terça-feira, 27 de março de 2018

Procon Rio das Ostras fiscaliza comércio para Páscoa



Para garantir o direito dos consumidores nesse período de Páscoa, quando a procura por ovos de chocolate, caixas de bombom e outras guloseimas aumenta, o Procon Rio das Ostras está fazendo uma fiscalização no comércio da cidade para impedir abusos nas vendas.

De acordo com o coordenador de Defesa do Consumidor, Pedro Djurick, um dos pontos que estão sendo fiscalizados é com relação a variação do valor referente ao mesmo produto. “Estamos fazendo essa pesquisa para orientação dos consumidores. Além disso, verificamos se os ovos de Páscoa estão com os devidos preços, se há divergência entre o preço informado e o preço ao passar no caixa, se o peso do ovo corresponde ao informado na embalagem; se o ovo que contém brinquedos, informa também a faixa etária na embalagem; se contém informação de glúten; e o estado de conservação e condicionamento dos ovos, para ver se eles estão quebrados ou derretidos, por exemplo”, informou.

Segundo o procurador-geral do município, Renato Vasconcellos, as ações estão sendo feitas para garantir os direitos da população. “Toda pessoa que se sentir lesada, deve acionar o Procon Rio das Ostras e procurar os seus direitos”, declarou.

O Procon está instalado no Centro de Cidadania - Av. das Casuarinas, 595, sala 01, Residencial Praia Âncora, e seu horário de atendimento é de segunda a sexta de 8h às 20h. Mais informações no telefone 2771-6581.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Com ajuda de Faustão, Adriane Galisteu é contratada e tem novo trabalho na Globo



A apresentadora e atriz Adriane Galisteu vai finalmente retornar para a TV aberta. Após perder espaço e só voltar a mídia com a Dança dos Famosos no ano passado, Galisteu enfim pode respirar um pouco mais aliviada.

De acordo com informações do jornalista Flávio Ricco, Adriane estará em O Tempo Não Para, próxima novela das sete da TV Globo. Ela viverá a personagem Zelda Lacocque e contracenará diretamente com a protagonista Juliana Paiva (Marocas).

Essa não será a primeira experiência de Adriane na dramaturgia. Nos anos 90 ela integrou o elenco da novela Xica da Silva, grande sucesso da extinta TV Manchete.

TVFoco

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

segunda-feira, 26 de março de 2018

Sem impostos preço da gasolina seria de R$ 1,16



A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) começou a divulgar a composição dos valores dos combustíveis em cada uma das regiões brasileiras.

Os dados consideram o valor do composto, o custo com o transporte até os postos de gasolina, os impostos federais e estaduais, as margens de lucro dos distribuidores e dos postos. A média nacional confirma o que já sabíamos: quase metade (44%) do que pagamos na gasolina são os impostos. Eles custam mais, inclusive, do que o próprio combustível.

O preço médio do litro da gasolina no país é de R$ 4,18. O valor referente ao combustível é de apenas R$ 1,10, e a parte de etanol (27%) que faz parte do composto que abastecemos custa R$ 0,56. Isso significa que o litro de gasolina, sem os impostos e as parcelas dos revendedores, vale apenas R$ 1,16. 

Os impostos, como já foi dito, são os maiores responsáveis pelo alto preço da gasolina. Os estaduais representam 28% do valor, custando, em média, R$ 1,19. Os federais, por sua vez, equivalem a R$ 0,65 (16%). O total, portanto, é de 44% ou R$ 1,84.

O lucro dos revendedores (postos de gasolina) beira os 10%. As distribuidoras ficam com R$ 0,18 (4%) e o transporte equivale a R$ 0,10 (2%).

Os números apresentados se referem a um litro de gasolina. Já os valores em um tanque de 50 litros, o gasto total é (considerando o preço médio da gasolina no brasil) de R$ 209. O valor dos impostos representa, então, R$ 92. Do total, R$ 83,60 são responsáveis por pagar o composto (gasolina + etanol).

Região Sudeste
Preço da Gasolina 
Valor
Porcentagem

Preço da gasolina comum
R$ 1,15   
27,3%

Preço do etanol anidro
R$ 0,53
12,5%

Custo de transporte
R$ 0,06
1,3%

Tributos Federais
R$0,69
16,3%

Tributos estaduais
R$ 1,29
30,5%

Margem bruta de distribuição
R$0,17
4,1%

Margem bruta de revenda
R$ 0,34
8%

Preço total da gasolina comum ao consumidor   
R$4,22
100%


MS

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sábado, 24 de março de 2018

PMs da reserva no reforço da Segurança


Projeto permite que municípios façam convênio para policiais voltarem à ativa

Plenário da Casa já aprovou a proposta, em primeira discussão;
Deputada Zeidan defende que medida ajudará na redução da violência
Foto: 

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) pode dar sinal verde, em votação na próxima terça-feira, para que prefeituras do estado tenham policiais militares da reserva de volta à ativa atuando no reforço da segurança das cidades. A designação de PMs e também de bombeiros temporariamente pelo governador é prevista em projeto de lei complementar, de autoria da deputada Zeidan (PT), para que, assim, os municípios tenham permissão de fazer convênios com as corporações. A proposta já foi aprovada pela Casa em primeira discussão.
Vale ressaltar que, mesmo com o aval do Legislativo e eventual sanção do governador Luiz Fernando Pezão, a ideia só poderá ser colocada em prática mediante a aceitação do agente. O texto original falava apenas de PMs, e emenda da Enfermeira Rejane (PCdoB) estendeu a possibilidade a bombeiros.
Com o projeto, Zeidan quer dar mais poder às prefeituras, que já vêm manifestando interesse nessas contratações para o aumento do efetivo de policiais nas ruas no combate à violência. Niterói, Quissamã, Maricá e Iguaba Grande são alguns dos municípios que visam melhorar a segurança com PMs nas ruas.
"Os policiais da reserva podem fazer serviços internos, ou ainda desempenhar funções que demandam menos esforço físico, liberando agentes mais novos para o policiamento ostensivo. Essa medida urgente terá custo baixo, tendo em vista que estes policiais já estão preparados e não precisariam passar por concurso nem curso para poderem começar a atuar", defende Zeidan.
E como a Constituição prevê que apenas o chefe do Executivo pode designar o militar na inatividade, esse é o primeiro ato previsto na proposta. Depois, os municípios teriam a possibilidade de tratar do assunto diretamente com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militares do Estado.

ODia

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

sexta-feira, 23 de março de 2018

Morre o produtor musical Carlos Eduardo Miranda


O ex-jurado do Ídolos teve um mal-súbito em sua casa


Faleceu esta quinta-feira (22) o produtor musical Carlos Eduardo Miranda, de 56 anos, após sentir dor de cabeça e um mal-súbito. Não foram divulgadas mais informações sobre o casa.
Miranda, como era conhecido, era muito importante na cena musical brasileira, tendo ajudado a revelar músicos e bandas como Skank, O Rappa, Raimundos e Gaby Amarantos. Também foi jurado do programa Ídolos em 2006 e 2007 e mais tarde teve papel semelhante em reality shows como Astros e Qual é o seu Talento?.

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

quinta-feira, 22 de março de 2018

“Com Rio Rural, o Estado do Rio é hoje também um produtor de água”


Com esta declaração o secretário da casa Civil, Christino Áureo, abriu suas falas na comemoração do Dia Mundial da Água, celebrando as 8.290 nascentes fluminenses protegidas



O Governo do Estado comemorou em grande estilo o Dia Mundial da Água. Cerca de mil produtores compareceram na manhã do último dia 22 no Palácio Guanabara para a solenidade de apresentação dos resultados do Programa Rio Rural, uma ação da secretaria estadual de Agricultura que nos últimos 20 anos já protegeu 8.290 nascentes e está presente em 373 microbacias de 78 municípios. A solenidade contou com a presença do Governador Luiz Fernando Pezão, da primeira-dama Maria Lúcia Horta, do secretário de estado da Casa Civil, Christino Áureo, que criou o programa quando estava a frente da pasta da agricultura estadual, e do secretário de Agricultura Jair Bittencourt.



Na ocasião o governador Pezão destacou como exemplo o trabalho desenvolvido na recuperação agrícola na Região Serrana.
- O Rio Rural fez um trabalho sério na serra fluminense após a tragédia de 2011 e hoje a região produz mais do que antes das chuvas que dizimaram inúmeras plantações.  Com muito trabalho e obstinação, Christino que estava a frente da pasta, conseguiu recriar a agricultura naqueles municípios. Hoje o segmento  está bem mais fortalecidos.  São muitas famílias beneficiadas e reforço a importância da continuidade deste programa – ressaltou Pezão.


Já o secretário Christino Áureo revelou que o  Rio Rural é na verdade um grande produtor de água. Ao preservar nascentes, incentivar o plantio sustentável e cuidar das matas ciliares, o programa é uma arma forte para a crise hídrica que acomete o planeta.

- Nós conseguimos demonstrar que é possível produzir de forma sustentável. As riquezas agrícolas estampadas na nossa bandeira, simbolizadas pelo café e a cana de açúcar, voltaram a fazer sentido para o nosso estado, pois hoje somos o segundo maior exportador de cachaça do país e o nosso café começa a ser reconhecido pela sua qualidade. Somos ainda o segundo maior produtor de flores de corte do Brasil, se não fosse o apoio do governador para que o programa se mantivesse, não conseguiríamos obter estes resultados tão surpreendentes como o marco de 8. 290 nascentes preservadas, 46 mil famílias atendidas e um investimento, com recursos do Banco Mundial e contrapartida do estado, de US$ 18 milhões em equipamentos e incentivos diretos ao produtor. O Rio Rural hoje é reconhecido como exemplo de produção sustentável por organismos internacionais como a FAO e ONU. Ao rever a forma de plantar com novas tecnologias, a agricultura consome menos água e preserva os mananciais existentes, garantindo assim a sustentabilidade da produção – avaliou o secretário.

O secretário de agricultura, Jair Bittencourt, ressaltou que neste ano foram entregues inúmeros equipamentos as microbacias atendidas pelo programa.
- Muitos não acreditaram na continuidade, mas aqueles que se mantiveram firme estão aqui hoje comemorando o seu avanço – destacou o secretário de Agricultura.

 Desde do inicio do Rio Rural, em 2007,  aproximadamente 1,5  milhões de hectares passaram a ter o seu sistema de produção melhorados, atendendo as práticas de manejo sustentáveis. Foram 48 mil subprojetos implantados voltados para a produção, infraestrutura e preservação ambiental.
A solenidade contou com a presença de inúmeros prefeitos, vereadores e representantes de associações e sindicatos agrícolas de todo estado.


COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Deslizamentos interditam avenida Niemeyer e estrada da Gávea



Centro de Operações da Prefeitura do Rio informou, por volta de 12h10 desta quinta-feira (22), que sete sirenes foram acionadas na Rocinha, Zona Sul do Rio, por acúmulo de chuva. Às 13h, a Avenida Niemeyer, que liga os bairros do Leblon e de São Conrado, também na Zona Sul, foi interditada por deslizamento de terra. Também houve queda de barreira na estrada da Gávea, na altura do Largos das Flores.


Os moradores da Rocinha devem desligar luz e gás e se deslocar para os pontos de apoio, que são os locais onde buscar abrigo em situações de. Eles devem seguir também recomendações dos agentes da Defesa Civil.

G1

COMPARTILHE

Curta Nossa Página no Facebook

Compartilhe

CURTA A NOSSA PÁGINA