sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Procon estadual dá dicas para compras online

Autarquia monitora preços para identificar ofertas enganosas ou fraudes



As compras pela internet se tornam cada vez mais comuns, seja pela facilidade ou pelos preços – muitas vezes mais atrativos do que os oferecidos nas lojas físicas. Como durante toda a semana muitas empresas já anunciaram ofertas por conta da Black Friday, as equipes da autarquia já estão há dias fiscalizando e monitorando os preços para identificar qualquer possibilidade de ofertas enganosas ou tentativas de fraude.

Na Black Friday e outras épocas em que o mercado é aquecido pelas compras – Natal e nos dias das Mães, Pais, Namorados e Crianças – cresce muito o número de denúncias.


Hoje, os consumidores que tiverem problemas com ofertas da Black Friday podem denunciar e incluir fotos dos produtos e dos documentos pelas redes sociais: www.facebook.com/ProconRJ e twitter.com/proconrj.


– O golpe mais comum é o de falsas empresas que criam páginas na internet ofertando produtos com preços muito mais abaixo do que os praticados no mercado. O consumidor acaba efetuando a compra, pagando por boleto ou cartão de crédito e quando se dá conta, a empresa não existe legalmente. O site sai do ar e o consumidor fica com o prejuízo, sem ter como alcançar o fornecedor e nem a quem recorrer – explicou Evelyn Capucho, gestora de atendimento do Procon Estadual.


De 1° de janeiro até o dia 23 de novembro, o Procon-RJ recebeu, só dos principais sites de compras, 1.776 reclamações de consumidores que se sentiram lesados.


Canais


Nos postos, pelo Procon Online (www.procononline.rj.gov.br) ou pelo aplicativo, o consumidor pode abrir reclamações contra empresas por problemas com produtos ou serviços.


Já o telefone 151 é usado exclusivamente para fazer denúncias e tirar dúvidas. Ligações para o 151 podem ser realizadas de telefones fixos de qualquer lugar do Estado do Rio.


No Procon Online e no aplicativo Meu Procon-RJ, o consumidor pode registrar sua reclamação 24 horas por dia, podendo inclusive anexar fotos tiradas por seu celular ou tablet para justificar a queixa.


Dicas



  • Deve-se evitar comprar por impulso. É importante fazer uma pesquisa prévia de preços para ver se o que está sendo oferecido é oferta de fato;
     
  • Verifique se a loja virtual é segura, pesquise se é um site conhecido e confiável, com boa reputação entre os internautas;
     
  • Desconfie de preços muito abaixo do mercado;
     
  • Se certifique do prazo de entrega;

     
  • Verifique o valor do frete e fique atento aos prazos de troca;

     
  • Em compras pela internet o consumidor tem o direito de arrependimento. Há um prazo de sete dias, a partir do recebimento, para reverter o negócio. Não é preciso ter um motivo. O produto pode ser devolvido, a compra cancelada e o dinheiro restituído, inclusive o do frete.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA