terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Prefeito de Petrópolis garante novo campus da UERJ


O prefeito Rubens Bomtempo oficializou a oferta de cessão da Casa Visconde de Mauá para o funcionamento do campus Petrópolis da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj). Um ofício foi encaminhado na última sexta-feira (16/12) para a direção da instituição oferecendo o prédio, localizado na Praça da Confluência, no Centro Histórico. O prédio cumpre todos os requisitos de segurança exigidos pelo Corpo de Bombeiros, que emitiu Certificado de Aprovação do espaço para a Prefeitura.
Bomtempo destacou que a cessão irá garantir o funcionamento e a sustentabilidade do campus da Uerj na cidade, com estrutura adequada para os alunos. “O nosso trabalho sempre foi no sentido de consolidar Petrópolis como um polo universitário. Infelizmente, o prédio comprado para o funcionamento da Uerj, na Avenida Barão do Rio Branco, só tem capacidade para receber uma turma e foi interditado, pelas péssimas condições”, destacou.
O prefeito também lembrou que a escolha do prédio da Avenida Barão do Rio Branco não teve participação do município, mas a Prefeitura se dispôs a auxiliar a Uerj assim que foi chamada pelos diretores. “Buscamos uma solução e encontramos a Casa Visconde de Mauá. O prédio do município tem auditório, salas, banheiros e amplo estacionamento. Tenho a certeza que, desta forma, a Uerj poderá desempenhar o seu papel e auxiliar no desenvolvimento da cidade, assim como a Universidade Federal Fluminense (UFF), que trouxemos, tem feito desde o ano passado”, disse Bomtempo.
“O laudo do Corpo de Bombeiros comprova que a Casa Visconde de Mauá é um espaço adequado para o funcionamento da universidade. A Prefeitura está disposta a estreitar os laços com a Uerj para desenvolver o mesmo trabalho que realizamos em parceria com a UFF, que está instalada com segurança, conforto e estrutura”, disse a secretária de Educação, Maria Elisa Badia.
O município sinalizou a possibilidade de cessão da Casa Visconde de Mauá em agosto, após a direção do campus Petrópolis da Uerj ter solicitado reunião com o prefeito Rubens Bomtempo, pedindo a ajuda do município para solucionar os impasses relativos às condições de funcionamento da instituição. O prédio da Avenida Barão do Rio Branco, onde a Uerj está instalada hoje, foi adquirido pelo Estado por R$ 2,3 milhões, mas o prédio principal foi interditado por conta do risco iminente de queda do telhado. O restauro do prédio e a reforma do telhado foram orçados em R$ 5,5 milhões. Além disso, as atuais instalações só têm capacidade para receber uma turma, de forma improvisada, em um prédio anexo.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA