quinta-feira, 22 de março de 2018

“Com Rio Rural, o Estado do Rio é hoje também um produtor de água”


Com esta declaração o secretário da casa Civil, Christino Áureo, abriu suas falas na comemoração do Dia Mundial da Água, celebrando as 8.290 nascentes fluminenses protegidas



O Governo do Estado comemorou em grande estilo o Dia Mundial da Água. Cerca de mil produtores compareceram na manhã do último dia 22 no Palácio Guanabara para a solenidade de apresentação dos resultados do Programa Rio Rural, uma ação da secretaria estadual de Agricultura que nos últimos 20 anos já protegeu 8.290 nascentes e está presente em 373 microbacias de 78 municípios. A solenidade contou com a presença do Governador Luiz Fernando Pezão, da primeira-dama Maria Lúcia Horta, do secretário de estado da Casa Civil, Christino Áureo, que criou o programa quando estava a frente da pasta da agricultura estadual, e do secretário de Agricultura Jair Bittencourt.



Na ocasião o governador Pezão destacou como exemplo o trabalho desenvolvido na recuperação agrícola na Região Serrana.
- O Rio Rural fez um trabalho sério na serra fluminense após a tragédia de 2011 e hoje a região produz mais do que antes das chuvas que dizimaram inúmeras plantações.  Com muito trabalho e obstinação, Christino que estava a frente da pasta, conseguiu recriar a agricultura naqueles municípios. Hoje o segmento  está bem mais fortalecidos.  São muitas famílias beneficiadas e reforço a importância da continuidade deste programa – ressaltou Pezão.


Já o secretário Christino Áureo revelou que o  Rio Rural é na verdade um grande produtor de água. Ao preservar nascentes, incentivar o plantio sustentável e cuidar das matas ciliares, o programa é uma arma forte para a crise hídrica que acomete o planeta.

- Nós conseguimos demonstrar que é possível produzir de forma sustentável. As riquezas agrícolas estampadas na nossa bandeira, simbolizadas pelo café e a cana de açúcar, voltaram a fazer sentido para o nosso estado, pois hoje somos o segundo maior exportador de cachaça do país e o nosso café começa a ser reconhecido pela sua qualidade. Somos ainda o segundo maior produtor de flores de corte do Brasil, se não fosse o apoio do governador para que o programa se mantivesse, não conseguiríamos obter estes resultados tão surpreendentes como o marco de 8. 290 nascentes preservadas, 46 mil famílias atendidas e um investimento, com recursos do Banco Mundial e contrapartida do estado, de US$ 18 milhões em equipamentos e incentivos diretos ao produtor. O Rio Rural hoje é reconhecido como exemplo de produção sustentável por organismos internacionais como a FAO e ONU. Ao rever a forma de plantar com novas tecnologias, a agricultura consome menos água e preserva os mananciais existentes, garantindo assim a sustentabilidade da produção – avaliou o secretário.

O secretário de agricultura, Jair Bittencourt, ressaltou que neste ano foram entregues inúmeros equipamentos as microbacias atendidas pelo programa.
- Muitos não acreditaram na continuidade, mas aqueles que se mantiveram firme estão aqui hoje comemorando o seu avanço – destacou o secretário de Agricultura.

 Desde do inicio do Rio Rural, em 2007,  aproximadamente 1,5  milhões de hectares passaram a ter o seu sistema de produção melhorados, atendendo as práticas de manejo sustentáveis. Foram 48 mil subprojetos implantados voltados para a produção, infraestrutura e preservação ambiental.
A solenidade contou com a presença de inúmeros prefeitos, vereadores e representantes de associações e sindicatos agrícolas de todo estado.


COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe