quarta-feira, 21 de dezembro de 2016

Administração Municipal paga 13º dos servidores em Macuco

Prefeito confirma esforços para garantir todos os direitos trabalhistas

Conforme havia prometido durante seu discurso na solenidade de inauguração do Centro de Fisioterapia Henrique Monteiro Machado, na sexta-feira, 9, o prefeito de Macuco, Félix Lengruber, determinou que os funcionários lotados na Secretaria de Fazenda trabalhassem em ritmo acelerado para garantir a liberação, antes da data prevista por lei, do pagamento do 13º Salário para todos os servidores municipais, incluindo ativos, inativos, efetivos, comissionados e pensionistas.
Segundo Félix, mesmo diante de uma crise financeira sem precedentes, que assola todo o país e ao longo de sua administração acabou prejudicando inúmeras ações que havia planejado em diversos setores, uma das coisas que em momento nenhum abriu mão foi a manutenção dos direitos trabalhistas dos servidores, incluindo o pagamento dos salários rigorosamente em dia. “Contrariando os pessimistas de plantão, que criticaram antecipadamente e sem conhecimento de causa, estamos cumprindo nossa obrigação e efetuando o pagamento do 13º. Assim, as famílias que dependem dos nossos servidores poderão passar um final de ano mais tranquilo”, garantiu Lengruber.
O dinheiro referente ao 13º Salário de 2016 foi depositado na conta de todos os servidores do município de Macuco na última sexta-feira, 16, e já está disponível para saque na boca do caixa. É oportuno ratificar que o pagamento é pago proporcionalmente ao tempo de serviço do empregado, considerando-se a fração de 15 dias de trabalho como mês integral. De acordo com a Lei 4.090, datada de 13 de julho de 1962, promulgada em decreto em 3 de novembro de 1965, o pagamento pode ser feito em duas parcelas, com a primeira devendo ser paga do dia 1º de fevereiro até 30 de novembro e a segunda parcela até o dia 20 de dezembro.
Mesmo ainda se deparando com a escassez de recursos, o prefeito de Macuco confirma que sua intenção é concluir o mandato, em 31 de dezembro, com todos os compromissos trabalhistas garantidos aos servidores, incluindo a rescisão de contrato, nesse caso tratando especificamente da situação dos cargos comissionados. “São inúmeros os municípios que atrasam salários e terão dificuldades para arcar com o 13º, diferente de Macuco, pois jamais atrasei salário nem 13º. Minha marca é respeitar a legalidade e não medirei esforços para tentar viabilizar o pagamento de dezembro e dos direitos trabalhistas antes do fim do ano. A intenção é que ninguém precise recorrer à justiça para reaver seus direitos”, explicou Félix Lengruber.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA