sábado, 26 de maio de 2018

Presidente da CNTA rebate governo e nega acordo pelo fim da greve

Diumar Bueno diz que nenhuma das entidades presentes nas negociações com o Planalto “se posicionou no sentido de comprometer o movimento”


Bueno pede que caminhoneiros sigam na luta
                                                Tânia Rêgo/Agência Brasil


O presidente da CNTA (Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos), Diumar Bueno, afirmou na sexta-feira (25), em vídeo direcionado ao presidente Michel Temer (MDB), que nenhuma das entidades que estiveram presentes nas negociações com o Planalto "se posicionou no sentido de comprometer ou desmobilizar o movimento".
A fala de Bueno vai contra o anúncio feito na noite de quinta-feira (24) de que o governo teria feito um acordo para interromper as paralisações por 15 dias. Para ele, a posição dada pelo governo “tenta dividir a categoria”.
Bueno afirma que as associações sentaram à mesa ao lado dos ministros "para levar as reivindicações da categoria". Segundo ele, os caminhoneiros são os únicos com capacidade de decidir pelo fim do movimento.
Ao fim do pronunciamento, Bueno se dirige aos caminhoneiros e pede para que seja mantida a união dos profissionais. “Vamos continuar a luta unidos e conquistar os nossos direitos”, completa.


R7

COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe