terça-feira, 23 de junho de 2015

Audiência pública do Orçamento do Estado atrai lideranças da região em Nova Friburgo

Ação inédita proposta pelo deputado estadual Wanderson Nogueira objetivou ouvir demandas e sugestões da população para aplicação dos recursos estaduais

Um encontro para ouvir e definir, junto com a população e lideranças, rumos para os investimentos do Governo do Estado na Região Centro Norte Fluminense nos próximos anos. Prefeitos, secretários, vereadores e a sociedade civil organizada participaram na manhã desta segunda-feira, 22, de um grande encontro com a Comissão de Orçamento e Finanças da Alerj. A audiência pública que aconteceu na Câmara de Vereadores de Nova Friburgo é inédita e foi proposta pelo deputado estadual Wanderson Nogueira (PSB-RJ). O encontro contribuiu com propostas de metas e objetivos para o Plano Plurianual 2016/2019 e para a Lei Orçamentária Anual do Estado.

  Diversas autoridades participaram da audiência pública. Um dos objetivos foi aproximar o Estado da Região Centro Norte e conhecer de perto as demandas não só das lideranças, mas também da população. A Comissão de Orçamento e Finanças da Alerj, através de uma articulação do deputado Wanderson Nogueira, vai construir coletivamente as propostas que serão encaminhadas para o Estado.  A Comissão tem por atribuição opinar sobre projetos de lei relativos ao plano plurianual, às diretrizes orçamentárias e ao orçamento anual. A audiência pública é uma ferramenta para democratizar as decisões sobre o orçamento para os próximos investimentos do Estado.

  O deputado estadual Wanderson Nogueira considerou o encontro muito positivo. “Sinto a necessidade das pessoas de falarem, de serem ouvidas. Tudo aquilo que foi tratado e é referente à administração pública estadual estaremos fazendo o devido encaminhamento a comissão e ao Estado. Três pontos foram destaque na audiência: saúde, mobilidade urbana e assistência social, que está com muitas dificuldades. Também na região temos problemas de abastecimento de água e vamos lutar muito para que a Cedae visite a região.”, frisou Wanderson.

  O representante da Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado, Fabio da Silva Siqueira, reiterou que essa aproximação das pessoas é extremamente necessária. “O plano plurianual representa todas as ofertas de serviços e bens que os órgãos vão entregar para a população ao longo de quatro anos. Para fazer essa programação e depois refletir isso nos orçamentos que são anuais é preciso uma discussão, entre os poderes e a sociedade civil organizada como um todo”, destacou Fábio.


  Todas as proposições que foram debatidas na audiência pública do orçamento participativo do Estado foram documentadas e agora serão compartilhadas com os demais deputados da Comissão de Orçamento e Finanças da Alerj.


COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe