, o projeto de lei 996/11, que cria no estado um programa de estímulo para servidores das polícias Militar e Civil, Bombeiros Militares e Inspetores de Segurança e Administração Penitenciária dedicarem parte do seu tempo livre ao serviço extraordinário em serviços operacionais nas próprias corporações. Para tanto, ele define que o serviço extraordinário será aquele que ultrapasse a jornada semanal de 40 horas, exceto em condições emergenciais onde não haja possibilidade de planejamento, e define o cálculo para pagamento pelas horas extras: resultado do valor/hora normal de trabalho, de cada posto, graduação ou cargo, acrescido de 50% e multiplicado pelo número de horas extras trabalhadas.
O autor da proposta, deputado Flávio Bolsonaro (PP) explicou que a proposta busca “garantir a estes profissionais algo mais próximo do que eles merecem”. “É lógico que o ideal seriam contracheques compatíveis com a responsabilidade desses profissionais”, acentuou ele, lembrando que a medida combate a rotina dos ‘bicos’ e garante a hora extra remunerada. “Hoje eles não recebem um centavo a mais”, frisou. O texto encarrega o Poder Executivo da regulamentação da norma, com definição das atividades alvo do programa e da elaboração de tabela com valores das horas de serviço extraordinário.

Texto: Fernanda Porto

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Cobrança de royalties dos minerodutos em Itaperuna

Em Itaperuna/RJ, durante a última sessão da Câmara, em 18 de abril, o vereador Sérgio Bastos Zampier (PSDB) utilizou a tribuna para cobrar uma postura do município em relação à cobrança de royalties das empresas que exploram os minerodutos que passam pela cidade.

De acordo com Zampier, “está faltando um pouco de interesse do Executivo para elaborar o projeto. É preciso que o Executivo tenha boa vontade e comece a se movimentar. Não é a primeira vez que debatemos esse assunto aqui”, reforça o vereador.

Zampier ainda lembrou que em outubro de 2011, fez uma solicitação à prefeitura a respeito do tema. “Os minerodutos vem sangrando a nossa terra, destruindo e não deixando nada para o nosso município. Precisamos reverter esse estrago em benefício das cidades por onde eles passam. Nós queremos os royalties dos minerodutos e não podemos abrir mão desses recursos”, disse Zampier naquela data.

O vereador não poupou críticas e falou que um dos homens mais rico do mundo (referindo-se ao empresário Eike Batista), está interessado apenas em passar as tubulações pelas terras do município. “Depois que os tubos estiveram instalados, eles levantam acampamento e não vai ficar nada para a cidade. Qual o benefício, os lucros que a sociedade terá com isso?”, questiona.

A Ferrous e a Anglo American são as empresas responsáveis pelos minerodutos que passam pelo município itaperunense. Um segue para o Espírito Santo e outro para o Porto do Açu, em São João da Barra/Rj

Fonte: Assessoria

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Alunos da rede estadual ganham novos uniformes

Secretaria de Educação também criará selo de qualidade de ensino das escolas

No segundo semestre, os estudantes da rede estadual ganharão novos uniformes. As primeiras 280 mil camisas, que serão adotadas a partir de 2013 por todas os colégios, começam a ser entregues aos alunos que se matricularem este ano. A Secretaria de Educação criou também a Unidade Pública de Ensino (UPE), um selo de qualidade que garante uniformes diferentes para as escolas que se destacarem durante o ano letivo.

- Queremos preparar nossas unidades escolares para que recebem estudantes e professores da melhor forma possível. Todo o trabalho é voltado para o aluno e o docente. Economizando em alguns pontos, podemos aumentar investimentos em outros - afirmou o secretário de Educação, Wilson Risolia.

O número de uniformes - que terão as estampas das bandeiras do Brasil e do Estado do Rio - distribuídos aos estudantes também aumentará, de 2 para 4 unidades a cada 12 meses. Além da qualidade da malha, o novo modelo irá gerar economia para o Estado, já que cada uniforme custará R$ 5,57, ao invés de R$ 9,27.

Para receber o selo de Unidade Pública de Ensino, as escolas precisam ter boa aprovação de alunos; professores que disponibilizem o boletim online para acompanhamento dos responsáveis; boa gestão e prestação de contas em dia; infraestrutura de qualidade; e participação de estudantes nas avaliações anuais.

O Governo do Estado irá escolher os colégios que terão o título de UPE através da lista de estudantes aprovados e reprovados e do índice de desempenho, calculado através da avaliação do Saerj. A ideia é estimular as escolas da rede.


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 19 de abril de 2012

Sete escravos são libertados em pedreira no Rio de Janeiro

Trabalhadores resgatados em Santo Antônio de Pádua (RJ) exerciam atividades de risco sem proteção adequada. Proprietário nega exploração

Sete trabalhadores foram libertados de condições análogas às de escravos em uma pedreira de Santo Antônio de Pádua (RJ) durante operação conjunta realizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) e Polícia Rodoviária Federal. Segundo as autoridades, o grupo trabalhava para João Luís Belloti Nacif. A ação foi realizada entre 12 e 16 de março, motivada por uma denúncia encaminhada pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) à Polícia Federal de Nova Friburgo.
Ainda de acordo com a equipe de fiscalização, os trabalhadores libertados eram submetidos a jornadas exaustivas e não contavam com equipamentos de proteção individual (EPI). Além disso, outras irregularidades que colocavam em risco a saúde e segurança do grupo foram constatas pela fiscalização. Os resgatados receberam verbas rescisórias e guias para sacar o Seguro Desemprego do Trabalhador Resgatado. O empregador assinou um Termo de Ajustamento de Conduta com o MPT.
Cerca de 20 pedreiras foram alvo de fiscalização e tiveram suas atividades interditadas por conta das irregularidades. De acordo com o Ministério Público do Trabalho, com a chegada da fiscalização, muitos trabalhadores fugiram mata adentro.

Outro lado

João Luís, proprietário da pedreira, nega o flagrante de trabalho escravo. "Isto não existe aqui no estado do Rio de Janeiro, a minha pedreira fica dentro da cidade", afirmou à Repórter Brasil por telefone. Na realidade, não são poucas as denúncias de trabalho escravo no Rio de Janeiro nos últimos anos e, na última atualização do cadastro de empregadores flagrados, a chamada Lista Suja, há inclusive caso de trabalho escravo urbano no estado.
O proprietário não só rejeita a denúncia, como também nega irregularidades constatadas pela fiscalização. Ele diz que somente parte dos trabalhadores não estava com equipamentos de proteção individual (EPI), diz que disponibilizou o material e que alguns não o utilizavam porque não queriam. "Aqui também tem banheiro e filtro com água. Todos estavam com carteira assinada", ressalta o empresário. 
Além de negar a exploração de trabalho escravo, ele diz que a foto divulgada pelo MPT não é da sua pedreira. À reportagem, a assessoria de imprensa do órgão confirmou que trata-se sim de imagem de um dos libertados na propriedade.

Fonte: Rede Brasil Atual

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Os dois maiores bancos privados do país anunciam redução nas taxas de juros

O Bradesco e o Itaú Unibanco, os dois maiores bancos privados do país, anunciaram nesta quarta-feira a redução nas taxas de juro em diferentes modalidades de crédito e financiamentos para pessoas físicas e jurídicas. Também haverá aumento do volume de crédito. As novas taxas passam a valer a partir de segunda-feira, dia 23 de abril. Bradesco e Itaú Unibanco seguiram o caminho iniciado pelo Banco do Brasil e pela Caixa Econômida Federal (CEF), ambos bancos públicos, que foram os primeiros a reduzir juros. HSBC e Santander também já haviam reduzido as taxas.
Para os clientes pessoa física do Bradesco haverá redução de taxas nas linhas de financiamento de veículos, crédito pessoal, crédito consignado ao aposentado e aquisição de bens. A taxa do crédito pessoal cai de 2,66% para um patamar a partir de 1,97% ao mês. Na linha de CDC bens, a taxa foi reduzida de 3,54% para a partir de 2,97% ao mês. Nos financiamento de veículos, a taxa que era de 1,35% passa para o patamar inicial de 0,97% ao mês. Já nas operações de crédito consignado ao aposentado do INSS, o Bradesco reduziu a taxa de 1,32% para a partir de 0,90% ao mês.
Os cartões de crédito emitidos em parceria com as grandes redes varejistas terão taxas para parcelamento com juros a partir de 2,49% ao mês, com prazo de até 24 meses.
De acordo com a nota do Bradesco, o banco ampliou o limite de crédito em mais R$ 15 bilhões, sendo R$ 9 bilhões para pessoas físicas e R$ 5 bilhões para pessoas jurídicas. Para as micros e pequenas empresas, o Bradesco criou uma linha de crédito de R$ 1 bilhão para capital de giro e CDC para aquisição de máquinas e equipamentos. A taxa de juro para essa linha será de 2,90% ao mês. A taxa anterior era de 5,56%.
O banco informou que disponibilizará mais R$ 6 bilhões em crédito aos bancos ligados às montadoras de veículos. A medida visa a incrementar a produção e comercialização de automóveis. Esse volume de financiamento é adicional às linhas normais para compra de automóveis já oferecidas pelo Bradesco. Atualmente, o Bradesco possui uma carteira de mais de 2,4 milhões de veículos financiados.
O Bradesco informou que já opera nas novas condições de prazos e taxas do Programa PSI, do BNDES, onde caminhões e ônibus terão taxa de financiamento de 7,70% ao ano, com prazo de até 120 meses, e máquinas e equipamentos terão taxa de 5,50% ao ano.
Segundo o Itaú Unibanco, todos os clientes terão o benefício da redução de taxas de juro para financiamento de veículos e crédito consignado do INSS para as novas operações contratadas. No financiamento de veículos, a taxa mínima será de 0,99% ao mês e será válida para clientes correntistas há mais de um ano, em operações com 50% de entrada e parcelamento em até 24 meses.
Nos empréstimos consignados feitos no Itaú Unibanco pelos beneficiários do INSS, a taxa mínima foi reduzida para 0,89% ao mês e a máxima para 2,20% ao mês. As novas taxas valem também a partir de segunda-feira, dia 23.
O Itaú Unibanco também anunciou o lançamento do pacote MaxiConta Portabilidade Salário, voltado a clientes que já recebem seu salário na instituição. Ao aderir a este pacote, o cliente tem acesso a taxa de juro reduzida, maior número de transações bancárias inlcuídas, além de receber mensagens de texto via SMS que o ajudarão a controlar suas movimentações financeiras. Este pacote estará disponível a partir do dia 2 de maio. As taxas mais baixas deste pacote serão estendidas aos novos clientes que transferirem o recebimento de seu salário para o Itaú. è um benefício que visa atrair novos clientes para o banco.
Neste pacote, o juro terá uma redução de até 47% ao que vinha sendo praticado pelo banco. É o caso da taxa mínima do cheque especial (LIS), que será reduzida para 1,95% ao mês. No cartão de crédito, o rotativo passará a ter taxa mínima a partir de 3,85% ao mês.
Para clientes que aderirem ao pacote e usarem e usarem mais de 50% do limite do cheque especial ou do rotativo do cartão de crédito, por três meses consecutivos, o banco ofecereá parcelamento do saldo com taxa a partir de 4% ao mês, em até 24 meses. Clientes Itaú Uniclass que aderirem ao pacote terão dez dias sem juro no cheque especial.
Micro e pequenas empresas também terão redução de juro nas linhas de crédito. No cheque especial, o juro mínimo é a partir de 1,95% ao mês. No capital de giro, a taxa mínima começa em 1,14% ao mês. Em desconto de duplicatas e cheques, a taxa é a partir de 1,29% ao mês. Na antecipação de recebíveis de cartões, a a taxa mínima passa a ser de 1,05% ao mês.
Na terça, o Santander anunciou queda do juro para micro e pequenas empresas. A taxa de giro de cartões (quando os lojistas adiantam faturas de cartõesde crédito) caiu de 2,54% a 3,27% para 1,5% a 2% ao mês. Para desconto de duplicatas, a taxa caiu de 2,51% a 3,89% para 1,99% a 2,97%.
De acordo com comunicado do Bradesco, a redução do juro acontece em 'consonância com os objetivos de estímulo ao crescimento econômico'. O Bradesco destaca nque sua estratégia ao reduzir o juro 'é valorizar o relacionamento com os clientes, além de oferecer atrativos a potenciais novos parceiros. As taxas competitivas possibilitam e facilitam a inclusão bancária da população brasileira e não há exigência de outras contrapartidas, somente o processo natural de aprovação de crédito e a adesão do cliente ao produto em sua conta corrente'.
O Bradesco acrescenta na nota 'que continua mantendo estudos em diversas modalidades de crédito, observando o perfil de risco dos tomadores, e ressaltando a importância do crédito responsável, evitando o endividamento excessivo dos clientes'.
Em nota, o presidente do Itaú Unibanco Roberto Setúbal afirma que ‘para nós, o melhor cenário é crescimento sustentável com juros baixos e estáveis, pois isso cria um ambiente propício à concessão de crédito com baixa inadimplência’.
Nesta quarta, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central também deve derrubar a taxa básica de juro,a Selic, de 9,75% para 9% ao ano como forma de estimular o crescimento da economia este ano.


Fonte: O Globo

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 16 de abril de 2012

Prefeitura de Natividade entrega material escolar para alunos da rede Municipal de Ensino

A Prefeitura de Natividade, através da Secretaria de Educação, Cultura e Desportos, entregou durante toda a semana passada material escolar para todos os alunos da rede municipal de ensino.
Conforme esclarece a Secretária de Educação, Cultura e Desportos, Maria Cristina de Figueiredo Viera, desde 2010 o Prefeito Marcos Antônio da Silva Toledo, o Taninho, tem reafirmado seu compromisso com a qualidade da educação no município e a partir de então, a entrega de material escolar e de uniforme, tornou-se um hábito de incentivo e igualdade entre os alunos. “Tenho orgulho de participar de um governo que se preocupa com a educação e o futuro de nossas crianças. O Prefeito não mede esforços e investe em uma educação de qualidade, com direitos iguais para todos os alunos do município. A entrega dos kits com todo o material escolar necessário para os alunos e os uniformes são prova de nossa preocupação e determinação em proporcionar o melhor  para nossas crianças.”
A secretária conta que os kits são compostos por uma mochila com cadernos, estojo, lápis, borracha, cola, régua, entre outros materiais. As crianças menores, matriculadas nas creches também receberam material escolar.
Além da entrega dos uniformes e material escolar, a Prefeitura tem investido em grandes melhorias para as escolas e creches, garantindo uma merenda de qualidade, capacitação dos professores e diversas reformas e ampliações que comprovam que a qualidade da educação tornou-se prioridade para a atual administração.
Para o Prefeito Taninho, incentivar a educação no município, através destas e outras melhorias, é uma proposta de sua administração que tem sido levada a séria. “Não me canso de dizer que as crianças são o nosso futuro, por isso, temos a necessidade de cuidar desde já de quem um dia cuidará do nosso País. As melhorias na área da educação são uma forma de incentivo aos alunos e professores e também uma maneira de proporcionarmos igualdade no ensino. Nosso desejo é que todos tenham a mesma oportunidade de um ensino de qualidade, formando assim cidadãos conscientes para sustentar o futuro de nossa sociedade”, disse.
 Fonte: Prefeitura de Natividade

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Índice Firjan traz Natividade à frente do Rio de Janeiro

Enquanto 65% dos municípios brasileiros se encontram em situação fiscal difícil ou crítica, Natividade foi classificada pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) como de “boa gestão”, de acordo com o Índice Firjan de Gestão Fiscal (IFGF), divulgado na última semana. A gestão do município é melhor do que mais de 82% dos municípios do País, entre os quais o Rio de Janeiro.
A Firjan avaliou o desempenho das prefeituras brasileiras, no período de 2006 a 2010, com base nos seguintes aspectos: Receita Própria – que inclui arrecadação do Imposto sobre Serviços (ISS), Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e Imposto sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI); Gastos com Pessoal – número de servidores ativos e inativos na folha de pagamento; Investimentos – recursos aplicados em Educação, Saúde e Infraestrutura; Liquidez – nível de despesas postergadas para o ano seguinte sem previsão de recursos suficientes em caixa; e Custo da Dívida – pagamento de juros e amortizações de empréstimos feitos pelas prefeituras.
Além da capital, Natividade aparece à frente das três maiores cidades do Estado: São Gonçalo, Duque de Caxias e Nova Iguaçu. Na classificação nacional, Natividade aparece à frente de municípios importantes, como Colatina, Cachoeiro do Itapemirim e São Matheus, no Espírito Santo; Contagem, Betim, Montes Claros, Ipatinga, Governador Valadares e Sete Lagoas, em Minas Gerais; Bragança Paulista, Americana, Suzano, Santa Bárbara do Oeste, Mauá, Diadema e Campinas, em São Paulo.
No levantamento realizado pela Firjan com relação à gestão fiscal de natividade, foram avaliados os dois últimos anos do prefeito Luiz Carlos Machado, o Agudo, e os dois primeiros anos do atual prefeito, Marcos Antônio da Silva Toledo, o Taninho.
Não por coincidência, no final do governo passado, a secretaria de Administração era comandada por Leandro Bazeth Levone, que foi mantido na função no atual governo, como ressalta Taninho. “Logo após as eleições de 2008, procurei o Leandro e o convenci a continuar no cargo que vinha ocupando no governo do Agudo, diante do bom trabalho desempenhado por ele”.
Taninho mostra a avaliação do município para confirmar o acerto na escolha. “Diante da seriedade como o Leandro desenvolve o seu trabalho, decidi ampliar sua responsabilidade, fundindo em uma mesma secretaria os setores de Administração, Fazenda e Planejamento, que foi fundamental para implantarmos um moderno plano de gestão, o qual vem resultando em conquistas e enorme avanço em termos de desenvolvimento”.
Leandro Levone cita alguns aspectos que impediu o município de ficar numa colocação bem melhor nesta avaliação. “Natividade possui pouco mais de 15 mil habitantes, ocupando a 73ª posição no Estado em termos de população. Este fator, naturalmente, torna muito baixa a receita própria que, por sua vez, dificulta maiores investimentos e torna o município muito dependente dos repasses da União e do Estado. Por outro lado, o trabalho avaliou os dois primeiros anos do atual governo. Além do período natural de adaptação da equipe de governo e dos funcionários da administração com um novo modelo de gestão, tivemos as enchentes sofridas em janeiro de 2009 que geraram enormes prejuízos”.
Para Taninho, se o levantamento ocorresse agora, certamente, a avaliação de Natividade, em termos de investimento, seria muito melhor. “Em 2011, o governo municipal fez grandes investimentos em Infraestrutura, com redes pluviais, pavimentação de ruas, construção de casas, revitalização do centro da cidade e recuperação de estradas vicinais; na Saúde, com instalação de estações de tratamento de água em localidades que não contavam com água potável, reformas e construção de unidades de saúde e na Educação, com reformas de creches e escolas, cujo maior exemplo é o Colégio Alvorada, sem falar no oferecimento de transporte gratuito a todos estudantes universitários de Natividade”.
Leandro concorda com Taninho e cita importantes medidas implantadas por sua pasta, no ano passado, como a criação do Ganha Tempo, gerando comodidade e economia à Prefeitura, e o programa Casa do Empreendedor, que tornou legal as atividades de mais de 200 microempreendedores individuais e tem prestado assessoria aos empresários locais.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sábado, 14 de abril de 2012

Estado pagará auxílio qualificação para cerca de 60 mil professores

Docentes receberão benefício de R$ 500 para consumo de produtos culturais

No segundo semestre, a Secretaria de Educação pagará o auxílio qualificação, no valor de R$ 500, para cerca de 60 mil professores da rede. O benefício será concedido por meio de cartão de débito, como aconteceu no ano passado. No entanto, para evitar o uso incorreto do dinheiro, destinado ao consumo de produtos culturais, a Secretaria estuda medidas, como o credenciamento de estabelecimentos nos quais o auxílio poderá ser gasto.

As mudanças nas regras do auxílio qualificação devem ser feitas depois que a secretaria concluir a implantação dos cartões para a compra de merenda e material de manutenção nas escolas.

Segundo o secretário de Educação, Wilson Risolia, o bônus foi criado para contribuir para a qualificação do professor.

- A Secretaria tem trabalhado, a cada dia, por melhorias para a categoria e por qualificação para os professores. Voltaremos com esse benefício. Estamos analisando a melhor forma de concedê-lo. Mas já temos no orçamento a verba para essa finalidade - afirmou o secretário de Educação, Wilson Risolia.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Secretaria de Educação realiza contratação temporária de professores

Inscrições para vagas no Ensino Fundamental, Médio e Profissional começam segunda

A Secretaria de Educação publicou, no Diário Oficial desta sexta-feira (13/04), resolução que estabelece os procedimentos a serem adotados na contratação temporária de até 2.085 professores. Desses, 2 mil irão atuar nos anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação Profissional, e 85 nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

A seleção contemplará as disciplinas em que não há mais profissionais de concursos anteriores a serem chamados e suprirá as carências ocasionadas por afastamentos temporários e/ou licenciamento de professores efetivos. Também será criado um cadastro para as disciplinas em que ainda há profissionais a serem convocados, mas em número insuficiente, Esses profissionais serão convocados de acordo com a necessidade.

As inscrições estarão abertas a partir das 14h da próxima segunda-feira (16/4) e prosseguirão até as 23h59 do dia 22/4, para os docentes II, e até o término do ano letivo de 2012, para os docentes I.
Os interessados terão que preencher a ficha de inscrição no site da Secretaria de Educação e informar o seu currículo. De acordo com as resoluções, os candidatos deverão realizar apenas uma inscrição, com CPF próprio, sendo desclassificado quem se inscrever com documentos de terceiros.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Governo Federal constrói casas em municípios menores

Objetivo é erguer 100 mil moradias em locais com até 50 mil habitantes


O governo vai firmar convênios com municípios de até 50 mil habitantes que passarão a receber investimentos do programa habitacional Minha Casa, Minha Vida. O objetivo é subsidiar a construção de mais de 100 mil casas nas cidades menores de todas as regiões.

Antes, os projetos habitacionais do Minha Casa, Minha Vida eram desenvolvidos somente em municípios maiores. Mas de 1.000 prefeitos já confirmaram presença no ato de assinatura, que ocorrerá às 11h em Brasília,  com a presença da presidenta Dilma Rousseff.

O governo quer atingir principalmente, nessa fase do programa, as famílias que recebem até três salários mínimos. Esse critério foi utilizado pelo governo, que fez o cruzamento dos dados do programa habitacional com os dados do programa de combate à miséria. Por meio desse cruzamento é que foi definida a distribuição dos projetos pelas regiões.

A maior parte das cotas do programa vai para a Região Nordeste, que receberá 60,287 unidades. A Região Norte receberá 13.650 unidades. O Sudeste será beneficiado com 12.627 unidade e o Centro-Oeste receberá 11.22 unidade. A Região Sul terá 9.562 casas subsidiadas pelo programa.

De acordo com a Portaria Interministerial 152, publicada no Diário Oficial da União, serão oferecidas 107.348 subvenções. Esse número corresponde ao número de unidades a serem construídas. O valor da subvenção a ser recebida para cada beneficiário será de R$ 25 mil.

As instituições e agentes financeiros receberão R$ 1.160,00 para cada contrato. Esses recursos cobrirão despesas de contratação, serviços de análise de viabilidade técnica, jurídica e documental dos projetos, bem como os custos de acompanhamento e vistorias das obras até a conclusão e entrega das unidades habitacionais.

Fonte: Agência Brasil

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Pais descobrem que bebê 'morto' estava vivo após ouvir choro no caixão

Ela foi dada como morta e, 12 horas depois, seus pais a encontraram movendo-se no caixão do necrotério onde haviam ido para dar o último adeus à criança.

Este é o incrível caso da pequena Luz Milagros, bebê prematura que foi dada como morta em um hospital na província do Chaco, no norte da Argentina, após médicos não verificarem sinais vitais na menina.

Mas agora a bebê, nascida após seis meses de gestação, está em terapia intensiva, ainda sem previsão de alta.

A representação do Ministério da Saúde do Chaco suspendeu cinco médicos da unidade hospitalar enquanto investiga o caso.

Os pais da menina receberam uma certidão de óbito uma hora antes de irem se despedir da menina no necrotério.

"Obviamente houve um erro médico protocolar (...) foi um fato lamentável, que por sorte está sendo controlado, e toda a assistência médica está sendo dada à pequena Luz Milagros", disse à imprensa local o ministro da Saúde Pública do Chaco, Francisco Baquero.

Especialistas que examinaram o caso afirmaram que é muito provável que por ter permanecido em baixas temperaturas no caixão, a bebê (de apenas 28 semanas), pode ter conseguido manter seus órgãos vitais em funcionamento.

'Não insólito'

"É uma situação lamentável, mas não insólita", sublinhou ao jornal Clarín o neurologista Claudio Solana. "Os bebês prematuros às vezes nascem sem frequência cardíaca nem respiratória. Sem sinais de vida. O comum é deixá-los em observação por pelo menos duas horas. Às vezes eles se reanimam e recuperam os sinais vitais", explicou Solana.

A bebê, que nasceu no Hospital Perrando, em Resistência, se chamaria Luciana Abigail, mas seus pais mudaram o nome para Luz Milagros, por acreditarem que foi um milagre a volta da menina à vida.

De acordo com a versão dos pais da criança, a notícia precipitada da morte da menina foi dada poucos instantes depois do parto.

"Houve muitas coisas que me chamaram a atenção, primeiro que não me deixaram ver o corpo de minha filha, e levarem-na para o necrotério, onde colocaram no caixão e fecharam", contou o pai, Fabián Verón.

"Minha filha esteve 12 horas no necrotério e até o momento, no lugar de uma certidão de nascimento, só temos uma certidão de óbito", disse a mãe, Analía Bouter.

Ele ainda lembra do instante em que voltou a esperança no que parecia um caso perdido, quando abriram o caixão.

"De repente, escutei um gemido, um choro fraco, ela estava coberta por uma fina camada de gelo", contou a mãe. "A alegria de saber que estava viva apagou todo o resto".

A pequena Luz Milagros, segundo o último boletim médico, de quarta-feira, permanecia estável, mas em estado "crítico". Ela pesa apenas 750 gramas.

"Ela está conectada a um respirador, para que não se esforce, e se recupera", afirmou a mãe.

O casal tem dois filhos.

Fonte: UOL

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Cidades com menos de 40 mil habitantes terão Ofícios Únicos

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quarta-feira (11/04), em discussão única, o Projeto de Lei nº 1.426/12, do Poder Judiciário, que reorganiza serviços notariais e de registro nos municípios de Miguel Pereira, Paraíba do Sul, São Fidélis e Sapucaia, criando serviços de Ofício Único em cada um dos municípios.
O presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos, explica na justificativa que acompanha a proposta que as alterações são fundamentadas na baixa densidade populacional dos municípios, “os quais contam com menos de 40.000 habitantes”. “Com efeito, os municípios com baixo índice populacional importam em menor demanda de serviços notariais e de registro, não comportando a atuação concomitante de mais de uma serventia extrajudicial, sob pena de ver-se comprometida a sua viabilidade econômica”, explica. O projeto segue para sanção do governador Sérgio Cabral.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Rio sem Miséria: municípios e empresas discutem Gestão de Oportunidades

Assistência Social reúne secretários de 12 municípios e instituições parceiras

A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos organizou, nesta quarta-feira (11/4), uma reunião com os secretários municipais de 12 cidades da Região Metropolitana, representantes de empresas e instituições parceiras. Estas redes, junto com secretaria, são as responsáveis pela Gestão de Oportunidades Econômicas e Sociais, um dos componentes do plano Rio sem Miséria, que visa erradicar a pobreza extrema no Estado até 2014.

- Aqui temos um conjunto de empresas que oferecerá às famílias contempladas no Programa Renda Melhor e Renda Melhor Jovem oportunidades de qualificação profissional e de encaminhamento para o mercado de trabalho. Esta será uma grande oportunidade econômica e social no Estado do Rio de Janeiro – afirmou o subsecretário de Assistência Social e Direitos Humanos, Antônio Claret.

Durante o evento, os representantes das instituições, como Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscom), Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), Banco do Brasil, Correios, Coca-Cola, L’Oréal, e Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), mostraram como elas podem chegar até os beneficiários do Programa Renda Melhor e o que têm para oferecer.

A coordenadora de Desenvolvimento de Mercado da L’Oréal, Diana Paes, contou que a empresa tem o objetivo de levar às pessoas destes municípios contempladas pelos programas um curso de conhecimento técnico e empreendedor referente à linha de produtos de beleza da companhia.

- Com isto queremos deixar um capital intelectual e pessoas habilitadas dentro destas regiões. A partir disto teremos profissionais mais capacitados para concorrer no mercado de trabalho – disse.

Os secretários municipais de Belford Roxo, Duque de Caxias, Itaboraí, Japeri, Magé, Mesquita, Nilópolis, Niterói, Nova Iguaçu, Queimados, São Gonçalo e São João de Meriti apresentaram as demandas dos municípios e as características das famílias que residem nestas cidades.

- A inserção destas empresas no município será de extrema importância no que diz respeito à empregabilidade das famílias que fazem parte do Programa Renda Melhor – afirmou a secretária de Assistência Social e Direitos Humanos de Duque de Caxias, Roseli Duarte

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Faetec irá convocar 500 concursados do último concurso

Professores e profissionais da área administrativa serão chamados em 2013

Quatrocentos novos professores e cem profissionais da área administrativa, aprovados no último concurso, serão chamados para compor o quadro da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), no segundo semestre do ano que vem. O anúncio foi feito pelo presidente da fundação, Celso Pansera, durante audiência pública da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), nesta quarta-feira (11/04).

Investimentos no ensino superior também fazem parte das metas da fundação. Nos planos da fundação está a abertura de uma unidade do ensino superior no município de Volta Redonda, na região do Médio Paraíba.

- A Faetec quer assumir um papel de maior destaque no ensino superior do estado. O aluno que se forma no curso técnico, muitas vezes, deseja ter o curso superior. Então a Faetec pode oferecer um curso com duração de três anos e que forme um tecnólogo em eletrônica, por exemplo. Este curso pode atender a esse jovem, qualificá-lo melhor e ajudá-lo a conseguir uma melhor remuneração. Estamos apresentando ao governo o projeto de expansão da nossa rede de ensino superior e esperamos acelerar esse crescimento a partir do ano que vem - afirmouPansera.

O presidente da Faetec disse ainda que um convênio com universidades estaduais vai possibilitar a oferta de cursos de mestrado para professores do ensino profissionalizante. A Faetec conta, atualmente, com mais de 300 mil vagas, nas 124 unidades espalhadas em todo o estado.

- A criação do mestrado profissional contará com a parceria da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) e da Universidade Estadual da Zona Oeste (Uezo) - dissePansera.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Estado e União discutem ações de emergência para o Rio de Janeiro

Projeto inclui retirada de moradores de áreas de risco, indenizações e reflorestamento

As chuvas que caíram nos últimos dias na Região Serrana foram discutidas em reunião, nesta quarta-feira (11/4), entre o vice-governador e coordenador de Infraestrutura, Luiz Fernando Pezão, ministro da Integração Nacional em exercício, Alexandre Navarro, o secretário Nacional de Defesa Civil, Humberto Viana, e o secretário estadual de Obras, Hudson Braga.

O projeto do Governo do Estado é retirar os moradores de áreas de risco das cidades da Região Serrana, em troca de pagamento de indenizações, e reflorestar estes locais.

- A ideia é inspirada no PAC Favelas, que retirou 2.600 famílias das comunidades da Rocinha, Complexo do Alemão e Manguinhos. Depois do pagamento das indenizações, o Estado daria assistência aos moradores para que adquiram residências em locais seguros – afirmou Pezão, destacando que o Governo do Rio já solicitou uma linha de financiamento para implantar o projeto na Região Serrana.

O ministro Alexandre Navarro avaliou como boa a ideia e afirmou que o governo federal está empenhado na ajuda aos estados.

- Seguindo orientações da presidenta Dilma Rousseff e do ministro Fernando Bezerra Coelho, o Ministério da Integração Nacional disponibiliza toda sua equipe de técnicos para apoiar o estado na redução dos prejuízos causados pelas chuvas - afirmou Alexandre Navarro.

O ministro em exercício, Alexandre Navarro, e o secretário Nacional de Defesa Civil, Humberto Viana, visitaram também o Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro. No local, foram recebidos pelo chefe executivo de Operações, Sávio Franco. Entre outros focos, o centro atua na emissão de informações meteorológicas para líderes comunitários com o objetivo de alertar a população sobre possíveis chuvas.

Também participaram da reunião o secretário Estadual de Defesa Civil, Sérgio Simões, e o presidente da Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop), Ícaro Moreno.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA