quarta-feira, 31 de maio de 2017

Ministro do Planejamento adianta que PIB será positivo e marca o fim da recessão



O ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Dyogo Oliveira, afirmou hoje (31/05) que o Produto Interno Bruto do Brasil (PIB) - a soma de todas as riquezas produzidas no país - no primeiro trimestre de 2017 será positivo na divulgação de amanhã (1º) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e marcará o fim da recessão.

"O PIB amanhã será positivo, e isto é muito importante, porque marca o fim da recessão. A economia brasileira está reagindo e há muitos fatores que fundamentam isto", disse Oliveira.
O ministro afirmou que o crescimento deve ser um pouco menor que o medido pelo Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-BR), por divergências de metologia. Divulgado no último dia 15, o indicador apontou para um crescimento de 1,12% no primeiro trimestre de 2017, na comparação com o quatro trimestre de 2016.
O ministro participou de um seminário na Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro, e voltou a defender as reformas propostas pelo governo e, especialmente, a reforma da Previdência em discussão no Congresso Nacional. "A evolução das despesas com previdência do país são insustentáveis, e não são insustentáveis apenas do ponto de vista da previdência, são insustentáveis do ponto de vista das outras despesas do governo federal. A previdência está ocupando todo o espaço disponível e vai avançar cada vez mais."
Oliveira afirmou que o governo não tem um "plano B" para a reforma proposta e afastou a possibilidade de fatiamento de pontos da reforma para facilitar a aprovação. "O governo não discute nenhum plano B".
Além de defender as reformas, o ministro minimizou o impacto da crise política no cenário fiscal do país. "O que eu vejo é que as medidas continuam avançando no Congresso, então, não vejo isso afetando a meta fiscal ou as nossas projeções fiscais."
Época


Defesa Civil encontra solução criativa para reaproveitar galhos de poda


Resíduos da arborização viram pranchões para reparo de pontes em Trajano



Mais uma iniciativa positiva em Trajano de Moraes. Desta vez na Secretaria Municipal de Defesa Civil. Equipes estão reaproveitando a parte boa da madeira proveniente do corte e da poda de árvores apodrecidas na cidade e nos distritos. O destino, a confecção de pranchões para troca, acerto e reparo nas pontes do município.

Essa é mais uma ação inserida no Plano de Governo do prefeito Rodrigo Viana e do vice Jorge Diniz. De acordo com o secretário municipal de Defesa Civil Renato da Costa Estellet, os troncos que oferecem risco a vida humana são retirados dos locais pela equipe da Defesa Civil, e ganham um destino positivo. “Toda ação gera uma reação, e esta ação é positiva. Desde o início da gestão estamos fazendo esse trabalho”, explicou Renato.

Ainda de acordo com ele, outros pranchões confeccionados veem de doação. “Essa é uma forma de podermos trabalhar em sintonia com a população. Pensa em uma árvore podre oferecendo risco a vida humana. Agora imagina a parte boa desse tronco, ou galho, sendo aproveitado no conserto de uma ponte, num reparo”, observou.

A maioria das vezes, os troncos das árvores parecem fortes, mas por dentro podem estar ocos e em alguns casos até queimados. “A poda de galhos da copa pode causar uma grande ferida, por onde entram fungos e cupins. A podridão desce para o tronco e deixa a árvore oca. Com isso ela se torna perigosa e oferece risco. O que estamos fazendo é dar a ela um destino certo e proveitoso”, afirma o prefeito Rodrigo Viana.

Vale lembrar que toda poda de árvore ou retirada legal da mesma, precisa do aval de um profissional técnico, engenheiro ou agente da Defesa Civil. “Nossos funcionários são preparados e fazem o serviço com todo cuidado. É preciso dizer que os itens de segurança são essenciais em ações desta natureza. Os galhos podres podem causar riscos à população porque uma árvore com copa ampla pode não resistir a um vento forte durante uma tempestade e cair”, acrescenta.

Com isso, os resíduos vegetais, principalmente gerados pela poda de árvores e pela manutenção de jardins e terrenos, representam uma porção importante no município de Trajano de Moraes. “Esse problema antigo no município agora tem uma destinação correta. 
Em média, 40% do material recolhido é reutilizado”,concluí o prefeito.

Ascom

Brazil International Film Festival - Cenas de uma feliz cidade


Presenças ilustres marcam a cerimônia de premiação do Festival de Cinema no Teatro Municipal


Ítala Nandi, Jonas Bloch, Maria Ceiça, Tião D’Ávilla, André Di Mauro como mestre-de-cerimônias, diretores, produtores e atores nacionais e estrangeiros, além de um bom público e filmes de qualidade. Assim foi a festa de premiação do Brazil International Film Festival, que aconteceu no último sábado (27) no Teatro Municipal, dentro da Prefeitura. Dirigido por José Cláudio Silva, com direção executiva de Eliane Maciel e produção de Marcelo Cabral e Alice Maciel, da Ze’s Produções em parceria com a produtora artística Mox Music e a canadense Blue Snowman Entertainment, o festival foi um sucesso de público e crítica. O evento teve como patrocinador o Brasas English Course e contou com o apoio cultural da Prefeitura, por meio das secretarias de Cultura e de Turismo, e do jornal O Dia.

A noite de premiação foi prestigiada por muitos convidados entre eles os secretários municipais de Cultura, Marcio de Paula, de Turismo, Elias Martins, de Governo, Carlos Dias, e de Desenvolvimento Social, Carla Tricano. “Um dos projetos do prefeito Mario Tricano para a Cultura é de reviver a cidade dos festivais”, disse Marcio. Para Elias, a cidade só tem a ganhar com eventos como este, que ajudam a resgatar o título ‘Cidade dos Festivais’, que um dia já pertenceu à Teresópolis. Segundo Carlos Dias, ao reassumir a administração ano passado, Tricano definiu duas bases fundamentais para a recuperação da cidade: a cultura e o turismo, que se faz dentro da microeconomia e da atividade local, com a possibilidade de empregabilidade de curto prazo e de se alavancar grandes eventos como este”.

Os filmes foram exibidos nos dias 19, 20, 21, 25 e 26 deste mês, com duas sessões (às 15h e às 18h) e ingressos gratuitos. Entre curtas, longas, documentários e animação, mais de 600 películas de vários países foram inscritas e 65 selecionadas. Vinte categorias e cinco prêmios especiais foram agraciados, destacando o de melhor ator para o brasileiro Tião D’Ávilla, de 73 anos, que começou sua carreira na tevê (Globo) como o “Carneirinho” da novela“Estúpido Cupido”. Tião protagonizou o divertidíssimo curta-metragem “A Hora”,de Leandro Corinto, com produção de Marcelo Ferrarini. Outro destaque foi o filme canadense “Stolen Path” (Caminho Roubado), que levou o prêmio de “melhor filme”. A seguir, os premiados.

Prêmios mais que merecidos
A primeira categoria, “Melhor Filme de Estudante”, foi vencida por “Noturno”, de Eduardo Mattos. Em seguida, “Melhor Animação”: o americano “Stars”, de Han Zhang. O prêmio de “Melhor Série para TV e Internet foi entregue pela atriz Ítala Nandi ao brasileiro “O Quarto ao Lado”, de Rafael Calomeni. O prêmio de“Melhor Roteiro de Curta-Metragem” foi para o australiano “The Veil”, de Michael Griffin; e o de “Melhor Roteiro de Longa-Metragem” para o brasileiro“Broken Wings”, de Robert Snijdes. O “Melhor Documentário” foi para o americano“Yemanjá — Wisdom from the African Heart of Brazil”, de Donna Roberts.

Outro filme brasileiro que fez sucesso foi “32 Dentes”, de Alexandre Sivolella, que ganhou o prêmio de “Melhor Curta em Português”, entregue por Gardênia Cavalcanti. O “Melhor Ator foi Tião D’Ávilla, de “A Hora”, de Leandro Corinto. Tião, Corinto e o produtor Marcelo Ferrarini vibraram muito com o prêmio.“Fazer cinema no Brasil é um luxo! Mas, com todas as dificuldades, eu amo meu trabalho!”, desabafou Tião, muito aplaudido.

O prêmio especial “Estrela Azul de Melhor Curta-Metragem” foi para o armênio “The Road”, de Alexander Baghdasaryan. O “Melhor Curta-Metragem” foi “The Guilt List”, da República Tcheca, dirigido por Tereza Hirsch, que agradeceu em um inglês cheio de sotaque. Outro prêmio “Estrela Azul”, de “Melhor Longa-Metragem”, foi para o filme policial americano “One Buck”, de Fabien Dufils, recebido pelos produtores das mãos do ator Jonas Bloch. O curioso é que este foi o primeiro filme de Fabien, o que promete ser uma carreira vitoriosa.

 O mesmo se pode dizer do canadense “Stolen Path”, de Goldie Smitlener, escolhido como o “Melhor Longa-Metragem”. O filme conta a comovente história de amor da aristocrata Victoria com o camponês Matthew, na Croácia de 1910. Segundo o diretor do festival, José Cláudio Silva, esse foi “o grande vencedor da noite”.

A“Melhor Atriz” do festival foi a bela Laryssa Dias por “A Margem de Nós Mesmos”, de Luiza de Andrade (presente), que, segundo Laryssa, “aborda a plurissexualidade de uma maneira sutil e delicada”. A “Melhor Trilha Sonora”foi para “The Big Swim”, de Kat Green. E a “Melhor Edição” para “Dreams of Ice”(Sonhos de Gelo), do americano Jack Davi, sobre a Seleção Brasileira de Ice Hockey, que esteve presente com quatro jogadores uniformizados e uma lenda do esporte, o teresopolitano Alexandre Capelle, ex-craque e atual Presidente da Confederação Brasileira de Ice Hockey.

O prêmio de “Melhor Roteiro Original” foi para Jeremy Rigby, de “An Afterlife”,dirigido por Ryan Ned Butler. A “Melhor Fotografia” (ou “Cinematografia”, como chamou o diretor do festival) foi para Artur Gubin, por “The Guilt List”. E o“Melhor Diretor” — outro grande prêmio da noite — foi para John Banovich, do excelente “Stolen Path”.

Em seguida, foram dados alguns “Prêmios Especiais do Júri”. O primeiro foi para“The Gift of The Magpie”, de Anita George. O segundo para David Kolb, por “32 Dentes”; e o terceiro para Ana Carolina Resende, de “Por Uma Escola dos Sonhos”. O quarto prêmio especial foi para Hank Isaac, de “Lilac”; e o quinto para “Oportunity (Avsar)”, de Mohit Goswami, cujo produtor, o indiano Mannu Setia, estava presente. Sobre o sucesso do festival e a qualidade dos filmes, Eliane Maciel, em seu discurso, resumiu o espírito do evento: “Quem faz o que gosta sempre é mais feliz”.




Texto: Ascom
Fotos: Johnatan Duque

Governo prepara atividades pela Semana do Meio Ambiente


Ação na Praça, teatro, ecocine e reunião do Comdema estão entre as atividades


 A Prefeitura de Teresópolis, através da Secretaria de Meio Ambiente, preparou várias atividades para comemorar a Semana Nacional do Meio Ambiente. Com o objetivo de conscientizar a população sobre a importância da preservação ambiental, a programação será realizada nesta sexta-feira, 2, com ações também no domingo, 4, e na segunda-feira, 5 de junho, quando se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente.
Na sexta, 2, uma ação ambiental vai movimentar a Praça do Tiro de Guerra, no bairro de São Pedro, das 10h às 15h, com estantes de várias instituições. Entre elas, o Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, que apresentará as características da unidade, objetivos e necessidades.
O Projeto Fauna Viva/Concessionária Rio-Teresópolis fará exposição para alertar sobre atropelamentos de animais silvestres nas estradas. O Corpo de Bombeiros abordará questões relacionadas às queimadas e sua prevenção. O Lar Tia Anastácia mostrará os trabalhos do Projeto Costurando o Amanhã, que são produzidos por mulheres da comunidade do Rosário, com a reutilização de tecidos.
Também haverá apresentação de teatro de fantoches, com a Trupe do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, e o esquete ‘Pra quem quer salvar o Paquequer’, com o Grupo Pirueta.
No domingo, dia 4, no EcoCine, haverá exibição de documentário, seguido de debate, no auditório do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. E na segunda-feira, 5 de junho, será realizada reunião do Comdema (Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente), às 18h, no auditório da Secretaria de Educação, em Agriões. 

Ascom

DEU NA IMPRENSA


II Edição do Café Cultural “É Tempo de Amar”



Música, artes plásticas, poesias, esquete teatral, lançamento de livros, caricaturas ao vivo e dança de salão


Depois do sucesso da 1ª edição, que homenageou São Pedro da Aldeia pelos seus 400 Anos, chegou a vez de celebrar o amor. Com o tema “É Tempo de Amar”, o encontro será no dia 7 de junho, às 18h. Da filosofia à religião, das artes às relações pessoais, dos mitos à psicologia, o amor será objeto das mais variadas abordagens na 2ª edição do “Café Cultural Piazza Navona”, na Loja Havan. Todas as formas de arte promoverão o amor em todas as suas maravilhosas expressões.

A programação oferecerá apresentações de música, artes plásticas, poesias, esquete teatral, lançamento de livros, caricaturas ao vivo e dança de salão. Será uma noite de belíssimas performances! O show musical ficará por conta do cantor e compositor Mazinho Senos. A atriz Cláudia Mury e o ator Walter Ramos encenarão a esquete “O Perfume”. Um toque de descontração com o caricaturista Zel (José Luiz Silva).

A agenda inclui lançamentos de livros dos escritores Andréa Rezende, Valeria Torres, Jaqueline Brum, Lorena Brittes, Rosana Andrea e Rodrigo Poeta; declamação de poesias com Jorge Fernando e Vera Lilian; exposição dos artistas plásticos Roger Vianna, Álvaro Lopes, Clivaneide Kilson, Flávio Rangel, Elisete de Carvalho, Lourdes Gomes, Di Angelo, Cassia Fouraux e Carlos Alberto Fouraux; e apresentação de dança de salão com Allan Lobato.

A festa multifacetada será comandada pela jornalista e comunicadora Iva Maria. A Cafeteria Piazza Navona fica na Loja Havan, Rodovia RJ 140, Km 5, Campo Redondo em São Pedro da Aldeia. http://www.piazzanavonacafe.com.br.

Tutuca busca parceria para abertura da Nova Unidade da Faetec em Pádua

Tutuca destacou a importância da qualificação profissional em 
um momento de instabilidade econômica e desemprego



O deputado Estadual Gustavo Tutuca esteve nesta segunda-feira, 29, no município de Santo Antônio de Pádua, para agenda com vereadores da cidade e região. Estiveram presentes os vereadores Robinho Águia Negra e Waldir Neto, Pádua, Jaderson Aleixo, Itaocara, Gustavo do Idi e Getúlio, Lage do Muriaé.

- É muito importante vir aos municípios, ver de perto as situações, conversar diretamente com a população e com as lideranças municipais. Só com este contato próximo, conseguimos verificar as formas de auxílio. Este é motivo da minha visita ao município – destacou Tutuca.

O principal compromisso do deputado, entretanto, foi com o prefeito de Pádua, Josias Quintal. O deputado veio trazer a necessidade de uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura Municipal para viabilizar a abertura da nova Unidade Faetec do município. Tutuca destacou a boa receptividade do prefeito quanto ao convênio entre as instituições.

- A Unidade Faetec em Pádua foi uma conquista nossa para o município, e a sua abertura é um compromisso de campanha com a população paduana. Viemos trazer ao prefeito Josias e necessidade de ajuda da prefeitura para a abertura deste serviço, que foi muito receptivo e se colocou à disposição, entendendo a importância da Faetec para a população – finalizou o deputado.


terça-feira, 30 de maio de 2017

Paduano empata com o Itaperuna em seu primeiro jogo oficial


Em um jogo amistoso realizado no último domingo (28), o time do Trovão Azul empatou com a equipe do Itaperuna, com o placar de 1 x 1.

O Paduano participou do amistoso visando a preparação para a temporada do Campeonato Carioca 2017– Série C.

O jogo foi realizado na cidade de Santo Antônio de Pádua, no Estádio Waldo Carneiro Xavier.

Para o treinador do Paduano, Everton José, este amistoso foi uma forma de observar como o time se comporta em campo.

O time deverá fazer outros amistosos antes da estreia no campeonato.

O Jogo
A primeira etapa começou equilibrada com os dois times buscando abrir o marcador, o Paduano criava boas oportunidades e o Itaperuna pressionava a saída de bola.

O primeiro gol do jogo foi do Itaperuna e aconteceu no primeiro tempo. Em uma cobrança de falta a bola tocou de raspão no jogador do Paduano e enganou o goleiro.

À frente do placar o Itaperuna não conseguia sair do campo de defesa, com isso o Paduano começou a pressionar e chegou a perder várias oportunidades de fazer o gol.

No segundo tempo os dois times fizeram alterações, o Paduano começou a valorizar a bola e chegava constantemente ao gol do Itaperuna. Mas graças ao goleiro “Mumu” do Itaperuna a bola teimava em não entrar, até que em uma cobrança de falta o jogador do Paduano Clodoaldo conseguiu marcar para o Trovão Azul empatando a partida. O paduano ainda teve um gol anulado.

Dados do jogo
Público estimado: 323
Pagantes: 198
Ingressos sorteados: 20
Gratuidade (Crianças e Idosos): 45
Sócios (Parte social que não pagaram ingresso): 60
Renda: R$ 1.980,00
Revertido 20% do que foi arrecadado para campanha dos irmãos João e Julia portadores da Amiotrofia Muscular Espinhal (AME): R$396,00
Restante para o clube : R$1.584,00

Início da partida

Time do Paduano valorizou a posse de bola

Goleiro do Itaperuna é o destaque do time

Clodoaldo cobra a falta e empata a partida


Goleiro do Itaperuna teve trabalho na partida


Texto e fotos: Marco Sameiro


segunda-feira, 29 de maio de 2017

Assalto provoca pânico e correria no shopping Nova América

Criminosos roubaram uma loja de telefonia no 2° andar do shopping



Bandidos tentaram assaltar uma loja de telefonia, no shopping Nova América, em Del Castilho, Zona Norte do Rio, por volta das 20h30 deste domingo. A informação foi confirmada pela Polícia Militar. Segundo relatos publicados nas redes sociais, houve correria e pânico no local. Testemunhas contaram que, no tumulto, clientes ficaram presos dentro de outros estabelecimentos, que fecharam as portas por segurança.
De acordo com a PM, os assaltantes, sendo três homens e uma mulher, invadiram a loja e renderam os clientes. Enquanto isso, um quinto suspeito aguardava dentro de um carro no estacionamento. Ao perceberem que a segurança do shopping foi acionada, eles tentaram fugir.
A corporação disse que um dos criminosos tentou atirar no meio do caminho, mas a pistola falhou. Um deles foi detido, reconhecido pelas vítimas e levado para a Cidade da Polícia, mas os outros conseguiram fugir. A polícia ressaltou que os bandidos só conseguiram levar os pertences dos clientes.
Por outro lado, internautas afirmaram que houve tiroteio no shopping. "Muita correria aqui no Nova América. Quando teremos paz?", lamentou um dos clientes que estavam no local no momento do crime. "Vou ficar traumatizada de vir ao Nova América de novo depois do que eu passei hoje", disse uma outra internauta. "Ainda bem que ninguém se feriu. Foi um momento de pânico", ressaltou mais um.
Procurada, a assessoria de imprensa do Nova América destacou que a ação foi rápida, ninguém ficou ferido e o shopping continuou funcionando normalmente depois. Em nota, a assessoria reforçou que "contribuirá com as autoridades locais fornecendo toda a ajuda necessária para o esclarecimento dos fatos".
Assaltantes roubam loja no Barrashopping
Esse foi o segundo ataque a lojas de shoppings no Rio em menos de uma semana. Na última quinta-feira, um relojoaria foi assaltada no Barrashopping, na Zona Oeste do Rio. Na fuga, os homens armados atiraram em seguranças no estacionamento, gerando pânico no local.
Antônio de Pádua, gerente da loja, foi agredido nas costas pelos assaltantes, que saíram com apenas três relógios deixados para conserto. Segundo a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), que investiga o caso, seis bandidos participaram da ação. Três deles teriam ficado do lado de fora, dando apoio.
ODia

Bandeira tarifária nas contas de luz será verde em junho

Diante de uma afluência maior nos reservatórios das usinas hidrelétricas, as contas de luz não terão custo extra no próximo mês



A bandeira tarifária de energia elétrica para o mês de junho será verde, sem custo extra para os consumidores. Criado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza com precisão o custo real da energia gerada. Isso possibilita aos consumidores o uso consciente da energia elétrica.
Na prática, em períodos de seca nos reservatórios de água,  a produção e distribuição dos recursos energéticos ficam mais caras. O sistema de bandeiras deixa claro para o cidadão as condições de geração de eletricidade e as taxas cobradas.
Junho interrompe dois meses seguidos de bandeira vermelha, acionada quando os reservatórios estão mais vazios, gerando um custo extra nas contas de luz. Segundo a agência reguladora, a bandeira ficará verde no próximo mês em função de maior afluência nos reservatórios das usinas hidrelétricas e de uma perspectiva de redução no consumo de energia.
O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.
Com Aneel

Inscrições para segunda edição do Sisu começam nesta segunda-feira (29)

Serão oferecidas 51.913 vagas em 63 instituições de educação que assinaram o termo de adesão



As inscrições para a segunda edição de 2017 do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam nesta segunda-feira (29) e vão até 1º de junho. Um total de 51.913 vagas serão oferecidas pelas 63 instituições de educação superior que assinaram o termo de adesão – 59 federais e quatro estaduais. Para se candidatar, é preciso ter realizado o último Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e não ter tirado zero na redação.
Do total de vagas, 22.663 estão em universidades e institutos federais da Região Sudeste, 18.726 no Nordeste, 8.338 no Sul, 1.133 no Norte e 1.053 no Centro-Oeste. Por modalidade, 25.707 vagas são destinadas à ampla concorrência, 24.744 obedecem às cotas estabelecidas pela Lei nº 12.711/2012 e 1.462 fazem parte de ações afirmativas próprias das instituições.
“Para esse processo seletivo, a novidade é a inclusão de vagas reservadas a pessoas com deficiência, conforme determinado pela Lei nº 13.409, de 28 de dezembro de 2016, que alterou a lei de cotas”, explicou Vicente de Paula Almeida Junior, diretor de políticas e programas de educação superior do MEC.
Opções 
Ao todo, estão sendo oferecidos, em diversas áreas de conhecimento, 1.462 cursos de graduação, podendo o candidato optar por até dois deles. As maiores ofertas de vagas são para administração (1,7 mil), pedagogia (1,6 mil), matemática (1,5 mil), ciências biológicas (1,4 mil), direito (1,4 mil), engenharia elétrica (1,3 mil) e medicina (1,3 mil). 
Os cursos mais procurados no segundo semestre de 2016 foram medicina, com 151,3 mil inscrições; direito (94,6 mil), administração (72,4 mil), pedagogia (53,8 mil), engenharia civil (44,4 mil), psicologia (42,7 mil), educação física (41,2 mil), enfermagem (40,3 mil), nutrição (38 mil) e ciências biológicas (34,8 mil).
Inscrições 
O processo é bem simples e deve ser feito exclusivamente na página do Sisu na internet, sem nenhuma cobrança de taxa. Basta acessar a página com o número de inscrição e senha do Enem de 2016, para depois definir os cursos por ordem de preferência. O candidato deve ficar atento à relação dos documentos exigidos pelas instituições para a efetivação da matrícula, em caso de aprovação.
Caso o estudante tenha alguma dúvida sobre o curso escolhido e queira mudar de opção, poderá fazê-lo quantas vezes achar conveniente, até o encerramento das inscrições. Para tanto, será considerada válida a última inscrição confirmada. Mesmo quem participou de etapas anteriores e chegou a ser selecionado poderá se candidatar nessa nova edição, desde que tenha feito o Enem requerido.
Também poderá concorrer o estudante que já estiver matriculado em um curso de graduação – desde que seja em instituição particular, já que não será possível ocupar duas vagas simultaneamente em instituições públicas. Da mesma forma, aqueles que tentam uma bolsa pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) podem participar do Sisu, contanto que, no caso de serem selecionados, optem por um dois.
Esta segunda edição do Sisu será realizada em uma única chamada, estando o resultado previsto para ser divulgado em 5 de junho – mesma data em que será aberta a lista de espera. Já a matrícula deve ser feita entre os dias 9 e 13 de julho.

sexta-feira, 26 de maio de 2017

JBS pagará indenização de R$ 10 milhões a trabalhadores demitidos em 2011


O Ministério Público do Trabalho de São Paulo (MPT) fechou acordo para pagamento de indenização dos trabalhadores demitidos da unidade da empresa JBS de Presidente Epitácio (SP), em setembro de 2011, quando o frigorífico encerrou temporariamente suas atividades na cidade. Pelo acordo fechado nessa quinta-feira (25), segundo informações do MPT, a empresa pagará um valor total de R$ 10 milhões aos mais de mil demitidos.
De acordo com o MPT, a ação civil pública foi proposta pelo fato de o frigorífico ter fechado as portas sem fazer prévia negociação coletiva que concedesse alguns benefícios aos demitidos “com o objetivo de minimizar os impactos que uma demissão em massa provoca na coletividade”.
Na ação, ingressada em dezembro de 2011, o MPT solicitou benefícios para os demitidos e, em março de 2013, a empresa foi condenada a pagar uma compensação financeira para cada trabalhador correspondente a três dias de salário para cada ano de serviço, a fornecer cestas básicas em número correspondente ao quantitativo das parcelas de seguro-desemprego e a promover cursos de qualificação profissional aos demitidos. Além disso, foi condenada ao pagamento de dano coletivo no valor de R$ 240 mil.
Como o MPT entendeu que a condenação não era suficiente, apresentou recurso ao Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (em Campinas). Em fevereiro de 2014, o tribunal reformou a sentença para aumentar a condenação, que resultou no pagamento de uma compensação financeira correspondente a um salário para cada ano de serviço para cada trabalhador. Os demais itens da condenação foram mantidos. Ainda houve recurso ao Tribunal Superior do Trabalho (TST), que manteve a decisão em outubro de 2015.
A fase de cálculos se prolongou, pois foram mais de mil trabalhadores demitidos. No final de 2016, com juros e correção monetária, a soma dos cálculos apresentados pela JBS alcançava cerca de R$ 7,5 milhões, enquanto os cálculos apresentados pelo Ministério Público do Trabalho alcançava cerca de R$ 9,8 milhões, não havendo consenso para a realização do pagamento. Isto porque a empresa não considerava o período de trabalho anterior a 2004 para efeito de inclusão nos cálculos, alegando que assumiu o empreendimento somente naquele ano e não pagaria pelo período contratual que os empregados trabalharam para sua antecessora. Já o Ministério Público do Trabalho incluiu nos cálculos todo o período.
O processo foi colocado em pauta na Semana Nacional de Conciliação pelo juiz do Trabalho José Roberto Dantas Oliva, da Vara do Trabalho de Presidente Venceslau (SP). Segundo nota do MPT, a JBS aceitou incluir nos cálculos os anos trabalhados para sua antecessora, ou seja, anteriores a 2004, já que era essa a diferença entre os cálculos de ambos, e o acordo foi homologado.
O Ministério Público do Trabalho concedeu um prazo para pagamento, e a empresa desembolsará, com juros e correção monetária, a quantia de R$ 10,078 milhões, em seis parcelas bimestrais. O valor será revertido diretamente aos mais de mil trabalhadores demitidos. A divisão dos valores e prioridades de pagamento serão definidas pelo MPT.
Procurada, a JBS confirmou o acordo com o Ministério Público do Trabalho.


A.Brasil

Governo envia à ALERJ dois projetos para ajuste fiscal do estado

Projetos formalizam entrada do Rio no Regime de Recuperação Fiscal, o que permitirá colocar salários em dia, e mudam regras de pensão da previdência estadual


Foram publicadas no Diário Oficial desta sexta-feira (26/05) duas mensagens do Executivo que tratam do ajuste fiscal do estado, que vive sua mais severa crise financeira. As propostas devem entrar na pauta de votações da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) na próxima semana.
O projeto de lei 2.885/17 formaliza a entrada do Rio no Plano de Recuperação Fiscal do estado, que terá duração de três anos, podendo ser prorrogado por mais três. O Regime de Recuperação Fiscal dos Estados (Lei complementar 159/17), sancionado no dia 19/05 pela Presidência da República, diz que o estado que quiser aderir ao Regime deve aprovar uma lei para ser contemplado. A estimativa é que o alívio no caixa estadual seja de R$ 62 bilhões em três anos.
Com a norma em vigor, fica suspensa por três anos a dívida do Rio com a União e o estado poderá recorrer a empréstimos que podem chegar a R$ 6,4 bilhões. Isso permitirá que o Governo coloque o pagamento da folha de salários em dia e não tenha mais o bloqueio das contas.
Na justificativa, o Governo diz que o Plano é necessário para “o estado alcançar a estabilidade financeira, voltar a ter previsibilidade no cumprimento de seus compromissos, inclusive de pessoal e que possa avançar na implantação das demais providências que reconduzirão o Rio ao equilíbrio fiscal.”

Conheças as regras do Regime de Recuperação Fiscal
Além do Rio, Minas Gerais e Rio Grande do Sul também enfrentam sérias dificuldades financeiras. Há uma série de condições para aderir ao plano de ajuda financeira da União aos estados.
Um desses requisitos diz que a dívida consolidada do ano anterior deve ser maior que a Receita Corrente Líquida (RCL) - somatório das receitas menos a dedução dos valores constitucionais e legais, como os recursos que devem ir para os municípios. Segundo dados da Secretaria de Estado de Fazenda e Planejamento, a receita corrente líquida é de R$ 45 bilhões, cerca de R$1,5 bilhão a menos do que no ano passado.
Além disso, as despesas liquidadas com pessoal devem representar, no mínimo, 70% da RCL do ano anterior e o valor total das obrigações financeiras - gastos já contratados – deve ser maior que o caixa.

Contrapartidas
O estado também deve atender a uma série de exigências, como: privatização de empresas dos setores financeiro, de energia e saneamento, entre outros. Em fevereiro deste ano, a Alerj aprovou a autorização para vender as ações da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) como contrapartida à aprovação de empréstimo federal, de R$ 3,5 bilhões (Lei 7.529/17, sancionada no dia 7 de março).
Outras exigências: congelamento de reajustes de salários para servidores públicos; restrição à realização de concursos; proibição de saques em contas de depósitos judiciais - exceto aqueles permitidos pela legislação - enquanto não tiver uma recomposição do saldo mínimo do fundo de reserva; redução de pelo menos 10% dos incentivos ou benefícios fiscais que decorram em renúncias de receitas; realização de reforma nos regimes previdenciários, incluindo a implantação de fundos de pensão para servidores.

MUDANÇAS NAS REGRAS DE PENSÕES POR MORTE
Já o projeto de lei 2.884/17 modifica as regras do Rioprevidência e os benefícios da pensão por morte do Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Rio de Janeiro. As alterações somente valerão para os benefícios que forem concedidos após a entrada em vigor da lei. Os benefícios atuais não serão modificados.
Em setembro de 2015, o Governo enviou matéria semelhante para a Casa, mas o texto foi retirado de pauta para ajustes técnicos.
As mudanças são: não poderá haver acúmulo de pensões pelo mesmo beneficiário; o dependente menor de idade receberá a pensão até 21 anos, e não mais até os 24, mesmo cursando universidade; só terão direito ao benefício vitalício as pessoas que, no dia da morte do cônjuge ou companheiro, tiverem, pelo menos, 44 anos, dois anos de casamento ou união estável e que o morto tenha recolhido, no mínimo, 18 contribuições para a previdência; o pagamento do benefício ocorrerá a partir da data da morte, se o beneficiário der entrada no pedido em até 30 dias após a morte do segurado. Depois desse período, prevalecerá a data do requerimento da pensão, sem direito a pagamento retroativo.

Pensão de acordo com a expectativa de vida
Para o cônjuge com menos de 44 anos ser beneficiário da pensão por morte, ele também deverá ter pelo menos dois anos de casamento ou de união estável antes da data da morte do companheiro contribuinte. O direito ao recebimento da pensão será de acordo com a expectativa de vida do beneficiário. Exclui-se da regra aqueles incapazes e sem condições de reabilitação profissional.
Dessa forma, quem ficar viúvo com menos de 21 anos de idade, por exemplo, receberá a pensão por três anos; viúvo com idade entre 21 e 26 anos - pensão por seis anos; viúvo entre 27 e 29 anos - pensão por dez anos; viúvo entre 30 e 40 anos - pensão por 15 anos;
viúvo entre 41 e 43 anos - pensão por 20 anos.
O Governo explica que o objetivo é alinhar algumas diferenças entre as regras dos regimes de previdência estaduais com as do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e do Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) – que trata dos servidores federais - e promover a uniformidade. A proposta altera a Lei 5.260/08, do Regime Próprio de Previdência e a Lei 3.189/99, que criou o Rioprevidência.


(Texto de Camilla Pontes)

Segurança Pública Municipal




O Prefeito Roberto Tatu, recebeu na manhã do dia, 26 de maio de 2017, o Tenente Coronel, Carlos, Comandante do 29° BPM, Tenente Dhiones e o Secretário Municipal de Segurança Pública, Capitão, Jonas Grillo.

A reunião teve como objetivo principal, a segurança pública do município e ações e medidas que devem ser tomadas em breve, a fim de manter e  garantir segurança do cidadão de bem bonjesuense.

O Tenente Coronel, Carlos parabenizou o prefeito pela criação da Secretaria de Segurança Pública Municipal, e afirmou que o trabalho de conscientização e interação com a comunidade poderá ser intensificado através dela




Ascom

Vacinação contra a gripe segue até o dia 9 de junho

Teresópolis registra 22.916 doses aplicadas


Prorrogada pelo Ministério da Saúde devido à baixa procura, a campanha nacional de vacinação contra influenza segue até o dia 9 de junho. De acordo com balanço parcial da Secretaria Municipal de Saúde, Teresópolis registra 22.916 doses aplicadas. A imunização acontece nos PSFs e unidades básicas de saúde, com atendimento de segunda a sexta, das 8h às 17h.
A meta do município é imunizar 48.069 pessoas que compõem o público alvo: indivíduos com 60 anos ou mais de idade; crianças de seis meses a menores de cinco anos; gestantes; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores da saúde; professores das escolas públicas e privadas; e pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (necessária prescrição médica).

Balanço parcial da Coordenação de Imunização/Secretaria Municipal de Saúde:
Idosos: 13.280 doses aplicadas = 60,10%
- Meta: 22.093

Crianças: 2.022 doses aplicadas = 21%
- Meta: 9.600
Trabalhadores da Saúde: 1.592 doses aplicadas = 30,26%
- Meta 5.260

Gestantes: 533 doses aplicadas = 31%
- Meta 1.718

Puérperas: 136 doses aplicadas = 48,22%
- Meta 282

Comorbidades: 4.293 doses aplicadas = 57,88%
- Meta: 7.416

Professores: 1.060 doses aplicadas = 62.35%
- Meta: 1.700



Ascom