quarta-feira, 22 de maio de 2019

Conta de luz vai subir com alta de até 50% no valor das bandeiras tarifárias




A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da
energia em função das condições de geração de eletricidade

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aumentou o valor das bandeiras tarifárias através de uma nova resolução. A medida vai elevar o preço das contas de luz em todo o país. O aumento chega a 50%. A bandeira amarela passou de R$ 1,00 para R$ 1,50 a cada 100 Kwh consumidos — um avanço de 50%. A bandeira vermelha no patamar 1 subiu de R$ 3 para R$ 4 — aumento de 33,3%. A bandeira vermelha no patamar 2 teve alta de 20%: de R$ 5 para R$ 6. As mudanças começam a valer a partir do dia 1º de junho.
A Aneel explicou que o aumento ocorreu porque houve uma atualização da metodologia do cálculo do chamado risco hidrológico. Com isso, o consumidor passará a pagar parte dos custos quando a energia estiver mais cara devido à falta de chuvas. "O efeito a ser percebido pelos consumidores retratará com maior precisão a produção da energia hidrelétrica e a conjuntura energética do sistema. A alteração foi especialmente motivada pelo déficit hídrico do ano passado, que reposicionou a escala de valores das bandeiras", disse a Aneel em nota.


A agência lembrou que o tema passou por audiência pública que recebeu 56 contribuições das quais 36% foram acatadas integralmente e 2% parcialmente. O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 pela Aneel como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia gerada por meio de usinas térmicas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração de eletricidade.
Confira abaixo algumas dicas de como economizar:

Chuveiro elétrico
Tome banhos mais curtos, de no máximo cinco minutos.
Se não consegue tomar banho frio, selecione a temperatura morna no chuveiro.
Verifique as potências de seu chuveiro e calcule seu consumo. Os sites das distribuidoras de energia têm simuladores de consumo de cada item da casa.
Ar-condicionado
Não deixe portas e janelas abertas em ambientes com ar-condicionado e mantenha os filtros do aparelho limpos.
Diminua ao máximo o tempo de utilização do ar-condicionado.
Coloque cortinas nas janelas que recebem sol diretamente.
Geladeira
Deixe a porta da geladeira aberta somente pelo tempo que for necessário.
Regule a temperatura interna de acordo com o manual de instruções
Nunca coloque alimentos quentes dentro da geladeira. Isso eleva o consumo.
Deixe espaço para ventilação na parte de trás da geladeira e não a utilize para secar panos.
Não forre as prateleiras da geladeira. Isso dificulta a refrigeração.
Descongele a geladeira e verifique regularmente se as borrachas da porta ainda vedam bem.


Iluminação
Utilize iluminação natural ou lâmpadas econômicas (como as de LED) e apague a luz ao sair de um cômodo da casa.
Pinte o ambiente com cores claras, que refletem melhor a luz.
Ferro de passar roupas
Junte roupas para passar de uma só vez.
Separe as roupas por tipo e comece o processo por aquelas que exigem menor temperatura.
Nunca deixe o ferro ligado enquanto faz outra atividade.
Aparelhos em stand-by
Retire os aparelhos da tomada quando possível ou durante longas ausências.

Extra


COMPARTILHE

terça-feira, 21 de maio de 2019

Ministério da Saúde prepara campanha de vacinação contra sarampo



O Ministério da Saúde está preparando uma campanha de vacinação contra o sarampo, que deverá ser iniciada em todo o país no dia 10 de junho. A informação foi confirmada pelo próprio ministério.
Neste ano, o ministério já confirmou 83 casos de sarampo no país, sendo 43 deles no Pará, 27 em São Paulo, quatro no Amazonas, três em Santa Catarina, três em Minas Gerais, dois no Rio de Janeiro e um em Roraima. Deste total, 27 são autóctones e todos eles de residentes no Pará. Os demais casos foram importados de outro país ou ainda não foi possível identificar a fonte de infecção. De janeiro a maio do ano passado, o ministério havia notificado 117 casos de sarampo no país, com dois óbitos.
Dos casos importados, 19 deles ocorreram em um surto da doença dentro de um navio de cruzeiro em Santos, no litoral paulista. O mesmo navio também provocou três casos de sarampo em Santa Catarina e um caso no Rio de Janeiro.

Publicidade

O sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa, viral e contagiosa, transmitida pela fala, tosse e espirro. Os sintomas da doença são febre alta [acima de 38,5º C], tosse, coriza, conjuntivite e manchas avermelhadas na pele e brancas na mucosa bucal. A vacinação é a única maneira de prevenir a doença. A vacina que protege contra a doença é a tríplice viral, que também protege contra caxumba e rubéola.
As complicações mais comuns do sarampo são infecções respiratórias, otites, doenças diarreicas e doenças neurológicas. As complicações do sarampo podem deixar sequelas, tais como a diminuição da capacidade mental, a cegueira, a surdez e o retardo do crescimento. O agravamento da doença pode levar à morte de crianças e adultos.
Em 2016, o Brasil recebeu da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), o certificado de eliminação da circulação do vírus do sarampo. Em março deste ano, no entanto, o Ministério da Saúde confirmou à Opas um caso de sarampo endêmico ocorrido no Pará, no mês de fevereiro. Com isso, o Brasil perderá a certificação de país livre da doença e precisará iniciar um plano para retomar o título dentro de 12 meses.
Segundo o ministério, o governo federal estabeleceu a cobertura vacinal como meta prioritária da gestão de saúde no país. Nessa agenda de prioridades, o ministério lançou, em abril, o Movimento Vacina Brasil, buscando reverter o quadro de queda das coberturas vacinais no país dos últimos anos.


COMPARTILHE

Caixa começa a chamar candidatos aprovados no concurso de 2014



Os candidatos aprovados no concurso da Caixa realizado em 2014 começam a ser chamados a partir do dia 3 de junho deste ano. De acordo com o banco, a convocação será feita conforme a necessidade e estratégia da instituição financeira.
O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que as contratações têm por objetivo o fortalecimento da rede de agências, valorizando o atendimento aos clientes.
“É importante focar em colocar as pessoas na rede, que é o principal contato da Caixa com os mais de 93 milhões de clientes que temos”.
PDV
Nessa segunda-feira (20), o banco colocou em execução o Programa de Desligamento de Empregado. O prazo para adesão dos funcionários interessados é até 7 de junho.
Publicidade



COMPARTILHE

Governo lança projeto em defesa das mulheres


O atendimento no Noroeste fluminense começa nesta terça (21/05)


O governador Wilson Witzel participou, nesta segunda-feira (20/05), do lançamento do programa UMA por Todas, que atenderá mulheres vítimas de violência em unidades móveis que percorrerão o estado. O projeto conta com dois ônibus equipados, doados pelo governo federal, que circularão de forma simultânea pelos municípios. Nesta primeira etapa serão contemplados seis cidades do Noroeste fluminense: Itaperuna; Natividade; Bom Jesus de Itabapoana; Santo Antônio de Pádua, Miracema e São José de Ubá.

- Hoje é um dia muito especial, um dia em que nós estamos começando um grande programa para combater a violência contra a mulher. Daremos todo suporte de atendimento a essas mulheres para que elas possam se sentir acolhidas. Vamos reduzir a violência contra mulher – comemorou o governador Wilson Witzel.

As unidades móveis recuperadas pela atual gestão funcionarão como uma base itinerante de enfrentamento à violência contra as mulheres. Estarão disponíveis serviços de acolhimento, acesso a direitos, assistência psicossocial e jurídica, palestras, campanhas preventivas, informações sobre as leis Maria da Penha e do Feminicídio e recebimento de denúncias. Além disso, estão programadas reuniões com representantes das prefeituras para tratar da importância da implantação de serviços locais especializados no atendimento de emergência à mulher e na prevenção da violência contra elas. 

- É fundamental engajar, motivar e alertar sobre a necessidade de os municípios desenvolverem uma rede de proteção às mulheres, com oferta de serviços que incluam desde a isenção de taxa e segunda via de documentos e certidões, passando pela assistência jurídica e psicológica, até o recebimento de denúncias - destacou a secretária de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro, Fabiana Bentes. 

Publicidade


O projeto UMA por Todas também realizará palestras sobre saúde da mulher, oferecerá isenção de taxa e segunda via de documentos e certidões, por meio do Centro Comunitário de Defesa da Cidadania (CCDC), e oficinas nutricionais, por meio da Superintendência de Segurança Alimentar e Nutricional. Em parceria com a AgeRio – Agência Estadual de Fomento, da Secretaria Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda, as mulheres receberão ainda orientação sobre obtenção de microcrédito para pequenos empreendimentos.

- Esse microcrédito é fundamental para dar independência às mulheres, para empoderá-las e dar uma qualidade de vida melhor a elas. É um valor de R$ 3 mil até R$ 15 mil. Todos os projetos vão ser avaliados para que esse microcrédito seja concedido na região Noroeste do estado – afirmou Witzel.

Após o lançamento do projeto, no Palácio Guanabara, a secretária Fabiana Bentes, seguiu acompanhando a caravana, que fará a primeira parada em Santo Antônio Pádua nesta segunda-feira, onde se reunirá com lideranças locais. O atendimento no Noroeste fluminense começa amanhã (21/05).





COMPARTILHE

segunda-feira, 20 de maio de 2019

TCE emite parecer prévio contrário à aprovação das contas de Italva



O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) emitiu, na última quarta-feira (15/05), parecer prévio contrário à aprovação das contas de 2017 da cidade de Italva. O processo será enviado para a câmara municipal local, onde as contas serão votadas pelos vereadores.

Segundo o TCE, a irregularidade encontrada foi a seguinte: "remanejamento de recursos orçamentários, no total de R$ 2.511.600,00, para categorias de programação distintas, em desrespeito ao art. 6° da Lei Orçamentária Anual municipal (Lei 1.122/2016), e, portanto, sem autorização legislativa". Além dela, foram registradas 11 impropriedades no voto, aprovado por unanimidade, como o não cumprimento integral das obrigatoriedades estabelecidas na legislação relativa aos portais da transparência e acesso à informação pública e a falta de Certificado de Regularidade Previdenciária, além de questões contábeis.

A prefeita Margareth de Souza Rodrigues Soares, no entanto, realizou os investimentos obrigatórios em Educação e Saúde, onde aplicou, respectivamente 28,97% e 22,92% do total da receita resultante de transferências e impostos próprios - os mínimos são de 25% e 15%. A gestora também respeitou o teto de gastos com pessoal, utilizando 48,30% se sua Receita Corrente Líquida (RCL) para este fim, enquanto que o máximo autorizado pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) é de 54%.



TCERJ

COMPARTILHE

Escolas Municipais de Itaperuna recebem novas mesas e cadeiras para os alunos

Novas cadeiras e mesas para dar mais conforto durante as aulas



Os alunos das Escolas da Rede municipal de Itaperuna já podem comemorar. As unidades estão recebendo neste mês, novas cadeiras e mesas para dar mais conforto durante as aulas. 



De acordo com a secretária de Educação, Tereza Cristina do Carmo, esta é uma grande conquista. "Nossas escolas estavam precisando de novos mobiliários. Assim que viu a nossa realidade, o prefeito Rogerinho nos atendeu imediatamente. Mesmo diante das dificuldades ele está nos ajudando com a chegada da mobília nas escolas", disse a secretária.

"Através de um convênio recebemos estes móveis escolares que estarão recompondo nossas escolas, dando uma melhor infraestrura para nossos alunos", disse o prefeito.


COMPARTILHE

sábado, 18 de maio de 2019

Pelo Brasileiro, Fluminense goleia o Cruzeiro por 4 a 1


Com gols de Nino, Luciano e dois de João Pedro, Tricolor soma mais 3 pontos na competição


O Fluminense venceu o Cruzeiro com propriedade na noite deste sábado (18), no Maracanã, pela 5ª rodada do Campeonato Brasileiro. Em um jogo de muita marcação, o Tricolor soube encontrar os espaços e aproveitou as boas oportunidades, vencendo a partida por 4 a 1, com gols de Nino, Luciano e dois de João Pedro. Com a vitória, o time do técnico Fernando Diniz soma 6 pontos na competição e sobe para a 8ª posição na tabela de classificação. O próximo compromisso do Flu é pela Copa Sul-Americana, às 21h30 de quinta-feira (23), diante do Atlético Nacional (COL), no jogo de ida da segunda fase da disputa.

PRIMEIRO TEMPO

Boa chegada do Flu logo aos 4 minutos, Caio Henrique deixou Yony González na cara do gol, ele chutou, mas foi interceptado pelo zagueiro. Na sequência, Gilberto lançou a bola longa, Matheus Ferraz tocou de cabeça e o goleiro colocou para escanteio. Jogada ensaiada aos 17 minutos, Caio Henrique passou para Léo Artur, que chutou forte, mas a defesa cortou. Allan cobrou falta frontal aos 31 minutos, a bola explodiu na barreira, na sobra, Allan tentou o chute, mas a zaga afastou. No lance seguinte, Yony escorou para Daniel chutar e o goleiro defendeu. Caio Henrique cobrou o escanteio aos 38, Nino subiu mais que a marcação e cabeceou para o gol, mas Rafael ficou com a bola. No último lance da primeira etapa, em cobrança de escanteio, o Flu abriu o placar com Nino, de cabeça: 1 a 0 aos 44 minutos.

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo começou eletrizante e antes do primeiro minuto, Luciano ampliou o placar para o Flu, em bela jogada coletiva do Tricolor. Aos 3 minutos, o Cruzeiro descontou com Robinho, após jogada de contra-ataque. Léo Artur arriscou o chute de fora da área aos 12, mas o goleiro defendeu. Bom lance de Gilberto aos 17 minutos, quando tocou de cabeça procurando Yony na pequena área, mas o adversário tirou. Aos 18, Matheus Ferraz soltou uma bomba de fora da área e quase marcou o terceiro do Tricolor. Bom chute de Yony González aos 33 minutos, após passe de Luciano, o atacante arriscou e a bola passou ao lado da meta adversária. O Flu chegou ao terceiro gol com João Pedro, após passe certeiro de Marcos Paulo aos 35 e chute mortal para os fundos das redes. Nos acréscimos, João Pedro girou bonito e chutou forte, dando números finais à partida: 4 a 1.



COMPARTILHE

Compartilhe