domingo, 4 de fevereiro de 2018

Rio Rural entrega equipamentos e insumos para produtores em Italva

Incentivos do programa da secretaria estadual de Agricultura vão incrementar projetos das cadeias produtivas do leite e de olerícolas



Produtores rurais de microbacias em Italva, no Noroeste do estado, atendidas pelo programa Rio Rural, da secretaria estadual de Agricultura, receberam na manhã do último dia 3, no Escritório da Emater-Rio, equipamentos, máquinas e insumos para a implantação de subprojetos grupais para o incremento das cadeias produtivas do leite e de olerícolas.


O evento contou com as presenças do secretário estadual da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico, Christino Áureo, representando o governador Luiz Fernando Pezão, do subsecretário estadual de Agricultura, Alex Grilo, representando o secretário Jair Bittencourt, da Presidente da Emater-Rio, Stella Romanos, do Superintendente de Desenvolvimento Sustentável, Nelson Teixeira, autoridades municipais e de municípios vizinhos, entre outros.
Na ocasião, foram entregues microtratores, roçadeiras, tanques de expansão, geradores de energia, caminhão tanque, material para a construção de dois centros comunitários e estacas e arame para projetos ambientais, adquiridos com recursos não reembolsáveis do programa.

- Sem o Rio Rural não teríamos mais as pessoas trabalhando no campo. Com o apoio para projetos de preservação ambiental e de incentivo à produção superamos dificuldades e conquistamos melhorias - agradeceu o produtor familiar Almerindo Correa da Silva, da microbacia Carqueja, primeira a ser atendida pelo programa em Italva.



As perspectivas de crescimento à partir dos benefícios do Rio Rural também foram destacadas pela produtora familiar Denise Correa, da microbacia Coleginho, a mais recente a ser trabalhada.
- Criamos a associação de produtores em 2014 e graças ao Rio Rural conseguimos erguer nossa sede e conquistar diversos implementos importantes para a produção. Recebemos um tanque de resfriamento de leite, geradores e carretas - conta ela



Para o secretário Christino Áureo, os agricultores são os principais atores desse programa. Conseguiram transformar a forma de produzir no Estado, fazendo com que o governo do Rio de Janeiro tenha o reconhecimento internacional por ter criado uma política pública que conta com a participação comunitária.
- No Rio Rural os produtores decidem o que fazer com os recursos. Sabem o que é o melhor para eles - destacou, ao lembrar que a união é a melhor ferramenta para vencer os desafios e continuar nesse esforço coletivo em prol da agricultura sustentável no Rio de Janeiro.



A presidente da Emater-Rio, Stella Romanos, agradeceu o empenho dos secretários da Casa Civil e da Agricultura para a liberação dos recursos do Banco Mundial para a continuidade do programa, único com a parceria do BIRD a ser confirmado após a aprovação da Recuperação Fiscal do Estado.



Segundo o superintendente de desenvolvimento sustentável, Nelson Teixeira, o foco maior neste ano é a criação de um projeto definitivo de sustentabilidade econômica para o Rio Rural, com entrega de todos os projetos previstos.

O Rio Rural está presente em Italva nas microbacias Córrego Marimbondo, Valão Carqueja, Córrego Santa Joaquina, Valão Carcanjo, Valão Prata e Córrego Coleginho. Nos últimos quatro anos foram investidos nas microbacias atendidas cerca de R$ 3,1 milhões em 467 subprojetos econômicos individuais e grupais e subprojetos ambientais, que protegeram e recuperaram o meio ambiente, beneficiando cerca de 300 produtores familiares.


COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe