domingo, 21 de janeiro de 2018

“Gatonet” poderá render multa e cadeia para quem instala e para quem usa


Ter TV por assinatura com “sinal pirateado”, prática mais conhecida como “gatonet”, poderá se tornar crime no Brasil. O Projeto de Lei 186/2013 começou a tramitar na Comissão de Constituição e Justiça do Senado nesta semana e, caso aprovado, vai tipificar os crimes de interceptação e recepção clandestina de sinal de TV por assinatura.
Isso quer dizer que, tanto a pessoa que oferece e instala os famosos gatonet quanto os clientes que solicitam a pirataria poderão ser punidos com multa de até R$ 10 mil. Também está prevista reclusão de seis meses a dois anos, com a possibilidade de aumentar a pena em 50% caso fique provado danos a terceiros.
Dessa forma, as autoridades poderão não apenas confiscar equipamentos utilizados para piratear sinal de TV por assinatura, mas também poderão prender os responsáveis e colocá-los no sistema sob legislação específica.
Senadores responsáveis
O projeto original é do senador Blairo Maggi (PR-MT) com apoio de Ana Amélia (PP-RS) como senadora relatora. Ana Amélia acredita que o grande problema da pirataria de TV por assinatura hoje é a comercialização de equipamentos decodificadores. Eles substituem os oferecidos oficialmente pelas operadoras e custam algo entre R$ 300 e R$ 1 mil.
A venda, compra ou fabricação desses aparelhos — tais como as inúmeras versões do “AZ Box” — também será punida:  multa de R$ 5 mil e prisão de um a três anos. A importação de produtos como esses, entretanto, já está proibida no Brasil desde 2011, “mas não se tem notícia da responsabilização penal de seus fornecedores pelo crime de contrabando”, destaca a senadora.

O projeto tramita na Comissão de Constituição e Justiça do Senado e, caso aprovado, será encaminhado diretamente para a Câmara dos Deputados para votação. Ela só passará na plenária caso algum senador faça um recurso para tal. Como qualquer outro projeto em trâmite no Senado, o PL 186/2013 permite que os cidadãos apoiem ou se manifestem contra a possível nova lei. Para dar sua opinião visite este link.

sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Música e arte continuam animando a Feira do Livro em Teresópolis

Evento acontece na Calçada da Fama, na Várzea


Os livros continuam atraindo uma verdadeira massa para os estandes da 1ª Feira do Livro em Teresópolis, que começou no dia 8 de janeiro e tem previsão de ir até o dia 30. Mas, desde o dia 12, a Calçada da Fama, na Várzea, tem oferecido muito mais do que bons títulos a preços atraentes.

Sempre às sextas e sábados, terminando no dia 27, as tardes culturais trazem teatro, dança, contação de histórias e música ao público da Feira – uma iniciativa da Associação Brasileira do Livro (ABL), com apoio da Prefeitura, através da Secretaria de Cultura.

Nesta sexta, 19, a festa continuou com duas atrações que estiveram presentes na semana passada — o ator, diretor e performático Adriano Ramirez (com Guilherme Duarte) e as versáteis Nara Zeitune e Jeanette Albuquerque, do Grupo Pirueta. E duas novidades: as cantoras Mariana Pereira, que é pianista, e Fernanda de Paula, violonista.


Veja a programação.

19 de janeiro (sexta)
 14h: Intervenção artística, com Adriano Ramires e Guilherme Duarte.
16h: Contação de História, com o Grupo Pirueta.
18h: Música, com Fernanda de Paula e Mariana Pereira.

20 de janeiro (sábado)
 15h: Dança, com Dias de Dança.
18h: Música, com Yvan Castilho.

26 de janeiro (sexta)
 14h: Dança, com Dias de Dança.
16h: Contação de História, com o Grupo Pirueta.
18h: Música, com Geremias Cruz e Oziel Silva.

27 de janeiro (sábado)
 15h: Teatro infantil com o grupo Hocus Pocus.
18h: Música, com Luiz Claudio Peixoto.



Fracionamento da vacina contra febre amarela



A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informa que, em alinhamento com o Ministério da Saúde e a Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo e com o objetivo de construir uma estratégia conjunta de enfrentamento da febre amarela, dará início, no próximo dia 25 de janeiro, à utilização das doses fracionadas de vacina contra a doença.

Desde janeiro de 2017, a SES vem adotando medidas preventivas e, antes mesmo de registrar os primeiros casos no território fluminense, a secretaria iniciou a criação de cinturões de bloqueio, recomendando a vacinação contra a febre amarela principalmente em municípios de divisa com Espírito Santo e Minas Gerais (áreas de risco para a doença). Vale destacar que, desde julho do ano passado, todos os 92 municípios do estado já estão incluídos na área de recomendação da vacina.

Quem deverá tomar a dose fracionada:
- pessoas maiores de 2 anos até 59 anos não vacinadas;
- mulheres não vacinadas que estejam amamentando crianças maiores de 6 meses;
- pessoas com mais de 60 não vacinadas, após avaliação de serviço de saúde

Quem continuará tomando a dose plena:
- crianças de 9 meses a 2 anos;
- pessoas com condições clínicas especiais (conforme definição do Ministério da Saúde);
- gestantes;
- viajante internacional (com comprovante)


*Para os doadores de sangue a doação deve ser feita antes da vacinação

Teatro Popular de Rio das Ostras apresenta espetáculo sobre conflitos humanos neste sábado


O palco do Teatro Popular de Rio das Ostras recebe o espetáculo “Diversos” neste sábado, dia 20 de janeiro, às 20h. O drama fez parte da programação da  Mostra Emart - Escola de Arte Maria José Guedes, realizada em Macaé em novembro de 2017.

A peça é o trabalho de culminância das aulas da atriz Cláudia Byspo com seus 21 alunos de três turmas e cinco atores convidados. É um drama que trabalha com o encontro dos universos humanos abrigados na confusão social de um lugar chamado Brasil. Várias histórias se encontram e se desencontram riscando temas que permeiam a existência do povo brasileiro. Pedofilia, estupro, tráfico, religião, machismo, homossexualismo, amizade, traição e violência levam os personagens do amor ao ódio, da crueldade à inocência, da loucura à sanidade, da memória ao patrimônio, da dor à pátria.

A dramaturgia de “Diversos” nasceu de uma construção coletiva: atores e direção, com aproveitamento de letras musicais e texto do dramaturgo Marcelo Athaualpa.

O espetáculo tem apoio cultural da Fundação Rio das Ostras de Cultura e Prefeitura Municipal.

Serviço
Espetáculo “Diversos”
20 de janeiro – 20h
Teatro Popular de Rio das Ostras (Av. Amazonas , s/nº - Centro. Tel.: (22) 2764-1703)
Ingressos R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)
Classificação 14 anos

Instituições se unem para fortalecer o segmento farmacêutico no Noroeste

Sebrae, ASCOFERJ e Santander planejam projeto customizado para as empresas



Uma futura parceria entre o Sebrae/RJ, a Associação do Comércio Farmacêutico do Estado do Rio de Janeiro (ASCOFERJ) e o banco Santander, com o objetivo de fortalecer o segmento farmacêutico no Noroeste Fluminense, está sendo avaliada pelas instituições. 

Nesta quarta-feira, 17, na sede regional do Sebrae/RJ em Itaperuna, os analistas Jorge Luiz Gomes dos Santos e Arthur Magalhães Poyares se reuniram com o representante da ASCOFERJ, Clébio Damas de Souza, e com representantes do Santander, o Superintendente Fábio José e o gerente geral da agência em Itaperuna, José Ricardo. O objetivo foi discutir os aspectos econômicos do setor farmacêutico da região e traçar estratégias para fortalecer as empresas que atuam neste segmento.

O projeto começou a ser desenhado ainda em 2017, em reuniões realizadas com o coordenador regional do Sebrae/RJ no Noroeste Fluminense, Nelson Rocha Filho.  Atualmente, existem cerca de 360 farmácias no Noroeste Fluminense, sendo 180 filiadas à ASCOFERJ. A ideia é fazer um levantamento de todos os entraves que os empresários enfrentam é identificar as possíveis soluções institucionais que o Sebrae/RJ pode oferecer. Com o diagnóstico pronto, o Sebrae irá elaborar um projeto sob medida, que contemple as necessidades do segmento com soluções de gestão na área de vendas, controle financeiro, recursos humanos, entre outras. 

A ASCOFERJ tem aproximadamente 180 filiados no Noroeste. A proposta é aumentar a participação de empresários filiados e fortalecer ainda mais o setor, que representa uma considerável fonte de empregos na região. Um pacote com serviços bancários e preços diferenciados para os empresários também foi discutido na reunião.

Para Nelson Rocha, o projeto irá ajudar muito as empresas farmacêuticas da região. “O mercado é muito competitivo, principalmente com a chegada das grandes redes farmacêuticas no interior. As pequenas empresas precisam se unir para ter mais força. Juntos vamos pensar e criar um projeto que atenda às necessidades desse segmento”, afirmou o coordenador regional do Sebrae/RJ.

Outras reuniões já estão agendadas e ainda neste mês de janeiro o escopo do projeto será definido.


quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Rio confirma mais um caso de febre amarela. Total chega a cinco

Paciente é de Teresópolis, que já tinha registrado uma morte em decorrência da doença




A Vigilância Sanitária estadual confirmou na quarta-feira (17) mais um caso de febre amarela no estado do Rio de Janeiro. O paciente é da cidade de Teresópolis, na região serrana, que já tinha registrado uma morte em decorrência da doença.
Ao todo, cinco casos e três mortes em decorrência da febre amarela foram confirmados. Os outros três casos, incluindo duas mortes, foram registrados no município de Valença, no centro-sul fluminense.
A Vigilância Sanitária também confirmou ontem o primeiro caso de febre amarela em macacos no estado. O animal foi encontrado no município de Niterói.
Rio terá Dia D de vacinação contra a febre amarela no próximo dia 27

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio vai promover, no próximo dia 27 de janeiro (sábado), a partir das 9h, o Dia D de vacinação contra a febre amarela. Todos os 92 municípios do Rio vão participar. De acordo com a secretaria, objetivo da campanha é chamar a atenção da população para a importância de se imunizar contra a doença. Durante a ação, a vacina estará disponível nas Unidades Básicas de Saúde, UPAs, instalações montadas pela SES e também nos quartéis do Corpo de Bombeiros.

Com Agência Brasil

Nota do Enem 2017 é divulgada


As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 foram divulgadas nesta quinta-feira (18). O resultado só pode ser consultado individualmente. Para isso, os candidatos devem acessar a Página do Participante e incluir CPF e a senha cadastrada. Pouco antes das 12h, o site apresentava instatibilidade.

O resultado dos treineiros só será divulgado no dia 19 de março. Na mesma data, o Ministério da Educação também vai disponibilizar os espelhos da redação.

Nesta quinta, o Ministério da Educação divulgou o balanço sobre o desempenho dos candidatos na edição de 2017 do exame. Apenas 53 alunos tiraram nota mil na redação, porém a nota média subiu de 541,9 para 558.

Com a nota do Enem 2017, os estudantes podem pleitear uma vaga em uma universidade pública que tenha aderido ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2018. Serão 130 instituições no Brasil - 30 estaduais e 100 federais -, que ofertarão 239.601 vagas na graduação.

Nesta quinta-feira (18), o ministro Mendonça Filho afirmou que o período de inscrição do Sisu vai ser antecipado para os dia 23 a 26 de janeiro. As inscrições serão feitas no site do programa (http://sisu.mec.gov.br).

Para participar, é necessário ter tirado nota acima de zero na redação do Enem 2017. Como nos anos anteriores, cada candidato poderá se inscrever em até duas vagas, especificando a ordem de preferência e o turno no qual pretende estudar. Também é necessário definir qual a modalidade no qual o aluno se encaixa - ampla concorrência ou alguma relativa às ações afirmativas (com critérios raciais ou sociais).

Mesmo que o candidato faça sua inscrição no primeiro dia, ele poderá alterar suas opções até as o prazo final. O sistema mostra, a cada dia, uma nota de corte parcial, baseada nas notas das pessoas que já se inscreveram até o momento naquele curso.

Enem 2018: inscrições e datas das provas

O Enem 2018 será aplicado em 4 e 11 de novembro. O edital será publicado em 21 de março e as inscrições serão realizadas de 7 a 18 de maio.