quarta-feira, 23 de maio de 2018

Vasco derrota a Universidad de Chile e garante vaga na Sul-Americana


Cruzmaltino se despediu da Libertadores com uma vitória em Santiago


O Vasco entrou em campo precisando vencer a Universidad de Chile e marcar, ao menos, dois gols para deixar a Libertadores de maneira digna e rumar para a Copa Sul-Americana. Uma tarefa praticamente impossível ao analisar o retrospecto do time na competição: um empate e quatro derrotas. Uma campanha bem distante das tradições do clube.
Mas ao pisar no gramado do Estádio Nacional de Santiago, o Vasco evocou o passado glorioso. No mesmo local onde conquistou o título sul-americano de 1948, o time da Cruz de Malta deixou para trás a crise e as horas conturbadas que antecederam a partida, por causa de uma polêmica foto publicada nas redes sociais, para vencer por 2 a 0 e carimbar a classificação para a Copa Sul-Americana, com gols de Bruno Silva, aos 14 minutos do primeiro tempo, e de Pikachu, aos 36 do segundo.
Nunca um terceiro lugar foi tão comemorado. Um terceiro lugar com jeito de redenção. No topo do Grupo 5, o Cruzeiro ficou com o primeiro lugar ao vencer ontem à noite, por 2 a 1 o Racing, segundo colocado, no Mineirão.
"Sabíamos das dificuldades de enfrentar a Universidad aqui e ainda mais precisando vencer. Depois de tudo o que aconteceu, nosso grupo se fechou para ir em busca da classificação. Lutamos tanto para chegar à fase de grupos e não merecíamos sair sem, no mínimo, uma vitória. Nós lamentamos o ocorrido, em nome de todos pedimos desculpa. Realmente as últimas horas foram conturbadas e por isso mesmo merecemos muito essa vaga", disse Pikachu.
"Os caras estão arrependidos pelo que fizeram, estão tristes, mas estamos juntos. Nossa vitória é dedicada a eles", declarou o meia Wagner. "Eles ainda vão pedir desculpas publicamente à torcida, mas estamos unidos, somos um time", completou.


COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe