segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Messi é eleito o melhor do ano pela Fifa. Confira os outros premiados


O Brasil esteve bem representado com o goleiro Alisson, escolhido o melhor da posição. Cristiano Ronaldo não compareceu à cerimônia 



Lionel Messi foi sagrado o Melhor Jogador do Mundo na premiação Fifa the Best, realizada na tarde desta segunda-feira (23/09/2019), no Teatro Scala de Milão, na Itália. O prêmio é um reconhecimento por mais uma temporada brilhante do representante da camisa 10 do Barcelona: foi o sexto troféu do argentino. 

“Eu sempre digo que o prêmio individual é secundário, o mais importante é o coletivo. Mas hoje é especial para mim, tive a oportunidade de estar ao lado da minha mulher e de dois dos meus três filhos. O Thiago já veio aqui, mas era muito pequeno, hoje vê-los ali não tem preço. São dois apaixonados por futebol, e estão adorando ver tantos jogadores aqui, não sabem se pedem autógrafos, estão tímidos”, comemorou Messi. 

Com o prêmio desta segunda-feira (23/09/2019), o atacante argentino se iguala a Rainha Marta como maior ganhador e deixa o rival Cristiano Ronaldo para trás, com cinco – o craque português não compareceu à cerimônia. 

O primeiro prêmio do dia, o Puskas, dado ao gol mais bonito da temporada, foi para o jovem húngaro Daniel Zsóri, do Debreceni. 



Depois, o alemão Jurgen Klopp subiu ao palco para receber o prêmio de Melhor Técnico do Ano. Klopp foi campeão europeu com o Liverpool na temporada passada e lutou até o fim contra o Manchester City pelo Campeonato Inglês. 

O Brasil esteve bem representado, sobretudo com o goleiro Alisson. O jogador do Liverpool foi eleito o melhor da posição na temporada e também marcou presença no time ideal do ano. 

Confira todos os premiados pela Fifa:

Prêmio Puskas (Gol Mais Bonito do Ano)
Daniel Zsóri, do Debreceni 

Melhor Técnico do Ano
Jurgen Klopp, do Liverpool 

Prêmio de fã
Silvia Grecco, torcedora palmeirense que narra no estádio os jogos do time para o filho Nikollas, que é cego 

Melhor goleira
Sari van Veenendaal, do Atlético de Madri 

Fair play
Marcelo Bielsa/Leeds United (o time do técnico inglês precisava vencer a partida contra o Aston Villa para chegar à 1ª divisão. Ao ver a equipe marcar um gol com um jogador adversário machucado, o treinador ordenou que seus comandados deixassem o rival empatar). 

Melhor goleiro
Alisson Becker, do Liverpool 

Melhor treinadora
Jill Ellis, dos Estados Unidos 

Melhor jogador
Messi, do Barcelona 

Melhor jogadora
Megan Rapinoe, dos Estados Unidos 

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA