sexta-feira, 6 de julho de 2018

Pezão convoca 1.380 novos PMs de concurso realizado em 2014

Pezão e Richard Nunes assinam convocação de 1.373 novos policiais militares
 Foto: Antonio Scorza / Antonio Scorza

O governador Luiz Fernando Pezão e o secretário estadual de Segurança, general Richard Nunes, convocaram 1.380 policiais militares aprovados em um concurso público realizado em 2014. Na época, foram qualificados 6 mil candidatos. Desse total, 1.175 foram incorporados após a conclusão do curso de treinamento em 2015. Outros 3.452 candidatos continuam aguardando a convocação.

Publicidade

O Rio tem atualmente cerca de 44 mil PMs, segundo Pezão. O general Richard Nunes destacou que o fortalecimento das polícias fluminenses ocorre com a regularidade nos recursos humanos e financeiros.

— O fortalecimento das instituições de segurança passa por regularidade. Precisamos de recursos humanos, como acabamos de fazer hoje, e materiais e orçamentários. Essa regularidade sendo estabelecida é um pressuposto para que tenhamos atuação mais competente das nossas policias — afirmou Richard Nunes.
Publicidade

Os 1.373 convocados na quinta-feira vão começar o curso no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP). A previsão é que eles comecem a atuar em 2019. Embora ainda não haja previsão para a contratação de mais PMs, Pezão afirmou que pode chamar os aprovados no processo seletivo assim que o estado tiver condições financeiras:
— Temos ainda policiais para serem contratados nesse concurso. Se tivermos condições, eu chamo mais policiais desse concurso. Perdemos cerca de 2 mil policiais por ano (considerando os militares que se aposentam ou morrem). Tudo conta na aposentadoria. Ele sai da atividade e vai para a inatividade, mas continua ganhando como quem está na ativa.
Em um momento de descontração, o governador afirmou que convocava, os policiais que passaram oito meses "pendurados" no seu WhatsApp.
— Meu "zap" é uma ouvidoria — brincou o governador.
ÍNDICES POSITIVOS EM JUNHO

Os indicadores de violência do mês de junho serão divulgados no fim da próxima semana, adiantou o secretário de Segurança. Segundo o general Richard Nunes, a convocação de novos policiais é um "prenúncio de um segundo semestre muito bom" e que os índices de junho são "muito favoráveis":
— Resolvemos um dos principais problemas que tínhamos que era o efetivo. Isso é um prenúncio de um segundo semestre muito bom. Os índices de criminalidade de junho que serão anunciados no fim da próxima semana são muito favoráveis. Houve queda em todos as principais atividades criminosas em relação ao mesmo mês do ano passado e o mês anterior. É a consolidação de uma tendência positiva na Segurança Pública.
O general também foi questionado sobre a violência na região da Costa Verde, especialmente em Angra dos Reis.
— Para Angra, enviamos mais 20 viaturas. Reforçamos efetivo. O RAS é fundamental porque permite aumento de efetivo diário. Os números do batalhão de Angra dos Reis em junho indicam que pela primeira vez em muito tempo fecharam a meta.

Extra

COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe