sexta-feira, 15 de setembro de 2017

Rock in Rio deve injetar R$ 1,2 bilhão na economia do Rio


Evento deve atrair 700 mil pessoas ao Rio de Janeiro. Apenas o setor hoteleiro deve faturar R$ 74 milhões durante o evento
Com a expectativa de atrair 700 mil pessoas, o Rock in Rio começa nesta sexta-feira (15), no Rio de Janeiro. O evento, que está na sua sétima edição, deve injetar R$ 1,2 bilhão na economia do estado.
Dados do Centro de Pesquisa do Rio Convention & Visitors Bureau (RioCeptur), mostram que apenas o setor hoteleiro estima uma ocupação de 90% em razão do festival, e arrecadará cerca de R$ 74 milhões.
Para o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Vinicius Lummertz, o sucesso do Rock in Rio é fundamental para se retomar o nível de interesse dos turistas internacionais. “Assim como Paris está para a França, o Rio está para o Brasil. A capital fluminense é a grande porta de entrada de turistas para o nosso País”, afirmou.

Estrangeiros no Brasil
Uma pesquisa do Observatório do Turismo do Estado do Rio de Janeiro, da Universidade Federal Fluminense, mostrou que dos 595 mil espectadores na edição de 2015, 335.104 eram turistas. Entre os estrangeiros, a maior parte veio da Argentina, do México, de Portugal e da Inglaterra.
“Esperamos que, assim como ocorreu durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, quando a experiência no Brasil representou aumento de 55,31% no número de estrangeiros, a próxima edição do Rock in Rio seja invadida pelos visitantes de outros países”, comentou Lummertz.



Nenhum comentário:

Postar um comentário