sábado, 16 de junho de 2018

Mais um jovem leva choque e morre ao falar enquanto carregava celular


Lucas Jean Marsola , de 22 anos, teve uma parada cardíaca e morreu em Taubaté, no interior de São Paulo, após tentativa de socorro por parte do Corpo de Bombeiros



Um rapaz de 22 anos teve uma parada cardíaca e morreu às 16 horas desta quinta-feira em Taubaté, no interior de São Paulo, após tentativa de socorro por parte do Corpo de Bombeiros. Segundo os bombeiros, parentes do rapaz dizem que a parada ocorreu por causa de um choque que Lucas Jean Marsola levou quando decidiu usar seu telefone celular enquanto o aparelho estava sendo recarregado, em uma das tomadas de casa.
O capitão dos bombeiros Gláucio Cafalchio informou que os socorristas, quando chegaram na cada do rapaz, na Rua Doutor Jorge Whinter, no centro da cidade, tentaram fazer massagem cardíaca, sem sucesso.
Depois, tentaram reanimá-lo com um desfibrilador, também sem reverter a parada. Por fim, agentes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Taubaté o levaram para o hospital municipal da cidade, onde ele morreu.
"O atendimento que prestamos foi de uma parada cardíaca, não era de descarga elétrica. Foram os familiares do rapaz que disseram que ele havia levado o choque no celular", disse o capitão.
Cafalchio recomenda que as pessoas não usem os telefones enquanto os aparelhos estiverem conectados à tomada. "O choque poderia ser um mau funcionamento do aparelho. Se os telefones apresentam problemas, as pessoas devem procurar a assistência técnica", recomendou.
No último dia 7, um caso semelhante ocorreu no interior do Ceará. Um estudante de 16 anos morreu eletrocutado ao atender o celular enquanto o aparelho estava sendo carregado em um computador de uma escola da cidade de Tianguá. Amigos e familiares lamentaram o fato nas redes sociais.
 ODia

COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe