sexta-feira, 30 de abril de 2021

Governo do Rio arrecada R$ 22,7 bilhões com leilão da Cedae



O leilão de concessão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae) ocorreu nesta sexta-feira (30) na B3 e superou as expectativas do governo fluminense, arrecadando cerca de R$ 22,7 bilhões com três blocos. A expectativa inicial era de uma arrecadação de R$ 10,6 bilhões.

O bloco 3, contudo, foi declarado sem vencedor, algo que não era previsto pelo governo do estado do Rio de Janeiro.

A Equatorial (EQTL3), que era uma das promessas do leilão, não foi a vencedora em nenhum dos blocos, o que fez com que os papéis intensificassem as perdas: às 16h23 (horário de Brasília), os papéis EQTL3 caíam 3,55%.

Confira os vencedores da disputa:

Bloco 1

O consórcio Aegea foi o vencedor do leilão do Bloco 1 da Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro (Cedae), com o lance de R$ 8,2 bilhões após uma disputa acirrada. O ágio da proposta é de 103,13%.

O Bloco 1 se refere à Zona Sul e mais 18 municípios, e a outorga mínima era de R$ 4,036 bilhões.

Bloco 2

O consórcio Iguá foi o vencedor do leilão do Bloco 2, com o lance de R$ 7,286 bilhões. O ágio da proposta foi de 129,68%. A disputa pelo bloco não foi a viva-voz.

O Bloco 2 engloba Barra da Tijuca, Jacarepaguá e mais 2 municípios, e tinha outorga mínima de R$ 3,172 bilhões.

Bloco 3

O Bloco 3 contava apenas com a proposta escrita da Aegea mas, em virtude da vitória no Bloco 1,o consórcio poderia optar pela retirada da proposta pelo Bloco 3. Assim a licitação para o Bloco 3 foi deserta e a operação segue com a Cedae, que poderá divulgar novo edital futuramente para a concessão do serviço.

Bloco 4

No leilão bloco 4, assim como no bloco 1, foi aberta a disputa em viva-voz. O consórcio da Aegea venceu a disputa pelo lote 4 do leilão de ativos da Cedae, com oferta de outorga de R$ 7,2 bilhões, um ágio de quase 188% sobre o valor mínimo, após uma disputa acirrada.

O grupo venceu na fase de viva-voz da disputa o consórcio Redentor, integrado pela Equatorial (EQTL3). O Rio Mais Saneamento não entrou na disputa porque ofereceu valor 20% abaixo da maior oferta.



Com Reuters e Estadão Conteúdo

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Porciúncula credencia artesãos através do Programa do Artesanato Brasileiro

 

Foto: Divulgação



Os artesãos do município agora estão cadastrados na pasta de Turismo do Estado do Rio de Janeiro. Isso dá-lhes o direito de realizar empréstimos, parcerias com redes sociais para escoamento dos produtos, além de outros inúmeros benefícios que a legislação lhes garante.

A entrega da Carteira Nacional do Artesão foi realizada pelo subsecretário de Turismo do Estado do Rio de Janeiro, Gerciano de Lima Luz e pela secretária de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer de Porciúncula, Bruna Folly, na última terça-feira (27/04), no Centro Cultural Dr. Edésio Barbosa da Silva.

“Não tem como falar em Turismo sem falar em artesanato. Quando alguém visita uma cidade, quer levar uma lembrança que marque aquela visita”, disse o subsecretário.


Ascom

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Firjan SENAI Itaperuna e Pádua têm vagas abertas para cursos gratuitos em três áreas de alta empregabilidade

As inscrições estão abertas para jovens de 14 a 24 anos 





Jovens do Noroeste Fluminense que buscam apoio para entrar no mercado de trabalho contam com três cursos gratuitos nas unidades Firjan SENAI Itaperuna e Santo Antônio de Pádua. Em Itaperuna, as inscrições estão abertas para o curso de eletricista instalador predial e modelista; e em Pádua, a oportunidade é para eletricista industrial, profissão que pode ser beneficiada pelo novo Marco Legal do Gás, sancionado pelo Governo Federal com expectativa de atrair R$ 45 bilhões em investimentos no estado do Rio.

Os cursos ofertados nas unidades Firjan SENAI Itaperuna e Santo Antônio de Pádua preveem que o candidato esteja cursando ou já tenha concluído o 9º ano do Ensino Fundamental, além de ter entre 14 e 24 anos incompletos. Porém, o candidato, ao se inscrever, precisa ficar atentos ao pré-requisito do curso desejado, que possui critérios específicos, conforme descrito no Edital.

As aulas acontecem de segunda a sexta-feira, com horários à tarde e à noite, dependendo do curso. O ensino será presencial, mas estará sujeito às medidas de combate à pandemia e dos decretos de restrição de cada município. Por isso, as aulas poderão ocorrer também no formato on-line, sendo necessário que o candidato tenha acesso à banda larga e a um computador ou notebook. Os cursos terão duração de cerca de um ano.

Profissões em alta

O curso de eletricista industrial, disponível na Firjan SENAI Pádua, é uma das profissões que podem ser beneficiadas pelo Marco Legal do Gás, cuja expectativa é de atrair uma diversidade de novas indústrias, com investimentos na ordem de R$ 45 bilhões no estado do Rio. O profissional estará capacitado para executar trabalhos de montagem e manutenção de instalações industriais, instalação de dispositivos, componentes e materiais, entre outras funções.

Já eletricista predial, na Firjan SENAI Itaperuna, poderá ser beneficiado pela área de construção civil, uma das maiores contratantes do mercado de trabalho. O profissional dessa área poderá atuar também de forma independente, elaborando pequenos projetos e fazendo melhorias e vistorias de instalações residenciais e comerciais.

Ainda na unidade de Itaperuna, o curso de modelista prepara o jovem para atuar na indústria de confecções, uma das mais proeminentes do Noroeste Fluminense. Ele vai transformar a criação dos estilistas em realidade, considerando questões como ergonomia, caimento dos tecidos e vestibilidade.

Confira o período de inscrições e início de cada curso disponível.

Firjan SENAI Itaperuna:

- Eletricista Predial: inscrições abertas até 28 de maio. O curso será de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h. Período: 7 de junho de 2021 a 14 de março de 2022.

- Modelista: inscrições abertas até 13 de maio. O curso será de segunda a sexta-feira, das 18h às 22h. Período: 17 de maio de 2021 a 18 de maio de 2022.

Firjan SENAI Pádua:

- Eletricista Industrial: O curso será de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h. Período: 17 de maio de 2021 a 9 de maio de 2022.

O edital completo com as vagas e outras informações poderão ser acessadas no site: http://www.firjansenai.com.br/vagasgratuitas



COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Escolas públicas e privadas têm até hoje para se inscrever na Olimpíada de Matemática

Mudanças no regulamento motivadas pela pandemia valem para este ano




Escolas públicas e privadas têm até as 23h59 de hoje (30) para se inscrever na 16ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). A maior competição científica do país sofreu mudanças por conta da pandemia da covid-19 e a edição que seria realizada em 2020 foi transferida para este ano. As inscrições feitas no ano passado permanecem válidas. Colégios que queiram mudar as informações prestadas no ano passado podem fazer isso até esta sexta-feira.

O objetivo da competição é identificar jovens talentos e estimular o estudo da matemática, além de promover a inclusão social por meio da difusão do conhecimento.

Diferentemente das edições anteriores, as provas da primeira fase serão disponibilizadas na página restrita da escola no site da Obmep, em 30 de junho. As escolas terão de 30 de junho a 3 de agosto de 2021 para aplicar os exames. Fica a critério das instituições de ensino determinar em quantos turnos e em que formato, presencial ou remoto, os alunos farão as provas.

As mudanças constam no novo regulamento e valem exclusivamente para esta edição da olimpíada, por causa da pandemia.

Os cartões-respostas dos estudantes classificados para a segunda fase devem ser enviados pelos Correios ou por aplicativo entre 1º de julho e 11 de agosto. No dia 9 de setembro, a organização divulgará os classificados para a segunda fase, prevista para ocorrer de forma presencial, em 6 de novembro.

Em 2019, a Obmep reuniu mais de 18,2 milhões de estudantes de 99,71% dos municípios do Brasil. A competição é voltada a alunos do 6º ao 9º ano do ensino fundamental e do ensino médio de escolas públicas municipais, estaduais e federais e escolas privadas.

As provas são realizadas em duas fases: a primeira é composta por uma prova de múltipla-escolha de 20 questões, e a segunda por uma prova discursiva de seis questões. Os exames são divididos por grau de escolaridade: Nível 1 (6º e 7º anos do Ensino Fundamental), Nível 2 (8º e 9º anos) e Nível 3 (Ensino Médio).

Nesta edição, excepcionalmente, a Obmep admitirá a participação de estudantes que tenham concluído o ensino médio em 2020 em escolas que fizeram a inscrição no ano passado e declararam ter alunos no Nível 3.

Premiação

Serão distribuídas aos alunos participantes 575 medalhas de ouro, 1.725 medalhas de prata e 5.175 medalhas de bronze, além de 51.900 menções honrosas. Todos os medalhistas serão convidados a participar do Programa de Iniciação Científica Jr. (PIC), como incentivo e promoção do desenvolvimento acadêmico dos estudantes.

Criada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) em 2005, a Obmep é realizada com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC).

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Sexta da Padaria - Supermercados Fluminense



 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Magazine Luiza terá nova loja em Itaperuna no final de junho

Olliver Trajano, recepcionando o representante do Magazine Luiza, Breno Mariano  


Olliver Trajano, secretário Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SMASTH), recebeu na última segunda-feira, 26, Breno Mariano Canuto da Silva, gerente de loja do Magazine Luiza, que se encontra em Itaperuna, RJ, cidade que em breve terá uma filial do Magazine Luiza.

Na ocasião, o secretário representando o prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, Alfredão, colocou-se à disposição da empresa e recepcionou o gerente, que está conduzindo o processo de seleção com candidatos, visando o preenchimento de vagas de trabalho.

“O prefeito Alfredão está extremamente feliz, com vinda do Magazine Luiza para a nossa cidade. Em um momento tão delicado, como o atual cenário de pandemia de Covid-19, podermos anunciar a vinda de uma grande empresa para a cidade, é algo sensacional. Sabemos da importância da rede e, essa filial, vai gerar muitos empregos diretos e indiretos. O prefeito nos pediu total apoio à empresa e nós, colocamos toda a nossa estrutura e equipe à disposição do Magazine Luiza”, complementa Olliver.

A Prefeitura de Itaperuna, através da SMASTH, via ACESSUAS Trabalho Itaperuna - RJ (Programa Nacional de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho), estabeleceu parceria com o Magazine Luiza e vem auxiliando a empresa na divulgação do processo de seleção de candidatos, cessão do espaço físico para entrevistas, dentre outras atividades colaborativas.

De acordo com o gerente de loja Breno Mariano foram realizadas entrevistas online, em um primeiro momento; e durante esta semana, acontecem entrevistas presenciais, nas dependências do ACESSUAS.

“Nesta semana vamos entrevistar cerca de 60 candidatos. Decidimos realizar as entrevistas em mais dias, justamente para evitar aglomeração. Estamos conduzindo o processo de forma individualizada, e os candidatos praticamente nem se encontram, ou seja, nossa estratégia de evitar aglomeração está dando certo. Todos os entrevistados receberão uma resposta, positiva ou negativa, após a conclusão do processo de seleção”, explica Breno.

Dentre as vagas oferecidas, vendedor, líder de estoque, assistente pleno, assistente júnior, assistente sênior, auxiliar de limpeza, montador e intermitentes (freelance). Nesta fase a empresa pretende contratar 30 funcionários de imediato; e, vale lembrar, há duas vagas para pessoas com necessidades especiais.

“Nós pretendemos contratar os aprovados no processo de seleção até o dia 15 de maio. Depois de contratados, vamos realizar um treinamento online de duas semanas; e em seguida, uns 20 dias de treinamento presencial. Pretendemos inaugurar a loja no final do mês de junho, início de julho, ainda estamos ajustando esses detalhes”, finaliza o gerente de loja do Magazine Luiza.

Decom Itaperuna









COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 29 de abril de 2021

Boletim Covid-19 Pádua/RJ








 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Pix ganhará novas funções para facilitar a vida do usuário

Entre elas, a possibilidade de saque em espécie e a movimentação de recursos do Auxílio Emergencial

Foto: Divulgação




O Pix, sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central, lançado em novembro do ano passado, ganhará novas funcionalidades. Uma delas é que, a partir do dia 30 de abril, recursos recebidos do benefício do Auxílio Emergencial 2021 poderão ser movimentados por Pix. A única exceção se dará para os casos de transferência para conta de mesma titularidade.

A outra funcionalidade é que o Pix Agendado não vinculado a um Pix Cobrança seja obrigatoriamente ofertado pelas instituições financeiras e de pagamentos a partir de 1º de setembro deste ano. Atualmente, a modalidade é facultativa.

O Pix Agendado é a possibilidade do usuário pagador agendar um Pix para uma data futura. De acordo com o Banco Central, o objetivo é ampliar a comodidade dos pagadores, garantindo que todos os usuários, independente da instituição onde têm conta, possam agendar um Pix.

O Pix Cobrança para pagamentos com vencimentos será lançado em 14 de maio. A terceira novidade prevê que as instituições participantes do Pix que não conseguirem proporcionar a experiência completa de pagamento - leitura do QR Code e pagamento em data futura - entre 14 de maio a 30 de junho, terão que, no mínimo, possibilitar a leitura e o pagamento na data da leitura do QR Code. A partir de 1º de julho, todos os participantes precisam ser capazes de fazer a leitura e possibilitar o pagamento do QR Code para data futura.

A empresária Letícia Teixeira Veras tem uma loja on-line de roupas e acessórios femininos e aderiu ao Pix para fazer vendas. Ela vê o uso da ferramenta crescer e disse que traz vantagens para o negócio. “As transferências via Pix aumentaram muito, e pra gente foi um grande avanço tecnológico devido à sua facilidade. Outra vantagem é que, além de estar recebendo os pagamentos, conseguimos efetuar as transações, finalizar os pedidos junto aos fornecedores sem as cobranças de taxas que antes eram valores exorbitantes.”

Mais serviços via Pix

Mais opções serão oferecidas aos usuários do Pix em 2021 e 2022. O consultor no Departamento de Competição e de Estrutura do Mercado Financeiro, do Banco Central, Breno Lobo, contou que ainda no primeiro semestre de 2021 será lançada a possibilidade de usar a conta salário para iniciar um Pix e para fazer a portabilidade.

Outra novidade será o Saque Pix, que permitirá que as pessoas consigam sacar dinheiro nos estabelecimentos comerciais de todo o país que aderirem. A ideia é que esses serviços estejam disponíveis no segundo semestre deste ano.

“É uma nova forma de dar acesso a dinheiro em espécie para a população, usando a infraestrutura do Pix. A gente facilita esse acesso a dinheiro em espécie, principalmente quando a gente fala em cidades do interior do país que têm dificuldade de transporte do dinheiro até essas localidades, que têm problemas de quantidade de agências disponíveis”, explicou Breno Lobo.

O consultor citou outra solução que é o QR Code do Pagador, opção que viabilizará a realização de um Pix mesmo quando o pagador estiver off-line. “A gente aumenta os casos de uso que podem ser iniciados com Pix. Eventualmente, o pagador pode estar sem acesso à internet, pode não ter saldo suficiente para acessar um plano de dados pelo telefone celular, então ele consegue gerar um QR Code, ele próprio, mesmo estando off-line. E o recebedor precisa estar apto a ler aquele QR Code, captura as informações do pagador e inicia um Pix”, detalhou.

Facilidade nos pagamentos

Pelo Pix, as transações como pagamentos de contas e transferência de valores são concluídas em poucos segundos com os recursos disponíveis para o recebedor em tempo real. As transações podem ser iniciadas por meio do telefone celular, sem a necessidade de outros equipamentos como maquininhas.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Governo Federal irá distribuir mais 864 mil unidades de medicamentos de intubação para estados e municípios

 

Foto: Divulgação


Ministério da Saúde irá distribuir mais 864 mil unidades de medicamentos de intubação orotraqueal (IOT). Os insumos foram adquiridos por pregões realizados pela pasta e também aquisições via Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS). A previsão é de que os medicamentos cheguem às Unidades Federativas em até 48 horas. 


A pauta de distribuição para todos os estados e Distrito Federal é feita em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass) e o Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (Conasems). A divisão leva em conta o consumo médio mensal e os estoques dos medicamentos – as duas informações essenciais para a consolidação do processo de divisão dos insumos pelo País. Esse monitoramento é feito e discutido em reuniões realizadas três vezes por semana envolvendo todos os Conselhos estadual e municipal do SUS, além de representantes da Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). 


Mais entregas


O Brasil recebe, nos próximos dias, mais 1,1 milhão de unidades de medicamentos do chamado “kit intubação” doados pela Vale em parceria com um conjunto de empresas. Até o momento, pelo setor privado, a pasta distribuiu neste mês um total de 2,3 milhões de unidades doadas. 


Somente em abril, foram distribuídos mais de 3,6 milhões de remédios para pacientes que estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTI) – essa foi a maior distribuição mensal de medicamentos intubação desde o início da pandemia. 

 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Rio das Ostras mantém tradição do Prato da Boa Lembrança

Além de experimentar uma receita inédita, amantes da boa gastronomia levam prato de cerâmica para decoração

Foto: Divulgação



Quem nunca provou uma comida e guardou na memória o prazer de experimentar tal delícia?

Foi justamente apostando na memória afetiva gastronômica que nasceu, em 1994, a Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança (ARBL), que reúne restaurantes que primam pela excelência e qualidade na culinária e nos serviços.

Na Região Costa do Sol têm dois restaurantes associados – o Bartrô Restaurante e Bistrô, em Rio das Ostras, e o Donna Jô, em Búzios. Neles, o cliente conta com receitas exclusivas, assinadas por chefs experientes e ainda levam para casa as melhores lembranças.

Inspirado num costume que vem da Itália, o Chef Dânio Braga fundou a ARBL e criou o Prato da Boa Lembrança, uma peça exclusiva em cerâmica que o cliente leva para casa depois de comer nos restaurantes associados.

Esse movimento motivou uma série de colecionadores em todo Brasil. A ideia do prato de cerâmica surgiu para que o cliente exponha a peça como uma obra de arte, já que o desenho sempre prima pela originalidade, se tornando um objeto de decoração exclusivo, feito à mão, um a um. Hoje os pratos se tornaram algo concorrido para quem mantém a tradição.

O Prato da Boa Lembrança também incentiva o incremento do turismo gastronômico, porque muitas pessoas programam viagens para lugares onde possam experimentar novas receitas e aumentar a coleção de cerâmicas.

RECEITA 2021 – Em Rio das Ostras o prato servido em 2021 será o ‘Balaio’, elaborado pelo Chef Pedro Rodrigues, proprietário do Bartrô Restaurante e servido a partir deste sábado, 1º de maio. O local, considerado um espaço charmoso pelos frequentadores, integra a Associação do Prato da Boa Lembrança desde 2009, atraindo colecionadores e amantes da boa mesa.

Este ano, celebrando 18 anos de funcionamento na cidade, preparou uma receita que combina camarões grelhados, refogado afro-americano com sabores surpreendentes e o “simples” espaguete ao azeite, alho e salsa.

Numa homenagem à Rio das Ostras, com uma “pegada” de bistrô, o Chef Pedro Rodrigues viajou no título de Cidade do Jazz, pelo tradicional Festival promovido no Município, e nas influências que este gênero musical traz para a gastronomia e criou o ‘Balaio’.

Na receita deliciosamente aromática, Pedro mistura num “balaio só” a influência africana nas Américas, através da culinária da Bahia e de New Orleans (USA).

Um mix de ingredientes utilizados na cozinha baiana, como o azeite de dendê e o leite de coco, com sabores da culinária créole, com inspiração do clássico Jambalaya - receita típica da terra do jazz.

A cerâmica do Balaio que o cliente vai levar para casa mostra exatamente essa fusão de influências. Colorida e alegre, tem também impresso o charme do Bartrô Restaurante, reconhecido cantinho da boa comida de Rio das Ostras.

QUASE DUAS DÉCADAS - Com a proposta de ser diferente no ambiente, na culinária e no atendimento, o Bartrô Restaurante e Bistrô celebra 18 anos no próximo sábado, 1º de maio. O casal Pedro Rodrigues e Tânia cuidam pessoalmente da cozinha, da apresentação dos pratos, do ambiente e do contato com os clientes, contando com a ajuda de uma equipe motivada e interessada em surpreender a todos.


Bruno Pirozi

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Teresópolis tem aplicação de segunda dose da vacina contra a COVID-19 nesta quinta (29) e sexta (30)

Pessoas acima de 61 anos também recebem a primeira dose na quinta (29) 




A Secretaria Municipal de Saúde aplicará, nos dias 29 e 30 de abril, a segunda dose da vacina contra a Covid-19 dos profissionais dos hospitais conveniados ao SUS vacinados há 90 dias. 

Também na quinta-feira (29), idosos que receberam a primeira dose da vacina Coronavac no dia 6 de abril vão completar a imunização. A aplicação será feita no sistema drive-thru (dentro do carro) e no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, ambos no seguinte endereço: Rua Júlio Rosa, 366, Tijuca. O atendimento ocorre das 9h às 15h. 

Ambos os públicos devem levar cartão de vacinação da primeira dose e documento de identificação com foto. 

Primeira dose para idosos de 61 

Ainda na quinta-feira (29), será aplicada a primeira dose da vacina contra a Covid-19 para idosos acima de 61 anos. O atendimento ocorre das 9h às 15h, no sistema drive-thru (dentro do carro), na cidade e interior. 

Com distribuição de senhas, as vacinações serão nos seguintes locais: na Secretaria Municipal de Saúde, na Tijuca (Rua Júlio Rosa, 366) – 1200 doses; em Bonsucesso (em frente à Unidade Básica de Saúde) – 300 doses; e em Pessegueiros (em frente ao Posto de Saúde) – 200 doses. Idosos a pé também serão atendidos. 

Para o atendimento acontecer, os idosos precisam levar documentos de identificação (identidade e CPF), cartão SUS (se tiver) e comprovante de residência. Idosos acima dessas idades que ainda não receberam a primeira dose podem comparecer aos postos de atendimento para serem vacinados. 

 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Secretaria de Saúde de Itaperuna planeja levar o pré-natal para bairros e distritos

Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher realiza capacitação visando a descentralização do atendimento de pré-natal





A Prefeitura de Itaperuna, através da Secretaria Municipal de Saúde, vem se estruturando e planejando levar os serviços de pré-natal para os bairros e distritos. O Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PAISM) já está realizando capacitação junto a médicos e enfermeiros, visando a descentralização do atendimento, que será efetuado nas UBS (Unidade Básica de Saúde).

Maria Inês Monteiro Costa, subcoordenadora administrativa do PAISM, destacou a necessidade de realizar a descentralização. “A descentralização é necessária e uma recomendação do Ministério da Saúde. Temos gestantes residentes em Boa Ventura, ou no Bairro Cehab, por exemplo, que precisam vir ao Centro de Saúde Dr. Raul Travassos, para fazer uma consulta”, comenta.

Em breve, deslocamentos como esses citados no exemplo, não serão mais necessários. A equipe do Programa Saúde da Mulher já iniciou o trabalho de capacitação com médicos e enfermeiros das UBS. Em um primeiro momento, foram distribuídos material teórico, impresso, aos profissionais e realizadas reuniões online com as equipes.

A partir do mês de maio serão realizados encontros para a capacitação prática. O enfermeiro e o médico da UBS vão participar da capacitação prática, acompanhando a consulta de um obstetra. Ao final das consultas realizadas no dia, eles também participarão de um momento de estudo de caso, analisando e trocando informações sobre as consultas realizadas.

Para a capacitação prática, o Programa Saúde da mulher tem uma parceria com a Secretaria de Estado de Saúde, com a atenção primária; e ainda conta com o apoio do Dr. Júlio Marco Soutelino Costa. Todos os médicos e enfermeiros das 20 UBS instaladas no município participam da capacitação.

Após o término da capacitação e, consequentemente com o processo de descentralização concluído, o Programa Saúde da Mulher continuará sendo referência de alto risco; e atendendo as pacientes de baixo risco, que residam em localidades sem a cobertura das unidades básicas.

Descentralização da coleta de preventivo

Já a capacitação sobre a descentralização da coleta de preventivo foi realizada no mês de fevereiro. “Já fizemos capacitação teórica e prática, além de treinamento sobre parte burocrática, como preenchimento de fichas, leitura de resultados do preventivo, dentre outros, com as enfermeiras das UBS. O treinamento da parte teórica foi realizado com a Dra. Renata Gontijo; e a parte prática, com as enfermeiras da Saúde da Mulher”, finaliza Maria Inês.


Ascom

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Quinta da Carne - Supermercados Fluminense








 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 28 de abril de 2021

Secretaria de Educação de Itaperuna começa a distribuir os Kits Alimentação

 

Secretária de Educação Tereza Cristina


A Prefeitura de Itaperuna, através da Secretaria Municipal de Educação (SEMED), já começou a distribuir os Kits Alimentação. Nesta nova etapa da distribuição dos kits, 7.915 alunos serão beneficiados.

Esta ação faz parte do Plano Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) que em virtude da situação de emergência decorrente da Pandemia de Covid-19, através da Lei Nº 13.987 de 07 de abril de 2020, autoriza, em caráter excepcional, a distribuição de gêneros alimentícios aos pais ou responsáveis dos estudantes das escolas públicas de educação básica.

Nesta etapa de distribuição, confira as escolas que receberão os Kits Alimentação e as respectivas quantidades, que irão ser distribuídas a todos os alunos matriculados:

E. M. Águas Claras = 361

E. M. Humberto de Campos = 482

E. M. Jardim de Infância Maria Madalena Magacho = 443

E. M. Nossa Senhoras das Graças = 800

E. M.  Francisco de Mattos Ligiéro = 848

E. M. Dr. Auto de Oliveira Pinto = 278

E. M. Sítio São Benedito = 807   

E. M. Oscar Jerônimo da Silva = 593

E. M. José Ferreira Salles = 50

E.M. Cel. José Cardoso = 160

E. M. José de Paula Nogueira = 139

E. M. Capelinha = 93

E. M. Licoln Barbosa de Castro = 238

E. M. Henriete Morineau = 651

E. M. São José = 105

E. M. Vereador Elzo = 133

E. M. Theodomiro Souza Coelho = 429

E. M. Bezerra de Menezes = 334

E. M. Henriett Amado = 538

E. M. Joaquim Oliveira Câmera = 222

E. M. Santa Paz = 211

A SEMED ainda informa que os kits já distribuídos (zona rural), e os que estão sendo distribuídos aos alunos da zona urbana, não tem nenhum vínculo com o cadastro do Bolsa Família. Todo o aluno matriculado tem direito a receber o Kit Alimentação.



Tereza Cristina do Carmo, secretária Municipal de Educação de Itaperuna, ainda informou que estão sendo distribuídos kits de higiene bucal composto por 1 escova, 1 creme dental e 1 fio dental, além de livros didáticos e material impresso, para algumas escolas.

“Nós começamos a distribuição dos kits, e estamos intensificando os trabalhos junto às escolas. Também estamos distribuindo kits de higiene bucal e, algumas escolas, estão recebendo material didático. Aproveito a oportunidade para agradecer a toda nossa equipe, que se empenhou em resolver as questões burocráticas e, hoje, podemos distribuir os kits para todos os alunos matriculados”, finaliza a secretária.




 Ascom

 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Estado do Rio de Janeiro inicia Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa

Nesta primeira etapa serão imunizados bovinos e bubalinos de todas as idades

Foto:Demóstenes Ramos




A primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa começa neste sábado, dia 1º de maio. A imunização de bovinos e bubalinos de todas as idades é um compromisso de todos os pecuaristas fluminenses em conjunto com a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento para erradicar a doença no estado do Rio de Janeiro. Esta etapa da campanha vai durar todo o mês de maio, seguindo o cronograma nacional desenvolvido pelo Ministério da Agricultura.

- A obtenção de altos índices de imunização dos animais é importante para seguir avançando rumo à retirada da vacina. Desta forma será possível ampliar significativamente o mercado. Em razão da pandemia, tomamos todos os cuidados para que a vacinação ocorra corretamente e sem colocar em risco a saúde dos produtores rurais e dos servidores do serviço veterinário oficial - disse o secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz.

Os estabelecimentos agropecuários que comercializam as vacinas e os produtores rurais estão sendo orientados quanto às normas para venda e aquisição de vacinas. Os locais de revenda são orientados a facilitar o acesso dos criadores à vacina e auxiliar na entrega da declaração de vacinação.

Declaração de vacinação

A Secretaria de Estado de Agricultura, por meio da Defesa Agropecuária, permite que o pecuarista faça o lançamento da sua própria declaração de vacinação utilizando o Sistema de Integração Agropecuária (Siapec3). Neste período da pandemia, também foram disponibilizados os e-mails dos Núcleos de Defesa Agropecuária (veja link abaixo) e WhatsApp (21 98605-1198) para envio da declaração e esclarecimentos de dúvidas sobre a campanha.

O formulário de declaração está disponível para o preenchimento no link: https://bit.ly/3tGkMYg, devendo ser enviado junto da nota fiscal, de forma digitalizada ou por foto, para um dos contatos apresentados.

O produtor poderá contar com o apoio dos sindicatos rurais, lojas agropecuárias e prefeituras no recebimento de declarações, que serão repassadas aos escritórios do serviço oficial, evitando, assim, a aglomeração nesses postos - comentou o Superintendente da Defesa Agropecuária, Paulo Henrique de Moraes.

Os contatos de e-mails dos Núcleos de Defesa Agropecuária podem ser acessados por meio deste link: https://bit.ly/2FUeQqT.

Os números abaixo são regionais e também estão disponíveis para envio das declarações direto para os escritórios locais pelo WhatsApp:

(24) 2445-4539 - Barra do Piraí

(24) 3328-2479 - Barra Mansa

(22) 2731-5928 - Campos dos Goytacazes

(22) 2778-4568 - Casimiro de Abreu

(22) 2551-1673 - Cordeiro

(24) 2222-9883 - Petrópolis

(22) 2789-1397 - São Francisco do Itabapoana

(21) 2747-2185 - Tanguá

(24) 2251-5690 - Três Rios

(24) 2438-3331 - Valença

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Presidente do STF derruba decisão que impediria leilão da Cedae

 Leilão está marcado para a próxima sexta-feira

Foto: Marcelo Camargo



O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, decidiu ontem (27) derrubar a decisão da Justiça do Trabalho que suspendeu o leilão da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), marcado para a próxima sexta-feira (30). 

No dia (26), a desembargadora Claudia Regina Vianna Marques Barroso, do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT/RJ), concedeu um mandado de segurança impetrado por dois sindicatos que representam os trabalhadores e suspendeu o leilão.

Em seguida, o governo do Rio recorreu ao STF e alegou que outra decisão proferida por Fux liberou a licitação. Dessa forma, a nova decisão Justiça do Trabalho também deveria ser anulada.

“Determino a suspensão de toda e qualquer decisão da Justiça de primeiro e de segundo graus que obste, parcial ou integralmente, o andamento do certame licitatório destinado à concessão dos serviços de saneamento básico da Região Metropolitana do Rio de Janeiro”, decidiu o presidente.

Os sindicatos recorreram à Justiça diante do temor de que a privatização da empresa cause desemprego em massa dos funcionários.

Na decisão que foi derrubada, a desembargadora fundamentou que não há qualquer informação, no processo de privatização, sobre o destino dos trabalhadores e postos de trabalho, o que estaria ferindo o artigo 13 da Convenção 158, o artigo 4º da Convenção 98 e o artigo 5º da Convenção 154, todas da Organização Internacional do Trabalho (OIT); e os artigos 26 e 29 da Convenção Americana de Direitos Humanos.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Prefeito do Rio deve ser julgado em segunda instância por acusação de fraude

Irregularidades foram apontadas em obras do Complexo Olímpico do Rio

Foto: Fernando Frazão



O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, deve ser julgado em segunda instância por acusação de fraude nas obras dos Jogos Olímpicos de 2016. A decisão, divulgada nesta terça-feira (27), foi da 2ª Turma Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2).

A decisão foi proferida em pedido de habeas corpus apresentada pela defesa do político, depois que a 3ª Vara Federal Criminal da capital fluminense, onde fora ajuizada a ação penal, não reconheceu seu direito ao foro por prerrogativa de função.

Em sua denúncia, o Ministério Público Federal (MPF) diz que Eduardo Paes, em seu mandato anterior, teria articulado a criação de um consórcio formado pelas empreiteiras Queiroz Galvão e OAS, para garantir a vitória no certame para a construção do Complexo Esportivo de Deodoro, usado nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016. As obras foram orçadas em cerca de R$ 647 milhões, a serem pagos com verbas federais.

De acordo com o MPF, Paes pretendia entregar o contrato à Queiroz Galvão, que não tinha o certificado de capacidade técnica para o realizar o empreendimento. Em razão disso, segundo o MPF, Paes pediu ao empresário Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, que detinha o atestado de capacidade, para formar com ela um consórcio.

A relatora do pedido de habeas corpus, desembargadora Simone Schreiber, lembrou que o TRF2, no julgamento de um precedente, já havia reconhecido o cabimento do foro por prerrogativa de função quando “os acusados são reeleitos ao mesmo cargo, independentemente de intervalo intemporal entre os mandatos”.

Em nota, o MPF informou que recorreu à Justiça para a ação contra Paes não ser remetida para a segunda instância, por meio de embargos de declaração, contestando o reconhecimento do direito ao foro por prerrogativa de função em hipótese de mandatos descontinuados.

O prefeito do Rio foi procurado, por meio de sua assessoria, mas ainda não se pronunciou sobre a decisão do TRF2.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Bittencourt reivindica obras em rodovias da Região Serrana

 

Vice-presidente da Alerj, Jair Bittencourt

As péssimas condições de manutenção das rodovias RJ-148 e RJ-156 levaram o vice-presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jair Bittencourt (PP), a formalizar ao governo estadual indicação legislativa para obras emergenciais nessas duas estradas que ligam municípios da região serrana. O apelo do deputado é especialmente no trecho entre a localidade de Vargem Grande, em Duas Barras, passando por Sumidouro, até a Volta do Pião, em Sapucaia.

Jair Bittencourt enviou pedido ao governador em exercício, Cláudio Castro (PSC), e ao presidente do Departamento de Estradas e Rodagens (DER), Luiz Roberto Souza, solicitando reparos, aplicação de microrevestimento asfáltico frio e nova sinalização horizontal.

Além de aumentar a segurança dos motoristas que trafegam nas RJ-148 e RJ-156, o deputado afirma que as melhorias no asfalto são fundamentais para melhor escoamento dos produtos agrícolas.

“As estradas encontram-se em péssimas condições, causando o aumento de acidentes. As melhorias são medidas preventivas para maior segurança no trânsito, além de fundamentais para a economia dos produtores rurais, que dependem das rodovias RJ-148 e RJ-156 para transportar os produtos”, justifica o deputado Jair Bittencourt.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Instituto Butantan inicia produção da Butanvac

 

A fabricação da é feita com tecnologia que utiliza ovos de galinha
e não depende de insumos importados
Foto: Getty Imagens/BBC

 

              
O Instituto Butantan anunciou que vai iniciar nesta quarta-feira (28) a produção da Butanvac, nova candidata a vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo instituto. De acordo com o governo de São Paulo, o primeiro lote de produção será de 1 milhão de doses e não vai depender de matéria-prima importada.

Na sexta-feira (26), o Butantan protocolou na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o pedido para iniciar os teste clínicos em humanos de fase 1 e 2 do imunizante. Nesta terça (27), a agência solicitou informações adicionais para avaliar se libera a realização do primeiro estudo com a Butanvac. Até o momento, a vacina foi testada apenas em animais.

O Instituto Butantan tem o prazo de até 120 dias para apresentar as informações solicitadas pela agência. Até o Butantan responder, o prazo de análise da Anvisa fica interrompido.

Em nota, o Instuto Butantan afirmou que "manterá contato com o órgão regulador para viabilizar os esclarecimentos necessários ao seguimento do processo de autorização dos estudos clínicos de fases 1 e  da Butanvac".

Ao anunciar a produção da Butanvac, Doria declarou que o instituto pretende produzir 18 millhões de doses da vacina até a primeira quinzena de junho, mas que a aplicação do imunizante depende da aprovação da Anvisa.

"O Butantan, nesta primeira etapa, vai produzir 18 milhões da dose da vacina pronta para o uso já na primeira quinzena de junho, quando o processo de aprovação da Anvisa for concluído. Evidentemente vamos aguardar a aprovação da Anvisa, mas poderemos aplicar imediatamente a vacina Butanac em todo o Brasil", disse Doria.

Autorização para testes

O pedido de autorização do Butantan foi feito em 26 de março, e o protocolo de estudo clínico, em 23 de abril. De acordo com a agência, tanto o pedido quanto o protocolo do estudo clínico estavam incompletos e, por isso, não atendiam aos requisitos técnicos para a liberação de testes da vacina em seres humanos.

O pedido de autorização se refere às fases 1 e 2 de testes da vacina, nas quais serão avaliadas segurança e capacidade de promover resposta imune com 1.800 voluntários. Na fase 3, até 9 mil pessoas irão participar, e a etapa vai estipular a eficácia. O objetivo é encerrar os testes e ter 40 milhões de doses da vacina prontas antes do final de 2021.

Caso seja aprovado e, depois, seja comprovada sua eficácia, a Butanvac será a primeira vacina contra a Covid-19 produzida no país sem que seja necessária a importação de matéria-prima (IFA).

Segundo o instituto, a Butanvac faz parte de uma segunda geração de vacinas contra a Covid-19, e leva em conta as variantes, como da P1, que é brasileira. A tecnologia usada é a mesma da vacina contra a gripe.

Documentação em falta

De acordo com a Anvisa, tanto o pedido de autorização do Butantan quanto o protocolo do estudo clínico ainda estão incompletos e não atendem aos requisitos técnicos para autorizar pesquisas clínicas de vacinas em seres humanos.

Entre os documentos que faltam estão:

Relatório técnico contendo dados e informações sobre a substância ativa, adjuvantes, interação ativo + adjuvante e produto terminado;

Relatório completo com as informações detalhadas sobre fabricantes, etapas de produção, definição de lotes, controle de qualidade, estabilidade, lotes utilizados até o momento e lotes a serem utilizados no estudo clínico;

Dados e informações sobre o processo produtivo da vacina;

Dados e Informações sobre o controle de qualidade da vacina;

Avaliação de risco de geração de doença autoimune e necessidade de avaliar a geração de anticorpos anti DNA por conta de um dos adjuvantes utilizados na vacina;

Esclarecimento se os estudos com animais foram realizados com a mesma formulação que está sendo proposta para teste em seres humanos. Em caso negativo, apresentação de dados de comparabilidade físico-química entre as formulações da vacina;

Esclarecimento sobre o Protocolo Clínico e critérios para escolha de doses e inclusão dos voluntários;

Apresentação de objetivos primários de imunogenicidade e de segurança;

Cálculo do tamanho da amostra e métodos estatísticos utilizados;

Essa não é a primeira vez que a Anvisa pede mais informações ao Butantan antes de autorizar o início dos testes clínicos.

Em 26 de março deste ano, o Butantan divulgou o desenvolvimento do imunizante e enviou à Anvisa o primeiro pedido de autorização referentes às fases 1 e 2 de testes da vacina, quando são avaliadas segurança e capacidade de promover resposta imune.

Na época, o Instituto disse que esperava iniciar os estudos com 1,8 mil voluntários ainda em abril, a depender da liberação da agência.

G1

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Quarta Maluca - Supermercados Fluminense



 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

terça-feira, 27 de abril de 2021

Procon de Búzios ganha viatura adesivada

 



O governo municipal com intuito de aparelhar os órgãos municipais, adesivou esta semana a viatura do Procon de Búzios.

O órgão tem atuado com rigor nas fiscalizações em benefício ao consumidor, com atendimentos presenciais e através de denúncias. Na semana passada, houve 12 atendimentos presencias, com um (1) encaminhamento ao judiciário.




Nesta segunda-feira (26), o órgão recebeu os consumidores que estavam cadastrados para o Mutirão da ENEL, que teve nove (9) pessoas cadastradas. Os atendimentos foram realizados com êxito e foram encaminhamentos ao judiciário, baseado no direito do consumidor.

Ligue PROCON: (22) 2623-6999




Ascom

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Secretaria de Agricultura de Itaperuna prepara solo para plantio de tomate

 Além de preparar a terra para plantio de mandioca e recuperação de estradas vicinais

 


A Prefeitura de Itaperuna, através da Secretaria Municipal de Agricultura, segue trabalhando diariamente buscando atender a produtores rurais do município, com inúmeros tipos de serviços, bem como disponibilizando profissionais e técnicos, que contribuem significativamente com o desenvolvimento do agronegócio na região.

Recentemente uma das equipes da Secretaria esteve na localidade do Bambuí, preparando o solo para o plantio de tomate. Também foram realizados serviços de recuperação de estradas vicinais no Sapezal, bem como na Estrada da Batalha, no 2° distrito, e adjacências. 

Ainda foi realizada a preparação do solo para plantio de mandioca na localidade do Feijão Queimado.

A Secretaria Municipal de Agricultura em uma parceria com o SENAR Rio e Sindicato Rural vem promovendo uma série de treinamentos para produtores rurais, oferecendo cursos como, alimentação de inverno para bovino de leite e corte; criação de bezerras e novilhas de leite; inseminação artificial para bovinos; tratorista agrícola (operação e manutenção); operação e manutenção de roçadeira; operação e manutenção de motosserra; e outros mais.

De acordo com Sérgio Zampiér, secretário Municipal de Agricultura, além das atividades rotineiras da Secretaria, o sistema de busca por parcerias, tem ajudado consideravelmente ao homem do campo.

“Nós apostamos em parcerias, buscando criar alternativas com baixo custo e que possam ser eficientes para os nossos produtores rurais. Além disso, disponibilizamos diariamente nossa estrutura, com maquinário, técnicos e profissionais que colaboram efetivamente com o homem do campo. O prefeito Alfredão sempre nos recomenda prioridade absoluta no atendimento aos produtores e nós seguimos essa determinação, todos os dias. Mesmo diante de todas as dificuldades, nós buscamos atender a todos que nos procuram de forma eficiente. É preciso valorizar o trabalhador do campo, que coloca o pão diário em nossa mesa”, finaliza Zampiér.



 Ascom

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Programa ‘Emprega Terê’ divulga 36 vagas de emprego no Sine Teresópolis

 




O Programa Emprega Terê divulga as oportunidades de emprego para os próximos dias. O SINE oferece 36 vagas de emprego até 30 de abril. Para ter acesso às vagas do Programa Emprega Terê, os candidatos devem cadastrar o seu currículo no portal www.teresopolis.rj.gov.br/portal-do-trabalhador.

Os candidatos deverão ter em mãos a sua identidade, CPF, número do PIS (se não houver o cadastro é gerado na hora) e a carteira de trabalho (se não houver é possível solicitar pelo Portal Emprega Terê). Serão cadastradas experiências anteriores, qualificação profissional e áreas de interesse.




A captação e divulgação das oportunidades de emprego são ações do Pra Cima Terê - Programa de Recuperação Econômica e Geração de Empregos de Teresópolis, liderado pelo Gabinete de Crise da Prefeitura junto às organizações empresariais da nossa cidade: Teresópolis Convention, ACIAT, CDL, Sincomércio, Firjan, Sindicato Rural e Conselho Municipal de Trabalho, Emprego e Renda.



COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Deputado quer redução de impostos para empresas que empregarem egressos do sistema penal

Projeto de lei que cria o “Selo Empresa Ressocializadora” está em tramitação na Alerj

Deputado Estadual Anderson Alexandre



Contribuir para a entrada no mercado de trabalho e assegurar fonte de renda às pessoas egressas do sistema carcerário ou que ainda estejam cumprindo pena em regime aberto. É o que espera o deputado estadual Anderson Alexandre (SDD) ao apresentar o projeto de lei 3728/2021. A proposta cria o “Selo Empresa Ressocializadora” para instituições que contratarem formalmente do total dos empregados, no mínimo, 20% de pessoas nas condições relatadas.

O projeto em tramitação na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) autoriza o Poder Executivo a conceder benefícios fiscais às empresas que se enquadrem na proposta, sendo de responsabilidade das secretarias de Administração Penitenciária e de Trabalho e Renda a atribuição do “Selo Empresa Ressocializadora”, como também renovação e a fiscalização do cumprimento da lei.

Segundo o deputado Anderson Alexandre, estudos mostram que a maioria das pessoas que retornam ao sistema carcerário é por motivo de falta de oportunidade no mercado de trabalho.

“Infelizmente existe discriminação em relação a essas pessoas, muitos têm medo de dar oportunidades, por isso o Estado precisa intervir para a ressocialização. O ingresso ao mercado de trabalho ajudará também na recuperação financeira do Estado, pois serão mais pessoas com poder aquisitivo, fazendo o mercado aquecer e, consequentemente, gerar mais empregos e o dinheiro circular mais”, justifica o deputado Anderson.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Terça Verde - Supermercados Fluminense





 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 26 de abril de 2021

Programa RJ Alimenta chegará ao Norte Fluminense

 




Com 1,39 milhão de refeições distribuídas desde agosto, nos polos do Rio de Janeiro e Nova Iguaçu, o programa RJ Alimenta, do Governo do Estado, foi ampliado na sexta-feira para Magé, na Baixada Fluminense, e vai chegar a Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, no dia 7 de maio. Uma das beneficiadas é Cláudia Guimarães, que precisou parar de trabalhar por causa da pandemia da Covid-19 e vem se alimentando com ajuda do projeto. Em tratamento contra um câncer, esta foi a maneira que encontrou de manter uma alimentação balanceada para reforçar o sistema imunológico.

- Sem esse projeto, nós não somos nada, estaríamos com fome uma hora dessas. Eu venho almoçar aqui todos os dias há mais de dois meses - agradece ela, que frequenta o polo do projeto na capital. Cerca de 4,5 mil pessoas que recebem, diariamente, alimentação no Rio e Nova Iguaçu.

O RJ Alimenta foi criado numa parceria entre a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos e a Fundação Leão XIII, como mais um instrumento para combater a fome durante a pandemia. O programa foi planejado para ir até fevereiro deste ano, mas, devido à nova onda da crise sanitária, funcionará, pelo menos, até agosto. As refeições (café, almoço e jantar) são servidas para pessoas em situação de rua, catadores de material reciclável, famílias em condições de pobreza e extrema pobreza e trabalhadores informais.

- A fome é a outra face cruel desta pandemia. A preocupação com os mais pobres me acompanha a vida toda, e vamos expandir este projeto - disse o governador em exercício, Cláudio Castro.

Com a expansão para Magé e Campos, o número total de refeições diárias vai passar a ser de 7,5 mil. Ao todo, a meta é atingir 2 milhões de pratos distribuídos até agosto.

- Tenho certeza de que outras parcerias serão realizadas em breve - aposta o secretário de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Bruno Dauaire.

Outra pessoa beneficiada é Roberto Rosa, que vive há 6 anos nas ruas da capital. Entre um bico e outro, conseguia se equilibrar e tocar a vida. A pandemia piorou tudo. Sem muitas opções de serviços diários, a fome se tornou um pesadelo.

- Se não fosse essa turma, a gente não teria o que comer, o que beber. Eles ajudam muita gente, não só os moradores em situação de rua, mas também as famílias dos casarões ocupados aqui pelo Centro do Rio - desabafa ele.

- Prover alimentação é um direito universal, é isso que o Governo do Estado está fazendo por meio do RJ Alimenta. O projeto é fundamental para o momento em que estamos vivendo, de aumento da fome e da pobreza - explica Luiza Trabuco, superintendente de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Desenvolvimento Social.


Vinicius Monteiro

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA