quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Porciúncula se empenha em causa de proteção ambiental




A equipe do Projeto Cágado-do-Paraíba esteve em Porciúncula, no dia 26 de outubro, para divulgar e desenvolver ações de proteção e conscientização para preservação da espécie, juntamente com a conservação de seu habitat natural, a bacia do Rio Carangola. O projeto é realizado pelo Centro de Estudos Ecológicos e Educação Ambiental de Carangola (CECO) e o Instituto Diversidades, com apoio da Universidade de Minas Gerais (UEMG) e a participação do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Répteis e Anfíbios do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – RAN/ICMBio.

Desde os anos 90 já são realizados estudos sobre o Mesoclemmys hogei, também conhecido como cágado-do-carangola, ou cágado-de-hogei. Ele é uma espécie de quelônio da família Chelidae, assim como as tartarugas e os jabutis. Pode ser encontrada na bacia do Rio Paraíba do Sul, do estado do Rio de Janeiro e sul de Minas Gerais até o Rio Itapemirim, nas regiões costeiras do Espírito Santo. Mas é na bacia do Rio Carangola onde se têm os últimos registros da espécie.

O site do projeto: <www.cagado-do-paraiba.org.br> propôs um concurso de frases e slogans sobre prevervação ambiental, onde doze porciunculenses, entre crianças, jovens e adultos, foram selecionados para representar o município. Eles tiveramsuas frases escolhidas e junto com seus nomes estão sendo fixadas em placas de metal, nas margens do Rio Carangola.

Em Porciúncula, a equipe do projeto foi acompanhada pelo secretário de Meio Ambiente Welington Borchio e sua equipe, que instalaram as primeiras quatro placas no entorno do Bairro José Evangelista Monteiro - Bairro Ilha. As outras placas vão ser instaladas em outros pontos do município. O projeto tem o patrocínio do Governo Federal e Petrobras.


Ascom


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA