quinta-feira, 26 de dezembro de 2019

Câmara de Pádua inaugura Instituto Histórico Vereador Antônio Machado Brum





No último dia 19 foi inaugurada a sede oficial do Instituto Histórico Vereador Antônio Machado Brum. Evento comandado pela presidente do Legislativo, vereadora Vanderléia Marques, contou com a presença do prefeito Municipal Josias Quintal de Oliveira, vereadores Paduanos, representantes da APLAC – Academia Paduana de Letras Artes e Ciências, representantes da Educação e Cultura de Santo Antônio de Pádua, de familiares do homenageado e de ex-vereadores.
“Um lugar para resgatar a história de Santo Antônio de Pádua pela visão do Poder Legislativo”, segundo palavras da vereadora Vanderléia, autora do Projeto de Lei, que em 2014 criou o Instituto Histórico.


O Instituto Histórico com uma imersão total a história do Legislativo do município, contendo objetos de época, paineis, sala de vídeo e até mesmo uma belíssima escultura do Visconde Figueira.
Além de resgatar a história do Poder Legislativo em Pádua, com fotos, artigos e objetos que remontam ao início da atuação dos vereadores paduanos, o Instituto apresenta toda a trajetória da “Casa de Leis” paduana e seus representantes.
Autoridades e líderes culturais usaram a tribuna para destacar a importância da inauguração do Instituto.


Para a historiadora da APLAC, Andréia Caldas, muitos cidadãos paduanos não conhecem a história do seu município e agora com o Instituto Histórico essa história será perpetuada.
Andréia Caldas entregou à presidente Vanderléia Marques um importante documento, a Cópia da Lei Provincial 296 que eleva o Curato de Santo Antônio de Pádua à Freguesia datado de 1843, que será integrado ao acervo do Instituto.
A também historiadora e servidora da Câmara Municipal, Beatriz Schimith, destacou a importância deste trabalho para o resgate da história. Na sua avaliação, o Instituto irá criar um vínculo entre a população Paduana e o Poder Legislativo.
Acadêmico da Aplac, Joelcio Gama anunciou também, em breve, o lançamento da Segunda Edição do Livro “A Casa de Visconde Figueira”, que irá atualizar a história do Legislativo paduano de 2008 até 2019. Em seu discurso, Joelcio cobrou uma atenção especial do Poder Público Municipal à Centenária Banda Lira de Arion.
A advogada Cintia Brum, neta do homenageado, destacou a trajetória política de 32 anos do vereador Antônio Machado Brum e salientou a felicidade de toda a família com mais essa homenagem.
O prefeito Municipal Josias Quintal parabenizou a Câmara de vereadores pela inauguração do Instituto Histórico e afirmou que por muitos anos, a história de Pádua e seus prédios históricos ficaram esquecidos pelas administrações com prédios sendo demolidos e a história se perdendo. Para o prefeito o Instituto Histórico será “O Guardião da História de Pádua”.
Emocionada, a vereadora Vanderléia Marques, em seu discurso e em suas redes sociais, expressou a felicidade com a inauguração deste importante espaço de valorização da história e da cultura Paduana.
“O que seria de nós sem os sonhos? Graças a Deus tive a oportunidade de realizar um dos meus, a inauguração do Instituto Histórico como sempre imaginei.
Foram meses de trabalho árduo e muitas pessoas envolvidas para que tudo acontecesse da maneira que foi, impecável. Quem me conhece sabe como eu queria implementar este Instituto, que leva o nome em homenagem ao saudoso Antônio Machado Brum, vereador muito respeitado e que atuou durante 30 anos na Câmara Municipal de Pádua.

Uma vitória para a Cultura de Pádua e no resgate de uma parte de sua história!” – relatou a presidente.
Também usaram a palavra na Sessão Solene, os vereadores José Luís de Oliveira Cavalcante e Pedro Cortês Medeiros, além do presidente do Conselho Municipal de Educação Professor Wellington Teixeira Gouvêa.
O Instituto Histórico Vereador Antônio Machado Brum estará funcionando a partir do dia 6 de janeiro de 13 às 17 horas.

Ascom Câmara Pádua



COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA