quarta-feira, 7 de junho de 2017

Petrobras anuncia aumento no gás de cozinha

O reajuste não necessariamente vai ser cobrado do consumidor

A medida foi anunciada pela diretoria da Estatal.
Na foto Pedro Parente e Jorge Celestino. (Foto: Luiza Muttoni)

A Diretoria Executiva da Petrobras anunciou, nesta quarta-feira (7), uma nova política de preços para a comercialização de Gás Liquefeito de Petróleo, o gás de cozinha, para as distribuidoras.
O aumento nas refinarias vai ser de 6,7%, e já começa a valer a partir desta quinta-feira (8). O reajuste não necessariamente vai ser cobrado do consumidor, pois isso fica a cargo das distribuidoras e revendedoras.
Caso o reajuste seja repassado à população, a estatal estima que o botijão GLP suba, em média, 2,2%, o que equivale a R$ 1,25. O preço para as distribuidoras vai ser formado pela média mensal das cotações dos gases butano e propano no mercado europeu, convertida em reais pela média diária das cotações do dólar.
Os novos preços começam a valer no dia cinco de cada mês, com exceção do mês de junho. O último reajuste da Petrobras no GLP foi em março, de 9,8%. A política anunciada hoje não se aplica ao gás destinado ao uso industrial e comercial.
Luiza Muttoni

Nenhum comentário:

Postar um comentário