segunda-feira, 30 de novembro de 2020

Terça verde - Supermercados Fluminense


 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Ceará derrota o Vasco por 4 a 1

 

O Ceará aproveitou a fragilidade do Vasco

O Ceará aproveitou a fragilidade do Vasco, que teve o desfalque do artilheiro argentino Cano de última hora, para vencer por 4 a 1 nesta segunda-feira (30) em pleno estádio de São Januário em jogo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Vozão nunca havia vencido na casa vascaína. 

Com este triunfo, o Vozão subiu para a 10ª posição com 29 pontos conquistados, enquanto o Cruzmaltino permaneceu em 17º, com 24 pontos. 

Desfalque do artilheiro 

Par a partida desta segunda, o Vasco teve um desfalque importante, o atacante argentino Germán Cano foi cortado da delegação do time de São Januário após testar positivo para o novo coronavírus (covid-19). 

O jogo 

Mesmo estando na condição de visitante, o Ceará começou o confronto pressionando a defesa adversária. E esta postura deu resultado muito rápido, pois, logo aos 3 minutos de bola rolando, Carlinhos falha na saída de bola e os visitantes construíram jogada que culminou em finalização perfeita de Pedro Naressi. 

O Vozão continua martelando a defesa vascaína, até que aos 25 minutos chega ao segundo, quando Léo Chú cruza para o centroavante Cléber fazer o segundo. 

No segundo tempo o Vasco chega a ensaiar uma reação quando Ribamar, aos 19 minutos, cobra pênalti com categoria para superar o goleiro Richard. 

Porém, a reação vascaína terminou por aí, e o Vozão conseguiu chegar ao terceiro aos 33 minutos, quando Saulo Mineiro recebe de Lima e chuta forte e rasteiro para vencer Lucão. 

Mas o Ceará queria mais, e chegou aos 44 minutos, quando o meia Vinícius deixou o dele em cobrança de pênalti para fechar o marcador. 

Próximos compromissos 

O próximo compromisso do Vozão no Brasileiro será no próximo sábado (5), quando visita o Bahia na Fonte Nova. Um dia depois o Vasco vai a Porto Alegre enfrentar o Grêmio. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Aneel decide cobrar R$ 6,24 a mais a cada 100 kWh consumidos

 




A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu nesta segunda-feira (30) que haverá cobrança extra na conta de luz dos consumidores a partir desta terça (1º). 

Em reunião extraordinária, a Aneel decidiu que será cobrada a bandeira vermelha patamar 2, cujo valor é o maior no sistema de bandeiras da agência (veja na imagem mais abaixo). 

Com isso, a cobrança extra será de R$ 6,24 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. 

Em 26 maio, a Aneel havia anunciado que não haveria cobrança extra na conta de luz até 31 de dezembro deste ano, em razão da pandemia do novo coronavírus. 

Na reunião desta segunda-feira, contudo, a agência decidiu revogar a decisão e aplicar a bandeira vermelha patamar 2. 




Motivo da cobrança extra 

Segundo o relator da proposta, Efrain Pereira da Cruz, o despacho de maio foi revogado porque o Brasil voltou aos patamares de consumo anteriores ao início da pandemia. 

No entanto, conforme a Aneel, a oferta de energia está comprometida em razão dos baixos níveis dos reservatórios. Desta forma, o mecanismo da bandeira voltou a ser necessário no entendimento do órgão. 

"Essa condição de oferta adversa, somada à tendência de recuperação de carga da energia aos patamares pré-crise, são indícios concretos de que o mecanismo das bandeiras já merece ser restabelecido e a curto prazo", afirmou o relator. 

G1

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Taxa de ocupação das UTIs para covid-19 do SUS chega a 93% no Rio

 



Após chegar a 95% no fim de semana, a taxa de ocupação dos leitos de unidade de terapia intensiva (UTI) para covid-19 no Rio de Janeiro caiu para 93% hoje (30), segundo balanço da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), que ampliou o número de leitos em sua rede, de 271 para 288. 

Apesar da queda no percentual de ocupação, o número de pessoas internadas em unidades municipais, estaduais e federais na capital fluminense continuou a aumentar e subiu de 525 no sábado para 540 na manhã de hoje. Em relação ao início do mês, houve um aumento de mais de 40% no número de pessoas internadas em UTIs para covid-19, que era de 378 em 3 de novembro. 

No fim da manhã de hoje, o número de pessoas que aguardavam transferência para leitos na capital e na Baixada Fluminense era de 263, e 173 precisavam de leitos de UTI. Segundo a SMS, todos os pacientes que aguardam vagas de terapia intensiva estão sendo assistidos em leitos de unidades pré-hospitalares, que dispõem de monitores e respiradores. 

A taxa de ocupação das UTIs na rede estadual, considerando também toda a região metropolitana e o interior, era de 80% na manhã de hoje, de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde. A nível estadual, 364 pessoas com casos confirmados ou suspeitos de covid-19 aguardam transferência para leitos de internação, e 231 deles precisam de vagas de UTIs. 

A taxa de ocupação dos leitos de enfermaria é de 72% na capital e de 62% no estado do Rio de Janeiro. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Estado do Rio tem nove prefeitos eleitos que estão aguardando decisão na Justiça Eleitoral

 





O estado do Rio de Janeiro tem nove candidatos a prefeitos que venceram no primeiro e no segundo turnos das eleições, mas ainda não foram declarados eleitos porque suas candidaturas estão sub judice, aguardando decisão na Justiça Eleitoral. Esses municípios terão que esperar decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para conhecer os novos prefeitos.
O candidato Wladimir Garotinho (PSD) foi o mais votado no segundo turno das eleições em Campos dos Goytacazes, no norte fluminense. Ele teve 52,4% dos votos válidos. 


Seus votos foram contabilizados, mas classificados como sub judice, pois há uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ) indeferindo o registro da candidatura. O candidato apresentou recurso e aguarda análise do TSE. O imbróglio diz respeito ao seu vice, Frederico Paes (MDB), que não teria observado prazos para se desincompatibilizar da direção de um hospital. 


O candidato do PSB Rubens Bomtempo obteve 55,18% dos votos em Petrópolis no segundo turno das eleições. Mas o resultado final do pleito na cidade da região serrana do estado do Rio segue, no entanto, em julgamento. Na última segunda-feira (23), o TRE-RJ indeferiu o registro da candidatura após condenação de Bomtempo por improbidade administrativa. 

Primeiro turno 

No primeiro turno, sete candidatos a prefeito no estado do Rio venceram o pleito, mas aguardam julgamento do recurso pelo TSE. Um desses municípios é Duque de Caxias, na região metropolitana da capital, onde Washington Reis (MDB) ficou em primeiro lugar e ganharia em primeiro turno, se não estivesse com a candidatura sub judice. 


Outros vencedores do primeiro turno que ainda não podem se considerar eleitos são Christiane Cordeiro, do PP (Carapebus); Renato Cozzolino, do PP (Magé); Dayse Onofre, do PL (Paraíba do Sul); Jaime Figueiredo, do PROS (Silva Jardim); Dr. Silvestre, do PP (Varre-Sai); e Neto, do DEM (Volta Redonda).

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Boletim Covid-19 Pádua/RJ





 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Prefeitura de Itaperuna é escolhida para participar de Seminário Internacional sobre Políticas de Atendimento à Primeira Infância


 

A Prefeitura de Itaperuna, através da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação foi escolhida pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro a participar do III Seminário Internacional “A Qualificação das Ações do Programa Criança Feliz e o Impacto nas Políticas de Atendimento à Primeira Infância”.

O evento é organizado pela Secretaria Nacional de Atenção à Primeira Infância (SNAPI), em parceria com o Banco Mundial e a Organização das Nações Unidas (ONU) e ocorrerá nos dias 01, 02 e 03 de dezembro de 2020.


O município coleciona boas experiências na aplicação do Programa Federal Criança Feliz e se tornou referência no Estado do Rio de Janeiro. Por isso, recebeu o convite para participar das mesas de debate.

 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Aqui tem Preço! Supermercados Fluminense





 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

domingo, 29 de novembro de 2020

Herança política: filho de Garotinho vence 2º turno em Campos

 


O deputado Wladimir Garotinho (PSD-RJ) é o novo prefeito de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro. Ele venceu a apertada disputa contra Caio Vianna (PDT-RJ). Com 98% das urnas apuradas, Garotinho lidera com 52,62% dos votos, frente aos 47% do rival.

A candidatura de Wladimir, no entanto, está sub judice desde o primeiro turno. Isso porque o candidato Bruno Calil (Solidariedade) alegou que o empresário Frederico Paes (MDB), vice na chapa de Garotinho, permaneceu como diretor do Hospital Plantadores de Cana (HPC) e do Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde e Estabelecimentos de Saúde da Região Norte Fluminense (SindihNorte) fora do prazo exigido pela legislação eleitoral para desincompatibilização. Ainda não há data para o julgamento da chapa. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Eduardo Paes (DEM) é, novamente, o prefeito do Rio de Janeiro

 


O candidato Eduardo Paes (DEM) venceu o segundo turno das eleições no Rio de Janeiro, com 64,41% dos votos válidos. Marcelo Crivella (Republicanos) teve 35,59% dos votos válidos. 

Até agora, foram apuradas 87,96% das urnas. 

Paes é o candidato da coligação A Certeza de um Rio melhor (Cidadania/ DC/ PV/ Avante/ PL/ DEM/ PSDB). Ele marcou “outros” como ocupação, tem 50 anos e ensino superior completo. O candidato declarou R$ 478,3 mil em bens. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Francês Romain Grosjean escapa da morte no acidente mais assustador da Fórmula 1

 

                                                                    Foto: REUTERS/Hamad I Mohammed



O francês Romain Grosjean escapou da morte no acidente mais assustador da Fórmula 1 nos últimos anos, na primeira volta do GP do Barein, neste domingo. A Haas do francês explodiu em chamas e foi partida ao meio depois de uma batida violentíssima no guard rail após um toque com a AlphaTauri do russo Daniil Kvyat. 

Grosjean ficou no cockpit em chamas por 29 segundos, mas, sem ter desmaiado com o impacto, conseguiu sair do que sobrou de seu carro e correu para pular o guard rail enquanto sua Haas continuava pegando fogo. Na confusão, o piloto saiu correndo sem uma das sapatilhas. 




O francês sofreu queimaduras leves nas mãos e há suspeita de fraturas em costelas. Consciente, o piloto da Haas foi levado ao centro médico do autódromo de Sakhir, e, em seguida, transportado de helicóptero ao Hospital Central do Barein, que fica a dez minutos do circuito. 

A prova foi interrompida com a bandeira vermelha porque o guard rail ficou bastante danificado. Os responsáveis pela infraestrutura do autódromo começaram imediatamente o trabalho de reconstrução da barreira. No acidente, ocorrido na saída da curva 3, Grosjean tentou desviar de outros carros mais lentos à sua frente e derivou para a direita, onde estava Kvyat. O bico do carro do russo tocou no pneu traseiro direito da Haas do francês, que rumou para o guard rail. 

O carro foi partido ao meio, com toda a parte traseira de um lado, e a parte do cockpit, pegando fogo com Grosjean dentro, do outro. Dois fiscais de pista com extintores de incêndio se aproximaram do carro em chamas e apagaram o incêndio, enquanto o piloto pulava o guard rail para fugir. 

Rapidamente, o carro médico chegou ao local do acidente, e Grosjean foi ajudado a entrar. Consciente, o piloto ficou sentado no banco de trás do carro médico, onde aguardou a chegada de uma maca, antes de ser levado para o centro médico do autódromo.

- Romain está bem, não quero fazer comentários médicos, mas ele tinha queimaduras leves nas mãos e tornozelos. Obviamente, ele está abalado... Quero agradecer às equipes de resgate que são muito rápidas. Os comissários e o pessoal da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) fizeram um ótimo trabalho, foi assustador - disse Gunther Steiner, chefe da Haas. 

Grosjean não permanecerá na Haas na próxima temporada e negocia sua ida para a Fórmula Indy em 2021. Diante da possibilidade de fratura nas costelas, muito provavelmente o francês pode não pilotar mais na Fórmula 1. 

O brasileiro Pietro Fittipaldi e o suíço Louis Deletraz são os reservas da Haas, e um deles pode ser acionado para correr as duas provas finais da temporada, nos próximos dois fins de semana, no próprio Barein, e em Abu Dhabi. 

GE

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Feirão Limpa Nome da Serasa é adiado até 5 de dezembro

 

                                                Organizar suas finanças na crise do coronavírus é um dos desafios de 2020 
                                                                                                                Foto: Arquivo


O Feirão Limpa Nome da Serasa, que permite aos inadimplentes negociar suas dívidas com 50 empresas de diversos segmentos, foi prorrogado. Agora, haverá também a possibilidade de atendimento numa tenda montada nos Arcos da Lapa, no Centro do Rio. O evento presencial acontecerá de amanhã até 5 de dezembro. Idosos, gestantes e pessoas com deficiência ou criança de colo terão prioridade. O local, segundo a instituição, conta com os protocolos de segurança contra a Covid-19. 

A promessa é que os acordos garantam descontos de até 99%. Para quem quiser fazer a negociação virtual, os outros canais continuam disponíveis: o consumidor pode acessar o site www.serasa.com.br ou baixar o aplicativo Serasa no celular. Depois, basta digitar o CPF e preencher um breve cadastro. Além disso, há o WhatsApp (11-99575-2096). 

As empresas parceiras, de diversos segmentos, são: Itaú, Banco do Brasil, Recovery, Claro, Santander, Vivo, Casas Bahia, Ponto Frio, Renner, Riachuelo, Pernambucanas, Avon, Bradesco, Carrefour, Porto Seguro, Ativos, Oi, Itapeva, Anhanguera, Sky, Credsystem, Banco BMG, Digio, Zema, Crefisa, Ipanema, Unopar, Hoepers, Tricard, Tribanco, Di Santinni, Calcard, Confiança, Algar, Unic, Fama, Pitágoras, Sorocard, Uniderp, Unime, Hipercard, Conect Car, Elmo, Tenda, Energisa, Cetelem, Havan, Quatro Estações, CPFL, RGE, PagBank, Light, Nosso Lar, Novo Mundo, Koerich, Kredilg e Cemig. 

Veja o passo a passo para renegociar 

1º passo - Acessar o site www.serasa.com.br ou baixar o aplicativo Serasa no celular; digitar o CPF e preencher um breve cadastro. Com isso, é possível usar os serviços com a garantia de que só você tem acesso aos seus dados. O consumidor também pode regularizar débitos financeiros pelo WhatsApp (11-99575-2096). 

2º passo - Ao entrar na plataforma, todas as informações financeiras do consumidor já aparecerão na tela, devidamente explicadas, incluindo as dívidas que tiver. Se quiser conhecer as condições oferecidas para pagamento, basta clicar para ser direcionado a uma nova página, onde serão apresentadas as mais variadas opções para renegociar cada débito. 


3º passo - Depois que selecionar uma das opções de valor, bastará escolher se o pagamento será à vista ou em parcelas, e a melhor data de vencimento. 

4º passo - A plataforma da Serasa vai gerar um ou mais boletos, dependendo da forma de pagamento escolhida, já com a data de vencimento escolhida. Com o boleto, o consumidor poderá optar por pagar pelo aplicativo do banco em que tiver conta, que conseguirá ler o arquivo diretamente do computador, ou então imprimir a via e pagá-la numa agência ou numa casa lotérica. 

Extra 




COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sábado, 28 de novembro de 2020

Volta Redonda goleia o Brusque por 8 a 1 no Brasileiro série C

 




O Volta Redonda fez uma partida perfeita e não tomou conhecimento do Brusque na tarde deste sábado. No estádio Augusto Bauer, em jogo válido pela 17ª rodada do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro, o time carioca aplicou uma goleada de 8 a 1 e garantiu a permanência na competição nacional. Além do resultado ser vergonhoso, o Quadricolor perdeu a liderança e corre risco de não classificar para a próxima fase. Os gols foram anotados por João Carlos (2), Alef Manga (3), Hiroshi, Oliveira e Daniel. Marco Antônio descontou para a equipe da casa. 

O jogo 

O primeiro lance de perigo da partida foi do Brusque. Garcez quase abriu o placar antes do primeiro minuto. O atacante aproveitou a falha da defesa do Volta Redonda, entrou na área e chutou. A bola explodiu na trave e saiu. 

Aos dois minutos, Ianson derrubou Alef Manga na área e o árbitro marcou pênalti. João Carlos cobrou com maestria e abriu o placar no Gigantinho. Aos 8, o segundo do Voltaço. Alef Manga chutou, Ruan Carneiro falhou e o time do Rio de Janeiro ampliou a vantagem no placar. Aos 18, mais um do Voltaço. Hiroshi recebeu de Bruno Barra e bateu para fazer o terceiro dos cariocas. 

E o Volta Redonda não tirava o pé no acelerador. Aos 23, Alef Manga colocou a quarta bola nas redes do Bruscão. Oliveira, aos 30, fez o quinto, após bate-rebate na área. Cinco a zero para o Volta Redonda em apenas 30 minutos. Roteiro de Brasil x Alemanha. 

E o jogo continuava. Aos 36, Alef Manga fez o terceiro dele na partida. Seis a zero. E assim terminou o primeiro tempo, com o Brusque sofrendo uma humilhação dentro de casa e atuando de forma apática e irreconhecível. 

Segunda etapa 

Tentando ao menos diminuir o prejuízo, o Brusque foi para o segundo tempo com quatro alterações. Aos sete minutos, Ianson foi derrubado dentro da área e o juiz marcou o pênalti. Marco Antônio bateu e diminuiu a desvantagem. Apesar do gol, o Brusque continuava totalmente desorganizado no ataque e vulnerável na defesa. Melhor para o Volta Redonda que aproveitava nos contra ataques. Assim, em sequência, o sétimo e o oitavo saíram naturalmente. João Carlos e Daniel aumentaram o calvário do Bruscão. 

O tempo passava e o Brusque não conseguia reagir. O nervosismo claramente havia afetado o Quadricolor. Se fosse uma luta de boxe, era possível dizer que o Bruscão estava contra as cordas e prestes a jogar a toalha. 



Foto: iShoot Photography/Futura Press 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Eleições: governo do Rio reforça segurança no segundo turno

 



O Governo do Estado do Rio de Janeiro mobilizou cerca de 15 mil policiais civis e militares para garantir eleições tranquilas nos cinco municípios fluminenses onde haverá segundo turno neste domingo (29/11). O esquema de segurança foi reforçado no Rio de Janeiro, São Gonçalo, São João de Meriti, Petrópolis e Campos dos Goytacazes. Agentes das Operações Segurança Presente, Lei Seca e da Marcha pela Cidadania e Ordem também atuarão no patrulhamento nas ruas e locais de votação. 

Assim como já ocorrera no primeiro turno, no último dia 15, aeronaves remotamente pilotadas (drones) voltarão a ser empregadas pela Secretaria de Polícia Militar para auxiliar o patrulhamento nas vias públicas e locais de votação na Região Metropolitana. 

Elaborado pela Subsecretaria de Gestão Operacional, o planejamento da PM para este segundo turno, com 13,4 mil policiais, prevê o policiamento em 2.025 locais de votação e em vias urbanas e rodovias. A PM atuará também na escolta das urnas eletrônicas e na segurança dos polos eleitorais, onde são guardadas as urnas para a contabilização dos votos. 

Os drones, que serão pilotados por especialistas do Grupamento Aeromóvel (GAM) da corporação, vão sobrevoar bairros de cidades da Região Metropolitana, transmitindo imagens em tempo real aos centros de operações instalados no Quartel General da PM, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no GAM e ainda para aparelhos celulares de comandantes de unidades estratégicas. 

Já a Secretaria de Estado de Polícia Civil mobilizou cerca de 1,3 mil agentes para atuar neste segundo turno. Unidade de elite da instituição, a Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) estará de prontidão para qualquer necessidade de acionamento. Equipes especializadas também vão concentrar atenção em áreas em que há atuação de milicianos. 

Mais de 500 agentes das Operações Segurança Presente, Lei Seca e Marcha pela Cidadania e Ordem, entre policiais militares, agentes civis e assistentes sociais, vão atuar no patrulhamento das ruas e próximo a locais de votação. As equipes darão orientações aos eleitores sobre medidas de prevenção ao contágio pela Covid-19, como o uso de máscaras e a manutenção do distanciamento social. 

Integração com municípios e forças federais 

Toda a operação será monitorada no sábado (28/11), véspera da eleição, e domingo pelo Centro Integrado de Operações Coordenadas, que é formado por equipes de 11 órgãos e instituições estaduais, municipais e federais: Polícia Militar, Polícia Civil, Secretaria de Administração Penitenciária, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Marinha, Exército, Guarda Municipal, TRE e Ministério Público. A coordenação será feita a partir do Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), na Cidade Nova. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Mais de 355 pessoas aguardam transferência para leitos de covid no Rio

Taxa de ocupação de UTI da rede estadual é de 80% 




O número de pacientes com novo coronavírus (de covid-19) que aguardam transferência para leitos no sistema de saúde do estado do Rio de Janeiro chegou a 358, segundo informou a Secretaria de Estado de Saúde no início da tarde de hoje (27). Entre esses pacientes, 207 devem ser transferidos para enfermarias e 151 para unidades de terapia intensiva (UTI). 

A taxa de ocupação dos leitos de UTI da rede estadual destinados à covid-19 é de 80%, enquanto as enfermarias chegaram a 51%. 

Na capital e Baixada Fluminense, os leitos de UTI para o tratamento da covid-19 chegaram na manhã de hoje (27) a 92%, considerando unidades de saúde municipais, estaduais e federais. O percentual foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, que também informou uma ocupação de 69% nas UTIs. 

Segundo a secretaria municipal, 301 pacientes aguardam transferência para leitos no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense, sendo 120 de UTI. A secretaria destaca que "as pessoas que aguardam leitos de UTI estão sendo assistidas em leitos de unidades pré-hospitalares, com monitores e respiradores". 

Em toda a rede SUS na capital, há 1.082 pessoas internadas em leitos especializados para a covid-19, e chega a 509 o número de hospitalizados em terapia intensiva. 

Esta semana, o subsecretário de Saúde do município, Jorge Darze, disse que a cidade "ainda não chegou a um patamar de ter a capacidade zerada" e explicou que, entre a indicação da necessidade de um leito e a efetiva internação, há um processo que pode durar horas para que se consiga a transferência”. 

Já a Secretaria de Estado de Saúde explicou, ontem (26), que "a fila de espera por leitos ocorre porque, para pacientes com comorbidades, a Central Estadual de Regulação busca vagas que contemplem todas as suas necessidades clínicas, garantindo a assistência especializada a cada caso". 

Taxa de letalidade 

O Boletim Observatório Covid-19 da Fundação Oswaldo Cruz divulgado ontem (26) apontou "uma piora expressiva" da taxa de letalidade da covid-19 no estado do Rio de Janeiro, que chegou a 6,4%. Em outros estados, a letalidade é entre 2% e 3%. 

"Esse valor é considerado alto em relação a outros estados e aos padrões mundiais, à medida que se aperfeiçoam as capacidades de diagnóstico e de tratamento oportuno da doença, o que revela graves falhas no sistema de atenção e vigilância em saúde", disse a equipe multidisciplinar da Fiocruz. 

O coordenador do Sistema Monitora Covid-19 da Fiocruz, Christovam Barcellos, esclarece que a letalidade é uma taxa calculada utilizando o número de casos confirmados da doença e o número de óbitos causados por ela. O indicador, então, depende da realização de testes e diagnósticos para se aproximar da realidade. 

Sanitarista do Instituto de Comunicação e Informação em Saúde (Icict/Fiocruz), Barcellos destaca que esse número está mais ligado à capacidade de diagnóstico que ao risco de morte ao contrair a doença. 

"O que pode estar acontecendo no Rio de Janeiro é uma falha no diagnóstico do caso, enquanto o diagnóstico do óbito pode ainda estar sendo bem feito. É importante a população saber que não significa que se você pegar a doença, você tem mais chances de morrer. Isso [a taxa] aponta falhas no sistema de saúde, e não que os casos do Rio de Janeiro sejam mais graves", esclareceu. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Porciúncula : Unidades de Saúde de renovam estoque de máscaras

 


Com o intuito de conter a propagação do coronavírus, as Unidades de Saúde do município voltaram a distribuir máscaras a seus usuários. 

Mais de 5.500 máscaras, confeccionadas através da Secretaria de Promoção Social, foram distribuídas, nesta semana, entre as Unidades Básicas do Centro, João Francisco Braz, Cristo Rei, Santo Antônio, Policlínica, Unidade Mista, Caps, Centro de Triagem, Purilândia e Santa Clara. 

“As máscaras ainda são um dos meios mais eficazes no combate ao coronavírus, juntamente com o uso de álcool em gel e outras medidas de proteção. Estamos com alta produção de máscaras desde o início da pandemia para que não falte à população”, concluiu Maria Antonieta Gomes, secretária municipal de Promoção Social. 

A Secretaria de Saúde orienta que as pessoas façam uso correto da máscara, não compartilhando com familiares, não tocando o rosto depois de colocá-la e fazendo a sua limpeza após o uso. As autoridades em saúde reforçam a necessidade de manutenção do distanciamento social e das medidas de higiene para o combate à Covid-19.


Ascom

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Prefeito determina novas medidas de enfrentamento à COVID-19 em Teresópolis

 


Com o objetivo de reforçar o enfrentamento da disseminação do novo coronavírus, depois de se reunir com a liderança da Secretaria de Saúde, o Prefeito Vinicius Claussen determinou, nesta quinta, 26, novas medidas para o município. A ampliação de testagem para sintomáticos nos 20 postos de saúde da família (PSF) e unidades básicas de saúde (UBS) é uma das medidas adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde a partir da próxima segunda-feira, 30. 

Ao buscar atendimento nesses postos, a pessoa que estiver com sintomas de COVID-19, vai ser avaliada pelo médico e encaminhada para realização do teste na própria unidade onde foi atendida. Anteriormente, o teste nessas unidades era realizado em crianças e adolescentes, de gestantes e dos idosos a partir de 60 anos, desde que sintomáticos. 

A ampliação de testagem para sintomáticos nos postos de saúde é uma das medidas adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde. Ao buscar atendimento nesses postos, a pessoa que estiver com sintomas de COVID-19, vai ser avaliada pelo médico e encaminhada para realização do teste na própria unidade onde foi atendida. Anteriormente, o teste nessas unidades era realizado em crianças e adolescentes, de gestantes e dos idosos a partir de 60 anos, desde que sintomáticos. 

O Centro de Atendimento e Testagem do Ginásio Pedrão, na Várzea, terá novo protocolo de avaliação clínica e laboratorial para identificação precoce de casos. Além disso, o Pedrão e o EPEM (Rua Dr. Aleixo, nº 85) passam a realizar também testes PCR, com mobilização de novas equipes. 

O Prefeito Vinicius Claussen também determinou a instalação de um Centro Triagem e Testagem no Serviço de Pronto-Atendimento Dr. Eitel Abdallah, no bairro de São Pedro. O local contará com equipe multidisciplinar, com médico, enfermeiro, técnico de enfermagem e farmacêutico. A unidade funcionará às 3ª e 4º feiras, das 8h às 17h. 

O Centro de Testagem do Caleme continuará realizando a testagem e serviços vinculados à Unidade de Atenção Primária do Caleme (2ª, 5ª e 6ª com atendimento da Unidade de Atenção Primária e sábado com realização de acolhimento e diagnóstico da COVID-19). A unidade está localizada na Igreja Nossa Senhora da Paz, em parceria com a Igreja Católica e na Unidade Móvel (Rua Antônio Maria da Conceição, s/nº - próxima à Praça). 

No interior, os pacientes devem buscar testagem e atendimento nas Unidades de Atenção Primária à Saúde 24H de Bonsucesso (3º Distrito) e Unidade de Atenção Primária à Saúde de Água Quente (2º Distrito), de 2ª à 6ª feira, das 8h às 17h. 

Vinicius Claussen pontuou que a ampliação de 214 leitos do Estado aumenta a segurança do município em relação a leitos COVID-19, uma vez que a regulação de vagas para internação é estadual. Outra iniciativa do Prefeito foi a reunião com representantes das entidades comerciais nesta sexta, 27, para reforço da importância do cumprimento das medidas vigentes com relação aos protocolos de segurança para enfrentamento ao Coronavírus. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sexta-feira, 27 de novembro de 2020

Black Weekend - Supermercados Fluminense











 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Boletim Covid-19 Pádua/RJ





 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Desemprego atinge 14,1 milhões de pessoas



O desemprego atingiu 14,6% dos brasileiros no 3º trimestre de 2020. Houve alta de 1,3 ponto percentual em relação ao trimestre anterior. Essa é a maior taxa da série histórica, iniciada em 2012.

A desocupação atinge 14,1 milhões, incremento de 1,3 milhões de pessoas na fila pela busca de uma ocupação. Os números fazem parte da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio) Contínua. Foram divulgados nesta 6ª feira (27.nov.2020) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Eis a íntegra (4 MB).

Segundo a analista da pesquisa, Adriana Beringuy, o aumento na taxa reflete a flexibilização das medidas de isolamento social para controle da pandemia de covid-19. “Houve maior pressão sobre o mercado de trabalho no 3º trimestre. Em abril e maio, as medidas de distanciamento social ainda influenciavam a decisão das pessoas de não procurarem trabalho. Com o relaxamento dessas medidas, começamos a perceber 1 maior contingente de pessoas em busca de uma ocupação”.

A população ocupada (82,5 milhões de pessoas) chegou ao menor nível da série histórica iniciada em 2012, com redução de 1,1% (883 mil de pessoas a menos) em relação ao trimestre anterior.

SETORES

Apenas as atividades de construção e agricultura tiveram crescimento da população ocupada. Eis as variações do desemprego por setor no 3º trimestre frente a trimestre anterior:

agricultura: 3,8%

construção: 7,5%

comércio: 0,0%

indústria: -1,4%

serviços domésticos: -1,9%

informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas: -1,9%

administração pública: -3,7%

outros serviços: -3,7%

alojamento e alimentação: -4,0%

transporte: -5,2%

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Retorno de cobrança do IOF sobre operações renderá cerca de R$ 2 bi

 


                                                            Marcello Casal Jr./Agência Brasil


O retorno da cobrança do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) sobre operações de crédito renderá cerca de R$ 2 bilhões em um mês, disse hoje (26) o secretário do Tesouro Nacional, Bruno Funchal. A alíquota zero, que acabaria no fim de dezembro, acabou ontem (25) por meio de uma medida provisória editada pelo presidente Jair Bolsonaro.

Com a MP, quem pegou dinheiro emprestado numa operação de crédito voltará a pagar 3% ao ano (empresas) e 6% ao ano (pessoas físicas) sobre o valor contratado, mais uma alíquota fixa de 0,38% por operação. Zerada para baratear a concessão de crédito durante a pandemia do novo coronavírus, a cobrança de IOF foi retomada para custear a isenção da tarifa de energia aos consumidores atingidos pelo apagão de três semanas no Amapá. 

Segundo Funchal, a antecipação da medida em um mês não estava planejada e ocorreu por uma contingência, porque o IOF, por tratar-se de um imposto regulatório, tem efeito imediato sobre a arrecadação quando é reajustado. “É claro que o ideal é você ter algo planejado, mas teve uma eventualidade que foi a questão do Amapá e, para as ações de novas despesas poderem ser feitas, pela LRF [Lei de Responsabilidade Fiscal] era necessária uma compensação", disse. 

Também ontem, o governo editou medida provisória com crédito de R$ 80 milhões ao Ministério de Minas e Energia (MME). Funchal, no entanto, não explicou a divergência de valores entre os R$ 2 bilhões de arrecadação com o IOF e o valor repassado ao MME. Apenas disse que o governo agiu de forma conservadora, para evitar desrespeitar a LRF. 

Inflação 

Sobre o impacto da inflação sobre a gestão da dívida pública, Funchal disse que a recente alta no preço dos alimentos é transitória e não preocupa. “A gente tem confiança no time do Banco Central. Isso aí está bem controlado e claramente foi uma situação dessa inflação momentânea por conta de mudanças de padrão de consumo durante a pandemia”, declarou. 

Segundo o relatório de dívida pública, divulgado ontem, cerca de 25% da Dívida Pública Federal é corrigida pela inflação. Essa é a proporção de títulos corrigidos pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) na dívida total. 

Em relação aos elevados volumes de vencimentos da dívida pública em 2021, o secretário do Tesouro afirmou estar preparado. Ele reiterou que o órgão está recompondo o colchão da dívida pública, reserva financeira para pagar vencimentos caso as condições de mercado se agravem. 

EBC

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Crédito: estados e municípios poderão pegar mais R$ 2 bi em empréstimos

 Limite de crédito passou de R$ 18 bi para R$ 20 bi 




Os estados e os municípios poderão contrair mais R$ 2 bilhões em empréstimos no sistema financeiro. O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou hoje (26) a elevação do limite de crédito dos governos locais para 2020. 

Com a decisão, o limite global de contratação de operações de crédito pelos governos locais passou de R$ 18 bilhões para R$ 20 bilhões. Desse total, o teto das operações com garantia da União, quando o Tesouro Nacional cobre eventuais inadimplências, passou de R$ 7,5 bilhões para R$ 9 bilhões. 

O limite das operações sem garantia do governo federal subiu de R$ 10,5 bilhões para R$ 11 bilhões. A União tem um limite de contratação de crédito de R$ 400 milhões, que não foi alterado nessa reunião. Dessa forma, o teto total de operações de crédito pelos três níveis de governo – federal, estadual e municipal – subiu de R$ 18,4 bilhões para R$ 20,4 bilhões. 

Essa foi a terceira ampliação do limite de contratação de crédito pelos estados e pelos municípios neste ano. O teto foi alterado em junho e em agosto deste ano. 

A medida não tem impacto fiscal para a União, porque as mudanças valem para os entes públicos locais. Em nota, o Ministério da Economia informou que o novo limite foi ampliado por causa de vários eventos que alteraram as metas fiscais para este ano e as estimativas mensais de resultado nas contas públicas feitas pelo Tesouro Nacional. 

Pandemia 

No início do ano, o governo tinha decidido zerar a meta fiscal para os governos locais. Por causa do estado de calamidade pública aprovado no início da pandemia do novo coronavírus, o governo federal está dispensado de cumprir meta de primário em 2020, que teria déficit de R$ 124,1 bilhões. O resultado primário representa o déficit ou o superávit nas contas do governo desconsiderando o pagamento dos juros da dívida pública. 

Todo ano, o CMN fixa valores máximos que a União, os estados e os municípios podem pegar emprestado no sistema financeiro. A utilização desse limite poderá ser acompanhada pelas instituições que integram o sistema financeiro e pela sociedade, por meio do site do Banco Central . 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Vasco deixa escapar vitória na Sul-Americana

Jogando em casa, Defensa y Justicia consegue empate 



O atacante argentino Cano brilhou com um golaço de voleio, mas o Vasco deixou escapar a vitória diante do Defensa y Justicia (Argentina) na noite desta quinta-feira (26). O jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana terminou empatado em 1 a 1. 

Após o resultado obtido no estádio Norberto Tomaghello, o Cruzmaltino recebe os argentinos na próxima quinta (3) em São Januário a partir das 21h30 (horário de Brasília). 

Gol do artilheiro 

Após um primeiro tempo muito fraco, no qual só conseguiu levar perigo em boa jogada de velocidade do colombiano Gustavo Torres um pouco antes do intervalo, o Vasco só conseguiu marcar na etapa final. 

Aos 16 minutos Léo Matos cruza para o argentino Cano, que, em sua primeira chance clara, marca com um belo voleio. Aos 29 Cano tem chance de ampliar a vantagem, mas a bola acaba saindo ao lado do gol de Unsain por pouco. 

uando tudo parecia caminhar para uma importante vitória do Vasco, Miranda vacila na marcação e Braian Romero domina e não perdoa. 1 a 1 no marcador. A partir daí aconteceu muito pouco, e a igualdade perdurou até o final.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Black Friday - Supermercados Fluminense



 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Covid-19: bares, boates e casas de espetáculo serão fiscalizados pelo Corpo de Bombeiros

 O sistema de self-service para refeições está proibido 



O cumprimento das medidas de prevenção à covid-19 em bares, boates e casas de espetáculo também será fiscalizado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, a partir de determinação divulgada ontem (25) pelo governo estadual. 

Além de autorizarem os eventos no estado, os bombeiros também farão vistorias entre 20h e 5h para verificar o cumprimento de regras como a limitação de público, o distanciamento social, o uso de máscara e a disponibilização de álcool 70. 

Segundo o comandante-geral do Corpo de Bombeiros e secretário de Defesa Civil, coronel Leandro Monteiro, os estabelecimentos que forem flagrados descumprindo a lotação de público de determinada no Decreto Estadual 47.345, de 5 de novembro de 2020, serão interditados e terão suas licenças cassadas. 

O decreto estabelece que bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos congêneres devem limitar o acesso do público a dois terços da sua capacidade de lotação. As regras permitem a apresentação de música ao vivo, mas proíbem pista e espaço de dança. Além disso, são autorizados os serviços de consumo de bebidas alcoólicas apenas para os clientes sentados em mesas e cadeiras nas áreas internas e externas, respeitando o distanciamento mínimo de um a dois metros. O sistema de self-service para refeições está proibido. 

Já casas de shows e espetáculos, boates e arenas fechadas só podem funcionar com reserva de lugares numerados, respeitando a limitação de 50% da capacidade de público. Assim como nos bares, é permitida música ao vivo, porém vedada pista e espaço de dança para evitar concentração de público nestes locais. 

Os pedidos para a realização de eventos no estado deverão ser submetidos ao Corpo de Bombeiros por meio do Sistema Eletrônico de Informação. Além da viabilidade dos eventos, a corporação fará a avaliação considerando a situação de cada município. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Boletim Covid-19 Pádua/RJ



 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Começa a obra de recuperação da ponte na RJ 198 requisitada pelo deputado Jair Bittencourt

 




O Departamento de Estradas de Rodagem do Rio de Janeiro (DER-RJ) iniciou os serviços de recuperação da ponte na RJ 198 entre Cruzeiro e Monte Verde, distritos de Cambuci que sofreram com fortes chuvas na semana passada. O pedido foi feito pelo deputado estadual Jair Bittencourt, vice-presidente da Alerj e representante do Noroeste Fluminense na Assembleia Legislativa. 

- Agradecemos a agilidade de toda equipe de campo do DER-RJ, bem como a atenção do diretor do Interior, Newton Júnior, e da presidente, Elizabeth Valle Viana. Nosso muito obrigado também a Uruan Cintra, secretário estadual de Cidades; e ao nosso governador, Cláudio Castro. É assim, trabalhando juntos, que poderemos atender nossa população de forma rápida e digna – declarou o deputado em suas redes sociais. 




No último dia 18, São João Paraíso, distrito de Cambuci, amanheceu submerso. O local foi inundado após uma tromba d'água, que atingiu também Monte Verde e Cruzeiro. Os moradores, pegos de surpresa na madrugada, tiveram que abandonar suas residências, muitos sem nem mesmo conseguir levar seus documentos. 

Jair Bittencourt, logo após o ocorrido, já havia acionado órgãos estaduais e assumido parcerias com os órgãos locais para auxílio à população. 



COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Projeto autoriza governo ceder equipamentos desativados de hospitais de campanha aos municípios

 


O Governo do Estado poderá ceder às prefeituras, para uso nas unidades de saúde municipais, equipamentos desativados das unidades de tratamento intensivo (UTIs) dos hospitais de campanha destinados ao tratamento do coronavírus. É o que determina o projeto de lei 3.005/20, do deputado Pedro Ricardo (PSL), que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) vota nesta quinta-feira (26/11), em discussão única. Caso receba emendas parlamentares, o texto sairá de pauta. 

O texto determina que as unidades hospitalares beneficiadas ficam obrigadas a prestar atendimento aos pacientes com covid-19 oriundos de outros municípios situados no território do Estado do Rio de Janeiro. “O fechamento e a redução dos hospitais de campanha, já fadados ao insucesso em função das graves e odiosas circunstâncias de corrupção, por certo legará uma série de equipamentos de UTI’s inutilizados ou ociosos”, afirma o autor da medida. 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

‘Terê cultura online’: música, dança, teatro e artes visuais estão na programação da Edição Aldir Blanc do festival

 



Começa nesta quinta, 26, às 20h, a 2ª edição do ‘TERÊ CULTURA ONLINE’. Sucesso na primeira edição, o festival está de volta, desta vez, Especial Aldir Blanc. Centenas de artistas e produtores da cidade participaram dos editais para projetos da Lei Aldir Blanc, desenvolvidos e aplicados pela Secretaria de Cultura. Os selecionados na categoria Lives se apresentam até domingo, dia 29. As transmissões acontecem na página oficial da Prefeitura: www.facebook.com/PrefeituraTeresopolisOficial

Confira a programação:

26/11 – Quinta - às 20h
SERGINHO FREITAS "Lembretes" (voz e violão)

27/11 - Sexta - às 20h
PÂMELA REZENDE "Em Cantar" (voz e violão)

28/11 - Sábado - às 18h
PATRÍCIA QUINTEIRO Alma "Acústica" (voz e violão)

28/11 - Sábado - às 20h

KAFFA "Stay In House" (eletrônica)

29/11 - Domingo - às 17h
MARCOS DANTAS "Que Caquinha é Essa" (Infantil)

29/11 - Domingo - às 20h

HENRIQUE BRANCO "Piano Bar" (piano)


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Após destruição causada pelas chuvas prefeitura de Trajano de Moraes reconstrói acessos

 


A Prefeitura de Trajano de Moraes, não mediu esforços mais uma vez para reconstruir o mais rápido possível a passagem de acesso a uma das propriedades rurais na localidade de Visconde de Imbé. Parte da estrada foi totalmente danificada pelas fortes chuvas registradas na cidade nas últimas semanas. No local a secretaria municipal de Obras e Serviços Públicos colocou manilhas novas e reconstruiu a via. 

No local havia uma ponte com manilhas e terra coberta, muita usada em vias rurais. Para solucionar o problema, a prefeitura utilizou de recursos próprios para refazer a ponte e liberar o acesso, visando facilitar a escoação da produção e o transporte de alunos. O acesso foi parcialmente interditado depois que fortes chuvas destruíram parte da ponte, deixando os moradores isolados. 

“Levamos a escavadeira lá, tiramos os resíduos deixados pelas chuvas, e refizemos uma nova passagem para o escoamento da produção. Esse acesso é importante para a retirada do leite ordenhado todos os dias pelos pecuaristas. A gestão pública tem feito a sua parte para tentar em tempo hábil fazer com que a vida do homem do campo volte ao normal”, disse o prefeito Rodrigo Viana que acompanhou de perto os serviços. 

A estrada também sofreu danos, que já foram solucionados pela prefeitura, através da secretaria municipal de Obras e Serviços Públicos. “A construção teve sua cabeceira danificada pela enxurrada. Nossa equipe retirou os restos de manilhas, galhos de árvores, entre outros resíduos e fizemos um novo acesso para atender de forma imediata os pecuaristas. O prefeito Rodrigo Viana estava preocupado em atender o mais rápido possível essas famílias”, enfatizou o secretário da pasta, Juninho Azevedo. 







COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Quinta da Carne - Supermercados Fluminense



 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Detro-RJ vai leiloar 226 veículos nesta sexta-feira (27/11)

 



O Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro-RJ) realizará leilão de veículos na próxima sexta-feira (27/11), às 10h. Nesta edição, serão ofertados 226 lotes. Os lances acontecerão simultaneamente nas modalidades presencial e on-line. 

As sessões públicas presenciais ocorrerão no depósito de Vargem Grande, na Estrada dos Bandeirantes 28.137. Em função da pandemia de Covid-19, o uso de máscaras é obrigatório, deverá ser mantido o distanciamento e será disponibilizado álcool em gel. Para participar eletronicamente, basta acessar o site da Rebocar Leilões (www.rebocarleiloes.com.br). As fotos ilustrativas e descrições dos lotes já podem ser vistas no site. 

Os interessados em ver os veículos presencialmente podem agendar visita para quinta-feira (26/11), das 10h às 16h, nos pátios de Vargem Grande e Deodoro. O agendamento pode ser feito pelo WhatsApp (21) 99862-9879 ou por e-mail: leilao@rebocarremocoes.com.br. É importante lembrar que os veículos arrematados devem ser retirados do depósito no estado em que foram adquiridos. 

Informações, editais e datas dos próximos leilões estão disponíveis no site do Detro-RJ (www.detro.rj.gov.br). 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Turismo: Azul Linhas Aéreas passará a operar voos comerciais regulares para interior do Rio

 


A retomada do turismo do Estado do Rio receberá um reforço. A Azul Linhas Aéreas passará a operar com voos comerciais regulares para Angra dos Reis, Paraty e Búzios, saindo de São Paulo, Minas Gerais e do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. A companhia também aumentará a oferta de voos para Cabo Frio. O anúncio foi oficializado nesta quarta-feira (25/11), no Palácio Guanabara, em encontro de diretores da empresa com o governador em exercício Cláudio Castro e prefeitos dos quatro municípios da Costa do Sol e da Costa Verde.  

A iniciativa faz parte da campanha Verão Azul Conecta. Entre 14 de dezembro e 31 de janeiro de 2021, a companhia terá voos decolando de Congonhas para Angra e Paraty; do Santos Dumont para Angra e Búzios; e de Belo Horizonte para Búzios. Essas cidades são os principais destinos procurados pelos turistas durante o verão no estado fora da capital. As passagens para todos os voos da alta estação já estão à venda. Com capacidade para nove passageiros, as aeronaves vão realizar 38 voos diários. 

- O aumento do número de voos para as regiões litorâneas durante o verão será muito importante não só para o turismo, mas também para o desenvolvimento do nosso estado, gerando mais empregos. Agradeço à companhia Azul por acreditar no Rio de Janeiro, e é fundamental que tenhamos uma retomada segura e consciente – afirmou o governador em exercício Cláudio Castro. 

O turismo foi um dos setores mais impactados pela pandemia da Covid-19 e, desde março, o Governo do Estado trabalha para estruturar a retomada das atividades, seguindo todos os protocolos das autoridades sanitárias. A secretária de estado de Turismo, Adriana Homem de Carvalho, ressalta que essa parceria será importante na recuperação da economia do turismo nas regiões da Costa do Sol e Costa Verde. 

- Esse projeto é de extrema importância para incentivar os turistas a buscarem destinos em cidades do Rio que não tinham essa conectividade. Os municípios de Angra dos Reis, Paraty, Búzios e Cabo Frio são muito procurados nas férias de verão por causa das belíssimas praias e de todos os atrativos que oferecem. A possibilidade de acessar essas cidades por transporte aéreo vai otimizar o tempo de deslocamento e, com certeza, incentivar a escolha desses destinos, assim como regiões próximas – destacou a secretária. 

O secretário de estado de Transportes, Delmo Pinho, lembrou que o turismo fomenta o desenvolvimento regional e acrescentou que há planos para ampliar voos a outras regiões do estado. 

- A aviação no turismo é um fator de desenvolvimento. Estamos falando de um transporte seguro e mais rápido. A aviação impacta diretamente no turismo, promovendo empregabilidade, melhores taxas de ocupação hoteleira, movimenta restaurantes, táxis. Vamos trabalhar fortemente para equipar melhor os aeroportos do estado, em parceria com o governo federal, e vamos desenvolver meios de atender outros destinos, como Resende, que é um local turístico e industrial – afirmou. 

O diretor de relações institucionais da Azul, Marcelo Bento, contou que atender regiões litorâneas do Rio já estava nos planos da empresa. 

- O Rio de Janeiro é um mercado muito importante para a Azul. Temos grande volume de operações aqui, principalmente no Santos Dumont. Este ano foi possível realizar projetos que estavam na prateleira há muito tempo, como atender Angra, Paraty e Búzios. Agora temos condições de operar aviões capazes de acessar esses três aeroportos. Cabo Frio já fazia parte da nossa rota, mas a novidade são os voos de jato de grande porte, com 118 acentos, vindos de Congonhas.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Atlético-MG vence o Botafogo e abre vantagem sobre Flamengo

 


O Atlético-MG superou o Botafogo por 2 a 1, nesta quarta-feira (25) no estádio do Mineirão em jogo válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro, e abriu três pontos de vantagem sobre o vice-líder Flamengo (que tem um jogo a menos).

Com este triunfo, o Galo alcançou 42 pontos, três a mais que o Flamengo (que não joga esta rodada após o adiamento do confronto com o Grêmio) e quatro a mais que o São Paulo, que empatou em 1 a 1 com o Ceará nesta rodada e que tem três jogos a menos.

Domínio do Galo

O Botafogo teve a primeira chance clara na partida realizada no Mineirão, com o atacante Pedro Raul, mas a partir daí quem mandou foram os donos da casa.

E este domínio não demorou a se transformar em gol. Aos 10 minutos Keno recebeu na ponta esquerda e cruzou de três dedos para o meio da pequena área, onde o venezuelano Savarino chegou escorando de ombro para abrir o placar.

O Galo continuou melhor no restante da etapa inicial, mas só conseguiu ampliar o marcador no segundo tempo, quando, logo aos 4 minutos, Savarino cruza para Eduardo Sasha subir muito e marcar um belo gol de cabeça.

Diante de um adversário claramente superior, o Botafogo só conseguia levar perigo em jogadas de bola parada. E o gol de honra da equipe carioca sai justamente em gol de cabeça de Marcelo Benevenuto, após cobrança de escanteio de Marcinho aos 7 minutos.

 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Dívida Pública Federal sobe para R$ 4,638 trilhões em outubro

 Mesmo com instabilidade no mercado, emissões batem recorde




A necessidade de recursos em caixa para cobrir os gastos extras com a pandemia de covid-19 continuou a pressionar a dívida pública em outubro, com o Tesouro Nacional emitindo títulos em níveis recordes. A Dívida Pública Federal (DPF) subiu, em termos nominais, 2,47%, passando de R$ 4,527 trilhões para R$ 4,638 trilhões.

A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi), que é a parte da dívida pública em títulos no mercado interno, subiu 2,48% em outubro, passando de R$ 4,281 trilhões para R$ 4,387 trilhões. 

A alta deve-se, segundo o Tesouro, à emissão líquida de R$ 76,79 bilhões na DPMFi. Além disso, houve a apropriação positiva de juros (quando os juros da dívida são incorporados ao total mês a mês), no valor de R$ 29,25 bilhões. 

A emissão líquida de títulos da Dívida Pública Mobiliária Interna deu-se pela diferença entre o total de novos títulos emitidos pelo Tesouro Nacional – R$ 173,26 bilhões – em relação ao volume de títulos resgatados (embolsado pelos investidores), que somou R$ 96,47 bilhões. 

De acordo com o Tesouro Nacional, as emissões totais em outubro atingiram o maior nível para um único mês desde o início da série histórica, em 2006. Até então, o recorde havia sido registrado em julho de 2020, quando o Tesouro havia posto em circulação R$ 156,4 bilhões em títulos públicos.

Mercado externo 

A alta de cerca de 2% do dólar no mês passado fez o estoque da Dívida Pública Federal Externa (DPFe), em circulação no mercado internacional, subir 2,32%, passando de R$ 245,89 bilhões em setembro para R$ 251,59 bilhões em outubro.

Este ano, a Dívida Pública Federal (DPF) deverá ficar entre R$ 4,6 trilhões e R$ 4,9 trilhões, segundo a versão revisada do Plano Anual de Financiamento (PAF) da dívida pública para 2020, apresentada em agosto.

Detentores 

As instituições financeiras foram as principais detentoras da Dívida Pública Federal interna, com 28,1% de participação no estoque. Os fundos de investimento, com 25,8%, e os fundos de pensão, com 23,4%, aparecem em seguida na lista de detentores da dívida.

A participação dos não residentes (estrangeiros) subiu de 9,4% para 9,8%. Em julho, o indicador chegou a cair para 9%, o nível mais baixo desde meados de 2009. Nos últimos meses, os investidores internacionais tinham se desfeito de títulos da dívida interna brasileira, por causa da pandemia de covid-19 e da crise econômica global. Os demais grupos somam 12,9% de participação, segundo os dados apurados no mês.



COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA