quinta-feira, 21 de junho de 2018

Ministério da Saúde alerta para risco de surto de dengue, zika e chikungunya em municípios brasileiros

Mais de 1,1 mil municípios apresentam alto índice de infestação. Ministério da Saúde publicou lista com locais de risco e mais 2 mil municípios em alerta

 
Apenas três capitais tiveram índice satisfatório na pesquisa
 de infestação pelo mosquito

Mais de 1,1 mil municípios brasileiros (22% do total) estão com alto índice de infestação pelo Aedes aegypti, vetor de dengue, zika e chikungunya. Isso significa que esses locais têm altas chances de enfrentar surtos dessas doenças e as ações de combate precisam ser intensificadas.
Os dados são do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa). Além das cidades em situação de risco, o levantamento identificou 2 mil municípios em alerta, com o índice de infestação predial (IIP) entre 1% a 3,9%. Outros 1,7 mil tiveram índices satisfatórios, inferiores a 1%. No total, 21 capitais realizaram o Levantamento Rápido de Índices por Aedes aegypti (LIRAa), duas capitais fizeram por armadilha e 4 não enviaram informações.

Publicidade


Apenas três capitais estão com índice satisfatório: São Paulo (SP), João Pessoa (PB) e Aracaju (SE). Duas capitais estão em risco: Cuiabá (MT) e Rio Branco (AC). Dezesseis capitais estão em alerta: Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE), Porto Velho (RO), Palmas (TO), Maceió (AL), Salvador (BA), Teresina (PI), Recife (PE), Brasília (DF), Vitória (ES), São Luís (MA), Belém (PA), Macapá (AP), Manaus (AM) e Goiânia (GO).
As capitais Boa Vista (RR), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e Campo Grande (MS) não enviaram informações. Os municípios de Natal (RN) e Porto Alegre (RS) realizaram levantamento por armadilha. Os dados foram coletados no período de janeiro a 15 de março.


COMPARTILHE

quarta-feira, 20 de junho de 2018

Ministério Público ajuíza Ação Civil Pública de improbidade administrativa contra prefeito de Itaperuna

Imagem: Internet


O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva – Núcleo Itaperuna, ajuizou nesta terça-feira (19/06), ação civil pública (ACP) por improbidade administrativa contra o prefeito de Itaperuna, Marcus Vinicius de Oliveira Pinto, e sua esposa Camila Andrade Pires, secretária de Assistência Social. São igualmente citados como réus Alex Gomes Quadra, secretário de Governo, Cléber Fernando de Oliveira Cruz, pregoeiro municipal, e os empresários Sávio Branco Souza e Shimeny Soares Ferreira, proprietários da S S Ferreira Locadora de Veículos ME. Todos são acusados de fraude no processo licitatório e superfaturamento de contratos de locação de veículos para a Secretaria de Assistência Social do município, localizado no Noroeste fluminense.

Na ACP, o MPRJ requer liminarmente a quebra de sigilo bancário e a indisponibilidade de bens dos citados, o afastamento cautelar dos secretários e do pregoeiro e o bloqueio da despesa orçamentária com o contrato de locação impugnado. Como pedido principal, requer-se multa de R$ 481.585,23 para cada um dos réus, além do ressarcimento ao erário de R$ 160.528,41 – valor que o superfaturamento custou aos cofres municipais, até maio de 2018. O Ministério Público fluminense pede ainda a perda da função pública dos citados, a suspensão de seus direitos políticos e a proibição de estabelecimento de contratos com o poder público.

A ação aponta que o aluguel dos três veículos pelo município – dois modelos Chevrolet Spin 1.8 e um Fiat Siena 1.4 – custa R$ 270 mil por ano, ou R$ 22.500 mensais, enquanto o preço de mercado da locação de automóveis similares é de R$ 4.663 por mês, segundo pesquisa em sites de locadoras conhecidas, uma delas com loja na cidade de Itaperuna. Apenas no tocante aos Chevrolet Spin, a ACP aponta que enquanto o município paga R$ 15.800 mensais à locadora S S Ferreira, esta gasta R$ 3 mil alugando exatamente os mesmos veículos de seus proprietários particulares Paulo Roberto de Souza e Everaldo Ramos Faria.

As investigações revelaram irregularidades que marcaram a execução do processo licitatório, como a utilização de duas empresas fantasmas que apresentaram orçamentos superfaturados, além do fato de que a empresa escolhida não exerce, nem nunca exerceu, atividade de locação de veículos no local por ela indicado – fato comprovado pela prática de sublocação de ambos os veículos Chevrolet em uso pela Secretaria de Assistência Social de Itaperuna. Além disso, foi constatado que a N S Paiva Locadora de Veículos, única empresa a participar da licitação que exerce atividade comercial relacionada ao objeto licitado, foi considerada inabilitada de forma irregular.

Alega o MPRJ que a inscrição de duas empresas inexistentes, seguida da retirada do único concorrente legal, impediu qualquer competição de preço, permitindo que os altos valores orçados e estimados pelos réus, em comum acordo, valessem no contrato administrativo nº 18/17, que terminou por ser celebrado em 7 de julho de 2017, com a geração de prejuízos ao erário municipal. 

  
Fonte:MPRJ

COMPARTILHE

Homem joga gasolina, acende isqueiro e coloca fogo em porteiro no RJ; Imagens fortes


Jovem de 23 anos ficou em chamas e teve 50% do corpo queimados, segundo os bombeiros. Caso aconteceu em condomínio de Teresópolis. O criminoso fugiu



Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que um homem joga gasolina e coloca fogo em um porteiro, de 23 anos, em Teresópolis, na Região Serrana do Rio. O vídeo mostra o jovem em chamas saíndo correndo da cabine, enquanto o agressor saia tranquilamente. O caso aconteceu na tarde desta terça-feira (19) e, de acordo com o Corpo de Bombeiros, o jovem teve 50% do corpo queimados.

O vídeo cedido pela Polícia Militar (PM) mostra o suspeito chegando próximo à cabine da portaria. Na imagem, é possível ver que ele fica parado por alguns segundos enquanto abre o galão de gasolina.

Neste momento, as imagens da câmera mostram que a vítima estava trabalhando. Um outro homem conversava pelo interfone, do lado de fora da cabine.

Em seguida, o homem entra no local, joga gasolina no rosto da vítima e usa um isqueiro para incendiar o porteiro.

Os bombeiros disseram que foram acionados às 16h09 e quando chegaram ao local encontraram a vítima em pé e lúcida na rua. Segundo os militares, o homem recebeu os primeiros socorros e foi encaminhado ao Hospital das Clínicas.

Publicidade

A Polícia Militar informou que procura o suspeito de cometer o crime e que já encontrou o carro usado por ele para ir ao condomínio.

"Quem tiver alguma informação para que possamos chegar até o suspeito pode entrar em contato pelo número (21) 2742-7755", disse o comandante da PM, Marcos Santos.

O caso foi registrado na 110ª Delegacia de Polícia, em Teresópolis. 



G1

COMPARTILHE

PM vai reforçar segurança na Rua Teresa, em Petrópolis, depois de costureira ser estuprada no Polo de Moda


Arte encaminhou ofícios para a Prefeitura e Polícia Militar pedindo reforço. Segundo associação, 95% dos funcionários da rua são mulheres. O polo emprega 2 mil pessoas



Polícia Militar (PM) vai reforçar a segurança na Rua Teresa, em Petrópolis, na Região Serrana do Rio, após uma costureira de 22 anos ter sido estuprada na manhã de segunda-feira (18)quando seguia para o trabalho.

O comandante da PM, Oderlei de Souza, disse que haverá aumento do policiamento no local onde o crime aconteceu, na Rua Teresa e nas imediações.

A Associação da Rua Teresa (Arte) afirmou que encaminhou nesta terça-feira (19) ofícios para a Prefeitura e Polícia Militar (PM) pedindo reforço na segurança.
Segundo a associação, o polo emprega 2 mil pessoas e 95% dos funcionários da rua são mulheres.

Para a presidente da Arte, Claudia Pires, o crime que aconteceu em um acesso próximo à escadaria, que liga a Rua Teresa ao Centro da cidade, deixou lojistas e empregadas com medo.
"Eu sempre passo por ali e tem horários com menos movimento. Já tinha medo antes e esse fato me deixou ainda mais apreensiva", afirmou Claudia. Nesta terça, ela contou que esperou um grupo de alunos que estava saindo de uma escola que fica na localidade para não subir a escadaria sozinha.

Publicidade

Casos de estupro


Dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) mostram que o número de casos de estupro em Petrópolis aumentou nos últimos três anos. De janeiro a maio deste ano foram registrados 58 casos. No mesmo período de 2017, foram 47 e, em 2016, foram 26.

No mês passado, uma mulher grávida de sete meses foi agredida com pedradas no rosto após tentativa de estupro em ArarasO suspeito era vizinho da vítima e foi preso pela Polícia Civil na quinta-feira (14).



G1

COMPARTILHE

Aniversário de Natividade será comemorado com programação de shows


Apresentações serão realizadas na Avenida Amaral Peixoto até domingo (24)




A cidade de Natividade, no Noroeste Fluminense, vai completar 71 anos de emancipação político-administrativa nesta quarta-feira (20).

Para comemorar o aniversário, foi montada uma programação de shows que vai até o domingo (24), na Avenida Amaral Peixoto.

Programação:
Quarta-feira (20) - Banda Álibi e Chapas do Brasil
Quinta-feira (21) - Nelson Príncipe Negro
Sexta-feira (22) - Bárbara Luquetti
Sábado (23) - Júnior & Gustavo
Domingo (24) - Batuque de 2 e Hellen Cristina


G1

COMPARTILHE

terça-feira, 19 de junho de 2018

Tremor provoca evacuação em prédio na Av. Rio Branco: 'Foi muito forte'

Pessoas que trabalham no edifício saíram às pressas
 
Pessoas que trabalham no prédio tiveram que descer  às pressas
Thiago Carvalho/ArquivoPessoal


Um tremor levou à evacuação do prédio de número 110 na Avenida Rio Branco, no Centro da Cidade, na tarde desta terça-feira (19). Vídeos que circulam na internet mostram pessoas aglomeradas e assustadas em frente ao prédio, e carros do Corpo de Bombeiros chegando ao local.

Publicidade

Uma vistoria foi feita no edifício para verificar se houve abalo na estrutura. As causas do tremor são investigadas.
Dalilo Martins, que trabalha no prédio, disse que muitas pessoas desceram chorando com medo.
"Tremeu muito forte mesmo. Trabalho no 9° andar e senti. Logo depois, teve um aviso sonoro no prédio pedindo pra gente descer e o prédio foi esvaziado", contou Dalilo.

G1

COMPARTILHE

Após ser detonado, Silvio Santos toma atitude comovente e abre as portas do SBT para Gaby Amarantos



Silvio Santos surpreendeu a todos com a sua decisão sobre as futuras idas da cantora Gaby Amarantos ao SBT. Isso porque a artista estaria “ameaçada” no canal depois de ter detonado o dono da emissora em seu perfil no Twitter.

Depois de Silvio chamar a cantora Preta Gil de gorda em uma recente gravação, Gaby tomou as dores e criticou o fato das pessoas admirarem o apresentador. Muita gente chegou a sugerir que o empresário entrasse com um processo.

No entanto, de acordo com o colunista Ricardo Feltrin, Silvio não se preocupou com as críticas e acusações de “ridicularizar minorias como negros, trans e gordos”. “Quem me conhece sabe que eu brinco, mas não ridicularizo ninguém”, declarou.

Publicidade


Em seguida, ele deixou as portas da emissora abertas e não permitiu que o seu nome fosse vetado no SBT. “Podem convidar à vontade”, avisou ele aos diretores. Nas redes sociais, muitos haviam dito que convites deveriam ser negados a ela.

O comentário foi o seguinte: “Sério que vocês acham Silvio Santos ídolo? O cara fez a gente crescer vendo-o ridicularizar negros, mulheres, gays, plus e ganhar mídia com isso. Cês tão mal de ícone, viu?”. Silvio, por sua vez, mostrou que não guarda mágoas.

Sua atitude vem sendo bastante elogiada por todos nos bastidores. Vamos aguardar para ver se Gaby vai querer ou não voltar a aparecer por lá.


COMPARTILHE

Compartilhe