sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Instituições se unem para fortalecer o segmento farmacêutico no Noroeste

Sebrae, ASCOFERJ e Santander planejam projeto customizado para as empresas



Uma futura parceria entre o Sebrae/RJ, a Associação do Comércio Farmacêutico do Estado do Rio de Janeiro (ASCOFERJ) e o banco Santander, com o objetivo de fortalecer o segmento farmacêutico no Noroeste Fluminense, está sendo avaliada pelas instituições. 

Nesta quarta-feira, 17, na sede regional do Sebrae/RJ em Itaperuna, os analistas Jorge Luiz Gomes dos Santos e Arthur Magalhães Poyares se reuniram com o representante da ASCOFERJ, Clébio Damas de Souza, e com representantes do Santander, o Superintendente Fábio José e o gerente geral da agência em Itaperuna, José Ricardo. O objetivo foi discutir os aspectos econômicos do setor farmacêutico da região e traçar estratégias para fortalecer as empresas que atuam neste segmento.

O projeto começou a ser desenhado ainda em 2017, em reuniões realizadas com o coordenador regional do Sebrae/RJ no Noroeste Fluminense, Nelson Rocha Filho.  Atualmente, existem cerca de 360 farmácias no Noroeste Fluminense, sendo 180 filiadas à ASCOFERJ. A ideia é fazer um levantamento de todos os entraves que os empresários enfrentam é identificar as possíveis soluções institucionais que o Sebrae/RJ pode oferecer. Com o diagnóstico pronto, o Sebrae irá elaborar um projeto sob medida, que contemple as necessidades do segmento com soluções de gestão na área de vendas, controle financeiro, recursos humanos, entre outras. 

A ASCOFERJ tem aproximadamente 180 filiados no Noroeste. A proposta é aumentar a participação de empresários filiados e fortalecer ainda mais o setor, que representa uma considerável fonte de empregos na região. Um pacote com serviços bancários e preços diferenciados para os empresários também foi discutido na reunião.

Para Nelson Rocha, o projeto irá ajudar muito as empresas farmacêuticas da região. “O mercado é muito competitivo, principalmente com a chegada das grandes redes farmacêuticas no interior. As pequenas empresas precisam se unir para ter mais força. Juntos vamos pensar e criar um projeto que atenda às necessidades desse segmento”, afirmou o coordenador regional do Sebrae/RJ.

Outras reuniões já estão agendadas e ainda neste mês de janeiro o escopo do projeto será definido.


COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe