segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Prefeito de Itaperuna participa do plantio de mudas do programa 'Uma criança, uma árvore'



 No último sábado, 28, o prefeito Alfredo Paulo Marques Rodrigues, o Alfredão, participou do plantio de mudas do programa “Uma criança, uma árvore”.
O evento foi realizado na Avenida Luiz Eugênio Monteiro de Barros, Cidade Nova, próximo ao Itapuã Clube. Também participaram do evento os secretários Alair Ignácio (Meio Ambiente), Marcelo Poeys (Saúde), o vereador Rogerinho, representando o Legislativo, demais autoridades e convidados.
O programa “Uma criança, uma árvore” foi apresentado no mês de janeiro de 2015, durante reunião entre as equipes da Secretaria Municipal de Saúde e Secretaria Municipal do Ambiente (SEMA). O projeto é uma iniciativa da Prefeitura e visa educar e demonstrar que a arborização traz mais qualidade de vida e ajuda a equilibrar o meio ambiente.
Através do programa será plantada muda de diferentes espécies de vegetais da flora brasileira e nativas da região. O plantio acontecerá mediante um cadastro de adesão, autorizado pelos pais, no momento do preenchimento de um dos seguintes documentos: ficha de inscrição de gestantes no pré-natal, Teste do Pezinho, ou na Sala de Vacinação, ou ainda, no momento da avaliação do peso e medidas.
Daí em diante, todas as crianças nascidas no município de Itaperuna que participarem do projeto terão o plantio regulado pelos técnicos da SEMA. A fim de motivar a participação das famílias no programa, será entregue aos pais um certificado com os dizeres “Criança amiga da natureza”, no qual constará a data de nascimento da criança, nome popular e científico da árvore, bem como a data e o local do seu plantio.
Os espaços escolhidos para o plantio das mudas ocorrerá em locais previamente vistoriados e aprovados pela SEMA, observadas as normas municipais de urbanismo e arborização. O local do plantio pode ser escolhido pelos pais, desde que atenda às regras do Plano de Arborização Urbana, não prejudicando a rede de transmissão de energia elétrica, a rede de água ou esgoto, ou ainda, destruir as calçadas.
Caso os pais da criança residam em local em que o plantio da árvore seja impróprio, a SEMA realizará o plantio em outro local, como praças, áreas verdes públicas ou particulares. Os setores PAISM (Programa de Assistência Integral da Saúde da Mulher) e NICES (Núcleo de Informação, Comunicação e Educação em Saúde), ligados à Secretaria Municipal de Saúde, também colaboram com o projeto.


Ascom

COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe