terça-feira, 25 de julho de 2017

Expo-Cordeiro supera expectativas dos pecuaristas


Evento reuniu bovinos e equinos de alta qualidade genética


Os animais expostos, julgados e premiados nas edições da Exposição Agropecuária de Cordeiro sempre saem do certame mais valorizados em relação ao preço de mercado com o qual entraram no Parque Raul Veiga antes do inicio da feira rural. Para a maioria das Associações de Criadores, uma conquista na pista de julgamentos na Cidade Exposição conta pontos para seus respectivos rankings, o que significa dizer que é um excelente negócio para proprietários de bovinos e equinos.

No que depender da 75ª Expo-Cordeiro, os pecuaristas já podem comemorar, pois a qualidade técnica do evento foi excepcional. Foram cinco dias de intensos julgamentos na pista principal, que recebeu dezenas bovinos das raças Sindi, Senepol, Tabapuã e Gir Leiteiro, que foram criteriosamente analisados por renomados juízes, todos com vasta experiência em julgamentos de morfologia, biótipo, condições frigoríficas e funcionalidade. Segundo um dos jurados, o principal quesito observado na exposição é a caracterização racial. “Por se tratar de raças puras, as características que definem a raça devem ser bastante evidenciadas”, afirmou.

Criadores de diversas regiões do país participaram da exposição. As premiações das categorias aconteceram durante o julgamento, sempre de acordo com a definição dos árbitros. “Animais premiados numa exposição nos moldes dessa realizada aqui em Cordeiro podem se transformar em doadores de sêmen, no caso de machos, ou de embriões se forem fêmeas. Os bovinos podem chegar a uma competição como esta valendo R$ 10 mil e se vencer, pode sair valendo até um milhão”, afirmou um dos diretores da empresa responsável pelos julgamentos.



O secretário da Agricultura de Cordeiro, Márcio Sauerbronn, lembrou que o planejamento do evento foi seguido à risca e os animais tiveram um ambiente seguro, cuja organização também foi alvo de elogios dos produtores. “Isso redundou numa excelente oportunidade de bons negócios, como acontece sempre em nossas feiras rurais. Temos uma das exposições mais importantes do país e uma ótima vitrine para quem atua no agronegócio”, expôs Sauerbronn.

Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário