quinta-feira, 21 de junho de 2018

Ministério da Saúde alerta para risco de surto de dengue, zika e chikungunya em municípios brasileiros

Mais de 1,1 mil municípios apresentam alto índice de infestação. Ministério da Saúde publicou lista com locais de risco e mais 2 mil municípios em alerta

 
Apenas três capitais tiveram índice satisfatório na pesquisa
 de infestação pelo mosquito

Mais de 1,1 mil municípios brasileiros (22% do total) estão com alto índice de infestação pelo Aedes aegypti, vetor de dengue, zika e chikungunya. Isso significa que esses locais têm altas chances de enfrentar surtos dessas doenças e as ações de combate precisam ser intensificadas.
Os dados são do Levantamento Rápido de Índices de Infestação pelo Aedes aegypti (LIRAa). Além das cidades em situação de risco, o levantamento identificou 2 mil municípios em alerta, com o índice de infestação predial (IIP) entre 1% a 3,9%. Outros 1,7 mil tiveram índices satisfatórios, inferiores a 1%. No total, 21 capitais realizaram o Levantamento Rápido de Índices por Aedes aegypti (LIRAa), duas capitais fizeram por armadilha e 4 não enviaram informações.

Publicidade


Apenas três capitais estão com índice satisfatório: São Paulo (SP), João Pessoa (PB) e Aracaju (SE). Duas capitais estão em risco: Cuiabá (MT) e Rio Branco (AC). Dezesseis capitais estão em alerta: Rio de Janeiro (RJ), Fortaleza (CE), Porto Velho (RO), Palmas (TO), Maceió (AL), Salvador (BA), Teresina (PI), Recife (PE), Brasília (DF), Vitória (ES), São Luís (MA), Belém (PA), Macapá (AP), Manaus (AM) e Goiânia (GO).
As capitais Boa Vista (RR), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e Campo Grande (MS) não enviaram informações. Os municípios de Natal (RN) e Porto Alegre (RS) realizaram levantamento por armadilha. Os dados foram coletados no período de janeiro a 15 de março.


COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe