quarta-feira, 13 de junho de 2018

Lactalis quer fomentar produção leiteira no estado em parceria com a Emater-RJ

O aumento da captação em solos fluminenses beneficiará produtores de todas as regiões

A empresa gera cerca de 200 empregos diretos e 1.500 indiretos
O deputado Christino Áureo recebeu na tarde desta quarta-feira (13) Guilherme Portella, diretor de comunicação da Lactalis, multinacional francesa de produtos lácteos, junto com a presidente da Emater-RJ, Stella Romanos, com o subsecretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Paulo Renato Marques e Vanius Pires, gerente institucional. O objetivo do encontro foi estabelecer parcerias para o desenvolvimento da cadeia produtiva do leite no estado. Instalada em Barra Mansa, a Lactalis capta hoje 3 milhões de litros de leite ao mês no Rio de Janeiro  e aproximadamente 2 milhões em outros Estados. Segundo Portella, o objetivo da empresa é captar 100% do produto em solos fluminenses.
- Nós temos uma base produtiva importante em Barra Mansa e a convite do deputado Christino viemos conversar com a presidente da Emater para estudarmos formas de ampliar a nossa captação no estado. Hoje a empresa capta 100 mil litros de leite dia e tem a possibilidade de ampliar a captação.  Queremos que toda a nossa capacidade produtiva seja oriunda do estado do Rio. Hoje de 35 a 40% do leite que processamos na planta fluminense vem de Minas Gerais – afirmou o diretor.  

Publicidade

Na ocasião, Christino Áureo, que esteve à frente da pasta da agricultura por quase 20 anos, sugeriu algumas iniciativas que poderão ser tomadas através de parcerias entre a empresa e o governo do estado para melhorar a qualidade e produtividade do produtor local.
- O governo do estado já desenvolveu programas de grande sucesso para incentivar o setor leiteiro, dentre eles posso destacar o Rio Genética e Rio Leite. Mas a parceria com empresas do segmento irá acelerar o processo de melhoria do nosso rebanho – afirmou Christino Áureo.
A ideia é que a Emater-RJ auxilie o corpo técnico da Lactalis na elaboração de ações de assistência aos fornecedores de leite e desenvolvimento de tecnologias de manejo. A empresa gera cerca de 200 empregos diretos e 1.500 indiretos. Na planta de Barra Mansa, a empresa produz leite UHT, achocolatada e leite condensado com as marcas LG, Parmalat e Batavo.


COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe