segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

Radares da Ponte Rio-Niterói já estão aplicando multas


A fiscalização de velocidade na Ponte Rio-Niterói já está funcionando desde a meia noite desta segunda-feira. Os letreiros luminosos instalados pela concessionária Eco Ponte nos dois sentidos foram atualizados e já orientam os motoristas de que os radares fixos estão em operação. A partir de agora, quem trafegar acima de 80 quilômetros por hora, velocidade máxima permitida na via, será multado.
Registrando as infrações desde junho do ano passado, porém sem multar, oito radares foram posicionados em quatro pontos, nos dois sentidos: depois do pedágio, na descida do vão central, na grande reta e na altura do Cais do Porto, na chegada ao Rio. Quem for flagrado excedendo a velocidade de 80 km/h ser multado em até R$ 293,47, se estiver mais de 50% acima da máxima permitida, o que é considerado infração gravíssima, com perda de sete pontos na carteira de habilitação. Se o motorista exceder até 20% da velocidade máxima, a infração é considerada média, e ele perde quatro pontos na carteira, além de ser multado em R$ 130,16. Entre 20% e 50% superior à velocidade máxima permitida, a infração é grave, com perda de cinco pontos e multa de R$ 195,23.
Diferente dos medidores de velocidade tradicionais, os radares possuem tecnologia de medição a laser e são capazes de calcular a velocidade em um amplo campo de espaço.
Morador de Niterói, o motorista do aplicativo Uber Douglas Rodrigues atravessa a Ponte todos os dias e vem observando um respeito maior à velocidade permitida por parte dos motoristas que trafegam na via:
— Quem anda sempre na Ponte sente que as pessoas estão respeitando mais. Mesmo sabendo que até então não estavam multando muitas pessoas deviam ter medo de arriscar. Sem falar que é uma questão de educação e hábito, vez ou outra observo uns apressados correndo acima da velocidade máxima permitida, mas aos poucos acredito que o respeito será maior — prevê o motorista.

ExtraOnline

COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe