domingo, 6 de novembro de 2016

Oficinas gratuitas para microempreendedores individuais em Pádua



Começa na próxima segunda, 07/11, o novo ciclo de oficinas gratuitas para microempreendedores individuais formalizados (MEIS) promovidas pelo Sebrae/RJ em Santo Antônio de Pádua. Trata-se do programa de Oficinas SEI, onde os empreendedores vão aprender a controlar as finanças, a formar preço, como comprar e vender melhor, assuntos importantes para a gestão do negócio.

A capacitação acontece na sala da Associação Comercial de Pádua (Travessa Joventino Navega – Centro), das 19h às 22h. As vagas são limitadas. Informações e inscrições na sala do Sebrae, localizada no prédio da Prefeitura de Pádua, ou pelo telefone (22) 38510-886. Os interessados poderão se inscrever em mais de uma oficina.

Conheça a programação:

07/11 - SEI Controlar o Meu Dinheiro - Aprenda sobre finanças e a controlar o dinheiro da empresa e o fluxo de caixa. Entenda a diferença entre o seu dinheiro e o da empresa e saiba elaborar o controle diário e entradas e saídas do seu negócio.
08/11 - SEI Vender - Para você pensar o seu negócio, adaptar-se às necessidades do mercado, preparar seus produtos e serviços para conquistar mais clientes e ampliar as possibilidades de crescimento e expansão. 
09/11 - SEI Comprar -  Proporciona conhecimento sobre as estratégias mais adequadas para realizar boas compras e manter uma boa relação com os fornecedores, negociando qualidade, preços e prazos de pagamentos favoráveis às necessidades dos clientes e ao aumento da lucratividade da empresa.
10/11 - SEI Formar Meu Preço - Fornece informações básicas sobre formação de preço de venda de produtos e serviços, possibilitando o cálculo de valores que sejam competitivos no mercado e adequados às metas da empresa.

Sobre o MEI:

A criação do MEI (Microempreendedor Individual) permite a formalização de pessoas que atuam por conta própria e faturam até R$ 60 mil por ano. No total, são 473 atividades que podem se cadastrar. Os tributos a serem pagos variam conforme a categoria profissional, entre 45 e 50 reais por mês. Com essas contribuições, o Microempreendedor Individual tem acesso a benefícios como auxílio maternidade, auxílio doença, aposentadoria, entre outros. 
A Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, criou condições especiais para que o trabalhador conhecido como informal possa se tornar um MEI legalizado. Entre as vantagens oferecidas por essa lei está o registro no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), o que facilita a abertura de conta bancária, o pedido de empréstimos e a emissão de notas fiscais. Ao se formalizar, o empreendedor pode participar de licitações públicas e fazer vendas por meio de máquinas de cartão de crédito. As principais atividades formalizadas estão nos setores de comércio varejista de roupas e acessórios, fornecimento de alimentação, profissionais autônomos como cabeleireiros, manicures, pedreiros, entre muitos outros.

Ascom Sebrae/RJ

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA