terça-feira, 31 de outubro de 2017

Publicidade: Drogaria Mix


Venha conferir as ofertas na drogaria Mix!




COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Concessionária Ecoponte iniciará construção da Alça de Ligação da Ponte com a Linha Vermelha


A concessionária Ecoponte realizará a maior obra da Ponte Rio-Niterói desde sua inauguração, há quase 45 anos. A Alça de Ligação da Ponte com a Linha Vermelha sairá da Reta do Cais, na altura do pórtico 3, e seguirá a partir do Arsenal de Guerra do Exército com conexão à Linha Vermelha na altura do Parque Alegria. O trecho terá 2,5 km de extensão em trecho elevado, duas faixas de rolamento, e deverá gerar cerca de 1,5 mil empregos diretos.
Inicialmente, conforme previsto no edital de concessão da Ponte, o traçado da Alça passava pelo Cemitério do Caju (São Francisco Xavier), e previa a remoção de diversos túmulos, e desapropriação de 300 imóveis. A concessionária realizou novos estudos, promoveu ajustes e desenvolveu novo traçado, já autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O novo traçado, desenvolvido em parceria com a Prefeitura do Rio, Governo do Estado do Rio e ANTT, provocará impacto social mínimo, pois reduzirá substancialmente o número de desapropriações de imóveis particulares e não passará mais pelo Cemitério.
As obras deverão começar em janeiro de 2018. A concessionária está em tratativas avançadas com a Prefeitura do Rio para emissão das licenças necessárias para instalação do canteiro de obras. A Prefeitura do Rio criou um grupo de trabalho para discutir as intervenções na Zona Portuária e um comitê exclusivo para tratar da Alça de Ligação com a Linha Vermelha.
Além de oferecer uma ligação direta da Ponte para a Linha Vermelha, a Alça deverá melhorar a saída da Ponte para Avenida Brasil e entorno: cerca de 20% do fluxo da Ponte em direção ao Rio acessa a Linha Vermelha pela Brasil, o que corresponde a 15 mil veículos por dia.
Obras da Avenida Portuária também começarão
Ao iniciar a construção da Alça, a Ecoponte começará também a construir a Avenida Portuária, via exclusiva para veículos de carga que seguem pela Avenida Brasil em direção ao Cais do Porto. Com 3,2 km de extensão, a Portuária terá 2,5 km de trecho compartilhado com a Alça e sairá de Manguinhos e se estende até o portão 32 do Cais do Porto. A via terá duas faixas de rolamento, sendo uma para cada sentido, e estimativa de tráfego de 2,6 mil veículos de carga por dia. Os investimentos para a construção da Alça da Linha Vermelha e da Avenida Portuária serão de cerca de R$ 450 milhões e as obras deverão ser realizadas até maio de 2020.
Os trechos elevados terão gabarito mínimo de 5,5 metros de altura, e cada faixa de rolamento terá 3,5 metros de largura. Os novos trechos serão incorporados à Ponte Rio-Niterói e ficarão sob responsabilidade da Ecoponte, que estenderá todos os seus serviços a ambos (monitoramento por câmera, atendimentos médico e mecânico, manutenção, etc).


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Escolas estaduais abrem pré-matrículas para 2018

Inscrições devem ser feitas a partir desta terça-feira (31/10)


A Secretaria de Educação abre, nesta terça-feira (31/10), o período de pré-matrículas para alunos que pretendem estudar em escolas públicas estaduais no ano letivo de 2018. O estudante deve se inscrever por meio do link na página da secretaria no Facebook (www.facebook.com/SeeducRJ) ou pelo site Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br), até o dia 4 de dezembro, e escolher a unidade de ensino de sua preferência. 

Na página de inscrição, o aluno encontrará informações sobre como se inscrever; escolas com vagas disponíveis; idade para cada série ofertada; como e quando confirmar a matrícula na escola. O sistema informatizado é uma maneira democrática e prática para que estudantes de outras redes de ensino - municipal ou privada, por exemplo - tenham oportunidade de estudar em uma escola pública estadual.

No momento da inscrição, o interessado poderá escolher unidades de Ensino Médio Regular ou escolas que funcionam em tempo integral e ofertam Ensino Médio Integrado à Educação Profissional, em que o estudante também faz um curso técnico; Ensino Médio Intercultural, que promove a proficiência de uma Língua Estrangeira; Ensino Médio Inovador, com propostas curriculares inovadoras nas escolas; Ensino Médio Profissionalizante em Empreendedorismo, além de unidades que têm Curso Normal (Formação de Professores) e Educação de Jovens e Adultos (EJA).

– É fundamental que os alunos e seus responsáveis analisem e pesquisem com atenção as escolas com vagas abertas, pois essa escolha será muito importante. São mais de 1,2 mil unidades de ensino que estarão com oportunidades disponíveis nos próximos dias – disse o secretário de Educação, Wagner Victer.

Na 1ª fase de pré-matrículas para o ano letivo de 2017, foram feitas mais de 240 mil inscrições. O número foi superior ao de 2016, quando 220.498 candidatos optaram por ingressar em escolas públicas estaduais do Rio de Janeiro.

A lista com os nomes dos alocados será divulgada no dia 22 de dezembro, no site Matrícula Fácil. Após a publicação da listagem, os interessados terão de 3 a 8 de janeiro de 2018 para confirmar a matrícula na unidade em que foram selecionados.
 

Renovação


O aluno da Secretaria de Educação deve ficar atento ao período de renovação de matrículas. O prazo começa nesta segunda-feira (30/10), e segue até 22 de novembro. O responsável - ou o próprio estudante, maior de 18 anos - deverá dirigir-se à unidade de ensino onde estuda para garantir a vaga no ano letivo de 2018.


SERVIÇO


PRÉ-MATRÍCULA


Período de pré-matrículas online: de 31 de outubro a 4 de dezembro

Resultado da alocação: 22 de dezembro 

Confirmação da pré-matrícula: de 3 a 8 de janeiro de 2018 (na unidade em que o aluno foi selecionado)
 

RENOVAÇÃO DE MATRÍCULA

Período de renovação: de 30 de outubro a 22 de novembro.



A renovação deve ser feita diretamente na escola onde o aluno estuda.
 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Desemprego no País cai pelo 9º mês seguido e atinge menor nível do ano

No caso da população ocupada, houve um crescimento de 1,2%. Na prática, isso significa que mais de 1,1 milhão de pessoas foram reposicionadas no mercado de trabalho e voltaram a ter renda

Na sequência da melhora no mercado de trabalho e da recuperação da economia, o desemprego recuou pelo 9º mês seguido. No trimestre encerrado em setembro, a taxa de desocupação caiu de 13% para 12,4%, se comparado com o semestre imediatamente anterior. Isso significa que cerca de 524 mil pessoas deixaram a situação de desocupação.
Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), e foram divulgados nesta terça-feira (31).
No caso da população ocupada, houve um crescimento de 1,2% em relação ao trimestre anterior. Na prática, isso significa que mais de 1,1 milhão de pessoas foram reposicionadas no mercado de trabalho e voltaram a ter renda.
De acordo com o levantamento, o número de empregados com carteira de trabalho ficou estável em 33,3 milhões de pessoas, enquanto o número de trabalhadores por conta própria cresceu 1,8% na comparação com o trimestre anterior (+402 mil pessoas).
O resultado do trimestre ocorre ao mesmo tempo em que o mercado de trabalho reage diante do crescimento da economia. De janeiro a setembro, por exemplo, foram criadas 208,8 mil vagas formais de emprego no País, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Motoristas multados podem consultar dados de agentes de trânsito pela internet

Medida pretende garantir aos cidadãos acesso às informações necessárias para preparar defesa em processos administrativos e judiciais

Para aperfeiçoar a transparência das autuações de trânsito, os motoristas que forem multados por agentes de trânsito poderão consultar o nome do profissional pela internet. A medida foi implementada pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).
Os órgãos de cada estado devem oferecer uma busca em suas páginas com os dados dos responsáveis pela autuação. A ação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira (30). Com essas informações, os motoristas podem dispor dos dados necessários para preparar sua defesa nessas situações.
Segundo o diretor do Denatran, Elmer Vicenzi, “o intuito é ter mais transparência no processo e a garantia de ampla defesa, ou seja, no âmbito do Auto de Infração de Trânsito, isso possibilitará ao infrator ter acesso a todos os meios necessários à sua defesa”, explicou.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Outubro Rosa: 4ª Caminhada contra o Câncer de Mama do Hospital São José coloriu a manhã de domingo em Teresópolis


Contando com o apoio da Prefeitura, através das secretarias de Esporte e de Segurança Pública/Guarda Civil Municipal, e também da Polícia Militar, a 4ª Caminhada Contra o Câncer de Mama realizada neste domingo, dia 29, pelo Hospital São José (HSJ), tomou as ruas da Várzea.

Com concentração e chegada no Ginásio Pedro Jahara, o Pedrão, onde os participantes foram recebidos pelo secretário de Esporte, Luiz Otávio Oliveira, e equipe, a atividade marcou o movimento Outubro Rosa, que tem como principal objetivo alertar as mulheres sobre a importância de prevenir a doença.

Durante todo o percurso pelas avenidas Lúcio Meira e Feliciano Sodré, a caminhada foi acompanhada pelo Trio Sakulejo, do músico Wenderson Rosa, com os convidados Hugo Rocha e Marquinho Barbosa, entre outros.  Participação também da AMMA - Associação da Mulher Mastectomizada – de Nova Friburgo e do Ministério da Mulher, da Igreja de Deus em Barra do Imbuí.




COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 26 de outubro de 2017

Comandante do 3º Batalhão, no Méier, morre após ser baleado


O comandante do 3º Batalhão da Polícia Militar, no Méier, coronel Luiz Gustavo Lima Teixeira, morreu após ser baleado por criminosos. Ele foi levado para o Hospital Salgado Filho, onde passou por uma cirurgia, mas não resistiu.

O comandante do 3° BPM foi o 111° policial militar morto neste ano. Pouco depois, outro PM, identificado como Djalma Veríssimo Pequeno, foi assassinado em Guadalupe, também na Zona Norte.

Segundo a polícia, o carro descaracterizado em que estavam coronel e motorista bateu de frente com bandidos que desembarcaram para iniciar um arrastão, dando início à troca de tiros. O veículo do policial foi atingido por 17 tiros na Rua Hermengarda, na altura do Lins de Vasconcelos. O coronel foi baleado no tórax e morreu.

O cabo que conduzia o veículo foi atingido na perna, atendido no Hospital Salgado Filho e transferido para o Hospital Central da PM. Segunda polícia, ele não correr risco de vida.
Policiais da Delegacia de Homicídio estiveram no hospiltal e levaram as fardas dos dois policiais para a perícia.

O coronel tinha 48 anos, estava havia 26 na PM e à frente do 3° Batalhão do Méier há quase dois anos. Ele deixa esposa e dois filhos.


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 25 de outubro de 2017

Taxa extra na conta de luz vai subir mais de 40% em novembro

Aneel reajustou a taxa maior, a bandeira vermelha 2, que passará de R$ 3,50 para R$ 5 a cada 100 quilowatts consumidos


A Agência Nacional de Energia Elétrica propôs, nesta terça-feira (24), mudanças nas taxas extras cobradas na conta de luz. Por causa da crise nos reservatórios, a bandeira de nível mais elevado deve ficar 43% mais cara.
A conta não está fechando. A Agência Nacional de Energia Elétrica diz que o dinheiro arrecadado com a bandeira tarifária, a taxa extra cobrada na conta de luz, não cobre mais o custo alto.
As bandeiras funcionam como um sinal de preço: quanto mais cara a geração de energia maior o valor da bandeira. E é justamente a taxa maior, a bandeira vermelha 2, que vai ficar mais cara já em novembro: passará de R$ 3,50 para R$ 5 a cada 100 quilowatts consumidos: um aumento de mais de 40%.
Já a bandeira vermelha 1 segue com o mesmo valor; a amarela cai de R$ 2 para R$ 1. E a verde continua em zero.
Apesar de a bandeira vermelha 1 não ter subido e a amarela ter diminuído, isso não significa conta mais barata. É que o governo mudou o jeito de calcular o chamado gatilho, o momento de acionar as bandeiras. Hoje ele leva em conta a expectativa de chuva, mas a partir de novembro, vai considerar também o nível dos reservatórios. Isso quer dizer que a taxa extra provocada pelas bandeiras amarela e vermelha pode aparecer mais vezes na conta de luz, um adicional que atingirá o bolso do consumidor com mais frequência.
“O sistema tem operado de maneira estressada, com pouca água nos reservatórios, e requerendo outras fontes de geração. Então, tipicamente térmicas, e agora mais recentemente a Aneel autorizou também a importação de energia da Argentina e do Uruguai, exatamente para tentar aliviar um pouco esse estresse pelo qual o sistema está passando”, explicou o diretor da Electra Energy, Fernando Umbria.
A agência diz que a situação dos reservatórios é crítica e há falta de chuva, o que eleva os gastos. No Sudeste e Centro-Oeste, nas usinas responsáveis pela maior parte do abastecimento do país, o nível está em 18,77%, praticamente o pior da série histórica, que foi em outubro de 2014, 18,74%. E é menor que na época do racionamento em outubro de 2001, quando o nível estava em 21%. E a previsão é piorar: em novembro, o nível desses reservatórios deve chegar a 15%. Em 2001, no mesmo mês, estava em 23,19%.
No Nordeste, o nível dos reservatórios é menos de 7%. Reservatórios baixos levam ao acionamento das termelétricas, que produzem energia mais cara. A energia gerada em hidrelétricas no Norte custa em torno de R$ 200 o megawatt/hora. Nas térmicas a óleo diesel, R$ 1,2 mil o megawatt/hora: seis vezes mais.
A Agência Nacional de Energia Elétrica diz que não há risco de racionamento. “Risco de abastecimento não tem, mas cada vez mais temos que acionar recursos termelétricos que custa muito caro”, disse o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino.


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Varre-Sai na Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica


Foi iniciada no último sábado (21/10) a Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica em Varre-Sai. A Secretaria Municipal de Saúde de Varre-Sai está realizando a Campanha em duas etapas. A primeira aconteceu no sábado na área urbana do município, na quadra da Mangueira, das 8 às 16 horas, quando foram vacinados 460 animais. Mas a estimativa é que com a Campanha sejam imunizados 1.500 animais, entre cães e gatos no município.

A segunda etapa será realizada na área rural de Varre-Sai, a partir do dia 06 de novembro, nas escolas municipais e associações rurais.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a vacina antirrábica ganhou um novo fôlego após dois anos de falhas pela baixa adesão, devido alguns problemas apresentados na composição da vacina, distribuída pelo Ministério da Saúde.

A Coordenação de Vigilância Sanitária e Ambiental de Varre-Sai, organizou com as equipes uma campanha capaz de atender toda a população que possui cães e gatos, com o objetivo de imunizar pelo menos 90% dos animais do município.

“A gente tem que estar sempre tentando prevenir contra a raiva que é uma zoonose que não possui cura e é fatal. Vacinando os animais, a gente faz um bloqueio evitando que a doença chegue ao ser humano”, lembrou o coordenador de Vigilância Sanitária e Ambiental de Varre-Sai, Rafael Fabbri.

O prefeito de Varre-Sai, Silvestre José Gorini, esteve acompanhando a vacinação.
“A adesão dos proprietários de animais foi muito boa, entenderam a necessidade de vacinar para evitar a raiva que não tem cura”, afirmou o prefeito.

A vacina antirrábica ficará disponível na Secretaria de Saúde e quem não imunizou seu animal no sábado pode levá-lo à Secretaria de Saúde, das 8 às 16 horas para receber a vacina.


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

FIRJAN promove encontro entre empresários de Itaperuna e empresa Ceg Rio


A Representação Regional FIRJAN/CIRJ no Noroeste Fluminense recebeu, na última segunda-feira, uma equipe da Ceg Rio, empresa do grupo Gas Natural Fenosa, que é responsável pela implantação do novo sistema de fornecimento de gás natural na cidade de Itaperuna.

Priscila de Castro e Samir Lessa, representantes da empresa, informaram aos empresários que a rede estruturante já está sendo construída a uma profundidade de 1 metro e meio da superfície. Serão cerca de 9 Km de tubulações. A ideia é, inicialmente, abastecer o centro da cidade e depois ampliar a distribuição para outras regiões do município, inclusive o bairro Niterói, onde hoje estão instaladas empresas que produzem charque.  Segundo Priscila Castro, a previsão é que até o fim do ano parte do abastecimento já esteja em operação.

Itaperuna vai contar ainda com uma estação de descompressão, que também já está sendo construída. Essa estação será responsável pela distribuição do gás que chegará à cidade por caminhões. “Além de mais segurança, o gás natural pode proporcionar às empresas uma economia de até 40% no consumo de gás”, informou Priscila Castro.

Itaperuna é o município polo do Noroeste Fluminense e responsável por 30% da economia regional. “Ter gás disponível significa um incremento das atividades industriais. Isto ajuda a tornar a cidade mais competitiva” afirmou o Gerente Regional da Firjan no Noroeste Fluminense, Luiz Mário Concebida.

A implantação de rede de distribuição de gás é um dos pleitos da Agenda Regional do Mapa do Desenvolvimento do Estado do Rio de Janeiro 2016/2025 – Noroeste, que tem como objetivo mostrar a visão da indústria sobre os principais problemas da região e traçar uma estratégia para as ações do Sistema FIRJAN, dentro de um horizonte de 10 anos.


O Mapa do Desenvolvimento 2016-2025 foi construído por mais de mil empresários e envolveu os 92 municípios do estado do Rio. Além do documento estadual, foram desenvolvidas 10 Agendas Regionais que abordam e aprofundam questões específicas e refletem a visão dos empresários locais. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Sebrae leva cafeicultores do Noroeste à Semana Internacional do Café


Doze cafeicultores do Noroeste Fluminense irão participar da Semana Internacional do Café, que acontece nesta semana, entre os dias 25 e 27 de outubro, no espaço Expominas, em Belo Horizonte, Minas Gerais. São produtores que já fazem cafés especiais e participam do projeto de Fortalecimento da Cadeia Produtiva do Café no Noroeste, desenvolvido pelo Sebrae/RJ em parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro, a Coopercanol e as prefeituras de Varre-Sai, Porciúncula, Natividade e Bom Jesus do Itabapona.

A missão técnica tem por objetivo proporcionar aos participantes um aprendizado intensivo sobre o mercado de cafés especiais, cuja produção está sendo incentivada pelo Sebrae/RJ no Noroeste Fluminense.  Para o coordenador regional do Sebrae/RJ, Nelson Rocha Filho, este intercâmbio será muito positivo. “É um evento grandioso, focado na produção de cafés especiais, de altíssima qualidade. Nossos produtores vão conhecer muitas novidades para a produção do café, como maquinários e embalagens. Também assistirão a palestras para debater tendências, desafios e ações para o futuro do mercado de café mundial; além de participar de workshops técnicos”, afirma Rocha.

O Sebrae está subsidiando a participação dos cafeicultores, arcando com as despesas de hospedagem e transporte. A Semana Internacional do Café é o maior encontro de cafeicultores, torrefadores, classificadores, exportadores, compradores, fornecedores, empresários, baristas, proprietários de cafeterias e apreciadores do país. O evento vai apresentar diversas ações focadas nas áreas de Mercado & Consumo, Conhecimento & Inovação e Negócios & Empreendedorismo. Nos três dias de evento são esperados mais de 14 mil visitantes.

Ao todo serão 25 eventos simultâneos ocorrendo na SIC, incluindo: palestras (06), cursos (04), workshops (03), encontros (03), competições (02), premiações (02), exposição (Espresso Design) e provas de café para os frequentadores. Entre as competições e premiações acontecerão a 6ª Copa Barista, o Coffe of the Year 2017, além do 3º Torneio de Melhor Café Fairtrade do Brasil.

A programação completa e mais informações sobre a Semana Internacional do Café (SIC) podem ser vistas em: www.semanainternacionaldocafe.com.br/br/.



COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

UFF realiza Semana Nacional de Ciência e Tecnologia em parceria com Ministério da Ciência



A 14ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) se realizará entre 23 e 29 de outubro, em todo o Brasil, com o tema "A matemática está em tudo". A UFF participará por meio da Agenda Acadêmica, evento que reúne superintendências, pró-reitorias e unidades acadêmicas com o objetivo de apresentar à sociedade seus programas e projetos de ensino, pesquisa e extensão. A programação inclui palestras, oficinas, cursos, workshops, exposições, encontros, feiras, mostras, debates, fóruns, painéis, seminários, visitas guiadas e visitas técnicas. O evento é público e gratuito. 

Inscrições abertas pelo link:



COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Petrópolis registra chuva de granizo e quedas de árvores sobre casas e carro

Segundo a Defesa Civil, ninguém ficou ferido e maior índice pluviométrico foi de 46 milímetros no bairro São Sebastião neste domingo (22)




A chuva que atingiu Petrópolis, na Região Serrana do Rio, neste domingo (22) causou quedas de árvores em cima de casas e carro. Segundo informações da Defesa Civil, também foi registrado granizo em alguns bairros, como por exemplo, em Corrêas. Ainda de acordo com o órgão, uma árvore chegou a interditar um trecho da Estrada União e Indústria e atingiu um veículo e o telhado da varanda de um imóvel. Ninguém ficou ferido.

Na Rua Lopes Trovão, no Meio da Serra, uma árvore caiu e atingiu uma residência. Também não houve feridos. A Defesa Civil afirmou que a família que morava no local está na casa de parentes. No Vale do Cuiabá, ao longo da via Ministro Salgado Filho, equipes atenderam diversas ocorrências de quedas de árvores causadas pelo vento.

O órgão afirmou que existe a previsão que a chuva continue ao longo desta segunda-feira (23) e, por isso, todas as equipes da Defesa Civil e Ações Voluntárias seguem de prontidão para atender a população em caso de emergência. Cerca de 60 homens estão disponíveis para o trabalho.

G1

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Começa nesta terça-feira vistoria sem IPVA

Saiba como fazer o agendamento e imprimir os boletos para pagar o Duda e o DPVAT

A partir desta terça-feira, os motoristas fluminenses com IPVA atrasado já poderão agendar a vistoria anual veícular, sem necessidade de quitar a dívida. A mudança foi aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. O agendamento da vistoria deve ser feito pelo site do Detran (www.detran.rj.gov.br).
A taxa é de R$ 189,45, exceto para os motoristas que possuem carros com menos de três anos de uso, que pagam R$ 54,13 pelo licenciamento anual (sem vistoria). O seguro obrigatório, o DPVAT, continua sendo exigido e o boleto deve ser impresso no site www.seguradoralider.com.br. Se aprovado na vistoria, o motorista recebe o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) e pode circular legalmente pelas ruas mesmo se o IPVA estiver atrasado.
Vendedor de quentinhas, Carlos Henrique do Carmo conta que já passou mais de um mês rodando com o carro sem vistoria por não ter conseguido pagar o IPVA. "Eu só rezava para não ser parado em uma blitz. Preciso do carro para transportar as refeições de casa para o local de venda", justificou o vendedor.
O motorista de Uber Sérgio Murilo Júnior aprova a mudança, pois seu ganho financeiro depende desempenho no trabalho. "Se eu não tiver dinheiro para pagar o IPVA e não fizer a vistoria, não vou ter condições de trabalhar e conseguir quitar a dívida", justifica.
Taxista há três anos, Fábio Gomes destaca a falta de fiscalização sobre os carros não vistoriados. "É importante que os carros estejam em bom estado, para que todos fiquem mais seguros".
ODia

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Ana Maria Braga ri de boatos sobre sua saúde: 'Está tudo bem'

Apresentadora falou sobre o assunto logo no início do 'Mais Você', nesta segunda-feira


Após tirar alguns dias de folga do "Mais Você", Ana Maria Braga voltou à apresentação do programa nesta segunda-feira. Logo no início da atração, a apresentadora deu risadas da notícia de que teria se ausentado para cuidar de um câncer de pele. 
"Eu estou muito bem. Não aconteceu nada. Pode dar close", disse Ana Maria. "Nesse fim de semana teve uma festa. A gente foi dar uma descansada para ficar com a pele mais bonita, mais luminosa... De vez em quando precisa. Daí já me deram uma porção de coisas de presente", completou a apresentadora. 
Ana Maria Braga lutou contra um câncer de pele em 1991. Em 2001, a apresentadora descobriu um câncer na virilha e no reto. Ela passou por sessões de quimioterapia, ficou um mês afastada de seu programa e voltou para anunciar que estava curada. Em 2015, a apresentadora surpreendeu a todos ao contar que havia passado por uma cirurgia para a retirada de um tumor no pulmão esquerdo. 

"Eu fiz a tomografia, fiquei enfiada na máquina e fizeram o exame de novo. O doutor falou 'melhor ligar para o seu médico, achamos uma coisa pequena, de seis milímetros. É um início de tumor cancerígeno", contou Ana Maria na ocasião. Ela passou pela cirurgia e não precisou de quimioterapia e nem radioterapia. 

ODia

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Serra Ink Tattoo: 1º Encontro de Tribos da Região Serrana acontece de sexta, 20, a domingo, 22, em Teresópolis

Festival reunirá tatuadores, motociclistas, chefs gourmet e bandas de rock no Ginásio Pedrão


Desta sexta-feira, dia 20, até domingo, 22, Teresópolis será palco do Serra Ink Tattoo – 1º Encontro de Tribos da Região Serrana. Contando com o apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Esporte e Lazer, o evento vai reunir tatuadores, motociclistas, chefs gourmet e terá shows durante três dias. O local é o Ginásio Poliesportivo Pedro Jahara, o Pedrão (Rua Tenente Luiz Meirelles, 211, na Várzea) e a entrada é franca.

Segundo os organizadores Bruno Marx e Marcos Santos, a criação do festival parte de uma ideia muito simples: reunir eventos já desenvolvidos separadamente, mas que, pela afinidade de público, são capazes de potencializar o turismo de eventos na Região Serrana.

“A partir das convenções de tatuagem, criamos um evento mais abrangente, permitindo a reunião dos famosos Moto Fest com os já difundidos Food Trucks. Além das atrações principais, estão programados shows de rock com bandas locais, artistas solos, DJs e tudo isso acompanhado com muita cerveja Therezópolis”, destaca Marcos Santos.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Varre-Sai decreta Situação de Emergência

Período de estiagem já causa prejuízos superiores a R$ 10 milhões


A Prefeitura Municipal de Varre-Sai decretou, nesta quarta-feira (18/10), Situação de Emergência no município devido ao longo período de estiagem que se arrasta desde o mês de março. Por causa do problema, o município vem acumulando grandes prejuízos econômicos, principalmente na agropecuária, com perdas na produção cafeeira, na produção de leite e gado de corte, estimados em valores superiores a R$ 10 milhões, com possibilidade de aumento do prejuízo, visto que de acordo com as previsões a estiagem ainda poderá durar até o final do mês de outubro.

Além dos prejuízos econômicos, Varre-Sai já vem enfrentando racionamento de água, pois o único manancial do município encontra-se com o  nível muito abaixo do normal para o período, sendo necessário o apoio de municípios vizinhos no abastecimento.
Como consequência da estiagem, o município também vem sofrendo com grande quantidade de queimadas, com o fogo tendo consumido aproximadamente 300 hectares de pastagens e vegetação nativa, de acordo com estimativa das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e de Defesa Civil.

Na área da Saúde houve um aumento no número de atendimentos a casos relacionados a doenças respiratórias devido à baixa umidade do ar.

O decreto também regulamenta o uso da água no período de 180 dias restringindo o uso apenas para atendimento das necessidades básicas vitais.

De acordo com o prefeito de Varre-Sai, Silvestre José Gorini, a decretação da Situação de Emergência facilitará o trabalho da Prefeitura no atendimento à população.“Através do decreto, podemos buscar apoio junto aos governos estadual e federal o que ajudará e muito o município neste momento difícil no qual passamos”, afirmou o prefeito.

Toda estrutura da administração municipal está mobilizada no sentido de minimizar os efeitos danosos da estiagem, realizando diversos atendimentos à população, seja no abastecimento de água, abertura de poços, além do apoio técnico aos produtores rurais.


Ascom

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Encontro de Purilandense e Amigos é sucesso



O distrito de Purilândia ficou movimentado no último final de semana. A festa do Purilandense Ausente e Amigos, realizada em sua 32ª edição, teve recorde de público e de animação. De 13 a 15 de outubro, a população e visitantes se divertiram a valer com diversos shows e homenagens. Na sexta (13), quem animou foi a banda Chapas do Brasil e DJ Tales; sábado (14), teve show com Piratas do Forró e DJ Tom Lopes; e no domingo (15), quem sacudiu a poeira foi o artista Glauco Zulo, seguido pelo cantor Rômulo Lacerda.

A solenidade de confraternização homenageou purilandenses ausentes, amigos do distrito e falecidos, num belo tributo a quem ama e realiza benefícios por Purilândia. 

Autoridades municipais e famílias purilandenses estiveram presentes e se emocionaram. “É uma alegria saber que temos parceiros na condução do município. E são muito justas todas as homenagens a esses parceiros, tanto solenes, como a festa que realizamos durante esses três dias. Purilândia merece!”, enfatizou o prefeito Leo Coutinho.

A Festa do Purilandense Ausente e Amigos foi realizada pela Prefeitura de Porciúncula em parceria com a ASPUR – Associação de Moradores de Purilândia.


Ascom


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Alerj aprova mudanças em cartórios no estado


Desembargador afirmou que fechamentos não afetarão os serviços prestados à população
 

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) aprovou, nesta quarta-feira (18/10) dois projetos do Judiciário que mudam a organização dos registros civis no estado. Os textos seguirão para o governador Luiz Fernando Pezão, que terá até 15 úteis para sancionar ou vetar.
 
O projeto de lei 2.323/17 extingue 14 serviços de registros civis de pessoas naturais em alguns municípios, transferindo para outros ofícios da mesma comarca. Uma das justificativas para a mudança é a baixa viabilidade econômica dos registros dos seguintes municípios: Bom Jesus de Itabapoana, Cambuci, Campos dos Goytacazes, Carmo, Itaperuna, Piraí, Santa Maria Madalena, Sapucaia, São Fidelis, São João da Barra e Valença.
 
Dívida Ativa
 
Antes da votação, os deputados se reuniram e fecharam acordo em uma emenda que autoriza a criação de uma vara de execuções fiscais da dívida ativa. A autoria do trecho é das bancadas do PSDB, do PDT e do deputado Paulo Ramos (PSol). “Só há uma vara do tipo no estado, então, queremos conseguir dobrar a arrecadação sobre a dívida ativa, que hoje está acumulada em R$ 77 bilhões mas só recebemos R$ 500 milhões por ano. E nós vamos emendar o orçamento do ano que vem para criar uma verba para o Judiciário ter condições de operacionalizar essa vara”, explicou um dos autores, o deputado Luiz Paulo (PSDB).
 
O desembargador do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), João Ziraldo Maia, estava presente na reunião com os deputados. Ele afirmou que a medida não vai afetar os serviços prestados à população e que a maioria desses registros civis já não existe. Segundo o desembargador, a Constituição Federal diz que os cartórios são privados, mas, quando não há interessados devido ao movimento baixo, o próprio TJ precisa assumir a administração e os custos. 
 
“Alguns já estão desativados fisicamente, só existem na lei, o que nos obriga a fazer concurso a cada seis meses, então é preciso fazer a extinção de forma legal. O serviço itinerante do TJ-RJ em parceria com os municípios já atende a demanda da população, por conta dos poucos atos solicitados”, disse.
 
Mudanças da comarca da capital
 
Também foi aprovado o projeto de lei 2.026/16, do Judiciário, que altera a Lei de Organização e Divisão Judiciárias do Estado do Rio de Janeiro (LODJ) e muda de local e a área de abrangência de diversos registros civis que pertencem à comarca da capital do Rio.
 
Uma emenda aprovada do deputado Zaqueu Teixeira (PDT) autoriza a criação de uma vara criminal da comarca de Angra dos Reis. “Pude verificar em audiências públicas feitas na região que há uma sobrecarga de trabalho na única vara criminal existente. Com essa medida, os processos e julgamentos poderão ser executados de forma mais rápida”, comentou o parlamentar.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Multas de trânsito poderão ser pagas com cartão de débito e parceladas com cartão de crédito


Medida ainda depende de regulamentação do Detran para entrar em funcionamento



Uma novidade vai facilitar em breve a vida de motoristas o pagamento de multas e demais débitos relativos ao veículo. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) autorizou os órgãos do Sistema Nacional de Trânsito (SNT) a aceitar esses pagamentos por meio de cartões de débito ou crédito. Os valores poderão ser quitados à vista ou em parcelas. Anteriormente, somente as multas aplicadas em veículos registrados no exterior poderiam ser arrecadadas com cartões de débito ou crédito. Segundo a resolução, caberá a cada órgão de trânsito fazer essa implementação. No Rio de Janeiro, a medida ainda depende da regulamentação por meio do Detran-RJ.

A mudança foi regulamentada pela Resolução 697, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) publicada nesta quarta-feira, no Diário Oficial da União. Ela altera resolução anterior que proibia o parcelamento das multas de trânsito.


O parcelamento será realizado por meio de cartão de crédito, gerando o compromisso financeiro entre o titular do cartão e a administradora do cartão de crédito. A ideia é reduzir a inadimplência relativa ao pagamento das multas de trânsito e demais débitos relativos ao veículo com os diversos órgãos e entidades integrantes do Sistema Nacional de Trânsito.
- Antes dessa norma, alguns órgãos de trânsito adotaram o parcelamento das multas de trânsito diretamente por meio de documentos de arrecadação. Muitos proprietários de veículos buscavam o parcelamento como forma inicial de regulamentar a situação do veículo e obter o documento de licenciamento ou possibilidade de transferência, sem arcar com o compromisso de quitar as demais parcelas - explica o diretor do Departamento Nacional de Trânsito e presidente do Contran, Elmer Vicenzi.

Com o parcelamento, as operadoras do cartão deverão realizar a quitação das multas à vista com o órgão de trânsito, assumindo o risco da operação com o titular do cartão.



OGlobo

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA