segunda-feira, 26 de junho de 2017

Município de Varre-Sai foi contemplado com Ponto de Cultura




O município de Varre-Sai, no Noroeste Fluminense, foi agraciado com um Ponto de Cultura. Na última quarta-feira (21/06), a Secretaria de Estado de Cultura assinou um edital para contemplar projetos de música, artesanato, danças, artes indígenas e matrizes africanas, entre outros. São R$ 6 milhões que o Governo do Estado vai liberar para projetos artísticos em todo o estado. Além de Varre-Sai, a região Noroeste Fluminense tem o município de Laje de Muriaé que também vai receber o Ponto de Cultura.
A verba é oriunda do Programa “Cultura Viva no Estado do Rio de Janeiro”, criado em 2007, em parceria com o Ministério da Cultura (MinC). No total, 34 projetos culturais serão contemplados. O Departamento de Cultura, da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Varre-Sai, fez o projeto destinado à Lira Santa Cecília que receberá R$ 160 mil divididos em três parcelas que serão aplicados em três etapas.
A primeira etapa do projeto envolve a compra e um kit multimídia para a Lira, a segunda etapa será de visitas do maestro da Lira às escolas públicas do município para ministrar aulas de música e a terceira etapa será a apresentação dos alunos que foram treinados para fazer parte da Lira.
O reconhecimento de Ponto de Cultura garante uma chancela institucional, que pode ser importante para a obtenção de apoios e parcerias, e permite que a entidade ou coletivo se articule com os outros pontos e pontões da rede.
“Esse Ponto de Cultura foi muito importante para Varre-Sai que se faz conhecer na Secretaria de Estado de Cultura, além de ser fundamental para a nossa Lira que esse ano completa 100 anos, além de atrair novos músicos. E a Secretaria Municipal de Educação já vem colocando o Ponto de Cultura em ação, através do Projeto “Varre-Sai vem ver a banda passar”, destacou a diretora do Departamento de Cultura de Varre-Sai, Tereza Cristina Vieira de Oliveira Coutinho.
O secretário municipal de Educação e Cultura de Varre-Sai, Carlos Alberto da Silva, destacou que será a primeira vez que a Lira Santa Cecília vai receber um recurso de um convênio com o Governo do Estado.
“Essa verba será de grande valia para que a Lira possa desenvolver tão brilhantemente um trabalho cultural no município. Nossa Lira que já era patrimônio do município agora se transforma em patrimônio cultural do estado do Rio de Janeiro”, frisou o secretário.
O presidente da Lira Santa Cecília, Waldir Fabbri, explicou que a ideia era premiar as cidades que tinham uma tradição cultural maior com disponibilidade de material da cultura. E que Varre-Sai ganhou pontos pelo histórico da Lira, por ser a terra natal do violonista Baden Powell, pela tradição cultural italiana, pela posição geográfica e estar em uma região pobre como a Noroeste Fluminense.
"A intenção da Lira junto com a Secretaria Municipal de Educação é investir em instrutores que irão trabalhar nas escolas mais distantes, na zona rural do município e tendo como principal objetivo a perpetuação e renovação da Lira Santa Cecília", finalizou o presidente.

Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário