terça-feira, 12 de junho de 2018

Chefe da Delegacia de Combate às Drogas é assassinado com tiro na cabeça durante operação em Acari

Ele foi socorrido em estado gravíssimo no Hospital Municipal Albert Schweitzer

 Ellery Ramos de Lemos morreu ao ser baleado na cabeça 
 Reprodução




O inspetor da Polícia Civil Ellery Ramos de Lemos morreu após ser baleado na cabeça em Acari, na Zona Norte do Rio, nesta terça-feira. Ele chegou a ser socorrido em estado gravíssimo no Hospital Municipal Albert Schweitzer, em Realengo, na Zona Oeste, mas já chegou morto na unidade hospitar. Lemos era o chefe do Grupo de Investigação Complementar (GIC) da Delegacia de Combate às Drogas.
Até o momento, a assessoria da Polícia Civil não soube informar as circunstâncias em que o policial foi baleado. Mais cedo, a Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) fez uma operação na comunidade de Acari. Na ação, não houve prisões e apreensões.

Policiais civis fazem operação em Acari após a morte de
 chefe de investigação da Dcod 
Domingos Peixoto


Com o inspetor Ellery, já são três policiais civis mortos este ano. Em janeiro, Renato Laelson, foi morto ao reagir a um assalto em um supermercado e delegado Fábio Monteiro foi assassinado e encontrado morto no porta-malas do próprio carro, perto da Favela do Arará. Enquanto isso, 56 policiais militares foram assassinados em 2018.


O Globo

Publicidade


COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe