sábado, 31 de julho de 2021

Sorte: Mega-Sena pode pagar R$ 38 milhões neste sábado

As apostas podem ser feitas até as 19h



A Mega-Sena pode pagar R$ 38 milhões neste sábado (31) ao apostador que acertar as seis dezenas do concurso 2.395. O sorteio será realizado a partir das 20h (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo (SP), com transmissão ao vivo pelas redes sociais (perfil @LoteriasCAIXAOficial no Facebook) e pelo canal da Caixa no Youtube.

As apostas podem ser feitas até as 19h de hoje em qualquer lotérica do país, no portal Loterias Caixa e no app Loterias Caixa (disponível para Android e iOS). Clientes do banco também tem a opção de apostar por meio do Internet Banking Caixa.

O valor de uma aposta simples (6 dezenas) na Mega-Sena é de R$ 4,50.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Sacola Cheia - Supermercados Fluminense

 





COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Municípios da região Noroeste estão há duas semanas sem registros de mortes por Covid

 


Sete municípios da região Noroeste do estado do Rio de Janeiro estão há duas semanas sem registrar mortes por Covid-19. A informação é de um levantamento feito por técnicos da Secretaria de Estado de Saúde (SES), divulgado nessa sexta-feira (30.07). A análise levou em consideração dados das semanas epidemiológicas 27 e 28, período de 4 a 17 de julho.

As cidades sem óbitos causados pela doença foram: AperibéCambuci, Italva, Itaocara, Laje do Muriaé, São José de Ubá e Varre-Sai.

- Importante destacar que essa análise não pode ser feita com semanas tão próximas. É preciso respeitar 15 dias, ao menos, para que as informações estejam mais consolidadas. O resultado é consequência da vacinação no estado do Rio de Janeiro, que já atingiu mais de 50% de toda população fluminense adulta com ao menos uma dose da vacina - destaca o secretário de Estado de Saúde, Alexandre Chieppe.

A SES ressalta que muitos casos são notificados após a data do óbito. Por essa razão, desde o início da pandemia, recomenda-se que a análise das informações seja feita pela data de ocorrência da morte; e não pela data de notificação ou confirmação.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Brasileirão: Madureira busca recuperação e São Bento tenta 1ª vitória

 


Após perder a invencibilidade na Série D do Campeonato Brasileiro, o Madureira-RJ mira a reabilitação neste sábado (31). Do outro lado, o São Bento-SP busca a primeira vitória na competição. O duelo da nona rodada do Grupo 7, no estádio Aniceto Moscoso, na zona norte do Rio de Janeiro, será transmitido ao vivo na TV Brasil às 15h (horário de Brasília).

O Tricolor Suburbano carioca perdeu a liderança da chave na rodada passada, ao perder para o Santo André-SP por 2 a 0 no estádio Distrital do Inamar, em Diadema (SP). A primeira derrota após oito jogos derrubou os cariocas para o terceiro lugar, com os mesmos 13 pontos do Ramalhão, que tem uma vitória a mais (quatro a três).

O zagueiro Guilherme Xuxa e o atacante Guilherme Augusto estão fora por terem contraído o novo coronavírus (covid-19). O lateral-direito PC, que se recuperou de um estiramento muscular, é dúvida. O técnico Alfredo Sampaio deve escalar o Tricolor com: Lucão; Léo Barboza, Mario Pierre, Thiago Medeiros e Juninho Monteiro; Feitosa, Leandro Sardinha e Rafinha; Romário, Sampaio e Índio.

O Bentão paulista é o lanterna do grupo, com cinco pontos, todos provenientes de empates. Na última rodada, os paulistas foram derrotados pelo Cianorte-PR, por 1 a 0, no estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP). A equipe está seis pontos atrás do clube paranaense, que aparece em quarto lugar e ocupa a última vaga ao mata-mata.

O técnico Paulo Roberto Santos tem dois desfalques: o lateral-esquerdo Marcelo Sendeski (desconforto na posterior da coxa) e o atacante Johny (panturrilha). A provável formação terá Cleber Alves; Makelele, Dogão, Douglas Mendes e Alysson; Fábio Bahia, Fraga e Kadu; Kayan, Judson e Anderson Cavalo.

Os rivais deste sábado se encontraram há três semanas, em Sorocaba. O duelo foi decidido nos acréscimos e terminou empatado em 1 a 1. O zagueiro Dogão abriu o marcador para a equipe paulista à frente aos 17 minutos do primeiro tempo, mas o atacante Douglas Cunha, aos 48 da etapa final, evitou a derrota dos cariocas.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Novo plenário da Alerj: modernidade tecnológica no legislativo

Deputados realizam sessão plenária de teste e Palácio Tiradentes, antiga sede, vai virar um museu



Toda mudança precisa de uma ambientação e de testes. Esse foi o objetivo da sessão simulada que ocorreu no moderno e tecnológico plenário da nova sede da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), nesta quinta-feira (29/07). Comandada pelo presidente do Parlamento Fluminense, deputado André Ceciliano (PT), com parlamentares participando de forma remota e presencial, a simulação seguiu o rito de uma sessão normal, com votação nominal e discussões. A inauguração oficial do novo plenário acontece na próxima terça-feira (03/08)

A nova sede da Alerj, localizada na Rua da Ajuda, número 5, abriga em um só prédio os setores administrativos, os gabinetes e as salas de comissões e o plenário. "Este foi um evento teste e estamos nos ajustes finais. É muita emoção estar de casa nova, mas também é grande a saudade do Palácio Tiradentes", declarou Ceciliano.

O presidente anunciou que o Palácio Tirandentes, antiga sede da Alerj, se tornará o Museu da Democracia e já receberá em outubro uma exposição sobre Dante Alighieri, em parceria com o Consulado Italiano. "Ao mesmo tempo em que nos transferimos para cá, vamos manter as exposições no Tiradentes, que tem um papel fundamental para a cultura fluminense", afirmou.

Parlamentar mais nova da Casa, Dani Monteiro (PSol) elogiou as novas instalações. "Acho uma mudança importante e acredito que a tecnologia está a nosso favor quando tratamos de democratização de políticas públicas e acesso às informações. As instalações do novo prédio estão muito boas", disse.

Com cinco mandatos, o deputado Luiz Paulo (Cidadania) demonstrou saudade do Palácio Tiradentes, mas disse que está preparado para viver esta nova fase. "Estou há 14 anos e meio trabalhando no Tiradentes e lá estão meus laços afetivos. Aqui, eu estou chegando agora. Mas para tudo na vida a gente tem que viver o presente", declarou.

Novidades nas votações

No novo plenário, os deputados votarão de forma on-line, por meio de modernos tablets (são 76 ao todo; um em cada mesa. Já instalados, os dispositivos agilizarão as votações durante as sessões, possibilitando, por exemplo, acesso às pautas dos projetos de lei a serem votados. No sistema SevWeb, implantado pela Alerj, cada deputado terá seu login e senha, podendo participar, inclusive, das sessões de forma virtual.

A partir de agora, os deputados entrarão num link para fazer o registro facial e, assim, poderem ingressar no sistema. Esse é um recurso de segurança que vai evitar qualquer tentativa de acesso indevido.


O painel eletrônico do plenário, com alta resolução de 7K e 504 placas de LED, vai dar também maior agilidade e transparência às sessões legislativas. A tela (com cerca de 14 metros) se apoia no madeiramento de jacarandá recuperado do próprio edifício, construído na década de 1960 e que passou por um processo de retrofit (reforma arquitetônica). O plenário é 27% maior que o atual, com 185 lugares para receber deputados e assessores, e funciona no primeiro subsolo. Já a galeria pode comportar até 120 pessoas.

Diretor-geral da Alerj, Wagner Victer se mostrou satisfeito com os testes: "Ocorreu tudo bem, até acima das nossas expectativas. A emoção é muito grande e é um orgulho de todos da Casa em estarmos participando deste momento".

O plenário dispõe, ainda, de sete câmeras giratórias (duas a mais que no plenário do Palácio Tiradentes), que serão operadas pela TV Alerj por meio de um switch que passa a ser integrado ao plenário. São três máquinas acopladas a dois monitores de LED nos quais é possível acompanhar todos os ângulos do plenário, inclusive da galeria localizada no andar de cima.

O novo plenário conta também com rampas e elevadores especiais para garantir a acessibilidade de cadeirantes, bem como oferece área de convivência para os deputados. Na decoração, destaca-se a cor azul petróleo presente no revestimento do tapete, representando uma das principais riquezas minerais do estado.




COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Mapa de Risco: região Noroeste mantém risco baixo moderado de transmissão da Covid

 




A 41ª edição do Mapa de Risco da Covid-19, divulgada nessa sexta-feira (30) pela Secretaria de Estado de Saúde, mostra que o estado do Rio de Janeiro teve 27% de redução no número de óbitos provocados pelo vírus. As internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) caíram 18% na comparação entre as semanas epidemiológicas 28 (de 11 a 17 de julho) com a 26 (27 de junho a 03 de julho) de 2021; e as taxas de ocupação de leitos no estado estão em patamares estáveis: 56% para leitos de UTI e 38% para leitos de enfermaria. Com os indicadores reduzidos, o estado segue – pela terceira semana consecutiva - com a classificação de bandeira amarela, ou seja, de baixo risco de contrair a doença.

- Apesar de um bom resultado neste levantamento técnico, é importante que todos mantenham os cuidados já conhecidos, como distanciamento social, uso de máscara e de álcool gel. Com o avanço da vacinação, conseguiremos minimizar os impactos causados pela Covid - analisa o secretário estadual de Saúde, Alexandre Chieppe.

Das nove regiões do estado, sete estão em bandeira amarela. Apenas a Metropolitana I e a Noroeste permanecem com bandeira laranja (risco moderado de transmissão). As demais -- Médio Paraíba, Serrana, Baixada Litorânea, Norte, Centro-Sul, Baía da Ilha Grande e Metropolitana II -- estão com bandeira amarela.

Cada bandeira representa um nível de risco e um conjunto de recomendações de isolamento social, que variam entre as cores roxa (risco muito alto), vermelha (risco alto), laranja (risco moderado), amarela (risco baixo) e verde (risco muito baixo).

Os resultados apurados para os indicadores apresentados devem auxiliar a tomada de decisão, além de informar a necessidade de adoção de medidas restritivas, conforme o nível de risco de cada região.

Em seis meses de vacinação, o estado do Rio ultrapassou a marca de 10 milhões de doses aplicadas contra a Covid-19. Mais de 50% da população adulta do estado já recebeu a primeira dose contra o coronavírus e pouco mais de 20% receberam a segunda dose ou a dose única.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sexta-feira, 30 de julho de 2021

Varre-Sai planeja retorno às aulas presenciais cumprindo medidas de segurança contra a Covid-19

 


A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Varre-Sai em parceria com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, está realizando a higienização de todas as escolas da rede pública municipal de ensino, seguindo todas as determinações de segurança.

De acordo com o secretário municipal de Educação e Cultura de Varre-Sai, Carlos Alberto da Silva, o trabalho dá mais confiança para o retorno às atividades, atendendo os protocolos de segurança no retorno das aulas presenciais, em agosto.

“Nós estamos sempre atentos em atender todos os protocolos de segurança para garantir uma maior tranquilidade nas aulas presenciais que retornarão em agosto”, lembrou o secretário.

Ascom Varre-Sai

 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Porciúncula realiza campanha de Combate as Hepatites Virais

 



A campanha de Combate às Hepatites Virais aconteceu nas Unidades Básicas de Saúde durante todo o mês de julho, remetendo ao Julho Amarelo.

Durante a campanha foram realizadas coletas de sangue para testes de hepatites virais B e C, sífilis e HIV.

As equipes de Infectologia e da Atenção Básica de Porciúncula estão trabalhando assiduamente para dar continuidade às ações de prevenção a Hepatites Virais , IST/ HIV/AIDS ao longo do ano.

Foram realizados mais de 2 mil testes, oferecidos de forma gratuita pelo município, por meio da Secretaria Municipal de Saúde.

Grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, a hepatite é a infecção do fígado, causada por vírus, uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, além de doenças autoimunes, metabólicas e genéticas. É silenciosa e nem sempre apresenta sintomas, mas quando aparecem, podem ser cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. A importância do diagnóstico precoce é fundamental.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Sexta da Padaria - Supermercados Fluminense





 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 29 de julho de 2021

Anvisa faz alerta sobre casos raros de Guillain-Barré após vacinação contra a Covid-19

 

Marcelo Camargo/ Agência Brasil



Casos raros de síndrome de Guillain-Barré (SGB) após a vacinação contra covid-19 têm sido relatados em diversos países, inclusive no Brasil, alertou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em um comunicado divulgado nessa quarta-feira (28), a Anvisa informa que, até o momento, recebeu 27 notificações de casos suspeitos de SGB após a imunização com a vacina da AstraZeneca, além de três casos com a vacina da Janssen e outros quatro com a CoronaVac, totalizando 34 registros.

A Anvisa explica que a SGB é um distúrbio neurológico autoimune raro, no qual o sistema imunológico danifica as células nervosas. Os episódios pós-vacinação (eventos adversos) também são raros, mas já conhecidos e relacionados a outras vacinas, como a da influenza (gripe).

De acordo com a agência, a maioria das pessoas se recupera totalmente do distúrbio. “O principal risco provocado pela síndrome é quando ocorre o acometimento dos músculos respiratórios. Nesse último caso, a SGB pode levar à morte, caso não sejam adotadas as medidas adequadas”, alertou a agência.

“É importante destacar que a Anvisa mantém a recomendação pela continuidade da vacinação com todas as vacinas contra covid-19 aprovadas pela Agência, dentro das indicações descritas em bula, uma vez que, até o momento, os benefícios das vacinas superam os riscos”, ressaltou a agência.

Publicidade



Diante dos relatos de eventos adversos raros pós-vacinação, a agência solicitou que as empresas responsáveis pela regularização das vacinas AstraZeneca, Janssen e CoronaVac incluam nas bulas dos respectivos produtos informações sobre o possível risco de SGB.

Sinais e sintomas

Segundo a Anvisa, a maior parte dos pacientes percebe inicialmente a SGB pela sensação de dormência ou queimação nas extremidades dos membros inferiores (pés e pernas) e, em seguida, superiores (mãos e braços).

Outra característica, acrescenta a agência, percebida em pelo menos 50% dos casos, é a presença de dor neuropática (provocada por lesão no sistema nervoso) lombar ou nas pernas. Fraqueza progressiva é o sinal mais perceptível, ocorrendo geralmente nesta ordem: membros inferiores, braços, tronco, cabeça e pescoço.

A Anvisa destaca que pessoas vacinadas devem procurar atendimento médico imediato se desenvolverem sinais e sintomas sugestivos de SGB, que incluem, ainda, visão dupla ou dificuldade em mover os olhos, dificuldade de engolir, falar ou mastigar. “Também devem ficar atentas a problemas de coordenação e instabilidade, dificuldade em caminhar, sensações de formigamento nas mãos e pés, fraqueza nos membros, tórax ou rosto, além de problemas com o controle da bexiga e função intestinal”, acrescentou a agência.

Notificação

A ocorrência de SGB pós-vacinação contra covid-19 deverá ser relatada à Anvisa. “É imprescindível o cuidado na identificação do tipo de vacina suspeita de provocar o evento adverso, como número de lote e fabricante”, ressaltou a agência.

Profissionais de saúde e cidadãos podem notificar eventos adversos pelo e-SUS Notifica e pelo formulário web do VigiMed.

A Anvisa lembra que se o caso for de queixa técnica ou de desvios de qualidade observados em vacinas, seringas, agulhas e outros produtos para saúde utilizados no processo de vacinação, as notificações devem ser feitas pelo Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária.

EBC

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Itaperuna: Romário visita o município e encerra agenda na APAE

 



Na última quarta-feira, 28, o senador Romário de Souza Faria esteve no município de Itaperuna, RJ, cumprindo uma série de compromissos de agenda.

Encontrou-se com o prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, Alfredão; além do vice-prefeito Emanuel Medeiros, Nel; Murillo Gouvêa, secretário Municipal de Governo; José Maria Guimarães, secretário Municipal de Esporte e Lazer; secretários, vereadores, demais autoridades e convidados.

Logo pela manhã o senador compareceu ao Centro Poliesportivo, quando conversou com as autoridades presentes e com os garotos da Escolinha de Futebol do Poliesportivo. “Vocês sabem jogar bola mesmo? Espero que daqui saiam grandes jogadores, mas vocês também precisam estudar. A Educação é muito importante! O esporte é muito bom na formação do cidadão, mas é preciso priorizar os estudos”, diz Romário.

O prefeito Alfredão agradeceu a presença do senador e mencionou a importância da visita de uma personalidade como o Romário, conversando com as crianças do projeto. “É um prazer receber o Romário em nossa cidade e uma oportunidade para nossas crianças, em poder conhecer o craque. Precisamos sempre reforçar essa mensagem da importância do estudo e da Educação para os nossos jovens”, complementa Alfredão.

Publicidade



O senador ainda teve a oportunidade de conhecer o sistema de vacinação contra a covid-19, implementado no Centro Poliesportivo, onde conversou com profissionais da Saúde e atendeu a solicitações de fãs, para registrarem o momento.

Romário também conheceu alguns projetos da Secretaria Municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação, dentre eles, as atividades desenvolvidas pelos CRAS (Centro de Referência da Assistência Social), Horta Solidária, além de acompanhar uma apresentação da Orquestra Retocando.

O senador Romário também marcou presença na APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e participou de um evento no Espaço Orlandu´s.

Decom Itaperuna

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Vacina contra o câncer pode estar mais perto do que se imagina

 

Reprodução/Thinkstock




Pesquisadores do Harvard’s Wyss Institute, da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, desenvolveram e estão testando uma vacina personalizada e revolucionária contra o câncer agressivo.

Chamada de vacina “implantável”, do tamanho de uma aspirina, ela é colocada perto do local do tumor e evita a quimioterapia no corpo todo. E uma vez aplicada, ela faz uma reprogramação do sistema imunológico para atacar as células cancerosas, não só naquele local, mas no corpo inteiro.

A nova vacina é baseada em biomaterial e combina quimioterapia e imunoterapia para tratar tumores resistentes. Ela foi testada em ratos e “100% deles sobreviveram”, informou nesta quarta, 11, o site da Universidade de Harvard. A pesquisa foi publicada na Nature Communications. (vídeo legendado abaixo)

“100% dos camundongos que receberam a vacina em gel sobreviveram sem metástase, enquanto todos os camundongos não tratados morreram”, afirma a reportagem da universidade.

“A capacidade desta vacina de induzir respostas imunes potentes sem exigir a identificação de antígenos específicos do paciente é uma grande vantagem, assim como a capacidade da administração de quimioterapia local de contornar os graves efeitos colaterais da quimioterapia sistêmica, o único tratamento atualmente disponível para o doença ”, disse Robert P. Pinkas, um dos autores e líder da plataforma de Immuno-Materials no Wyss Institute.

“Esta vacina não apenas ativa as células dendríticas com TAAs específicos do tumor in situ, mas também remodela o microambiente do tumor para permitir ao sistema imunológico um maior acesso ao tumor e cria uma memória imunológica que evita novas recorrências.”

“O câncer de mama triplo-negativo não estimula respostas fortes do sistema imunológico e as imunoterapias existentes não conseguiram tratá-lo. No nosso sistema, a imunoterapia atrai várias células imunológicas para o tumor, enquanto a quimioterapia produz um grande número de fragmentos de células cancerosas mortas que as células imunológicas podem pegar e usar para gerar uma resposta específica do tumor eficaz “, explicou o co-primeiro autor Hua Wang, ex-pós-doutorado em Harvard e atual professor assistente no Departamento de Ciência e Engenharia de Materiais da Universidade de Illinois, Urbana-Champaign.

Vacina personalizada

Desenvolvida pela primeira vez em 2009, a vacina injetável contra o câncer tem se mostrado uma grande promessa no tratamento de vários tipos de câncer em camundongos e tem sido explorada em ensaios clínicos para o tratamento de melanoma no Dana Farber Cancer Institute.

“O implante de drogas quimioterápicas dentro da estrutura da vacina cria uma explosão de morte de células cancerosas que libera TAAs diretamente do tumor para as células dendríticas, evitando o longo e caro processo de desenvolvimento de antígenos”, disse o co-primeiro autor Alex Najibi, um estudante de graduação da SEAS no laboratório de David Mooney.

Na formulação original da vacina, moléculas encontradas em células cancerosas – chamadas antígenos associados a tumores (TAAs) – foram incorporadas junto com adjuvantes dentro do arcabouço do tamanho de uma aspirina para que as células dendríticas que chegam pudessem reconhecê-las como “estranhas” e montar uma resposta imune direcionada contra o tumor.

Esses TAAs podem ser isolados de tumores colhidos ou identificados por sequenciamento do genoma de células cancerosas e, posteriormente, fabricados, mas ambos os processos para criar vacinas contra o câncer personalizadas podem ser longos, tediosos e caros.

Os testes

Wang, Najibi e seus colegas decidiram aplicar essa nova tática de vacina contra o câncer ao TNBC, uma doença na qual os tumores suprimem agressivamente a atividade imunológica em sua área local, limitando a eficácia da imunoterapia.

A equipe carregou primeiro seu arcabouço de hidrogel de alginato com uma molécula de proteína chamada Fator Estimulante de Colônia de Granulócitos-Macrófagos (GM-CSF).

O GM-CSF estimula o desenvolvimento e a concentração de células dendríticas, que captam antígenos de tumores e outros invasores e os apresentam às células T nos gânglios linfáticos e baço para iniciar uma resposta imune.

Eles também adicionaram a droga quimioterápica doxorrubicina (Dox) ligada a um peptídeo chamado iRGD. iRGD é conhecido por penetrar em tumores e ajuda a direcionar o Dox para tumores após a liberação.

Quando camundongos com tumores TNBC foram injetados com a nova vacina, aqueles que receberam um arcabouço carregado com GM-CSF e o conjugado Dox-iRGD mostraram uma penetração significativamente melhor da droga nos tumores, aumento da morte de células cancerosas e menos tumores metastáticos nos pulmões do que aqueles que receberam géis contendo Dox conjugado a uma molécula de peptídeo embaralhada, Dox não modificada ou não foram tratados.

A análise mostrou que eles haviam acumulado um grande número de células dendríticas, indicando que os componentes da imunoterapia e da quimioterapia da vacina estavam ativos.

Terceiro componente

Encorajada pelos resultados, a equipe experimentou adicionar um terceiro componente à vacina chamado CpG, uma sequência de DNA bacteriano sintético que é conhecido por aumentar as respostas imunológicas.

Os camundongos que receberam vacinas com esta adição exibiram um crescimento tumoral significativamente mais lento e tempos de sobrevivência mais longos do que os camundongos que receberam vacinas sem ela.

Para avaliar a força e a especificidade da resposta imune gerada por esta vacina de três partes, os pesquisadores extraíram e analisaram células de nódulos linfáticos e baços dos animais. Surpreendentemente, 14% das células T retiradas dos gânglios linfáticos reagiram contra as células tumorais, indicando que foram “treinadas” pelas células dendríticas para direcionar o câncer, em comparação com apenas 5,3% dos camundongos que receberam a vacina de duas partes e 2,4% das células T de camundongos não tratados.

Além disso, dar uma dose de “reforço” da vacina 12 dias após a injeção aumentou ainda mais o tempo de sobrevivência.

Ação localizada

Embora esses resultados tenham revelado o efeito da vacina na ativação do sistema imunológico, a equipe também queria entender como ela afetava o microambiente local do tumor.

A análise das vacinas e de seus tumores próximos revelou que as células em tumores tratados com géis contendo GM-CSF, Dox-iRGD e CpG tinham uma quantidade aumentada da proteína calreticulina em suas superfícies, o que é um indicador de morte celular.

Os camundongos que receberam a vacina de três partes também exibiram um maior número de macrófagos pró-inflamatórios: leucócitos que estão associados a uma melhor atividade anticâncer e maior sobrevida.

Os pesquisadores também descobriram que o tratamento causou um aumento na expressão da proteína da superfície celular PD-L1 nas células tumorais, que é usada pelo câncer para evitar a detecção imunológica.

Eles tinham um palpite de que a co-administração de um tratamento com um inibidor de checkpoint anti-PD-1 que bloqueia essa evasão imunológica com a vacina aumentaria sua eficácia.

Eles implantaram a vacina de três partes em camundongos e, em seguida, injetaram o anti-PD-1 separadamente.

Os camundongos tratados com a combinação de vacina em gel e anti-PD-1 mostraram tamanho e número de tumor significativamente reduzidos e sobreviveram por uma média de 40 dias em comparação com 27 dias para camundongos não tratados e 28 dias para camundongos que receberam anti-PD-1 sozinho .

Esta sinergia sugeriu que a vacina pode ser melhor usada em combinação com terapias com inibidores de checkpoint.

Para imitar como a vacina contra o câncer pode ser administrada a pacientes humanos, a equipe testou sua capacidade de prevenir a recorrência do câncer após a remoção de um tumor primário.

Eles excisaram cirurgicamente os tumores TNBC de camundongos, depois injetaram sua vacina de hidrogel de três partes ou uma vacina líquida contendo todos os componentes em uma suspensão perto do local original do tumor.

Ambos os grupos tratados tiveram recorrência tumoral significativamente menor, mas a vacina em gel produziu crescimento tumoral significativamente mais lento e melhorou a sobrevida.

Próximos passos

A equipe continua a explorar a combinação de quimioterapia com vacinas contra o câncer e espera melhorar sua eficácia antitumoral para outros modelos de tumor de difícil tratamento.

E espera fazer estudos futuros para compreender mais e otimizar o sistema para que ele avance pra testes pré-clínicos e, eventualmente, pacientes humanos.

Este trabalho foi apoiado pelo National Institutes of Health, a Wyss Technology Development Fellowship e a National Science Foundation.


Fontes: Harvard / Sonoticiaboa


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Quinta da Carne - Supermercados Fluminense



 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quarta-feira, 28 de julho de 2021

Programa ‘Calçada Acessível’: servidores da Prefeitura experimentam a rotina de pessoas com deficiência

 

Foto: Divulgação Prefeitura

A prefeitura de Cordeiro recebeu nesta quarta (28) a visita da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) para falar um pouco sobre o projeto Calçada Acessível. Este projeto visa orientar e prestar consultoria sobre a forma correta e respeitosa de construir calçadas acessíveis a todos, principalmente às pessoas com deficiências.

Os servidores da Prefeitura de Cordeiro viveram uma quarta-feira diferente. O workshop do Programa ‘Calçada Acessível’ fez com que equipes técnicas de secretarias municipais experimentassem, na pele, como é a vida de uma pessoa com deficiência.



A ideia principal do projeto é desenvolver ações estimulando a discussão sobre questões referentes a mobilidade urbana e experiencias sobre soluções para as calçadas do nosso município com padronização e acessibilidade.

Além de capacitar os técnicos e dar todo o suporte na criação de uma legislação específica sobre calçadas para o nosso município, a consultoria não terá gastos aos cofres públicos.




COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Procon-RJ interdita posto de combustíveis na Zona Norte da capital

 


O Procon Estadual do Rio de Janeiro realizou, na última terça-feira (27/07), fiscalizou quatro postos de combustíveis localizados na Zona Norte da capital e em Duque de Caxias. A operação contou com a participação da ANP, IPEM e INMETRO. Dois estabelecimentos foram autuados e um, interditado.

O Posto Marcial, localizado em Cordovil, foi interditado. Os agentes constataram que uma obra estava sendo realizada com o uso de solda e makita, que produzem faísca, próxima às bombas de combustíveis, podendo ocasionar explosão. Cinco bicos de combustíveis foram lacrados por apresentar problema no visor da bomba ou por ter sido reprovados no teste do galão de 20 litros, que afere a quantidade de combustível entregue ao consumidor e informada no visor da bomba. Além disso, o posto está com a licença municipal vencida desde 2019 e comercializa fluidos para freio com data de validade expirada há quase dois anos.

Já no Posto Juruá de Vicente de Carvalho, a ANP coletou amostra de etanol para análise. Os agentes do Procon-RJ identificaram propaganda de cigarros em desconformidade com a legislação e ausência de preços em alguns produtos expostos. Constataram ainda que o estabelecimento não possui placa informativa com o valor do combustível e incidência de impostos, contrariando o decreto da transparência, a mesma irregularidade foi encontrada no posto de Cordovil.

Em Duque de Caxias, no posto SOCAPE, os fiscais dos IPEM e INMETRO encontraram problemas técnicos em 13 bicos de combustíveis, porém os mesmos não apresentavam danos ao consumidor no momento da ação. O estabelecimento foi notificado a sanar as irregularidades.

O único posto de combustíveis que não apresentou irregularidades foi o Posto Holandês, localizado em Brás de Pina.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Dia do Agricultor: Profissional indispensável como o nosso pão de cada dia



Dia 28 de julho é uma data especial para ressaltar a importância desses profissionais que abastecem o país. Os agricultores são os responsáveis por levar alimento às nossas mesas. O mercado agropecuário fluminense vem se destacando como forte gerador de emprego e renda, funciona como engrenagem fundamental para fortalecer e movimentar a economia. A dedicação de cada agricultor com sua produção é essencial para o abastecimento do estado.

Segundo o último Censo Agropecuário do IBGE de 2017, existem no estado do Rio mais de 160 mil trabalhadores rurais na produção agrícola para 190 mil hectares em terras cultivadas. A base do agro no estado se dá através da agricultura familiar, são os pequenos e médios produtores que trabalham de sol a sol para que não nos falte alimento.

Com a chegada da nova lei de isenção do ICMS no fornecimento de energia elétrica, o estado do Rio de Janeiro poderá beneficiar pelo menos 30 mil propriedades rurais nos próximos anos. A isenção, no entanto, está condicionada à comprovação anual da exploração da atividade agrícola ou pecuária e de alguns documentos.

- O agronegócio é sinônimo de muito orgulho para o estado. O setor agropecuário, representa grande parte da economia do estado. A Secretaria de Agricultura, parabeniza o trabalhador rural que dia após dia dá o seu suor na lavoura para trazer um alimento de qualidade. O agro conquistou grandes vitórias: batemos a meta na vacinação da febre aftosa, inauguramos o Espaço do Agricultor em Miguel Pereira que será replicado em todos os municípios, e a mais recente conquista a isenção de ICMS sobre energia elétrica nas propriedades rurais do estado. A Secretaria sempre estará andando ao lado do agricultor disponibilizando incentivos através do Agrofundo, para auxiliar na produção e aquisição de equipamentos – ressalta Marcelo Queiroz, secretário de Agricultura.

Mesmo em meio às dificuldades da pandemia do novo coronavírus, os agricultores não pararam de trabalhar e seguiram na missão de alimentar, preservar e acima de tudo, dedicar amor a atividade de todos os dias. Foi assim com dedicação que o agricultor Washington Sato de Guapimirim, contornou as dificuldades desse período complicado.

- Sou produtor de milho, aipim, quiabo, feijão e meu carro chefe é a goiaba. Possuo uma pequena agroindústria produtora de goiabada. Nossa produção anual é cerca de 100 ton da fruta. Na pandemia foi um pouco complicado, porém a comercialização foi mantida, não paramos um dia sequer, sempre seguindo com as precauções e protocolos. Com o apoio da Emater-Rio, através do Agrofundo, utilizamos a linha de crédito, Prosperar, que nos ajudou na aquisição de máquinas e equipamentos para a fábrica sendo de fundamental importância para continuarmos atendendo a demanda - explicou o produtor.

O protagonismo feminino vem se destacando cada vez mais. As mulheres vêm conquistando seu espaço no campo e se torna fundamental para a agricultura.

- Trabalhamos com a produção de flores com destaque para girassóis que na minha família vem de geração em geração. Começou com meus avós, depois com meus pais e hoje assumo essa missão ao lado do meu marido Leandro e do nosso filho, Lucas. Temos muito orgulho do nosso trabalho. Passamos por dificuldades por conta da pandemia, mas nunca desistimos. Com a ajuda da linha de crédito, Florescer, foi possível investir na nossa produção que hoje é de 700 molhos de girassol por semana – destacou a produtora Claudia Carvalho Lage, de Miguel Pereira.




Agrofundo

Programa de fomento agropecuário e tecnológico da Secretaria de Agricultura, operacionalizado pela Emater-Rio, que concede financiamentos a juros baixos a produtores rurais, através de diversas linhas de fomento: Multiplicar, Prosperar, Florescer, Cultivar, Frutificar, Rio Leite, Energia Limpa, Rio Ovinos, Rio Mel e Rio Genética. Desde o início da pandemia até agora, foram mais de 220 produtores beneficiados, totalizando um pouco mais de 4,0 milhões em créditos concedidos.

Saiba como solicitar o benefício

Para solicitar o empréstimo entre em contato com os escritórios locais da Emater-Rio ou através do e-mail: agrofundo.rio@gmail.com.

Veja neste link os endereços dos escritórios locais: https://bit.ly/3gzy2rc

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Prefeitura de Itaperuna celebra 10 anos da UPA com reformas e melhorias

 


Em Itaperuna, RJ, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24 Horas) está completando 10 anos. A importante data foi celebrada na tarde da última terça-feira, 27, na própria unidade e contou com a presença do prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, Alfredão; do vice-prefeito Emanuel Medeiros, Nel; do secretário Municipal de Saúde Marcelo Ferreira; além de vereadores, secretários, demais autoridades e convidados.

Uma série de reformas e melhorias estão sendo implementadas no espaço, em uma parceria com as secretarias de Saúde e Desenvolvimento Urbano (Obras), dentre elas, asfaltamento na chegada da unidade, bem como no estacionamento, com a operação tapa buracos; recuperação da placa de identificação; dentre outras melhorias. Ainda existe uma parceria com a Secretaria Municipal do Ambiente, que tem por finalidade plantar mudas de árvores no entorno.




O prefeito Alfredão destacou o empenho das secretarias, em buscar melhorias para a unidade e, consequentemente, para a população itaperunense.

“Todos sabem que herdamos muitas dificuldades e problemas, mas preferimos não ficar de braços cruzados e temos feito tudo que está ao nosso alcance. Nossas secretarias tem desempenhado uma série de atividades em conjunto, demonstrando que juntos, somos mais fortes. Essas reformas e melhorias na UPA chegam em boa hora e vamos continuar buscando outras melhorias mais”, pontua o prefeito.




O secretário Marcelo Ferreira também ratificou a importância de ações com outras secretarias, sempre visando melhorias para os munícipes.

“É sempre muito importante trabalharmos em harmonia, buscando o melhor para a nossa população. As dificuldades e as lutas do dia a dia são enormes, no entanto, a atual administração tem demonstrado organização na solução dos problemas. Ainda temos muito trabalho a ser feito e faremos tudo o que estiver dentro das nossas possibilidades, para buscar o melhor para o município. Aproveito a oportunidade a fim de parabenizar todos os funcionários da UPA. Esses 10 anos só foram possíveis, graças ao trabalho de vocês, que se dedicaram e se dedicam ao máximo por essa unidade. Em nome de toda a Secretaria de Saúde, meu muito obrigado a toda equipe da UPA”, finaliza o secretário.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Quarta Maluca - Supermercados Fluminense



 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

terça-feira, 27 de julho de 2021

Detro-RJ apreende ônibus que prestavam serviço por aplicativo

 



O Detro-RJ aprendeu coletivo a serviço de empresa de aplicativo, em ação de fiscalização realizada nesta segunda-feira (26/07), na Glória. O ônibus de fretamento operava o mesmo trajeto de linhas rodoviárias intermunicipais regulares, com venda individual de passagens, sem autorização do Estado, configurando a infração.

Os fiscais aplicaram multas e recolheram ao depósito público o coletivo da empresa Buser. Além disso, outros seis ônibus foram impedidos de seguir viagem. O valor da multa é de R$ 3.627,00, dobrando em caso de reincidência. O ônibus apreendido tinha como destino a cidade de Macaé.

Além das ações de inteligência, as reclamações recebidas pela Ouvidoria ajudam a nortear as operações. Os cidadãos podem encaminhar denúncias sobre transporte intermunicipal pelo e-mail ouvidoria@detro.rj.gov.br, pelo telefone (21) 3883-4141 ou pelo WhatsApp (21) 98596-8545.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Estado e Prefeitura de Miguel Pereira atraem investimentos de piscicultura

 


 

Representantes do Governo do Rio de Janeiro, da Prefeitura de Miguel Pereira e da cooperativa agroindustrial C. Vale, se reuniram, nesta segunda-feira (26/7), para debater investimentos no município. A cooperativa avalia a instalação de uma fábrica de beneficiamento de tilápia na cidade. A unidade teria potencial de gerar investimentos de R$ 160 milhões e cerca de 2 mil empregos na região.

- O Rio de Janeiro apresenta grande potencial para o desenvolvimento sustentável da piscicultura - afirmou o governador Claudio Castro, que ainda lembrou que é necessário investir no interior do estado:

- Estimular o setor, além de diversificar a pauta econômica local, tem o poder de garantir a segurança alimentar do Estado, principalmente da população de baixa renda - acrescentou Castro.

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Vinicius Farah, destacou o potencial transformador do projeto.

- A instalação da fábrica oferece condições para movimentar e fortalecer a economia da região e melhorar a renda dos produtores locais. Este é um projeto que pode mudar a vida de diversas famílias, gerando emprego e renda e incentivando o agronegócio no município - observou o secretário, que visitou o Condomínio Industrial escolhido para viabilização do projeto de tilápias da cidade, no município de Miguel Pereira, após a reunião na capital.

A empresa

Com atuação no Paraná, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Paraguai, a C. Vale cresceu 37% em 2020, totalizando R$ 12,26 bilhões em faturamento. Estima-se que cerca de mil piscicultores seriam beneficiados com a entrada da empresa no Rio de Janeiro.

- Vamos transformar Miguel Pereira em um grande polo de produção de peixes - finalizou o prefeito de Miguel Pereira, André Português.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Cine Rock Brasil apresenta “Um Trem para as Estrelas”

Exibição acontece nesta quinta, dia 29, na Confraria do Jamelão



Toda quinta-feira é dia de Cine Clube em Rio das Ostras. Promovido pela Confraria do Jamelão, em casa tempo, o espaço exibi gratuitamente filmes com temas específicos. Nesta quinta “Um trem para as estrelas” dá continuidade o “Cine Rock Brasil”. Os filmes são exibidos às 20h. Entrada franca.

Eunice (Ana Beatriz Wiltgen), namorada de Vinicius (Guilherme Fontes), jovem e promissor músico morador do subúrbio do Rio de Janeiro, desaparece depois de uma noite de amor. Em sua busca pela namorada desaparecida, ele vive uma verdadeira odisséia urbana atravessando a cidade, sua violência, miséria e injustiças, sempre envolvido pela música.

Direção: Carlos Diegues. Roteiro Carlos Diegues. Elenco: Roney Villela, Taumaturgo Ferreira, Guilherme Fontes.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Programa ‘Emprega Terê’ divulga 214 vagas de emprego no SINE Teresópolis

 


O Programa Emprega Terê divulga as oportunidades de emprego para os próximos dias. O SINE oferece 214 vagas de emprego até 1º de agosto. Para ter acesso às vagas do Programa Emprega Terê, os candidatos devem cadastrar o seu currículo no portal www.teresopolis.rj.gov.br/portal-do-trabalhador.

Os candidatos deverão ter em mãos a sua identidade, CPF, número do PIS (se não houver o cadastro é gerado na hora) e a carteira de trabalho (se não houver é possível solicitar pelo Portal Emprega Terê). Serão cadastradas experiências anteriores, qualificação profissional e áreas de interesse. Há vagas que não exigem experiência profissional e oportunidades para pessoas com deficiência (PcD).

A captação e divulgação das oportunidades de emprego são ações do Pra Cima Terê - Programa de Recuperação Econômica e Geração de Empregos de Teresópolis, liderado pelo Gabinete de Crise da Prefeitura junto às organizações empresariais da nossa cidade: Teresópolis Convention, ACIAT, CDL, Sincomércio, Firjan, Sindicato Rural e Conselho Municipal de Trabalho, Emprego e Renda.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Exames de ultrassonografia voltam a ser realizados em Porciúncula

 


A Unidade Mista de Saúde Dr. Antônio Monteiro adquiriu um novo equipamento para realização de exames de ultrassonografia. O exame, que já foi realizado no município, atualmente estava sendo feito em Bom Jesus do Itabapoana-RJ, devido ao aparelho local estar com problemas. Agora, os pacientes não terão de se descolar até outro município para realizá-lo.

“Temos de comemorar este importante momento, com a aquisição do novo aparelho, que dá sequência ao planejamento de expansão dos serviços de saúde na Unidade Mista”, disse o prefeito Léo Coutinho.

Segundo o secretário de Saúde Higino Reis Lira, são mais de 40 exames de ultrassonografia realizados semanalmente pelo município, totalizando cerca de 160 exames mensais. “Isto traz bem estar e qualidade de vida para a população”.

“Os exames de ultrassonografia são realizados todas as segundas feiras, e são agendados pela Policlínica, após o paciente ter passado pela consulta médica, nas Unidades Básicas de Saúde”, explica o administrador da Unidade Mista de Saúde, João Paulo Barbosa Lima Neto.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Projeto une Prefeitura de Teresópolis e UNIFESO no diagnóstico produtivo, socioeconômico e sanitário da agricultura

Também são parceiros a Secretária Estadual de Agricultura e a Emater-Rio



Considerado o maior produtor de hortaliças no estado do Rio de Janeiro e possuidor de expressivo patrimônio ambiental, o município tem a sua produção agropecuária como alvo do projeto Proteger Teresópolis Rural, uma realização do Centro Universitário Serra dos órgãos (UNIFESO) em parceria com a Prefeitura. O lançamento do projeto está marcado para o dia 3 de agosto, com cerimônia restrita a um número reduzido de convidados por conta da pandemia, e terá transmissão online.

A proposta do trabalho conjunto, que une as secretarias municipais de Agricultura, de Meio Ambiente, de Saúde e de Defesa Civil, e também a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento e a Emater-Rio, é fazer um diagnóstico socioeconômico da agricultura, abrangendo as questões sanitárias, produtivas e ambientais da atividade agrícola de Teresópolis.

Os dados serão coletados por estudantes dos cursos de Medicina Veterinária e de Nutrição, com apoio do poder público. Os universitários participarão de atividades de campo, com visitas às propriedades do 2º e do 3º Distritos para entrevistar produtores e trabalhadores rurais.

A iniciativa leva em conta que, apesar da fundamental importância deste segmento econômico para a geração de renda, a fixação do homem no campo e o abastecimento do mercado da região metropolitana do Rio de Janeiro, Teresópolis não possui dados oficiais detalhados do setor. Essas informações são consideradas de fundamental importância para a formulação de políticas públicas e privadas e a realização de ações para o desenvolvimento regional, preservação ambiental e a melhoria qualidade de vida dos trabalhadores e da população rural do município.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Unidade Ambulatorial Pediátrica Mariza Mozer (UAP) é referência em Itaperuna

 


Em Itaperuna, RJ, a Unidade Ambulatorial Pediátrica Mariza Mozer (UAP) está situada na Rua 10 de Maio, número 647, na região central (em frente ao Centro Clínico). A unidade – modelo e referência – é capaz de resolver e prevenir a maioria das doenças habituais, observadas em crianças.

O secretário Municipal de Saúde Marcelo Ferreira informou que o prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, Alfredão, solicitou especial atenção para com as crianças do município.

“O prefeito Alfredão tem enorme preocupação com as crianças do município e nos orientou para que pudéssemos acompanhar de perto o trabalho realizado pelos profissionais da UAP. Nós temos excelentes profissionais na unidade, que vem realizando um trabalho de primeira qualidade. Além disso, o espaço é bastante acolhedor para os nossos munícipes”, lembra o secretário.

É importante destacar que a UAP permite um enfoque global sobre o paciente, contemplando o acompanhamento do desenvolvimento da criança, buscando compreender o contexto de vida e ambiente familiar, no qual a criança esteja inserida.

Dr. Fabrício Araújo, médico pediatra e diretor clínico, conta com o apoio das coordenadoras da UAP, Carla Soares Arenari; e Vanessa Sader; além de profissionais qualificados que atuam em diferentes áreas, aumentando a oferta dos serviços prestados à população, incluindo “pediatras e subespecialidades, como dermato, neuro e endoc. Além de oftalmo, realizando teste do reflexo vermelho, teste da orelhinha e Psicologia”, complementa o diretor clínico.

Na UAP também é desenvolvido o Programa Primeiros Passos (Puericultura), em parceria com a Universidade Iguaçu (UNIG) - Campus V.

A Puericultura visa a proteção do paciente contra agravos, que possam interferir no desenvolvimento físico e mental. É um tipo de consulta que busca avaliar o paciente de forma mais completa, desde a pesagem, capacidade auditiva e visual até o desenvolvimento neuropsicomotor, dentre outras avaliações.

Também é importante lembrar que, junto ao ambulatório funciona o Programa de Triagem Neonatal e medidas antropométrica, além de imunização em crianças de 0 a 5 anos.


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Inscrições para o Fies estão abertas

 

Marcello Casal Jr/ Agência Brasil


As inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) do segundo semestre de 2021 começam hoje (27). Candidatos interessados podem efetuar a inscrição por meio do portal do programa até a próxima sexta-feira (30).

Estudantes que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir da edição de 2012 podem pleitear uma bolsa no programa de financiamento deste ano. Os alunos devem ter média mínima de 450 pontos e nota superior a zero na redação do exame.

O Fies tem por objetivo conceder financiamento a estudantes em cursos superiores particulares, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação e ofertados por instituições aderentes ao programa.

EBC

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Terça Verde - Supermercados Fluminense



 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 26 de julho de 2021

Idosa de 105 anos vence a Covid-19 e deixa hospital em Itaperuna

 


Em Itaperuna, RJ, uma idosa de 105 anos recebeu alta do Centro de Covid na última sexta-feira, 23. Dona Generoza Araújo Soares carrega consigo seu documento de identidade, no qual revela a data de seu nascimento: 16/08/1915; embora familiares garantam que de fato, ela tenha 107 anos. É que naquele tempo era comum a criança ser registrada depois de completar 1 ano, ou até mais.

Dona Generoza havia dado entrada no Centro de Covid na quarta-feira, 21, apresentando sintomas do coronavírus, além de um quadro de desconforto respiratório.

“A família nos procurou na quarta-feira, quando realizamos exames e ministramos a medicação. Ficou em observação por 48 horas e teve uma recuperação satisfatória”, comenta o médico Lucas Teodoro, clínico geral.

Prestes a completar 106 anos no mês de agosto, Dona Generoza se despediu da unidade de saúde sob os aplausos dos profissionais, além do prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, Alfredão; Marcelo Ferreira, secretário Municipal de Saúde; demais autoridades e familiares.

O prefeito Alfredão a presenteou com um buquê de flores e escreveu uma mensagem para a paciente, que foi lida posteriormente.

“Eu aproveito a oportunidade para agradecer aos médicos, enfermeiros, técnicos e demais funcionários pelo carinho com a Dona Generoza; e pela forma como vocês vem tratando todos os demais pacientes. Vocês são os nossos heróis e heroínas. Peço a Deus que continuem abençoando esses profissionais e desejo uma excelente recuperação para a Dona Generoza”, diz o prefeito.

O secretário Marcelo Ferreira também deixou sua mensagem para a paciente.

“É um enorme privilégio poder chegar a essa idade, realmente, um presente divino. Faço minhas, as palavras do prefeito Alfredão, e desejo uma boa recuperação para a Dona Generoza, símbolo dessa luta contra o coronavírus. Quero aproveitar o ensejo para parabenizar aos profissionais da saúde, que vem lutando nessa guerra, na linha de frente. Vocês merecem todo o nosso respeito, admiração e consideração. Muito obrigado a todos vocês, que vem fazendo a diferença em nosso município”, finaliza o secretário.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Aqui Tem Preço - Supermercados Fluminense



 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Governo do Rio autoriza cidades da Região Noroeste a retomarem aulas híbridas



Liberação para atividades presenciais depende de avaliação de risco



O governo do Estado do Rio autorizou 7 municípios da região Noroeste retomarem as atividades pedagógicas presenciais, mas mantendo o modelo híbrido de ensino, que oferece também as atividades remotas. A decisão sobre o retorno das aulas presenciais cabe aos responsáveis ou alunos maiores de idade. 

Os demais municípios do estado devem permanecer com o ensino exclusivamente remoto, funcionando presencialmente apenas para atividades administrativas, retirada de material pedagógico e kit alimentação.

Os municípios da região Noroeste são: Aperibé, Itaocara, Itaperuna, Miracema, Natividade, Porciúncula e Varre-Sai.

Protocolos

Os protocolos para o atendimento nas unidades escolares públicas e privadas do sistema estadual de ensino estão descritos na resolução nº 5.930/2021, publicada no dia 23 de abril. Cabe à direção de cada escola organizar as atividades presenciais, de acordo com a realidade local e o projeto pedagógico, observando também os docentes disponíveis, o distanciamento social e os protocolos sanitários.

A liberação ocorre de acordo com a classificação de risco para covid-19 no município. Se a cidade estiver com bandeira vermelha ou roxa, as unidades escolares só podem funcionar para atividades administrativas, mantendo as aulas somente de forma remota.

Quando o município atinge as bandeiras laranja, amarela e verde, as escolas podem oferecer atividades pedagógicas presenciais para os estudantes que tenham interesse. Devem ser observados os limites de capacidade em cada caso.

Com bandeira laranja, as escolas do ensino fundamental podem ocupar 50% e as do ensino médio, 40%. Para a bandeira amarela, o percentual sobe para 75% e 60%, respectivamente, e a ocupação total será liberada em caso de bandeira verde.

As escolas precisam organizar os espaços para garantir o distanciamento mínimo exigido, disponibilizar álcool em gel 70%, tapetes sanitizantes e sinalizar o distanciamento social necessário nas áreas comuns. Para a rede privada, cada escola segue as normas determinadas pelos municípios.

Aplicativo

Para o ensino remoto, a Secretaria de Educação do estado do Rio disponibilizou o aplicativo Applique-se, no qual o estudante pode navegar sem utilizar seu pacote de dados de internet. O aplicativo oferece 6,5 mil conteúdos pedagógicos, como videoaulas, podcasts e orientações de estudo.

Para o segundo semestre letivo, a secretaria lançou a metodologia de storytelling, que oferece os conteúdos por meio de contação de história e gameficação.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Ocupação hoteleira fluminense registra aumento em "destinos de inverno"

 

Foto da cidade de Vassouras

A busca por destinos mais frios aumentou no Rio de Janeiro em virtude do inverno e das temperaturas amenas. Prova disso é o incremento da ocupação hoteleira para algumas cidades fluminenses nos fins de semana de julho, de acordo com levantamento da Associação de Hotéis do Rio de Janeiro (ABIH-RJ). Em Petrópolis, na região turística de Serra Verde Imperial, a ocupação chegou a 75% no período. Mesmo índice alçando no município de Conservatória, distrito de Valença, no Vale do Café.

Outras cidades também se destacaram, como, por exemplo, Vassouras, na região turística do Vale do Café, que registrou 70%; Itatiaia, em Agulhas Negras, com 55%; e Teresópolis e Nova Friburgo, na Serra Verde Imperial, que marcaram, respectivamente, 50% e 37,5% de ocupação. Além disso, houve um aumento na média geral, que estava na casa dos 35% em junho e passou para 60,4% em julho.

Para a Secretaria de Estado de Turismo (Setur-RJ), os números só reforçam que a busca pelo interior fluminense é tendência, uma vez que, durante o cenário de pandemia, os registros de aumento na ocupação hoteleira têm sido frequentes. Com a restrição de viagens, os turistas têm procurado destinos próximos, que sigam os protocolos do Turismo Consciente RJ.

- Estamos trabalhando para fortalecer o interior do Estado como destino turístico, preparando os municípios por meio de capacitações e com diálogo direto, para entender e saber suas demandas. Nosso foco é preparar o Estado para a retomada e ver municípios como Petrópolis chegando a 75% de ocupação hoteleira, é a certeza de que estamos no caminho. Estamos alinhando, junto com as secretarias municipais, um trabalho de conscientização dos protocolos de segurança e acreditamos que o Rio está preparado para receber os turistas com a garantia de cumprimento dos protocolos sanitários - falou o secretário de Turismo, Gustavo Tutuca.

Campanha Férias RJ

No início do mês, a Setur-RJ lançou a campanha digital Férias RJ, com o objetivo de promover os destinos do Estado no período de férias de julho. O objetivo é aproveitar o recesso escolar para trazer visitantes de estados próximos e do próprio Rio de Janeiro. Além disso, a ideia é mostrar que o Rio de Janeiro é seguro e segue os protocolos do Turismo Consciente RJ.

O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Estado do Rio de Janeiro (ABIH-RJ), Paulo Michel, destacou a importância de fomentar o turismo interno.

- O estado do Rio tem muitas belezas a serem exploradas ao longo de todo o ano. Ações como o Férias RJ, assim como nosso programa de capacitação de operadores de viagens, ProCap, são fundamentais para fomentar o turismo no interior e acelerar a retomada do setor. Sempre alinhada com toda a segurança que o momento exige.

A campanha está sendo veiculada nas redes sociais da Setur e também está disponível no link https://bit.ly/CampanhaSeturFeriasRJ.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA