domingo, 10 de junho de 2018

Naufrágio em Itaguaí: número de mortos sobe para nove

Marinha e Bombeiros: à procura dos desaparecidos
Foto: Bárbara Lopes / Agência O Globo


O corpo de mais uma vítima do naufrágio em Itaguaí, na Região Metropolitana do Rio, foi encontrado, neste domingo, durante buscas realizadas por equipes da Marinha e do Corpo dos Bombeiros, nas proximidades da Restinga da Marambaia, perto da Ponta da Pombeba. O número de mortos chega a nove.Três pessoas continuam desaparecidas. Segundo a Marinha do Brasil, as buscas em conjunto com os Bombeiros estão sendo feitas desde às 6h deste domingo.
No sábado, pescadores encontraram o “Lucas Mar”, um dos dois barcos que naufragaram na madrugada de sexta-feira na Baía de Sepetiba, com um total de 21 pessoas a bordo. A embarcação, que levava 12 pescadores, estava a uma profundidade de 8 metros na área da Baía de Sepetiba. O segundo barco envolvido no acidente, o “Milenar”, foi localizado na sexta-feira.

A Marinha continua realizando a busca dos desaparecidos com cinco embarcações, uma aeronave, mergulhadores, equipamento de busca sonar e com o navio-patrulha "Guaporé". As causas da ocorrência e as responsabilidades dos envolvidos serão apuradas em inquérito já instaurado pela Marinha do Brasil."
Por meio de nota, a Marinha do Brasil se solidarizou com os familiares dos pescadores:
"A Marinha do Brasil, por meio do Comando do 1° Distrito Naval, informa que durante as buscas realizadas pelas equipes da Marinha e do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro neste domingo (10), foi encontrada mais uma vítima fatal nas proximidades da Restinga da Marambaia (RJ), perto da Ponta da Pombeba.
Ainda permanecem quatro pessoas desaparecidas e as buscas prosseguem desde às 6h de hoje. No início da tarde de ontem (9), a embarcação "Lucas Mar" foi encontrada pelas equipes da Marinha e do Corpo de Bombeiros, com auxílio de pescadores, a uma profundidade de 8 metros na área da Baía de Sepetiba (RJ). A embarcação "Milemar" foi localizada ainda na sexta-feira (8).

Publicidade


Até o momento, dezessete pessoas foram resgatadas, nove com vida e oito vítimas fatais. A Marinha se solidariza com os familiares das vítimas e continua envidando esforços nas buscas dos desaparecidos, atuando com cinco embarcações, uma aeronave, mergulhadores, equipamento de busca sonar e com o Navio-Patrulha "Guaporé".

Publicidade

As causas da ocorrência e as responsabilidades dos envolvidos serão apuradas em inquérito já instaurado pela Marinha do Brasil."


Extra

COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe